terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Tudo Me Dói na Alma
O amor distante
A falta de alegria
A rigidez do diamante
A solidão da noite fria
Fome no mundo
Crianças abandonadas
A falta de respeito
Estrelas desgovernadas
Tenho medo das sombras
Cansei de viver essa pintura cinza e descolorida
E ver a alma doer
Nessa tela opaca e desbotada da vida
Perdi o sabor
Perdi a minha calma
Do infinito morreu a ultima constelação de amor
E tudo me dói à alma
Que esse meu mundo seja logo banido
Enquanto meu verso se faz forte, mas sem sentido.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

26 comentários:

LUZ disse...

Oi, querido Everson!

Pois tem razão. O mundo está cheio de coisa desagradável, que só os versos do poeta podem amenizar.

Beijos da Luz, com carinho.

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Everson
a alma do poeta está ferida hoje e pode ser que em muitos dias ainda estará, mas, de alma limpa, saberá colocar bálsamos para que esta cicatrize...mesmo que as marcas fiquem, e ficarão, saberá sorrir...lindos e novos versos.
Bela semana!
Abraços

Olhos de mel disse...

Amigo querido; após um período apenas avó, estou de volta.
Lindo poema, querido! A fragilidade faz com que as dores se instalem em nosso peito.
Boa semana! Beijos

✿ chica disse...

Versos intensos e lindos! abraços praianos,chica

Rô... disse...

oi meu amigo,

também me dói as injustiças desse mundo...
e as surpresas do coração...

beijinhos

Sónia M. disse...

Muito intenso o teu poema, Everson.

Tem dias, que tudo dói e parece que a alma absorve todas as dores do mundo...

Um beijo, poeta!

Sónia

Dorli disse...

Oi Everson
Essa você pegou com firmeza
O mundo é uma verdade, mas seus viventes não o merecem.
Alegre-se, temos que continuar...
Beijos
Obrigada
Lua Singular

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Todo duele en el Alma al ver un Mundo tan desvalido y descafeinado. Intentamos hacer versos que griten con fuerza estos desmanes; pero, a veces, creemos que caen en saco roto...pero, afortunadamente, no es así.
Muy buena Entrada.
Um abraço.

Mariangela disse...

Muito verdadeiro, as injustiças do mundo e que nos atinge é desanimadora.
Aí entra os valores de cada um, a fé, a religião para quem tem. Precisamos acreditar e exercer uma pequena parcela ao menos, no ambiente em que vivemos, para não piorar ainda mais.
E quanto ao coração... fé! Dias melhores virão meu querido amigo!
Pode acreditar!
Beijos e um dia cheio de alegrias!
Mariangela

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu príncipe das letras !
Muito bom jogar a trama poética em nome do amor...
bjsssssssssss

© Piedade Araújo Sol disse...

querido Everson
como eu entendo este poema.
temos de dar cor a este mundo para não nos doer tanto a alma.
um beijo

Daniel Costa disse...

Caro Everson

O teu poema, abordando os males que assola o mundo, lembra qoe os não podemos esquecer. Então que havemos de fazer? Cada um procurar ser a cada dia melhor. Se fizermo assim, tenhamoc esperança: daremos o nosso contributo, para que se erga um melhor, para que todos tenham o pazer de viver.
Abraço fraternos, meu amigo

edumanes disse...

Amor distante, causa tristeza
Na noite escura, no horizonte
Se via a iluminar uma estrela
No céu era a mais brilhante
Cujas nuvens não deixavam vê-la!

Boa terça-feira para você,
amigo Everson.
um abraço
Eduardo.

Regina Rozenbaum disse...

Pois é...há dias, muitos, que é bem assim: dasdÔ.
Beijuuss poeta

Graça Pereira disse...

Espero que este poema cinzento seja substituído rapidamente por outro cheio de cor e amor.
Meu Blogue está a concurso. Passa por lá. Conto com os amigos para não ficar muito mal colocada....
Mil beijos e dias muito, mas muito felizes.
Graça

Mariposa disse...

muito bom o texto
:)

Vanuza Pantaleão disse...

Teus versos sempre terão sentido, pois tens no peito o sentido das dores que vão pelo mundo. Dores que são de todos nós, Everson.
Um poema de enorme alcance e sensibilidade.
Beijos!!!

Vera Lúcia disse...


Olá poeta,

Há momentos assim, de extrema sensibilidade, quando as dores crescem de intensidade e trazem desolação. Mas dias melhores e mais coloridos logo chegam, trazendo brilho e cores aos dias e esperança ao coração.

Melancólico.

Beijo.

Flor de Jasmim disse...

Comovente este teu triste sentir!
As injustiças no mundo são arrasadoras.

beijinho e uma flor

Sandra Subtil disse...

Tudo te dói na alma porque a tens grande, grande! Beijinhos

Bandys disse...

To tão doida que nem vim aqui hoje. Não liga é a cabeça que não esta muito boa.

Faz um carinho nessa alma, por favor.

Beijo

Boa noite

Bons sonhos

Nos Amando... disse...

que mundo triste em que se encontra
espero que saia rápido dele
linda noite

Lize Constantini disse...

Olá amigo poeta.E quantas coisas nos doem a alma não é mesmo rs Depois de tão perfeitas e belas palavras revigoro-me mandando toda dor para bem longe, revestindo meu coração de uma intensa alegria que transborda no prazer de poder ler-te amigo querido. Ainda que ás vezes seja impossível evitar algumas dores. Beijos amigo poeta que bom estar aqui novamente (You and Me) ^^

Pri Dotta disse...

Lindos versos, adorei! E espero que esteja tudo certo com você! ^^
Abraço!

MARILENE disse...

Há muitas coisas estranhas no mundo, mas os sentimentos que um dia nos oprimem também passam por mudanças, permitindo-nos encontrar luz. Bjs.

Lize Constantini disse...

Olá meu amigo querido!!! Como diz o eterno Renato Rurro em sua música: É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar para pensar, na verdade não há.
Beijos querido poeta ^^

 
Web Analytics