domingo, 21 de março de 2010

A Cereja e o Pudim
Eu te como em pensamentos
Alimento-me dos momentos
Em que tive seus desejos em mim
Eu te acaricio com minha alma
Levo-te ao céu com calma
Como uma criança que despedaça um pudim
Desaba no horizonte como o sol que cai do céu
Todo o amor guardado em mim
E assim como chuva que vem do infinito
Trazendo-me paz e um sorriso bonito
Eu sou o luar que te abraça
E a chuva que de mansinho te beija
Querendo alcançar seu coração
E roubar da sua alma a sua cereja
Eu quero o amor que troca o passado
Pelo presente inconstante
Faz do seu olhar diamante
E nem pensa no futuro
Porque ele se encontra distante
Eu quero esse amor sem medos
Que conte as horas nos dedos
Pra enfim estar com você.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

43 comentários:

Andreia disse...

Que lindo Everson!
Feliz dia do blogueiro querido amigo!
Você faz deste dia ainda mais lindo com teus poemas tão belos e singelos.
Beijo na alma...

Nanda Assis disse...

oii meu querido, q poema lindoo, nem sei ql parte gostei mais.

bjosss...

Lou Witt disse...

Lindo como sempre!

Feliz domingo!!!

BeijO

Sonia Schmorantz disse...

Quando a ternura
parece já do seu ofício fatigada,
e o sono, a mais incerta barca,
inda demora,
quando azuis irrompem
os teus olhos
e procuram
nos meus navegação segura,
é que eu te falo das palavras
desamparadas e desertas,
pelo silêncio fascinadas.

Eugénio de Andrade

Um lindo domingo e uma semana de paz e sucesso em tudo que fizer.
Um abraço

Sônia

Tânia Meneghelli disse...

Everson...

Poema de grande sensibilidade, gostei muito!

Beijoca!

Meri Aleixo disse...

Lindo, lindo
é pra ir dormir pensando meu amigo Everson


bj
boa madrugada
ótimo domingo

Nany C. disse...

!...Alimento-me dos momentos
Em que tive seus desejos em mim..."

Cada vez que venho te ler, saio com um pensamento forte e verdadeiro...

São tantas as pessoas que já se sentiram assim... A paixão alimenta...

Beijos e um lindo domingo!

Pluma Roja disse...

Bello poema, mi querido poeta.

Te dejo un beso y te deseo un lindo domingo.

Hasta pronto.

direitinho disse...

Bonito também este amar.
São os desejos que comem os pensamentos que me acariciam a alma.

MARIA L. BÓZOLI disse...

Bom dia amigooooooooo

Frase mais linda......amei!

Eu sou o luar que te abraça
E a chuva que de mansinho te beija
Querendo alcançar seu coração


Feliz e abençoado Domingo!

OutrosEncantos disse...

Bom dia Everson. Toma beijão. Tem domingo feliz, cheio de poesia e carinhos de sua amada :)))

Jacque disse...

O que é melhor que cereja e pudim ? Só mesmo Coca-Cola, cereja e pudim...
Bom Domingo.

Beijo amado

Wilson disse...

Bom dia, meu amigo!
Belo poema, parabéns!
Vim aqui pra te desejar boa semana.

Abraços!

Daniel Costa disse...

Everson

Sempre a beleza para no fim poder ser dito: "Eu quero esse amor sem medos
Que conte as horas nos dedos
Pra enfim estar com você."
Duas frases, e um modo de querer amar.
Abraço fraterno, neste belo Domingo de Lisboa.
Daniel

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo, Poeta! O presente é o Tempo mais aconchegante e quentinho para sermos/estarmos. É o Tempo em que tudo é possível e permitido. Basta querer e não temer. É e.terno******
Inconstante, e daí? Caímos e nos levantamos a todo instante.
Beijos, querido**************
Bom Dia!

carol sakurá disse...

Oi,Poeta!
Duas palavras: Rouge Cerise!rsrsrsrs

Beijos!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá poeta
Belo poema. Que chuvinha boa, não da vontade de sair da caca
Um abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Hoje é o Dia Mundial da Poesia.

Parabéns pra vc amigo, nosso poeta da blogsfera.

beijooo.

Impulsiva disse...

Oi poeta, estava há uns dias meio afastada do blog, mas já tratei de me "atualizar" com relação suas poesias, rsrsrs.
Lindas, todas, cada uma por razões próprias mas no fim pelo mesmo motivo, saem desta alma e deste coração cheio de poesia...

Esta da cereja e o pudim então...doce como ambos, me fez pensar em desejo e saudade.

Ótimo domingo,
Kenia.

Luciana P. disse...

Lindos versos os de hoje, maravilha de inspiração, poeta. Adorei a imagem também!

DICA DO DIA: você tem que ver o post da Tatinha, hahahahaha, é de rolar de rir. O homem de avental, hahahahaha...

Beijos e bom dia!

Isadora disse...

Everson, lindíssimo como sempre!
Um grande beijo por ontem.

Pérola disse...

Bom dia!!!
Que postagem mais deliciosa...
Esse é um dos 7 pecados capitais mais cometidos:A "GuLa"A gula de amar,de ter e do sentir.
Perfeito.
Amei.
Parabénsssssssssssssssss.
Um beijo grannnnnnnnnnnnnnde.

SAM disse...

Boa tarde, poeta!

Este é especial:

"...E assim como chuva que vem do infinito
Trazendo-me paz e um sorriso bonito"

Amei! Beijos e lindo domingo, amigo.

Ivana Marisa Altafin disse...

Carinhoso e sensível jeito de amar, lindo poema Éverson. Estou aqui retribuindo sua visita e desejando um domingo muito feliz!

Lady disse...

Amar sem medo de ser feliz...É o que há de mais gostoso.
Lindas palavras!
Venho deixar meu carinho e desejar um ótimo domingo.
Bjs

Maria Bonfá disse...

boa tarde querido.. hummm que delicia de poema..

Todo o amor guardado em mim
E assim como chuva que vem do infinito
Trazendo-me paz e um sorriso bonito
Eu sou o luar que te abraça
E a chuva que de mansinho te beija
Querendo alcançar seu coração

esse verso eu amei de paixão e ainda com cerejas.. pensamento voou

Lou a esquizoffrenica disse...

Bom dia everson, um domingo maravilhoso e um optimo dia mundial do poeta que é o que tu és. Beijo

Bandys disse...

Everson,

---.•:*¨`*:•....•:*¨`*:•.- Pouca coisa é
--:*: ........................:*:- necessária para
--*: .........................:* - alegrar o dia.
---•' ....................... •* - Basta ter
----*,. ...................,* - amor no coração
------*•, .............,•*- e amigos como
--------*•, ......,•*- VOCÊ!!!

Beijos
-----------`°♥°´

Memória de Elefante disse...

O Amor é um salto sem rede e deve-se arriscar sempre, sem medo!

Um beijo

C@urosa disse...

Olá meu caro amigo poeta Everson Russo, que belo e sensual, adorei a cereja na belíssima imagem.

Paz e harmonia,

forte abraço

C@urosa

Pena disse...

Oh, Admirável Poeta Amigo:
Um poema surpreendente de beleza imensa.
"...Todo o amor guardado em mim
E assim como chuva que vem do infinito
Trazendo-me paz e um sorriso bonito
Eu sou o luar que te abraça
E a chuva que de mansinho te beija
Querendo alcançar seu coração..."

Absolutamente, FANTÁSTICO!
A surpreender pelo talento que é uma constante em si.
Abraço amigo de respeito.
Sempre a admirá-lo pelo génio explícito em poemas sublimes.

pena

Excelente!
Bem-Haja, amigo brilhante!

M@ria disse...

Agradecendo o carinho da sua visita.
Te desejo uma semana de feliz e iluminada.

Beijos M@ria

FOTOS-SUSY disse...

OLA EVERSON, MAGNIFICO E LINDO POEMA...QUE TENHAS UMA BOA SEMANA AMIGO!!!
BEIJOS COM CARINHO,


SUSY

HSLO disse...

Bem sex a foto viu...
amei o texto amigo.


abraços


Hugo

Felina Mulher disse...

Oi meu querido, quase não venho, mas aki estou....vou te mandar um email contando o que aconteceu.
Lindo.lindo, teu poema e para comemora-lo te mando um meu:
A tua Cereja

Já não sei mais se vou ou se fico


Se faço ou desfaço


Se me entrego ou me guardo


Se apareço ou sumo


Se me revelo ou me escondo


Sempre, lembrada.


Nunca, enjeitada.


Talvez, trocada.


Um dia quem sabe...serei amada.


Eu quero, muito.


Amo fácil


Me entrego de bandeja.


Do teu bolo serei sempre a cereja.


A primeira a ser vista.


A última a ser comida.

beijos...linda noite.

Blue disse...

Comer em pensamentos.
Boa esta cereja.
Mas quem não come assim?

Abraços. Boa semana.

Thomas Albuquerque disse...

Cereja..

vermelha como o amor,
vermelha como a paixão que arde,
o lábio que sente o gosto e o gozo.

enfim...cereja.


boa semana.

Ricardo Jared disse...

Eu te como em pensamentos
Alimento-me dos momentos
Em que tive seus desejos em mim


Hj eu vivo assim, de pensamentos.


Um abraço.

Sandra disse...

voltei...e que lindo poema, grata pelo carinho!

tenha uma boa noite

bjus

MARIA L. BÓZOLI disse...

"Um poeta é sempre irmão do vento e da água:
deixa seu ritmo por onde passa."

(Cecilia Meireles)


Beijos e Poesia! M@ria

MARIA L. BÓZOLI disse...

"Um poeta é sempre irmão do vento e da água:
deixa seu ritmo por onde passa."

(Cecilia Meireles)


Beijos e Poesia! M@ria

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Esse amor ainda há de alcançar a amada, tenho certeza!

Beijo!

anita sereno disse...

nossa tu escreves muito bem esse poema esta arrebatador eloquente magico apaixonante você é fogo que arde na alma e fogo que arde no desejo e fogo que arde no corpo de alguém que ama beijinhos
fica bem

 
Web Analytics