quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Vem dar Uma Voltinha Comigo
Vem amor
Vamos ali com o mar
Sumir no infinito
Aprender a amar
Vem na direção do vento
Precioso olhar
Vem de bicicleta em meus sonhos
Pedalar nesse momento
Vem com a vida
Traga o seu sorriso
Vem em poesia sofrida
Vem logo amor que na minha pressa eu te preciso.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta

30 comentários:

Pat. disse...

Precisamos muito de amor, sempre!
Grande abraço para ti meu amigo.

Luís Coelho disse...

Um sonho e um desejo em poema.
Vem comigo...está lindo este convite.

edumanes disse...

Lá vai ela toda nua
No selim a roçar
Está a carne crua
Não precisa de assar!

Está a convidar
Precisando de alguém
Para aprender a amar
Que lindo corpo ela tem!

Bela imagem e boa poesia,

Continuação de boa semana,
Um abraço

Pedro Luis López Pérez disse...

En esa Prisa yo te Preciso...¡Que bonito!
Un abrazo, Everson.

Rô... disse...

oi meu amigo,

de tantos sentimentos uma única certeza,
quem ama não sabe esperar,está sempre com pressa...

beijinhos

✿ chica disse...

Linda poesia e chamado!abração,tudo de bom,chica

Thomas Albuquerque disse...

Um passeio apaixonado só pode dar em amor e poesia.

Thomas Albuquerque disse...

Um passeio apaixonado só pode dar em amor e poesia.

Suzane Weck disse...

Que beleza de entrosamento que ficou o belíssimo poema com o encantamento da fotografia.Adorei.Meu abraço.SU.

Bandys disse...

Adorei a poesia. Estamos sempre aprendendo a amar seja com o vento seja com o olhar.
Amar revigora,o sorriso aparece e nasce a poesia.

Mas andar de bici assim, não experimentei não..hahahaha. Vou experimentar em Minas.

Beijos meu amigo. E por enquanto nada, mas hoje vou tentar de novo.

Daniel Costa disse...

Everson

Pedalar bem +e quanto interessa, para que o amor passe de promessa.
Abraços de amizade fraterna

Zilani Célia disse...

OI EVERSON!
AO VERMOS A ILUSTRAÇÃO DE TEU POST, PENSA-SE EM ALGO COM UM APELO MAIS SENSUAL E AO LERMOS, NOS DEPARAMOS COM UM TEXTO BELO, SENSÍVEL BEIRANDO A PUREZA.
LINDO, COMO SEMPRE.
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Majoli disse...

Everson, não sei quem foi que sumiu primeiro, mas seja quem for, resolvi voltar aqui.
Imagem sensual, caminha de bicicleta do jeitinho que ao mundo veio.

Ter pressa no precisar, também eu tenho.
Beijos com muito carinho.
Sua amizade é importante, ficamos distantes mas nãi esqueço que caminhas comigo há muitos anos.

You and Me disse...

Quero me perder nesta voltinha e quem sabe ser feliz rs
Beijos amigo poeta é uma ótima tarde!!! :)

Kellen Bittencourt disse...

Olá amigo, conheço um monte de gente que iria correndo rsrsr abraços

Toninhobira disse...

Um belo convite com a poesia por companhia.
Em direção ao mar,o vento as soprar a favor.
E que pressa amigo.
Bela inspiração.
Abraços.

Flor de Jasmim disse...

Que esse amor tão desejado não seja demorado.
lindo meu amigo

beijinho e uma flor

Vera Lúcia disse...


Olá amigo poeta,

Parece que os que amam estão sempre a clamar por urgência.

Só não vale pedalar assim (rsrs).

Ótima noite.

Beijo.

rosa-branca disse...

Já convidou agora só falta(se é que falta) ela aceitar. Convite a solicitar o amor. Poema muito lindo. Beijos com carinho e uma boa noite também para você

Machado de Carlos disse...

Ao som dos raios, pedalam sorrisos que felicitam uma vida. Os sonhos chegaram ao momento em que a morena vencia o vento, dirigindo-se para o mar.

Ivana disse...

O amor e suas urgências, é assim mesmo, um belo convite!


Everson já estive aqui antes, mas não pude comentar e foi por uma causa, você vai entender; ventou, acabou energia e choveu, que bom não é? Estou feliz porque está tudo muito seco, triste, agora o ar já mudou um pouquinho, viva!

Bjs

Amapola disse...

Boa noite, querido amigo Poeta.

Há urgência de amor.

Fique com Deus.

Beijos.

Cecília Romeu disse...

Everson,
um passeio para a vida e o amor.
Beijos!

MARILENE disse...

O amor sempre pede urgência. Bjs.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Recusar um convite desse, só mesmo não gostando da fruta ou estando desenganado da vida.

Abraços,

Furtado.

Sônia Amorim disse...

Pedalando em ritmo de amor, vai ao mar, amar de verdade se ser feliz, lindo poema, beijos

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo alvorecer meu príncipe das letras!!!!
Poema feito por um coração mutante...
bjssssssssssssss

Regina Rozenbaum disse...

Que imagem escolheu dessa vez hein poeta?! Um fds abençoado e repleto de ´pedaladas amorosas procê.
Beijuuss n.a.

Vanuza Pantaleão disse...

Naturalmente poético, assim te defino, Everson.
Belíssimo fim de semana!Beijinhos...

LUZ disse...

Olá querido Everson,

A menina vai ceder, ouvir o seu pedido, mas aquele meio de transporte e peladinha, como ela está, será que chega rápido?
Não deve ser nada confortável, acho eu que sou mulher, pedalar, sem calcinha.

Beijos, com ternura, da Luz.

 
Web Analytics