terça-feira, 19 de julho de 2011

Um Mar no Olhar
Ela para
E fica ali parada
Olhando o mundo
Contestando o nada
Viaja num suspiro
Cheio de estrelas
Pra se perder no infinito
Onde a poesia repousa
Confunde o vôo do pássaro
Com a alta onda do mar
Não sabe se a chuva vem das alturas
Com alivio pra consolar
O frio que corrói a alma
Ou ao amor que não quer mais voltar
Volta pra casa
Sem saber por onde a vida caminha
Tira toda a sua roupa molhada
E se deita nua e sozinha.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

O Livro dos Dias Poesias
Adquira o seu no email: evr.russo@uol.com.br

35 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Muito bonito e bem escrito seu poema, como sempre.Um bom dia pra você amigo.

Severa Cabral(escritora) disse...

BOM DIA MEU AMIGO LINDO!
VC SEMPRE LEVANDO PARA MEU CANTINHO O SEU CARISMA...
E NESSE MAR DEIXO MEUS OLHOS PARA VER O QUE TEMOS DE MAIS BELO...
BJS PARA AQUECER TEU DIA!

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!

Linda inspiração meu amigo!!
Beijos pra ti!
*Bela imagem!

✿ chica disse...

Muito lindo e estou aqui no mar!Passando pra deixar um abraço e agradecer o carinho,chica

Paula Barros disse...

"Viaja num suspiro
Cheio de estrelas"

Nossa!! Essa me vez viajar e suspirar.

Que imagem bonita me veio a mente.

abraço, bom dia!

Mariz disse...

Q bonito querido amigo,

Viaja num suspiro e retorna, quem sabe para outro amor encontrar.

um dia lindo prá vc!

нєllєи Cαяoliиє disse...

"Viaja num suspiro
Cheio de estrelas
Pra se perder no infinito"
Viajei-me nestas palavras encantadoras!
Belíssimo,Querido amigo ;)
Senti saudades de tuas poesias doces!
Um beijo com carinho!

Rô... disse...

oi meu amigo,

que lindo poema,
você fala de amor de uma
maneira que eu adoro,
suavemente...

viaja num suspiro
cheio de estrelas...

beijinhos

Pelos caminhos da vida. disse...

Viajei nesse poema amigo.

Um bom dia pra vc.

beijooo.

Mar... disse...

Bom dia meu querido...quantas saudades de vc e desse lugar mágico...
Ainda em férias...mas agora com internet...rsrsrsrs...
Querido obrigada por seu carinho e por sua amizade viu...estou vendo que vc me enviou comentários mesmo eu estando ausente...ti adoro meu Renato Russo...
Já estou na boa e velha Ctba...e hj tem sol...rsrsrsrs...
Querido espero que vc esteja bem...e desejo um dia com muita luz, paz, poesia e muito amor sempre...
Bjs carinhosos...

Mario Neves disse...

Ola amigo Everton! Entre as ondas do mar terrestre a se perder na imensidão e as estrelas do mar celeste que dormem no infinito, está ela olhando o mundo e retratada na poesia. Está a moça indecisa no amor, no mar que desce do céu como chuva ou que sobe aos céus como evaporação.Pode até voltar pra casa, deitar-se nua, confusa e sozinha, mas vai continuar ainda procurando saber se o seu amor sobe ou desce, afinal quem ama jamais desiste do seu amor. Saudações Poéticas - Mario Neves.

margoh werneck disse...

sabe...adoooro perceber que vc sabe sentir taaaaaao gostoso uma mulher em todas as suas fases.

[contem 1 beijo]

Vinicius.C disse...

Olá Poeta!!

Mais uma delicia de texto parabens!

Venho deixar o meu abraço e desejar a vc uma ótima tarde!

Nos encontramos no Alma!

Maria Luisa Adães disse...

"E se deita nua e sózinha"...

Pobre mulher, sem guarida!


Maria luísa

edumanes disse...

Boa tarde amigo Everson,
Sem um Mar no olhar
Venho seu poema comentar.
Este lindo poema
Ela volta para casa
Só é pena, estar sozinha
Tira a roupa molhada
Fica deitada em sua caminha.

Maravilhosa paixão.

tenha uma boa tarde,
abraço fraterno
Eduardo.

Carla Fernanda disse...

Ela quer paz!
Beijos,
Carla

Integração Histórica disse...

Poeta Everson Russo ! Que talento eterno tu tens e que alegria é retornar no seu blogger. Peço desculpa pelo tempo , devido a problemas no modem fiquei um tempo sem comentar , porém sempre quando eu entrava no seu blogger lia todas as suas publicações mas não conseguia comentar devido a tal problema . Agora está tudo bem . Bom falando do poema , que suspiro poético vc põe na menina poetisada por ti ,que se perde no infinito e deitada lua sozinha nesse tempo que coorói a alma , que solidão poética que só a poesia é capaz de torna e fazer , uma tristeza linda que passas , realmente Everson Poeta tu és digno de toda nossa admiração . Obrigado ! Tenha uma tarde agradável e uma noite criadora como sempre nas suas auroras .

Daniel Costa disse...

Everson

Em tempos menos quentes, o estado de só, e o desnudar, será para equacionar de como mudar.
Abraços fraternos.

Bandys disse...

Ah Everson o amor sempre volta de alguma maneira.

Beijos

Sonhadora disse...

Meu querido

Passando para ler mais um belo poema e deixar o meu beijinho.

Sonhadora

Zil Mar disse...

tão lindo esse desnudar...ficar só na pele..consigo mesma...entender...se existe um caminho...pq com certeza a chuva lavou e levou o que não tinha que ser e nem ficar...


beijos Poeta....

Zil

Flor de Jasmim disse...

Everson
Lindo poema como sempre!!! eu viagei nele.
Eu costumo deixar um olhar no mar.
Beijo

Machado de Carlos disse...

Um poema. Um olhar encantador. Olhos que me faz lembrar de alguém especial e até espacial.
Tudo de bom para você meu bom Amigo!

allmylife disse...

Sempre arrasando nos poemas =)
boa terça

Ana Casada disse...

vim te fazer uma visitinha,,pois sé tao querido do Mar,,,,
com certeza boa gente você é,,,
e nossa to sem palavras com tanta coisa linda que li aqui,,

parabens,,,

vou voltar sempre,,,

beijocas

ana casada

Lau Milesi disse...

Poeta amigo , "viajar num suspiro e ter o mar no olhar" não é pra qualquer um não. Que coisa linda!!!
Um beijo pra você e boa noite!

Ah...coincidentemente,a música do Roupa Nova que você citou no seu comentário era a que eu havia programado para hoje. Amanhã você dá uma olhadinha. :)

Bye.

Sandra disse...

Um olhar entre o mar cheio de poesia.
Amigo Virtual...
Sua presença sempre tão Carinhosa, me deixa muito feliz. Nos conhecemos A MUITO TEMPO,outros amigos acabo de conhecer, porque a net é isso, uma grande teia onde as aranhas somos cada uma de nós que vamos tecendo as redes, até hoje a nossa amizade perdura. Ela me deixa sempre muito feliz. Sei que nem sempre há tempo disponivel para retribuir, até porque muitos amigos já conquistei e outros estam vindos, e se torna dificil visitar todos no mesmo dia, mas sei que nem sempre posso vou até seu blog, para retribuir os carinhos aqui deixados. Mas sei o quanto é significativa a nossa amizade. Tem carinho e Respeito. Muito obrigada pela sua/nossa amizade. Dia 20 de Julho é dia do Amigo e nada melhor que vir pessoalmente dizer: Muito Obrigada Amigo(a) pela sua Companhia.
A casa da CURIOSA está sempre de braços abertos para receber os AMIGOS ESPECIAIS: VOCÊ!!!
Obrigada do fundo do meu coração pelo carinho..
Amigos são feito para morar dentro do lado esquerdo, bem pertinho ou melhor..dentro do nosso CORAÇÃO..
Muito Obrigada, e FELIZ DIA DO AMIGO.!!!
"AMIGOS SÃO PATRIMÔNIOS QUE CONSTRUIMOS, SÃO INDESTRUTÍVEIS".
AMIGOS merecem aplausos, por isso venho lhe aplaudir com muito carinho. Pois os aplausos traduzem, afeto, aceitação e aprovação e além de tudo aconchego.
Desejo a você amigo(a) um dia muito especial..
Que a telinha Virtual possa levar até você o calor um aperto de mão muito carinhoso e abraço afetuoso pelo nosso DIA: DIA DO AMIGO...
COM MUITO CARINHO,
SANDRA

* Verinha * disse...

É sempre muito prazeroso vir aqui ler seus poemas Everson!

Beijoquinhas super em seu coração..
Verinha

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Bela poesia amigo. Obrigada


Beijos com carinho e linda semana!


PS: Gripadaaaaaaaaaaaaaa aff*

Rosemildo Sales Furtado disse...

Volta pra casa
Sem saber por onde a vida caminha
Tira toda a sua roupa molhada
E se deita nua e sozinha.

Sozinha? Quanto desperdício! Rsrs.

Belo poema meu amigo.

Abraços e ótima noite pra ti.

Furtado.

Suely - HD disse...

Olá Poeta querido!!!

Que belo poema.

beijos
Suely

blog. da Tereza Maria disse...

Feliz dia do amigo!!!
Beijos!

Harlequin disse...

Poema muito bonito, como aliás todas as vezes! Muito bem escrito! Tenha um bom dia!

mARa. disse...

Querido, tua inpiração me comove!
Essa Menina sempre tão sozinha e teu olhar sempre a observá-la na solidão permanecem a Musa e O Poeta.
Bom ler!

Vou reler, rsssss...BEIJÃO! e o frio continua, depois da chuva um frio danado, ui!

Marcia disse...

Nossa poeta! me senti ai...bjos!

 
Web Analytics