terça-feira, 4 de janeiro de 2011

O Que Mais Me Dói é a Solidão
Não tenho medo dos tombos
Que vou dar pelo caminho
Nem dos escombros
Muito menos das pessoas
Que não vão me dar carinho
Não tenho medo da tempestade que se aproxima
E invade o meu mundo
Por cima daquela colina
Não tenho medo de nada nessa vida
Que não seja falta do amor
De tudo que plantei no jardim
Eu quero a mais bela flor
Nada mais me aflige
Ou me faz perder a sanidade e a razão
De tudo que a vida me toca
E meu mundo enfoca
O que mais me dói é a solidão.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

57 comentários:

Guará Matos disse...

A solidão é uma bosta mesmo!
Abraços.

*Mi§§ §impatia* disse...

Ahhhhh e o que mais me doi é a saudade.....
Linda terça querido, beijos e beijos.

Déya disse...

Ela a "solidão" já me foi assombrosa já chorei por vezes por culpa dela...
já me causou feridas que ainda hoje sinto os fragmentos, me deixou cicatrizes que ainda hoje possuem bandaid se eu tiro sangra...
mas aprendi a conviver com ela e por outras tantas vezes ela tem sido companhia.. o silêncio dela me mostrou quem de fato sou e levou o medo embora....

beijO querido e uma terça abençoada...

Marilu disse...

Querido amigo, é exatamente assim que estou me sentindo hoje....Só. Tenha uma linda semana. Beijocas

Pat. disse...

Não deves mesmo ter medo de viver!

Obrigada imenso por teu carinho.
Suas palavras e sua visita são muito, mas muito especiais para mim.

meu beijo terno com carinho e amizade.

Sil.. disse...

E o que seria a solidão, senão uma solidão de nós mesmos?
Pense nisso, hum!
Quando estamos com a gente mesmo, solidão não existe Everson.
A trancos e barrancos eu aprendi isso.
Beijoooooo meu querido.
Demoro, demoro (Loucuras e tombos de minha vida), mas não te esqueço.

NADJA disse...

Oie que saudades de vc..desde o ano passado que ñ venho aqui nesse seu cantuxinho lindo kkkkkk
Vim convidar vc para o niver de 7 aninhos de meu cafofinho !!Preparei um delicioso café para vc ..te espero ok!!!
Trouxe o miminho para vc..um feliz inicio de 2011 beijus !!!!
http://www.meurascunho.blogger.com.br/7%20anos%20de%20blogger.gif

Zil Mar disse...

Oi Poeta....

Muito intrigante seu poema...lindo...me fez refletir...

Gosto tanto de mim ...da minha companhia...que não sinto medo da solidão....

Bjos e um linda noite!

Zil

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querido e inspirado Poeta

Há um mundo dentro de ti, no qual habitam musas e fadas, sentimentos e inspirações, personagens que povoam a tua preciosa solidão...
Obrigada por compartilhar conosco a tua poesia.
Agradeço também pelo incentivo e pela amizade, no ano que passou.
Que 2011 colha e plante dias de Paz e Alegrias.
Carinho sempre.

Fátima Guerra.

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querido e inspirado Poeta

Há um mundo dentro de ti, no qual habitam musas e fadas, sentimentos e inspirações, personagens que povoam a tua preciosa solidão...
Obrigada por compartilhar conosco a tua poesia.
Agradeço também pelo incentivo e pela amizade, no ano que passou.
Que 2011 colha e plante dias de Paz e Alegrias.
Carinho sempre.

Fátima Guerra.

Garota Misteriosa disse...

Que lindo poema...

É eu tenho o mesmo problema, solidão é algo que mexe muito comigo, mas eu tenho medo dela...

Luís Coelho disse...

A solidão é complicada e arrasta as pessoas para um mundo diferente da realidade.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Essa sim nos aflige a todos,amigo,especialmene nós poetas. Um abraço e bels terça;

Vozes de Minha Alma disse...

Meu amgigo, bom dia.
Mas com esse coração generoso e rico em amor, nada de solidão.
Um abraço, tudo de bom.

Laura disse...

Se você plantou flores
pode crer que as vai colher
mas se semeou amor
pode crer que ele vai nascer...

E nos seus abraços o vai colher
e a solidão não existirá
porque você terá o amor
e mais nada em seu peito vai caber...

Aqui e agora..
beijinho da laura

Pena disse...

Sublime e Gigantesco Poeta Amigo:
"...O Que Mais Me Dói é a Solidão..."

Nada tema, poeta.
Fale e sinta a solidão. Não faz mal. Faz só pensar. E, isso, só conduz ao bem-estar e sossego existenciais. Não magoa. Não causa ferida.
É perfeito na sua magia poética fabulosa.
Um poema que li e fiquei surpreso pela sua grandeza de pensamento.
Faça interiorizações e pessoalizações de si próprio e verá.
Parabéns. Mais uma "explosão" poética divinal e admirável.
Abraço amigo ao seu genial sentir as musas de sonho.
Com respeito e sempre a a estimá-lo

pena

Bem-Haja, é pleno de um sensacional sentir.
Brilhante.
Adorei, poeta!

Brasil Desnudo disse...

Bom dia, querido Amigo!!

Obrigado pelo carinho lá no Desnudo, e retribuo o mesmo a você!

Uma semana maravilhosa, que se inicie o ano, cheio de paz e amor no coração, sem a chama solidão, mas rodeado dos bons amigos que te cerca, não como prisão, mas sim de alegrias e cumplicidade!

Abraços

Marcio RJ

Maria Dias disse...

Quem tem medo de se arranhar não vive o amor...

Muito verdadeiro este teu sentimento escrito...

beijinhos


Maria

Colecionadora de Silêncios disse...

Olá, Everson.

Maravilhoso o seu poema! E eu concordo contigo, amigo, o que mais me assusta e me dá medo é a solidão.

Lindo!

Beijos :)

Delano Alexandria disse...

Nossa amigo, esse seu poema me fez refletir sobre uma paixão não corespondida, ele me deixou pensativo.

Parabéns e aquele abraço!

Daniel Costa disse...

Everson

Decerto a solidão pode nascer da falta de amor. De resto. podemos encarar tudo sem temor.
Para que neste mumdo se agague a solidão cultivemos sempre o amor.
Ontem já era tarde.
Abraço fraterno

lita duarte disse...

"não acredito na solidão... é só uma invenção"

Nunca estamos sós.:)

Amigo Everson! BOM DIA!!

Bjos.

Paulo Becare Henrique disse...

De fato, amigo poeta, como nosso querido Renato Russo já afirmou: "o mal do século é a solidão". Às vezes precisamos ficar alguns momentos sozinhos, mas isso é muito diferente da solidão propriamente dita.

AC disse...

O amor é tempero fulcral da vida...

Abraço

Olhos de Mel disse...

Oie meu amigo; de solidão entendo bem e sei o quanto dói. Mas temos que aprender a passar.
Beijos

Vivian disse...

Olá meu amigo!!Bom Dia!

Eu que agradeço por compartilhar a poesia, ficou linda!!Deu um brilho ao meu cantinho!
Que linda esta poesia , mas triste!!
Já senti muita solidão, já pensai que seria solteira para sempre...
Mas nunca aceitei receber migalhas da vida!Sempre quis viver uma grande amor!!Encontrar alguém de caráter,de valores(pra mim, fundamental!)
Mesmo nos meus dias mais tristes procurei me agarrar a isso!Se não encontrasse tal pessoa melhor ficar sozinha!
Não é que a vida me presenteou com um amor destes!!
Não existe fórmulas, mas posso dizer que o que pensamos, ajuda muito a atrair a pessoa certa!!este ano vou fazer 12 anos de um casamento muito feliz!!
Com dois frutos!!Um menino que faz 10 anos e uma menina de 3 anos!!
Beijos!!
lindo dia pra ti!

Pérola disse...

Poeta!!!
Se vc tivesse lido o texto todo,saberia que a"BUNDA" ao que o mesmo se refere é masculina,ñ se empolga ñ rsrsrsrsrsr.
Beijokas.

M. disse...

Estar só pode ser bom. A solidão nunca é.

romantic disse...

A SOLIDÃO CORROEI A ALMA,BJS POETA!

CONCEIÇÃO DUARTE disse...

Também tenho muito medo da solidão. Medo físico...medo espiritual hahaha todos os medos, ela é terrível! Mas graças a Deus abrimos a janela e percebemos que todo mundo ta aí! Será? rsrsrs É isso aí. Deus queira que a gente jamais sinta isso muitas vezes.

bjks e ótima semana também, CON

Regina Rozenbaum disse...

Mininu-poeta, amado! Tenho marcado bem aqui ao meu lado esse poema do moçambicano Mia Couto (que quando ganhei o livro pensei que fosse mulher rsrs)

Solidão

Aproximo-me da noite
o silêncio abre os seus panos escuros
e as coisas escorrem
por óleo frio e espesso

Esta deveria ser a hora
em que me recolheria
como um poente
no bater do teu peito
mas a solidão
entra pelos meus vidros
e nas suas enlutadas mãos
solto o meu delírio

É então que surges
com teus passos de menina
os teus sonhos arrumados
como duas tranças nas tuas costas
guiando-me por corredores infinitos
e regressando aos espelhos
onde a vida te encarou

Mas os ruídos da noite
trazem a sua esponja silenciosa
e sem luz e sem tinta
o meu sonho resigna

Longe
os homens afundam-se
com o caju que fermenta
e a onda da madrugada
demora-se de encontro
às rochas do tempo
(Mia Couto, in "Raiz de Orvalho e Outros Poemas")
Se você ainda não leu (o que duvido muito)recomendo...o cara é quiném vc FERA!!!
Beijuuss n.c.

Lívia Azzi disse...

Querido Everson,

Você nunca estará sozinho. É uma alma que resplandece doçura e amor. Se a mais bela flor do jardim que você plantou estiver de caso com outro, saiba que há muitas e muitas borboletas belíssimas lhe rodeando, encantadas com sua doce essência e singularidade!

Beijos e beijos...

Amapola disse...

Boa tarde, querido amigo poeta.

A solidão... A dor que ela trás é tão grande, que nos dá um vazio na dimensão do infinito.

Beijos no coração. Que você nunca se sinta só.

continuando assim... disse...

Feliz Ano Novo !!

com tudo aquilo que mais desejares :)

bj
até sempre ...por aqui...

Teresa

continuando assim... disse...

Feliz Ano Novo !!

com tudo aquilo que mais desejares :)

bj
até sempre ...por aqui...

Teresa

Elzenir Apolinário disse...

Everson, a solidão é o mais pesado fardo para o ser humano, mas devemos também nos preservar para não entrar em barcos furados por medo de ficarmos sozinhos. Bom dia, amigo. Bjs

Mario Neves disse...

Ola amigo Everson!De dia a gente se distrai, a solidão doi mesmo é a noite! Venho aqui na minha primeira inserção no seu já famoso "Livro dos Dias" para desejar todo o sucesso que você merece neste esperançoso ano de 2011. O que passou passou, ou virou fumaça ou é passado.O Cruzeiro não foi campeão, o "galo" não caiu, que fazer? E como diria Belchior: “O passado é uma roupa que não nos serve mais”. Aproveitemos as lições dos erros e o incentivo dos nossos acertos em 2010. Agora é olhar novos horizontes, nos vestir do presente, buscar na bússola de nossos sonhos o norte de nossos ideais. Vamos vislumbrar com fé o novo ano que se agiganta à nossa frente. Confiando, inclusive no imponderável. “Construir para poder conquistar! Acreditar sempre!” Que suas musas estejam cada dia mais inspiradoras e seus versos mais ardentes, pois segundo o seu conterrâneo Carlos Drummond de Andrade diz em seu poema: "A Procura da Poesia", " Penetra surdamente no reino das palavras. Lá estão os poemas a serem escritos". Mais que isso não é preciso dizer porque como ninguém você sabe no uso das palavras, compor com maestria suas obras poéticas. Feliz Ano Todo amigo! Saudações Poéticas - Mario Neves.

Daniele Barizon disse...

E tens razão, amigo! Como seguir em frente sozinho?

Bjs!

Nany C. disse...

Não tenho medo de nada nessa vida
Que não seja falta do amor...

Beijos meus no teu coração, meu lindo!

Uma semana maravilhosa pra ti!

Assis Freitas disse...

grande verdade,


abraço

Lau Milesi disse...

Oi poeta amigo, adoro quando vejo meus amigos aqui. Estou vendo o Marcio,(Brasil Desnudo) que é carioca também. Gente finíssima.

Poeta, dizem que a pior solidão é aquela que se sente mesmo rodeado(a) de pessoas.
Lindo, seu poema.

Um beijinho.

Machado de Carlos disse...

A solidão é terrível. Quando ela chega, ah a vida fica corroída.
Belíssimo poema! Parabéns, Amigo!
Um grande Abraço!

ONG ALERTA disse...

Solidáo se faz preencher por ilusáo, beijo Lisette.

Pérola disse...

Buuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

sonho disse...

Quando sentires a solidão...sente uma leve brisa que te toca...e lembra te que alguem se lembra de ti...
Bom Ano meu querido
Beijo d'anjo

Rosa Carioca disse...

Sentir solidão? Não sinta. Nós estamos sempre aqui, consigo.

Livinha disse...

Sabe Everson, esse anseio de amar e de ser amado é algo que mexe com o mundo. Todos ansiamos e por vezes sem nos darmos conta, estacionamos no barco da solidão, essa que nos subestima tanto, cantando aos nossos ouvidos, repisando sofreguidão...
Podemos sair e dedicar amor aos 4 ventos, mas ficamos de jeito tão, tão, que nos entregamos aos lamentos, presos as nossas questões...
Minha postagem está tratando exatamento deste assunto que aqui por vista do teu, deixo em pauta...

Você é grande, um ser bonito que pode receber amor deverasmente...

Bjs

Livinha...

Bandys disse...

Solidão dá um tempo e vai embora....

Quem tem Deus ou esta com Deus nunca esta só.

Beijos, boa noite e até manhã.

Graça disse...

A solidão dói sempre...mas com os amigos presentes, facilmente, a vida ganha outras cores.


Beijo imenso de carinho, querido Everson e bom resto de semana.

Graça disse...

A solidão dói sempre...mas com os amigos presentes, facilmente, a vida ganha outras cores.


Beijo imenso de carinho, querido Everson e bom resto de semana.

Juliane S. Rocha disse...

Não há porquê ter medo da solidão. Nascemos sozinhos, morremos sozinhos e tudo acontece como deve acontecer.
Beijos...

VEREDAS, por Marluce disse...

Everson,



A solidão sempre sufoca, tão nosso inimiga...


Um abraço Marluce

EU SOU NEGUINHA disse...

Ahh solidão é o ó.
Beijos Poeta

Si Fernandes disse...

Everson... o meu medo é não ter paixão... Espero que mesmo se na solidão, a paixão não me falte.

Beijos.

Ju Fuzetto disse...

Solidão um soco no estômago!!

Amigoooooooooo linda semana pra vc!!!

se cuidaaaaaa

beijos

Lidi Dias disse...

Olá meu amigoo!!
Nossa que texto !!
Eu amo a solidão uma coisa minha.
Mas quando estamos em uma mudança, dependendo da pessoa a solidão é bruta...
Parabéns !!
Lindo demais!!
Beijos na sua Alma.

Néia disse...

Tudo aqui é muito intenso, nem sei se aguento... Estou chorando!!
Beijos Néia

 
Web Analytics