sábado, 25 de abril de 2009

Caída No Chão
Passava distraidamente por uma praça
Um jardim lindo me chamou a atenção,
Um retrato do infinito
Beleza da mistura de cores sem dimensão,
Perto dele num banquinho
Sentada com um olhar sem direção,
Uma menina que contava sonhos
Tinha um brilho no olhar e uma flor que um espinho lhe feria a mão,
Tentei me aproximar
Queria entender aquela situação,
O porquê ela estava tão triste
Porque aquela lagrima doía em seu coração,
Sentei-me ao seu lado e quis saber seu nome
Ela triste me dizia Esperança,
Esperança que toca o peito na lembrança
Que traz de novo os sonhos de amor criança,
Aquele que se foi sem avisar
Que fez como o brilho da lua, se perdeu no mar,
Eu quis achar respostas e encontrar a solução
Incomodava-me o rosto triste e o desespero da solidão,
Contei pra ela um segredo de uma poesia escrita numa tarde de verão
Que o amor que ela procura está em tudo que ela vê ao redor,
Está em mim, numa árvore, correndo com o vento
Na mais bela canção ou na pétala da sua rosa que eu vi caída pelo chão.
By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

12 comentários:

lumma disse...

Hola meu lindinhu adorado ... saudades de ti ... entrei rapidinhu somente pra deixar esse recadinhu aki ... está tudo bem comigo, somente o pé que dói muito e tenho que seguir com o repouso, naun se esqueça de mim viu ... logo logo estarei de volta a todo vapor ... um lindu final de semana pra ti, agora vou mimi ... durma bem e acorde melhor ainda ... bjs azuis em seu doce coração.

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

oii,q lindo,a cena parecia rodar na minha mente,q maravilha de poema,vc é divino como sempre!!!
Everson, tenha um fim de semana lindo, to estudando,terminando a II parte da monografia,tenho q entregar segunda.
muita luz na sua vida!!
besos!!!
lane

Vilminha disse...

OI meu querido amigo voltei. saudades. Como esta o Ivson? Que o final de semana seja cheio de alegrias e bençãos. Beijos

Blue disse...

Menina, mulher, saudades, pétalas das rosas, dão sempre lindas poesias, como mais esta que encontro aqui neste blog, escrita pelas mãos sábias deste poeta chamado Everson.

Um bom sábado a ti amigo. Abraços

Bandys disse...

Everson,
Adorei! Quando se semeia o amor colhe-se o amor. Eu "tenti" ver sempre o amor em tudo, e por muitas vezes me sinto melhor.
Beijos

Bandys disse...

Ops,
"tento",
aproveito e te mando mais um beijo

Luciana disse...

Oi, Everson, preciso te perguntar uma coisa:
Você sabe trocar a cor de fundo do blog UOL?
Eu consegui tirar a cor antiga, só que ficou tudo branco e quando tento colocar outra, dá erro.
Eu sei mexer bem nos outros blogs blogger, mas no UOL, pra mim, é um sacrifício... Se souber, me avise.
Beijos!

DEpois eu volto...

NADJA disse...

OIE QUERIDINHO TE ESPERO NO MEU CANTINHO.. ELE COMPLETOU 5 ANINHOS DE VIDA ...TEM PRESENTINHO PARA VC...Ñ FALTE A FESTINHA TA BOMBANDO KKKKKK ...BEIJUS OTIMO FDS!!!!!!

Carissa disse...

Oi Everson.
ainda não sabia que seu blog tinha mudado de endereço.
Um bom fim de semana.
Bjs!

paula barros disse...

Oi, querido

Na realidade, penso que o amor, assim feito a felicidade, a paz, e tudo mais de bom e de ruim está em nós, e por isso tudo torna-se lindo, ou feio.

Esse momento poético, lindamente poético, senti como uma conversa, com vontade de mais.

abraços forte, e um lindo domingo.

Anna disse...

Oi poeta amigo, boa noite!
Passadinha para ler seus magnificos poemas, deixar meu carinho e desejar-lhe uma noite de paz, harmonia e amor e um domingo abençoado. Beijos em seu coração!!!

Luciana disse...

Um belo texto em formato de poesia. É uma bela história: romântica e apaixonante.
Ah, e também muito natural, em harmonia com o tempo, o vento, as rosas, os sentimentos...
Nossa, daqui a pouco vou aprender a rimar. Mas acho melhor não,pois o desastre poderá ser grande.
Prefiro deixar isso para quem entende (rs).

Já arrumei o problema com o blog.
Obrigada!

Besos!

 
Web Analytics