domingo, 17 de julho de 2011

Adrianne
Por mais atenção que o caminho possa me exigir
E a paciência queira me cegar,
O corpo não quer mais seguir
Mas o coração insiste em lutar,
Deixando pela madrugada a solidão
Que acompanha manuscritos tristes,
Que me fazem lembrar,
Vidas trocadas por diamantes,
Em tempos que nunca vão voltar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

O Livro dos Dias Poesias
Adquira o seu no email: evr.russo@uol.com.br

38 comentários:

Thomas Albuquerque disse...

O coração deve lutar, para não parar a vida que tem em si...

bom domingo, poeta.

Ma Ferreira disse...

Everson..eu estava viajando..
Hj aprendi a diferença entre poesia e poema.
Posso dizer..
Sua poesia me encanta.
E digo..estye seu poema..lindo!
A imagem que o ilustra..muito sensual!
Parabéns!
bj
Ma

Luís Coelho disse...

Mais um poema que não me parece de todo perceptível.
Troca de vidas por diamantes.

A vida é em si um verdadeiro diamante

A nossa vida e a daqueles que amamos nunca podemos trocar por nada deste mundo, apesar do valor de certas pedras.

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!

Tem coisas que passam e não tem mais volta...fazer o que,né?!
Belo pema meu amigo, triste, mas belo!!
Beijos pra ti!!
Tenha um domingo bem feliz!!

Anônimo disse...

I am happy that I discovered this web site, just the right information that I was searching for! .

AC disse...

Everson,
Há quem se deixe cegar pelo brilho dos diamantes...

Abraço

Evanir disse...

Bom Dia Filho..
Ontem resolvi fazer uma homenagem ao poeta Ataide.
Caso você puder venha no blog hoje mudo a postagem .
Eu fiz essa homenagem porque entendo temos que ser unidos na alegria e na dor também.
Ou de vale sermos blogueiros se ñ tivermos união.
Um feliz Domingo beijos da mãezinha,Evanir.

* Verinha * disse...

Infelizmente o tempo não volta.. só as lembranças podem permanecer!

Beijoquinhas super em seu coração Everson!

Rô... disse...

oi Everson,

não são em todas as trocas
que conseguimos ganhar,
muitas vezes temos que perder,
para aprender...
lindo poema!

beijinhos
tem bolinho pra você

Carla Fernanda disse...

Lutar é um verbo presente, às vezes, de um passado ausente.
Beijos,
Carla

Karla Dias disse...

Olá Everson
Algo em seu poema me lembrou a música de Engenheiros do Hawwai...
Boa semana.
beijos

Assis Freitas disse...

há imagens que permanecem são indeléveis,

abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Saudades daqui e de vc amigo.

Hoje estou aqui para agradecê-la, obrigada pela sua companhia mesmo qdo estou ausente, é gratificante para mim saber que posso contar com ela, meu muito obrigada Everson, logo falarei o motivo de estar ficando tanto ausente assim, é contra a minha vontade.

Um gde abraço.

beijooo.

Joii disse...

Everson querido, poema rico em verdades, as lembranças ficam. Escolhas são feitas, trocas são feitas, e nem sempre é o melhor para nós. E sim o que a gente escolheu. Triste, mas real. Bjs da joii.

Luciana Maria Penteado disse...

Nossa, lindamente nostálgicos os seus versos de hoje. Nem vou argumentar... Beijos, poeta, que loucura!

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Everson, isso me pareceu meio "off" embora seja uma constatação poética...
Beijokas doces e um restinho de domingo maravilhoso pra você.

Daniel Costa disse...

Everson

A vida do poeta pode tornar-se dura. Há imagens de sereias, que se querem apenas musas, mas que há dificuldade em esquecer.
Abraços fraternos

Flor de Lótus disse...

Boa tarde,Eversoon!Passando para desejar-lhe uma ótima semana!
Beijosss

Pena disse...

Admirável Poeta Amiga:
Sim! Os seus sentimentos irão regressar, tenho a certeza absoluta.
Mais um poema sublime para as suas lindas musas. Só suas.
Abraço de Boas Férias.
Com respeito e sempre a admirá-lo no que faz e faz bem. Excelente!

pena

Bem-Haja, pela visita extraordinária do costume no meu blogue.
É Fantástico, amigo.

Desnuda disse...

Querido amigo,

Uma linda semana, Everson! Obrigada por mais uma bela partilha poética. Beijos com carinho

blog. da Tereza Maria disse...

Olá
Fazia tempo que não vinha aqui.
Aenti saudades suas também.
Bela postagem...Gostei de várias.
Aguardo seu retorno ao meu blog.
Beijo na alma
Saudações Poéticas!

Lau Milesi disse...

Corpo e coração, metáforas da vida. Muito bonito!!
Adoro o Grande Renato em "Quando eu estiver cantando". Ouço agora. Obrigada .
Um beijo, poeta amigo, e ótimo início de semana!

Mariz disse...

Oi meu querido amigo,

Belo poema, mas gostaria de te ver sorrir com um amor no coração.

beijos com carinho,
Mariz

Jéssica Trabuco disse...

"Vidas trocadas por diamantes"

Não sabem que a vida é a pedra mais preciosa que temos?

Patrícia Pinna disse...

Oi, amigo poeta.A solidão, a tristeza, fazem parte da nossa vida um dia.
Conseguimos superar.Vivemos o que tiver de vivermos.
Um beijo grande, excelente semana, e fique com Deus!

Patrícia Pinna disse...

Oi, amigo poeta.A solidão, a tristeza, fazem parte da nossa vida um dia.
Conseguimos superar.Vivemos o que tiver de vivermos.
Um beijo grande, excelente semana, e fique com Deus!

O Impenetrável disse...

o coração insiste em lutar, sempre.

seus poemas magníficos, certeiros.

grande abraço.

Marcia Laja disse...

É meu amigo, tem coisas que realmente não voltam mais, só a saudade que aperta o nosso coração.

Beijos com carinho e uma noite iluminada pra vc....beijos!!!

ONG ALERTA disse...

Tudo tem seu tempo...beijo Lisette.

Zélia Gadelha disse...

Mais um belo diamante poético!
O caminho só mostra que não podemos parar, se o tempo, o caminho percorrido, não vai voltar... É caminhar, aproveitando cada dia sem nos apressar.
Bjusss

Aleatoriamente disse...

Que beleza poeta.
Intenso e pleno.
Carinhosamente poético.
*
Everson, obrigada pelo carinho lá em "casa".
Amei tua visita nesta data querida para mim.
Obrigada!

Beijinho.
Fernanda

Bandys disse...

Ja chegauei.

belo poema

beijos

lua prateada disse...

O coração luta...por vezes cansado vai perdendo a coragem de continuar lutando...então...ele se vai ao vemto, devagarinho com desalento...
Beijo prateado
SOL

Sonhadora disse...

Meu querido

É na madrugada que a ausência mais doi, como sempre lindo.

Beijinhos
Sonhadora

Severa Cabral(escritora) disse...

Esse desabrochar de palavras formou uma poesia tão abstrata...
Bjsssssssssssssssssss

Machado de Carlos disse...

Um corpo lindo. Um coração rico; bate compassadamente e, enfrenta a solidão das madrugadas.
Nos manuscritos estão os poemas que ultrapassarão os tempos!

Parabéns amigo por mais um poema!

Abraços!

Paula Barros disse...

O tempo nunca volta, nem os amores como eles eram, nem o sentir, mas ficamos alimentando esperanças, lembranças, só para nos sentir.

abraço

Anônimo disse...


An impressive share! I've just forwarded this onto a colleague who has been conducting a little research on this. And he in fact bought me dinner because I discovered it for him... lol. So let me reword this.... Thank YOU for the meal!! But yeah, thanks for spending time to discuss this topic here on your site.

 
Web Analytics