sábado, 11 de setembro de 2010

E Se Ela Estourar?
Eu não entendo
Tenho medo do amor
Já não me surpreendo
Com a insistência da dor
Vou caminhando sozinho
Esquivando de encontrar
O amor em cada esquina
Ou dele me maltratar
Se começa eu acostumo
Depois não vai me acompanhar
Como vôo que sai do prumo
Posso até não decolar
O amor é forte como a saudade
É uma bola de sabão
A gente perde a razão
Quando começa a sonhar
Mas sempre tem uma pergunta
E se ela estourar?

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

37 comentários:

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Everson! Passando para te desejar um ótimo sábado e apreciar mais uma das tuas belas criações.

Abraços,

Furtado.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

O Amor não é dor, não. Se é dor ainda não é amor. Às vezes, há um tipo de Amor que bate, mãe este Amor só compreendem certas pessoas, porque empatia/simpatia/vivência. Sempre o *Tempo*
Poeta, nem por isso o seu deixa deixa de ser Belo. *E se ela estourar*, chuta a bola pra frente, sem medo de ser feliz.
Chuva de beijos, meu querido amigo.
Tenha um Lindo Dia
Renata Maria

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

11 de setembro, consciência. Um ato de amor.
Beijos no coração.

flaviopettinichiarte disse...

belo texto!!

Daniel Costa disse...

Evenson

Parece... parece, não haver mistificão! Será um poema com sabor a desalento a desilusão. Meu caro, o amor por vezes deixa o sonho com desnorte. O remédio é esquecer e partir para outra sempre na disposição de vencer e esquecer.
Frterno abraço

Wanderley Elian Lima disse...

Pois é poeta, o problema é quando ele acaba.
Tenha um lindo fim de semana
Abração

ღPat.ღ disse...

Irá infestar de Amor teu canto de amar.

Um beijo meu querido amigo com todo carinho. E um fim de semana mágico!!!

Desnuda disse...

Bom dia, querido amigo!

Amar e coçar é só começar rsrs. Se estourar, você com tanto amor no coração tem uma reserva infinita de bolinhas pra te fazer sonhar e recomeçar.

Beijos e lindo dia, poeta.

Lívia Azzi disse...

Delicada e frágil que é... plim!

Mas daí, misturamos novamente a água e sabão no copinho e sopramos novas bolhas pelo canudinho...

Pode ser até aqueles canudos do pé de mamão...

Um beijo, poeta!

E um lindo sábado!

Adolfo Payés disse...

Bellos como siempre, cuando a poesía es verdadera tiene tu nombre poeta..

Que tengas un fin de semana excelente... Son mis mejores deseos…


Un abrazo…
Saludos fraternos....

F@bio Roch@ disse...

O amor nunca acaba, sempre amamos alguém ou alguma coisa... mas se a bola estourar, sempre é tempo de recomeçar!!! Belo texto.
UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA P/ VC AMIGO...

Felina Mulher disse...

Eu tbm não entendo poeta...como podes ter medo de amar?...sofres por antecipação?....Desculpa, é só uma opinião de amiga-leitora....escreves coisas tão belas sobre o amor, logo não deverias ter medo.


beijos e um lindo final de semana.

Malu disse...

Bom dia , Everson !

Doce bjo e doce Sábado pra você...

Marilu disse...

Querido amigo, o amor é frágil como uma bola de sabão, mas enquanto ela não estoura é tão bom néh...Lindo poema...Tenha um lindo final de semana...Beijocas

Bandys disse...

Medo de amar? Ta louco?
Não consigo imaginar minha vida sem o amor. Mesmo que seja uma bolha de sabão e estourar, vem outra...Porque que quando ela estoura ja deixou de ser amor.

Você acha que as pessoas vão pensar que você é louco? hahahahahaah quem mandou começar a falar que Minas tem praia?? Aqui hoje maior sol, mas não posso ir a praia ainda não estou totalmente boa. Vou passear no parque.. hahaha
Hoje nada de praia, só verde e sol.
Aqui é Rio, tem de tudo, hehehehe
Beijo moço
Não tenha medo de amar!!

Memória de Elefante disse...

Querido amigo:
Como sempre tua delicadeza em cada poema nos emociona!

Hoje passo para comunicar que meu blog está terminando.
Estou com vários projetos em minha profissão e não consigo fazer nada pela metade.
Agradeço sempre teu carinho!

Um beijo

darlene alves^♥^ disse...

O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado, o amor é tão mais inerente quanto a própria carência, e nós somos garantidos por uma necessidade que se renovará continuamente. O amor já está, está sempre. Falta apenas o golpe da graça - que se chama paixão.


bom fds...bj Poeta.

darlene alves...*-*

Pluma Roja disse...

Yo creo que no es miedo del amor, el amor permanece dentro de ti, quizás es miedo de perder el estímulo en dónde volcamos nuestro amor. Pero aún así el amor continua dentro de ti acumulándose esperando un nuevo estímulo, en dónde volcarse.

Un feliz fin de semana mi querido amigo y poeta. Un beijo.

Hasta pronto.

lita duarte disse...

Oi, Everson.

Bom final de semana.

Beijos.

Lua Nova disse...

Everson

Como pode alguém com tanto amor dentro de si temer o amor?
A bolinha de sabão é como nossos sonhos... perfeita mas frágil...
O amor verdadeiro é forte, resiste a tempestades e terremotos. O problema é que pra enfrentar esses cataclismas precisa estar vestido adequadamente. Então, se despe da paixão e se veste de eternidade.
Mas cá entre nós... como é linda a bolinha de paixão... quer dizer, sabão!!! rsrsr
Beijokas carinhosas, meu poeta.

OutrosEncantos disse...

Lindão, montes de carinhos p'ra você também!
... e nunca esqueça, tudo quanto parece mais frágil... é sempre mais forte..., mais depressa estoira a razão do que a bolinha de sabão... rsss...
Beijoooooos!

Bandys disse...

Amore mio,
Tu não quer comparar Rio com Minas neh? kkkkk.
Nem vou comentar.
Amo Minas Gerais, vivo aí e até voto aí.
Mas O Rio é o Rio meu querido,
Coma as duas maravilhas do mundo
O Cristo redentor
e Bandys!
Quer mais? Não precisa!!

Beijinhos
E ó tem carnaval e Maracanã, Mengão e as cariocas, kkkkk no parque ou na praia tem ate voando de asa delta, rssss

Deia disse...

Se ela estourar? Ué! limpamos o sabão que por acaso espirrou no vestido, colocamos a varetinha de volta no copo e, de um sopro só, fazemos uma nova bola! Não podemos ter medo de que o que é efêmero irá acabar... Pois, sem dúvida alguma, irá chegar ao fim, mas tão bom os momentos entre os dois instantes! Beijo, Deia
PS: Se você quiser, a frase é sua, amigo poeta! Pode usá-la, será uma honra! rsrs

Guará Matos disse...

E dar medo mesmomesmo. Saber o que vai acontecer amanhã é fogo. É essa ansiedade que mata.

Abraços.

Majoli disse...

Oi meu querido, e se ela estourar, a gente faz como diz nossa amiga Deia, amei o que ela disse e assino embaixo.

Beijos com carinho, saudades.

ONG ALERTA disse...

Quando o amor chega de verdade tudo passa, paz.
Beijo Lisette.

Pena disse...

Admirável Poeta Amigo:
O amor nunca estoirará no seu sentir das lindas e puras princesinhas lindas. Todas elas.
Sabe, tem uma forma de expressar fabulosa de poesia fantástica.
Parabéns. Ela virá. Só pode, perante tanto deslumbre e maravilha que sai de si e do que poetiza com eloquência fantástica.
Abraço amigo de respeito.
Acredite na pureza dos seus gigantescos poderes de as encantar.
Bem-Haja, pela visita no meu blogue.
É sempre extraordinário com as palavras admiráveis que constituem o seu sentir.
Sempre a admirar a sua poesia das musas.
O AMIGO SINCERO

pena

Perfeito.
Dou-lhe um valor imenso.
Seja sempre igual a si próprio.
Penso que a sua sensatez é extraordinária.

Pelos caminhos da vida. disse...

Onde há amor, tudo se trona maravilhoso.

Bom domingo amigo.

beijooo.

Sandra Botelho disse...

E se ela estourar, que estoure em nossas maõs, que agente recolhe uma gota e a derrama no coração...

Bjos achocolatados

HSLO disse...

Se ela estourar vai contaminar com esse belíssimo amor.

abraços
de luz e paz

Flor de Lótus disse...

Bela metáfora!Certamente essa bolha um dia vai estourar,mas não temos saber quando, nem como e muito menos porque, o arriscamos a viver esse amor ou não arriscamos....
Beijosss

Sandra disse...

CURIOSA está em comemoração. Vou te esperar para comer uma fatia de bolo.
Desculpe não ter vindo antes avisar. Mas ando mesmo sem tempo.
Carinhosamente,
Sandra

Amigos são aqueles botões de rosas que se abrindo lentamente e exalando o seu perfume pelos caminhos que trilhamos.

Flor da Vida disse...

Pois é... E se ela estourar?!
E é nessa hora, que vemos todos
os sonhos se espalhando pelo ar...
Amigo, deixo a ti um abraço, meu
carinho, e o desejo de que tenhas
uma linda noite seguida de um ótimo
domingo! Bjsss

Assis Freitas disse...

ela estoura sempre e a gente faz outra e outra...


abraço

ஐ¸.Lady .¸ஐ disse...

Não tenha medo de amar, o amor só faz bem, o sentimento mais puro que existe.
Beijos carinhosos da Lady

IT disse...

Já eu, entendo o poeta! é assim mesmo poeta. Amar requer zelo, dedicação e admiração...e, se estourar? tem nada não! há de chegar novos amores. Já que amar é tão bom, ames quantas vezes vieres.

Mais BeijITos!rs

Lou Witt disse...

Beijo e uma linda semana, querido poeta!!!

 
Web Analytics