sábado, 1 de maio de 2010

Clarisse
Trancada em seu mundo
Seus sonhos e desejos de amor
Procurando no desequilíbrio dos dias
Um calmante que lhe arranque a dor,
Caída pelos cantos sem ter aonde ir
Num deserto de ilusões
Em labirintos sem fim
Ela já não sabe mais o que sentir,
Teve seu futuro cortado
Como um pulso de quem não quer ficar
Seu espelho foi quebrado
E o coração não quer pulsar,
Luta contra tudo e contra todos
Na imensidão da sua incerteza
A chuva não mais lhe refresca
Nem o sol lhe traz clareza,
Seus diamantes foram caindo pelo caminho
Seu jardim se despedaçando sozinho
O amor entorpecido por uma droga qualquer
Chamada solidão e venha quem vier,
Clarisse uma menina cuidadosa com seus sonhos
Instintos perdidos num universo
Rolando em nuvens ela traz seu verso
De ser feliz e encontrar a paz,
Hoje joga tudo fora pra recomeçar
Recomeça sem saber seguir
E segue sem ter aonde ir perdendo a direção
Mas acredita que se o pássaro ainda canta na gaiola
Terá um dia alimento pra alma e pro coração.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

53 comentários:

Amada disse...

As vezes ficamos meio perdidos... mas logo conseguimos nos restabelecer.

Bem triste este poema seu. Espero que seja apenas um poema e que seu estado de espírito não esteja tão triste.

Deixo beijos e carinho, meu lindo.
Excelente fim de semana...
Pat.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo, Poeta! E para abrir a gaiola e voar, libertar-se acreditar em si, amar-se, e, poder amar e ser amada, se der um passo, pois milagres não acontecem, é preciso olhar nos olhos.
Estava publicando um pedido de desculpas nos Slides e venho aqui porque sim, por você sempre.
Beijoss
Vamos todos dormir em felizes em paz***************************

Ferem-me os ais
Dos outonais
Violinos
O coração
Com a inação
Dos seus trinos

E quando dá
A hora já
Rememoro,
A sufocar,
Dias sem par
Então, choro

E vou-me assim
No ar que, ruim,
Me transporta
Pra lá, pra cá
Tal e qual a
Folha morta

Canção de Outono
Paul Verlaine.
Trad. da Renata.

+ Beijosssss
Bom dia.
Até más.

Nanda Assis disse...

sabia q te amo?

bjosss...

Desnuda disse...

Querido poeta,

uma narrativa bem real. Todos nós nascemos para amar e ansiamos por sermos igualmente amados. Por isso sofremos tanto nestes caminhos da vida. Mas a esperança é a chama que aquece cada coração. E que todos possam alimentar-se com amor fazendo brilhar a alma e manter vivo este sentimento no coração. Há muitas formas de amor. Todas são alimentos para a alma e coração.
Lindo poema, amigo! Parabéns.

Carinhoso beijo e ótima noite.

Pluma Roja disse...

Precioso poema poeta, paso a saludarte y desearte un feliz finde.

Besos.

IT. disse...

Quantas "clarisses"
existem por aí?!?

Com fome de sonhos, desejos e amor...
sem rumo, sem direção
com esperança do pássaro
um dia cantar de emoção

Uma noite de paz ao poeta.

Fátima disse...

Romper com tudo e ir em busca de paz e felicidade...todo recomeço segue sem rumo, mas Clarisse há de encontrar o seu.

Levo uma flor do seu jardim, e deixo um beijo meu.

Andreia disse...

Everson meu querido,
vim matar as saudades de ti!
Lindo poema!!!
Alice, sempre Alice a nortear as histórias...
Doce beijo na alma meu poeta...

Daniel Costa disse...

Everson

O nome CLARISSE do pema, acho-o muito feliz, para um poema muito bonito de encantar, adorável mesmo, com o tom que sabes sempre adornar a poesia.
Fraterno abraço.
Daniel

Glória Müller disse...

É, poeta, mais um poema encantador.
Parabéns, meu amigo!
Ih, poeta, espelho quando quebra... são 7 anos de azar.rs

Beijinhos de boa noite.
Glória

Thomas Albuquerque disse...

"Eu sou um pássaro, me trancam na gaiola e esperem que eu cante como antes.....mas um dia eu consigo existir e vou voar pelo caminho mais bonito."

Ava disse...

Há que abrir a portinhola da gaiola de Clarisse e ajuda-la a voar de novo.
Adorei o seu poema, deixou-me triste, pois há tantas clarisses por esse mundo e um já fui um pouco como ela...

Um beijo muito carinhoso, Ava.

direitinho disse...

Todos buscamos esse amor e ainda quando o perdemos o nosso coração vive na esperança de o reencontrar.

Lou Alma disse...

Bom dia meu amigo, desejo-te um dia feliz =)

Hod disse...

Olá Everson, parabéns pela edição de seu livro e que seja pleno de sucesso.

Forte abraço amigo bom final de semana.

Hod.

Felina Mulher disse...

Sabe que fiquei com peninha da clarisse?...Mas ela vaiser feliz e encontrar a paz,e terá um novo recomeçar. Adorei!!!
Obrigada por tudo viu meu manino?

Te Amooooo!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Passarinho na gaioLa canta é de tristeza. Agora fiquei curioso de conhecer a Clarisse, mas de antemão já estou torcendo por ela, mesmo sem saber por quê ou em quê. Lindas palavras você disse à ela. ótimo final de semana,amigo. Um abraço

carol sakurá disse...

Oi,Poeta!
O nome Clarisse me lembr o sol.
Beijos!

Pelos caminhos da vida. disse...

E saber que há muitas Clarices por esse mundão de Deus.

Bom sabado amigo.

beijooo.

Sandra Botelho disse...

" as vezes me quebro em mil pedaços mas sempre me refaço" um pedacinho que escrevi. Lindo, lindo...
Enfim...Bjos achocolatados

Sandra Botelho disse...

" as vezes me quebro em mil pedaços mas sempre me refaço" um pedacinho que escrevi. Lindo, lindo...
Enfim...Bjos achocolatados

Louise Oliveira disse...

Eu ja fui uma Clarisse rss Agora to retomando a Lu de volta. rs
Bjs poetaaaaaa!!!!! rs
Lu

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Que seu final de semana seja abençoado, querido amigo.

Rebeca

-

FERNANDINHA & POEMAS disse...

QUERIDO EVERSON, HÁS VEZES O AMOR SENTE-SE APRISIONADA... HÀ QUE ABRIL AS PORTAS DO CORAÇÃO E DEIXA-LO SAIR... ABRAÇOS DE CARINHO,
FERNANDINHA

Memória de Elefante disse...

O medo de perder o que se ama faz com que avaliemos melhor muitas coisas.

Um beijo

Meus Pensamentos disse...

Se mesmo dentro da gaiola o passarinho ainda canta Clarisse pode ser livre mesmo "presa" pelas gaiolas da vida...
Bjs
Mila

Lau Milesi disse...

Belo poema, poeta. Clarice traz suas dúvidas existenciais e seus tropeços psicológicos presentes na vida real de todo ser humano. Mas poetizada por você,Clarice ficou mais sensível ainda.
Parabéns!!!

Beijosss

Lady disse...

Bom dia!
Nossa, fico à imaginar quantas Clarisses vagam pela vida...
Solte as amarras e deixe a vida te levar para onde ela quiser.Tenh um ótimo fim de semana poeta.
Beijos ternos

ADiniz disse...

Bom Dia !

Estou preparando uma festa surpresa
Pra nossa Amiga Maria Dias
Hj ela esta de aniversario
Vamos dar um super abraço
Amigos blogueiros.

Bjkas e te mais

Cris disse...

Pareço muito com essa sua personagem... mas vou mudar, oh se vou! Bom fds... Beijos

uminuto disse...

não é fácil viver com a dor, mas por outro lado essa dor também nos ajuda a crescre como seres humanos
um beijo e bom fds

Majoli disse...

Quantas Clarisses por esse mundo afora né meu amigo?

Mas que ela seja feliz, quero dizer, todas elas.

Beijos no ♥ e uma linda tarde de sábado.

laurinhando por ai disse...

boa tarde


E quem ainda não trilhou por caminhos assim?
Se não trilhou, aida não viveu a plenitude da vida.

Bjos

Laurinha

Lou Witt disse...

Fico a pensar em quantas Clarisses existem por aí tentando se encontrar nesse mundão afora.

Beijo de carinho, poeta querido!!!

Glória Müller disse...

Oi, meu amiiigo! Eu não tenho poesia, como ninguém mais do que vc sabe ter, nos meus trajetos(nos meus textos!), mas, às vezes, acho que temos a mesma sintonia.Interessante isto, amigo... O amor é mesmo universal, ele é igual pra todo mundo!!!

Um final de semana sem russo, e sem tempo de chuva no seu coração!rs

Beijinhos com muito carinho*!
Glória

FOTOS-SUSY disse...

ola everson, lindo poema...que tenha uma boa noite amigo!!!
beijos com carinho,


susy

Vozes de Minha Alma disse...

PREZADO AMIGO EVERSON:

Leio teus poemas e aqui me deleito;
Ao ler teus versos, leio como prece,
Encontro na alegria de teu sincero jeito
Muita amizade, que esta alma não esquece.

UM ABRAÇO FRATERNO.

Pena disse...

Amigo Poeta:
Mais uma "explosão" poética extraordinária.
Desta vez, a alguém que vive com desencanto e sofrimento.
Excelente!
Abraço amigo de respeito pelo seu talento.
Sempre a admirá-lo

pena

Bem-Haja, Poeta Gigante do sentir.
Formidável.

Blue disse...

As Clarisses de nossas vidas,
sabem muito bem que em nossos jardins, elas têem um lugar garantido.

Abraços e bom domingo. E da-lhe IPATINGA e abaixo os vermelhos......

C@urosa disse...

Olá poeta amigo e sensível Everson Russo, o olhar de menina mulher, sonhador e enigmático, revelam os sonhos amorosos... que o futuro se desenhe feliz. Belo como sempre.

paz e harmonia,

forte abraço

C@urosa

*Mi§§ §impatia* disse...

Caída pelos cantos sem ter aonde ir, com jardim despedaçado......assim que tenho me sentido nesses ultimos dias amigo......mas vai passar, né?
Bom sabadão, beijos querido.

Júlio Castellain disse...

...
É isso aí.
Abraço.
...

Danielle Macena disse...

Gostei muito do teu post e + ainda do teu blog...
to te seguindo..
da uma passadinha no meu depois.
bjus

Danielle Macena disse...

Gostei muito do teu post e + ainda do teu blog...
to te seguindo..
da uma passadinha no meu depois.
bjus

Juliana Mendes disse...

e existe coisa pior do que incerteza?
pqp...
não existe não!
e falando em Alice..
o filme eh uma merda, pohha, a história é totalmente lúdica, várias incinuações para o uso de drogas e tal..
o relógio que nunca anda, o gato que somi...
as cartas que andam e falam...
o chapeleiro com perguntas e respostas nada a ver...
muito de muito doido...
o filme simplismente eh identico ao desenho, então.. n gostei, achei que por ser real fosse mostrar o lado verdadeiro da coisa...
jonny deep estava lindo!
entretanto, não aconselho, principalmente dublado
!
beijos

M@ria disse...

Aquele que conhece os outros é sábio;
mas quem conhece a si mesmo é iluminado!
Aquele que vence os outros é forte; mas
aquele que vence a si mesmo é poderoso!
Seja humilde e permanecerás íntegro.


- Lao Tsé –

Uma noite de muita paz e amor!M@ria

lita duarte disse...

Everson,

"O amor é um bom alimento."

Bom domingo.

Beijos.

Luciana P. disse...

Eita, que esse poema tá bunito dimais da conta...
Esse moço anda muito inspirado, uai!!!


Beijos da Luluzinha

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Everson! Passando só para te cumprimentar e te desejar uma boa noite e um ótimo domingo. Estou com problema de saúde na família, depois passo com mais calma.

Abraços,

Furtado.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Todo final de semana mando música, né? Né! Mas hoje vou compartilhar o passado e o presente clicado com arte. Fiquei maravilhada com as fotos, espero que goste:

http://www.flickr.com/photos/edrabbit/galleries/72157623103181304


Rebeca

-

Sonhadora disse...

Meu querido
Passei para te deixar um beijinho.

Sonhadora

Luciana Horta disse...

Puxa! Até este momento eu pensava que meu nome era Luciana!!! rsrs

Só que eu, acredito em pássaro solto... Prefiro a incerteza da liberdade do que a segurança da prisão.

Bjos grandes

Luciana (Catadora de Palavras)

Amor feito Poesia disse...

Amar é uma mistura de alegria e medo;
de paz por um lado e ameaça de guerra pelo outro.
É pensar que a felicidade tem nome e endereço.
É temer não estar à altura. É sofrer tanto quanto querer.

Bruno Campel

Beijos & Flores.........Feliz Domingo!!

 
Web Analytics