sábado, 24 de setembro de 2011

O Banco
Ali vazio e sozinho
Sob a mesma árvore desnuda
Ele triste e sem carinho
Perdeu o rumo do amor
Como folhas de outono
Que caem a todo o momento
No abandono dessa vida
Congelou seu sentimento
Tantas histórias ali
Sobre ele foram contadas
Segredos serenos de amor
Caricias e malicias de uma mão ousada
Hoje ele sente frio
Como sente frio o coração
Esperando do alto infinito, flocos de neve
Que congelem de vez sua emoção.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Foto do post by Lauci Milesi
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

O Livro dos Dias Poesias
Adquira no email: evr.russo@uol.com.br

44 comentários:

cidinha disse...

Oi Everson. Passando para lhe desejar boa noite! Tenha lindos sonhos e poesia sempre. Tudo sempre lindo que escreves, esse toque suave, melancólico e delicado. Obrigada amigo por estar sempre presente! Bjos e bjos...

Livinha disse...

Sabe meu amigo, bom seria que cada folha amarelada do tempo a deixar arvore nua, quisera pudessemos cortar a arvore também, mas a raíz está ali, o que não se apaga, quando somente o tempo pode a ela renovar...

Lindo fim de semana pra ti

Bjs

Livinha

Luna Sanchez disse...

O passado passado a limpo, né, Everson?

Um beijo.

Pat. disse...

Congelar emoções? nada disso! Bora aquecer este coração.. hehe

Lindas palavras! Até quando é triste o Amor é bonito.

Um beijo

Magia da Inês disse...

°º✿
º° ✿Olá, amigo!
✿♥ ° ·..Que romântico!!!
°º✿
º° ✿✿♥ ° ·.Bom fim de semana!
Beijinhos.
Minas

LUZ disse...

Bom dia Everson,

Ah! Se os bancos dos jardins falassem!
Tantos amores nos contariam.
Bom fim de semana.

Beijos de luz.

✿ chica disse...

Lindo demais e adoro bancos assim...abraços, lindo fds!chica

SOL da Esteva disse...

Everson

Linda evocação ao (aos) Outono(s) que nos vem chegando.
Lindo!

Abraços

SOL

♫*Isa Mar disse...

Bom dia amigo, passando pra apreciar teus versos, desejo á ti um fim de semana cheio de paz e harmonia, beijos no coração!

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu Príncipe das letras!
poesia linda mais tristinha...fiquei triste tbm...
bjssssssssssssssssss

Simone butterfly disse...

Oi meu amigo poeta, cada vez mais lindo o que escrevestes, eu como admiradora só posso lhe desejar cada vez mais sucesso!!!!

Ana Casada disse...

Bom dia meu querido...

já namorei muito em banco de praça...rss
delicia..carícias roubadas..com a lua como cumplice...maravilha..

beijocas

ana casada

Marcia disse...

Um lindo poema beijos meu querido!

Desnuda disse...

Bom dia querido amigo,


Solidão nos belos versos...

Beijos com carinho Poeta! Lindo sábado.

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo Poeta.

Lindo e nostálgico. Mas ele ainda continuará na lembrança e no coração de muitos. Por alguns anos...

Tenha um belo fim de semana, de amor e paz.

Beijos.

Assis Freitas disse...

há coisas que dizem tanto em silencio,



abraço

Carla Fernanda disse...

Flocos de neve ou chispas de fogo que acenda as labaredas.... e o amor aconteça...
Beijos

lita duarte disse...

Bom final de semana.

Bjos.

Palavras disse...

Caro amigo,

a saudade provoca sim o frio da alma!

Lindo! ... e a musicalidade continua!

Abraços

Leila Rodrigues

。♥ Smareis ♥。 disse...

É nesse silêncio tão vazio que as palavras sai do coração congelada de sentimentos. Beijo grande amigo poeta. ótimo fim de semana!
Smareis

Daniel Costa disse...

Everson

O abandono, no caso dos dumanos, poderá não ser um mal maior, quando há destreza para o colmatar, compensando-o com um bem.
Abraço fraterno

Pluma Roja disse...

Buen día poeta, nos dejas como siempre un bello poema acompañado de una linda canción.

Paso a desearte un feliz fin de semana, lleno de amor y poesía.

Muchos besos.

Lau Milesi disse...

Poeta amigo, um banco vazio simboliza tantos sentimentos e reações:silêncio, saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito , inocência, sofrimento, dor, reflexão, decepção, arrependimento...

Muito sensível a associação do poema com a imagem. Parabéns!!

+
Meu querido e gentil amigo, estão todos aqui em casa debruçados sobre as minhas costas lendo seu lindo poema e vendo a "bela obra" :)?do banco verde. :) Você é muito gentil.Obrigada!Pra você não precisava de crédito. :)

Um beijo e bom domigo.

MARILENE disse...

Um banco vazio nos passa, realmente, a imagem de saudade. Sabemos que ele muito já ouviu e viu, em silêncio. Mas a vida prossegue e outros caminhantes acabarão com sua melancolia, assim como com aquela que aguarda os flocos de neve.

Bjs.

Nacida en África disse...

Meu querido Everson: Si los bancos pudieran hablar nos contarían mil y una historias. Unas de amor y quizá otras de desengaño. Somos nosotros los que cerrando los ojos y soñando podemos ver lo que allí pasó.

Buen fin de semana.

Brisas e beijos.

Malena

Pena disse...

Genial Poeta Amigo:
Um Banco. Uma árvore. O amor.
Um Banco que conta histórias de maravilhar e encantar.
Excelente instante de poesia fantástica.
Bem-Haja, pela sua simpatia no meu blogue que agradeço.
Escreve o amor nas suas vertentes gigantescas e enormes direccionadas ao sexo feminino que fascinam.
Abraço forte de respeito pela amizade e pelo talento de si e do que confecciona de delícia para elas.
Sempre a admirá-lo

pena

É fantástico.
Bem-Haja, pela honra da sua pura amizade.
Excelente, amigo poeta das musas!

David C. disse...

Es cierto, tantas historias guarda un banco, secretos de amor, secretos de vida. Saludos.

. disse...

Amigo Everson, fizeste-me recuar anos…obrigado! Bela tarde de sábado para ti e um abraço

Machado de Carlos disse...

O poeta mesmo cabisbaixo, em sua tristeza escreve coisas belas. O réquiem de um compositor de poemas.
Abraço, amigo. Um belo sábado para ti.

Enigma disse...

Olá Everson,

Viver com frio não dá, ele precisa de um novo amor: ))) Quentinho é melhor, aquece o coração pra sempre!! Desejo uma semana linda na sua vida. Kiss!! Kiss!!

Regina Rozenbaum disse...

Poeta amaaado
Passando pra deixar um beijo de bom fds...aproveitei e me sentei nesse seu banco, mas minhas emoções não congelo nauummm!

Nati Caetano disse...

Oieee Everson! Estação do outono e um amor sem rumo.Ah amigo, triste mas com certeza mts congelam seus sentimentos.
Deixo aqui meu carinho e minha amizade por você.Um belo final de semana.beijos no seu coração.

Um sonho que não sonhei, irei sonhar com as mais belas puras águas do mar.E uma amizade que sonhei é você, que faz parte do dia-a-dia.Nati

Maria disse...

Um poema lindo e que toca o nosso coração pela nostálgia que transmite. A saudade toca a nossa alma, mas nunca devemos congelar os nossos sentimentos.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Rute disse...

Beijos, meu querido desejo-lhe um ótimo final de semana , meu amigo.

Tais disse...

Aaa Everson,que lindo!!!Esta ouvindo as palmas??Parabéns mais uma vez viu amigo querido!!Bjs
decorehouse

Anne Lieri disse...

Everson,muitas vezes nos sentamos em bancos assim para refletir e ver em que pé está a vida!Nesse seu banco belas lembranças de um amor que passou!Triste e lindo tb!Bjs,

Anne Lieri disse...

Everson,muitas vezes nos sentamos em bancos assim para refletir e ver em que pé está a vida!Nesse seu banco belas lembranças de um amor que passou!Triste e lindo tb!Bjs,

Iara Moura disse...

Triste e lindo .. post perfeito,como sempre. Um bom final de semana! Beijos

Paulo Bouvier disse...

Oh, quem diria que aquele banco, largado seria fonte de tanta inspiração...
Adorei, muito bom mesmo!
Versos cativantes.

Amig, fiquei fora por alguns tempos, a vida tem tomado um rumo diferente a cada dia, todavia, estou de volta.
Obrigado pelo carinho em meu blog!

Abraço.

(http://paulobouvier.blogspot.com)

Rosemildo Sales Furtado disse...

Banco de praça, que com o tempo se transforma em cofre para guardar segredos de tantas histórias de amor. Belo poema amigo.

Abraços, bom final de semana e ótimo domingo pra ti e para os teus.

Furtado.

Paula Barros disse...

Um coração congelado, um banco abandonado, um coração vazio, um banco esperando alguém...encontros que podem acontecer.

beijo

Verânia Aguiar disse...

gostei de passar aki :)

Sandra Botelho disse...

Congelar o amor no coração, é tão impossivel quanto esquecer uma paixão.
Bjos achocolatados

Suely Rezende disse...

Olá meu querido,

Diariamente a poesia e o amor se encontram aqui.

beijos e beijos
Su

 
Web Analytics