quinta-feira, 3 de março de 2011

Un'Altra Lacrima
Por mais que ela segurou
No peito o coração
A menina não agüentou
E explodiu a emoção
A dor da saudade
Do amanhecer vazio que chegou
No frio da sua cidade
Outra lágrima rolou.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

47 comentários:

Cleide disse...

Passeando na madrugada, aqui eu passei e logo me encantei, reencontrei o caminho das suas belas e tocantes poesias. Lindo cantinho este seu, Everson. Parabéns, poeta! beijo

Luís Coelho disse...

Poesia feita de palavras simples, musicais e transportando um pensamento feito recordação e saudade.

Um abraço

d'Alma disse...

É a Saudade!... Quando não se está onde a Lágrima não estaria se o Abraço lá estivesse!...



Abraço

M. disse...

Morrer (sob qualquer forma) de amor...Tão bom...

Sandra disse...

A lágrima é como a chuva: lava a alma.
Beijo e bom dia!

Valéria Sorohan disse...

A gente escolhe dia de sol para faxinar...para secar o mofo e a umidade que o tempo deixa no corpo e na alma. "Às vezes" vc faz faxina no armário "emocional"...e o que sobra dela( faxina...) vira poesia ...como agora...tenho certeza!

BeijooO*

Olhos de Mel disse...

Querido Everson; a saudade muitas vezes dá um aperto no coração... quanto gostaríamos, as vezes de estar pertinhos...
Bom carnaval! Beijos

Blue disse...

Saudades, sempre haverão de fazer com que lágrimas sejam derramadas!

Pois quase naufragou, o barco quase AZUL.... rssss

Abraços

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!

Lindo som que esta poesia faz...Adorei!!
A saudade é uma emoção que sempre aparece...de tempos em tempos...é inevitável sentir....
Beijos amigo!!

Marcia Morais disse...

Bom Dia poeta ,este poemas da menina são incomparáveis um beijo !

Assis Freitas disse...

lágrimas sulcam o rosto,


abraço

нєllєи Cαяσliиє disse...

as vezes a dor de uma saudade chega a nos corroer tanto,que não aguentamos,transbordamos nos olhos!
Lindo poema!
Beijos poeta!

Malu disse...

Meu querido amigo Poeta,

Que tão doce e melancólica
poesia .... Saudade é
coisa que dói demais.


Bjo Grande e que seu Dia seja
de Muitos Sorrisos.




PS:
Obrigada , em especial,pelo comentário gentil da foto.

Lívia Azzi disse...

E a menina chora
deixa a lágrima rolar
ela sabe que não tem garantias
nem para viver e nem para amar...

Beijos e carinhos, poeta lindo!!

Guará Matos disse...

"Explode coração, para tanta emoção".

Abraços.

Pena disse...

Soberbo Poeta Amigo:
O seu talento gigantesco de poesia fabulosa não pára.
Excelente.
Mais uma "explosão" admirável de poesia que transcende de pureza.
Bem-Haja, pela magia do que escreve com ternura para as suas musas perfeitas. Todas elas.
Abraço amigo grato e de respeito profundo pelo seu extraordinário sentir e pela sua amizade.
Sempre a admirá-lo

pena

Bem-Haja, brilhante poeta amigo.
É fantástico, com sinceridade.

Luiza Maciel Nogueira disse...

lágrimas limpam um pouco da alma

beijos

Daniel Costa disse...

Everson

Quando as lágrimas rolam no rosto da mulher, sobe a emoção, não raro a paixão.
Abraços fraternos

Professora Carla Fernanda disse...

Bom dia com poesia e hora marcada Everson!!
Beijos,
Carla Fernanda

Secreta disse...

Lágrimas que aliviam o peso da saudade.
Beijito.

Faces de Mulher disse...

Cada palavra escrita por você meu AMIGO...
Fico encantada e seus versos me causam um valoroso sentimento gostoso de sentir...
É um poeta nato...
Constituído de amor...
Parabéns!!!
Saudades daqui!!!
Bjks
Chrys

mARa disse...

Menino Querido! sempre que a saudade aperta, lágrimas deslizam na face os sentimentos guardados e calados...

Beijos daqui com ventos de outra estação.

mARa

..."re"... disse...

Poeta...

Esta saudade tão bem delineada!...

Há sonetinhos que são rabiscos e há sonetos que são obras, como este.

São ainda mais viscerais, por isso me identifico com a tua bela escrita.

Sempre na leitura.

Bacio...

Adolfo Payés disse...

Siempre es un verdadero placer pasar por tu blog..
Por razones de tiempo en mi trabajo, estoy ausente..
Espero ponerme pronto a leer sus blog..

Un abrazo
Saludos fraternos...

Que disfruten del fin de semana..

Zil Mar disse...

Não há quem resista a dor da saudade...e nem tem como segurar as lágrimas...

Linda sua poesia meu querido Poeta!


bjo e carinho sempre!


Zil

Evanir disse...

Querido filho..
Lindo poema o amor sempre em destaque
nas grandes ou pequenas poesias de um grande poeta.
Um beijo no coração da maizinha,Evanir.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá poeta
sempre rola uma lágrima, quando a saudade chega.
A chuva dá massa.
abração

Néia disse...

Oi Poeta...
A Saudade é uma dor que dói demais,que nem toda a chuva que cai dá conta de esgotar as núvens de sentimentos.É uma dor invisível que está lá, pronta para sair e devastar todo o nosso ser.
Lindo texto, aliás como todos os seus.Outro dia no Blog a viagem iniciei a leitura e falei pra mim mesmo, será que entrei em blog errado? Era uma poesia sua e foi preciso algumas palavras prá eu saber.Acho que é isto que faz o artista ser um artista, o seu estilo próprio que o faz único.
Beijos

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Não há como segurar as lágrimas das emoções profundas. Linda poesia!


Beijos com carinho, amigo.

Machado de Carlos disse...

Ah, coisas do coração! Ela sempre chega e nos envolve com a sua emoção, uma emoção que passa a ser nossa também. Ela vai, fica a saudade martelando em nosso coração. Vimo-la até nas luzes da cidade. Mas um dia ela volta é um novo início!
Parabéns meu amigo pelo belo poema. Fiquei emocionado com o seu comentário lá em meu cantinho.
Que Deus lhe abençoe!
Abraços!

*Mi§§ §impatia* disse...

Muitas e muitas lágrimas........
Beijos meu lindo.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Realmente, há momentos que por mais que queiramos, não conseguimos segurá-la. Belo poema amigo.

Abraços,

Furtado.

Vinicius.C disse...

Olá Poeta!!

Segurar a lágrima, ou um sorriso frouxo é esvais o sentido do mais absoluto sentir. É morrer lentamente sem saber.

Gstei demais, um dos que mais gostei!!

Um forte abraço!

Nos encontramos no Alma.
Vinicius.

ღPat.ღ disse...

Nem sempre a gente aguenta, dá vontade de mandar tudo pelos ares mesmo...

Beijos.

Mari Amorim disse...

A saudade realmente doi..
Obrigada pelo carinho,excelente feriadão!
Boas energias,paz,saúde,luz!
um abraço
Mari

Lau Milesi disse...

Lindo d+ !! Bravoooo!!!
As lágrimas são a chuva da gente , já diz a poetisa e jornalista Elisa Lucinda.

E quando sente-se saudade, então, vem um temporal...
Um beijo e boa sexta-feira.

Rute disse...

Não tem como uma lágrima não, rolar no rosto de uma pessoa, quando esta, está com saudades.Lindo poema
Beijos

Rute disse...

Não tem como uma lágrima não, rolar no rosto de uma pessoa, quando esta, está com saudades.Lindo poema
Beijos

Rute disse...

Não tem como uma lágrima não, rolar no rosto de uma pessoa, quando esta, está com saudades.Lindo poema
Beijos

Livinha disse...

As lágrimas impetuosas, aquelas que explodem prontas, dadas a sensibilidade do momento em que hora experimenta, aquela que não se segura, quando se fala de saudade...

Olá Everson, perdoe a ausência, ando numa correria, resolvendo coisas que ao tempo vai me consumindo o tempo, mas dizer que dos amigos jamais nos esquecemos...


Abraços

Livinha

Rosane Marega disse...

Que lindo Everson!
Beijossss

Fruto Proibido disse...

A saudade...
Muito bonito!

*Um beijinho

Memória de Elefante disse...

Quando o outro parte parece que morremos por algum tempo.


Um beijo!

Evanir disse...

Querido filho..
Uma visita fora de hora ..
È uma pesquisa ,,quero que vai lá no nosso cantinho.
A imagem foi trocada seja franco a resposta ter que ser no blog ok?
Tem que dizer se esta boa ou troca.
beijos amor da minha vida, maizinha,,,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com/

Paula Barros disse...

Amigo, esse conjunto - dor da saudade - amanhecer vazio - e frio - o coração não aguenta mesmo. E rompesse em lágrimas o açude do ser.

beijo

Suely - HD disse...

Olá meu querido,

A criatividade poética sempre está muito presente aqui.

beijos
suely

Sandra Botelho disse...

lagrimas são aguas que lavam a dor pra fora do peito...
Bjos achocolatados

 
Web Analytics