sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Paisagem Opaca
O que um dia foi verão
Hoje tórrido inverno
O que um dia foi cor
Hoje ficou cinza
O que um dia foi amor
Hoje plena e infinita dor
Pés descalços
Areia molhada de lágrimas
O mar está distante
O coração mesmo que pulsante
Morre aos poucos pela sua ausência.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta

O Livro dos Dias Poesias
Adquira no email: evr.russo@uol.com.br

39 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido

Como sempre intenso...amor e dor sempre juntos.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo alvorecer meu príncipe das letras!
Lindo demais se jogar nas palavras para trazer um poema tão emocionante como esse...aplausossssssssssssss

Artes e escritas disse...

Gostei demais deste poema, existem dias bons e dias não tão bons em todos os lugares...Um abraço, Yayá.

✿ chica disse...

A saudade deixa tudo mais opaco...Lindo!!abração,ótimo fds!chica

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!!

Ah!Meu amigo...o fim é sempre triste...mas rende versos tão belos!!!!!Por que será?!
Tenha um ótimo final de semana!!
Que seja bem alegre!
Beijos!Até segunda!

LUZ disse...

Olá querido Everson,

A ausência noa amor nos dilacera.

Beijos de luz.

LUZ disse...

Bom dia querido Everson,

A ausência no amor nos dilacera.

beijos de luz.

LUZ disse...

Olá querido Everson,

A ausência do ser amado nos dilacera o peito.

Beijos de luz.

Soninha disse...

quanta intensidade?! que ese coração volte a sorrir... bjs

Elisa T. Campos disse...

Que um dia foi cinza
Mas hoje tem o colorido de um coração
pulsante.

Meu novo amigo
Tenha também um maravilhoso final de semana.
bjs

... "re" ... disse...

Poeta...

Amor que tanto fala-se, esvreve-se de dor...

Un bacio e un felice venerdì tredici...

Ivana disse...

Toda paisagem compõe nossa história, seja cinza, seja colorida, um ótimo dia pra você, bjs

Bandys disse...

A dor do coração deixa a alma vazia e o corpo querendo morrer.

Bela poesia.

1 Beijo, rs!

Andy Santana disse...

Everson,
simplesmente adorei.

Lindas palavras...
um bom final de semana.

AC disse...

A opacidade das coisas não tem coração. Mas a natureza não é estática, tem uma capacidade de regeneração infinita...

Abraço

Daniel Costa disse...

Everson

Realmente, o amor e a cinza devem sempre ser desbloqueados.
Abraços fraternos

。♥ Smareis ♥。 disse...

Bom dia amigo!!! Os versos mais bonitos são de amores e dores, acredito que essa força desses sentimentos,é que nos faz senti-lo tão bem quando lemos alguns deles. Sempre penso que sentimento algum é tão teimoso quanto o amor! Até quando passa, não acaba. Posto de lado, jamais se conforma. Mesmo se afogando na impossibilidade, não morre. Mário Quintana escreveu num de seus versos que:"É tão bom morrer de amor e continuar vivendo".Será???São dores em desatino não gosto!
Beijos grande no coração poeta, e ótimo dia!

MARLENE disse...

quando o amor se vai deixa cicatrizes
que nos faz enchergar tudo triste tudo turvo,mas nosso coração ferido não perde a chance de transformar a dor em belos versos poemas de amor
adorei este ,melancólico triste mas lindo perfeito parabens poeta lindo,lindo demais deixo um abraço
desejo que tenhas um final de semana de sol claro de mar azul em teu coração de poeta,bjs marlene

Tais ♥ disse...

Obrigada querido para ti tb...
A poesia esta divinamente tocante...
Bjoos
decorehouse

MARILENE disse...

Podemos colorir o cinza com a lembrança dos momentos felizes. Fazem parte de nós, da mesma forma que a saudade sentida.

Bjs.

Blue disse...

O amor tem destas coisas,
hoje a flor, amanhã a dor.

Abraços

gota de vidro disse...

Um poema muito belo, mas repleto de tristeza e saudade por uma amor que findou.

Gostei imenso

Bom fim de semana

beijinho da Gota

Vanuza Pantaleão disse...

A ausência de um grande amor é lacuna que não se preenche.
Everson, que tenhas um ótimo final de semana, amigo!Bjssss

Amapola disse...

Boa tarde, querido amigo Poeta.

A distância de quem se ama, é como um divisor de águas.

Beijos.

Machado de Carlos disse...

Boa tarde Nobre Amigo!

Um poema de luz chega até nós como um bálsamo. Podemos até vislumbrar os pés marcados por cortes. Na areia seca inda há marcas das lágrimas. Pelas contagem parece que alguém cambaleou e se perdeu na praia distante!

Receba o meu grande abraço!

Anne Lieri disse...

Everson,triste mas sempre belíssimos versos!Sou pouco criativa nos comentarios,me perdoe,mas gostei de coração!bjs,

Evanir disse...

Boa Tarde Filho.
Lindo seu poetar !!!
Meu filho desculpa por ontem estava um pouco triste foi bom falar contigo.
Amado você é muito especial na minha vida obrigada por me ouvir sempre que preciso.
Beijos da mãezinha.
Evanir

CONCERTO DE LEITURA & CIA disse...

Esse poema é meio agridoce. Doce no início com leve amargor final. Muito bom! Abraço do Gonçalves.

Vera Lúcia disse...

Olá querido poeta,

Simplesmente lindo!

Amei estes versos!

Beijos.

OceanoAzul.Sonhos disse...

O coração precisa de ser alimentado... lindo poema.

Bom fim de semana amigo
cvb

Flor de Jasmim disse...

Tristemente forte!

Bom fim de semana meu amigo

Beijinho e uma flor

edumanes disse...

Garota pensativa,
Na areia ajoelhada
Lágrima caída
Na areia molhada.

Bom final de semana
Sem lágrima caída
A verdade não engana
A felicidade não seja perdida,

Um abraço
Eduardo.

♫ ♪ Wilson Miguel ♫ ♪ disse...

Amigo Everson,

A dor da ausência é uma das mais difíceis de suportar mas há quem diga que o tempo resolve essas coisas ou um novo amor.

Grande abraço e que tenha um final de semana de muitas alegrias.

Deus seja contigo

Magia da Inês disse...

º°❤ Alegria e tristeza no amor... faces da mesma moeda...
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil
°º✿
º° ✿ ✿⊱╮

Marcia disse...

Meu querido poeta e amigo,lindo seu poema,amei ,ja sabe o que vou fazer com ele né? rs bjos querido bom fim de semana!

Van disse...

Oi Everson

vim te deixar um boa noite, bom descanso. :)

Beijos

Suely Rezende - Ministério HD disse...

Olá Querido!

Amar e não ser correspondido resulta em mta dor.

beijos
Suely

Paula Barros disse...

Esses corações insistentes em sentir a ausência profundamente. O único alento para esses corações é que deles saem as mais belas poesias.

beijo e abraço

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Um poema triste, mas presente no cotidiano. Lindo poema!

Beijos com carinho

 
Web Analytics