sábado, 18 de fevereiro de 2012

O Adeus Como Forma de Amor
Eu vejo com tristeza
Passivo e indiferente,
O sol que se põe aqui
Nasce novo no oriente,
Se ele tem a mesma calma
Não percebe o poder da dor,
O corte profundo e infinito
Sangrou o abismo dos sonhos,
Intocável, frio e escuro
De um sentimento chamado amor,
Eu não ouvi direito,
Ou não prestei atenção
Seu olhar me abandonava
Como chuva que escorre pelo chão,
Era uma noite fria a caminho da solidão,
Liguei o radio e a TV e ouvi nossa canção,
É claro que você pode ir
Tem todo o direito de não voltar,
Mas jamais poderá me impedir
De continuar a te amar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

35 comentários:

um dedinho de prosa disse...

Eis aí o amor,
sempre ele inspiração
dos poetas mesmo nas
horas de dor.

Bom Dia, querido poeta!

Julliany kotona disse...

Agora tudo que se vê
são corações pulsando como bateria.
Vem para misturar o juízo,
para disfarçar a solidão
no bloco da eterna esperança.
Fantasias e ilusões,
onde estrelas são confetes
e o carnaval também se faz poesia.
Vem o carnaval escondendo a tristeza
atrás de máscaras coloridas,
fascinio alucinante de liberdade,
que rompe os laços e
num passe de magia transforma
gente comum em reis e rainhas.
Olhando de longe as alegorias
o mundo agora é uma fantasia, e
Em meio à explosão do ritmo,
do perfume, suor e alegria,
desfila agora o bloco das letras,
tamborilando esta poesia."
Sônia Schmorantz

Tenha um exelente carnaval bjooos de uma amiga! ;)

Julliany kotona disse...

Agora tudo que se vê
são corações pulsando como bateria.
Vem para misturar o juízo,
para disfarçar a solidão
no bloco da eterna esperança.
Fantasias e ilusões,
onde estrelas são confetes
e o carnaval também se faz poesia.
Vem o carnaval escondendo a tristeza
atrás de máscaras coloridas,
fascinio alucinante de liberdade,
que rompe os laços e
num passe de magia transforma
gente comum em reis e rainhas.
Olhando de longe as alegorias
o mundo agora é uma fantasia, e
Em meio à explosão do ritmo,
do perfume, suor e alegria,
desfila agora o bloco das letras,
tamborilando esta poesia."
Sônia Schmorantz

Tenha um exelente carnaval bjooos de uma amiga! ;)

Giovanna disse...

Poema lindo e triste pela dor e separação...amanhã o sol brilhará de novo... e existe em vc a sabedoria de deixar o amor ir mas continuar a amar...

um lindo fim de semana pra ti amigo poeta.
Abraços
Giovanna

✿ chica disse...

Um grande amor que fica ainda que o o outro se vá! abração,lindo fds!chica

LUZ disse...

Bom dia querido Everson,

Se um amor partiu, outro, decerto, chegará.
Amar, quem não me ama, para mim não dá.

Bom fim de semana.

Beijos de luz.

Mariangela disse...

Apenas nós mandamos em nosso
coração, jamais podem tirar o que lá está guardado!
Um beijo grande e um ótimo carnaval cheio de poesias maravilhosas!!!
Mariangela

Aleatoriamente disse...

Amar é um sentimento de entrega.
Belo poema poeta.

Beijinho Everson

Atelier Lita Duarte disse...

Lindo poema!

Bom feriado, Everson.

Bjos.

Bandys disse...

O amor é inerente a noss vontade.
A s vezes amamos sem querer...

Quero que vc saiba que voce é um amigo do meu coração.

Vou ate colocar a fantasia e pilar o carnaval! hahaha
Hummm só não sei de que ainda

Beijoss
ÓOO hoje tem mengãoo

Evanir disse...

Depois de um afastamento de quase uma semana
estou tentando prosseguir com minhas visitas.
Quando perdemos alguém da familia não importa as causas nem
circunstâncias.
Sabemos apenas que doi e doi muito.
Mais estou voltando para te deixar meu carinho
desejar um abençoado final de semana.
Guarde sempre no coração você é muito importate para mim
em momento algum
esqueço de você .Que a muito tempo faz parte dos meus dias.
Seu carrinho enche de esperança o meu viver.
Beijos no coração com carinho e saudades mãezinha ..Evanir..

Assis Freitas disse...

qualquer maneira de amar vale a pena,


abraço

Antonio Rubilar B. Valente disse...

Olá minha querida amiga!!!
Vim lhe visitar, deixar meu abraço e colocar meu bloco na rua. E dizer-lhe que sua "Escola" é tudo de bom.Nota 10 em todos os quesitos, 10 em "harmonia", 10 em "alegorias", 10 em "adereços" e principalmente 10 pelo "conjunto". Que sua "evolução" nunca se dissipe e que você seja sempre a campeã desse samba-enredo chamado "Vida".Nessa folia, sou arlequim de sua paz e de sua alegria em viver.Conte comigo para convencer os jurados, de que sua "Escola"(blog) é NOTA DEZ em tudo.Bom Descanso!!! Rubi Valente.
www.valentebrasil.blogspot.com

Andy Santana disse...

A dor da partida é a pior,
mas nos faz crescer por dentro.

Bom sábado de carnaval.

Carla Fernanda disse...

Amar é inconcicional Everson!!

Beijos querido!!!
:D

MARILENE disse...

Só a liberdade segura esse pássaro, concedendo-lhe a opção de se prender, sem correntes.

Bjs.

MARILENE disse...

Só a liberdade segura esse pássaro, concedendo-lhe a opção de se prender, sem correntes.

Bjs.

Lolita dulce disse...

Amei, tão profundo e belo.

Um lindo dia para você meu amigo.

Beijinhos.

Pluma Roja disse...

Buenos días poeta, no he podido venir a tu blog porque me es casi imposible entrar. Me cuesta mucho. Siempre hay algún comercial que no me lo permite. Paso a desearte un feliz fin de semana.

Hasta pronto.

Vera Lúcia disse...

Olá poeta,

Nada se impõe ao coração.

Ótimo carnaval, com folia ou na paz de um bom descanso.

Beijos.

Rute disse...

Oi querido amigo que lindo poema sim o amor tem o direito de ir e não voltar, mas jamais de impedir de nos amar.
Beiojs, ótimo sábado a vc.

rosa-branca disse...

Aconteça o que acontecer o amor sempre estará e ficará eternamente no seu coração. Beijos com carinho

anita sereno disse...

oi que poema tão nestalgico mas seu coração bate por este amor que parece nunca acabar bom fim de semana e um bom Carnaval amigo...
beijinhos

Marcia disse...

A cada verso um encanto,bjos!

José María Souza Costa disse...

Vai-se um amado, e vem um outro amado.
Pode ser, bast querer.
Felicidades

Maria disse...

O amor tem mil razões que a razão desconhece. Como sempre lindo!
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Everson Russo disse...

Juliane Kottona disse:

Agora tudo que se vê são corações pulsando como bateria. Vem para misturar o juízo, para disfarçar a solidão no bloco da eterna esperança. Fantasias e ilusões, onde estrelas são confetes e o carnaval também se faz poesia. Vem o carnaval escondendo a tristeza atrás de máscaras coloridas, fascinio alucinante de liberdade, que rompe os laços e num passe de magia transforma gente comum em reis e rainhas. Olhando de longe as alegorias o mundo agora é uma fantasia, e Em meio à explosão do ritmo, do perfume, suor e alegria, desfila agora o bloco das letras, tamborilando esta poesia." Sônia Schmorantz Tenha um exelente carnaval bjooos de uma amiga! ;)
Por Julliany kotona em O Adeus Como Forma de AmorEu vejo com tristeza Pas... em 18/02/12

Jeanne Geyer disse...

Lindo! um grande amor torna-se eterno, eleva-se acima de todas as limitações humanas...
Beijos

Flor de Jasmim disse...

Triste quando o olhar nos abandona.

Lindo poema meu amigo.

beijiinho e uma flor

Amapola disse...

Boa noite, querido amigo Poeta.

E às vezes esse amor é para sempre.
O tempo não o apaga.

Feliz feriadão.

Beijos.

Daniel Costa disse...

Everson

A tristeza pode invadir, mas sempre o amor há-de ficar, como um marco histórico.
Abraços fraternos de bom carnaval

Cidinha disse...

Olá, Querido amigo. Esse é o amor! Sem imposição, livre, profundo. Bjos carinhosos no seu coração! Obrigada sempre. òtimo feriado de carnaval!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi amigo! Passando para apreciar mais um dos teus belos poemas.

Abraços e ótimo carnaval pra ti.

Furtado.

Alê disse...

No adeus, encontrei a fórmula, de manter vivo, um amor,


Não foi o meu final feliz, mas foi a única maneira, de não se tornar indiferença,



Bjkas


*E dói!

Elisa T. Campos disse...

Everson

E quantas vezes uma canção nos faz lembrar de um momento de amor ou de uma situação de ternura.

 
Web Analytics