domingo, 14 de agosto de 2011

Solidão (do meu pai)
Nas horas mortas da noite eu me levanto,
Envolto em um manto recolhendo-me ao frio,
Quero ouvir-te querida, e de canto a canto,
Eu vou andando a sós neste salão vazio,
Passo as horas calado andando, enquanto,
Ela a dormir, repousa em colchão macio,
Seu corpo esbelto, aconchegando ao manto,
A doce tepidez dos seios luzidios,
Dorme calma, tranqüila e despreocupada,
Das glorias, da existência e da ventura,
Dorme, sonha, sorri o mundo não é nada,
Foge aos encantos da vida e serás pura,
Dorme, e nesta sala a andar eu prossigo,
Sofrendo a terrível dor de um abandono,
Não podes deixar teu leito e estar comigo,
Dorme, porque atento velarei teu sono.

SYLAS REIS
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Texto escrito em Julho de 1949 pelo meu saudoso pai.

Deixo aqui um abraço a todos os pais nesse dia especial, pai que é força nos momentos difíceis, que é suporte pra vida, que é amor, que é condutor dos passos nos caminhos da vida, a maior riqueza deixada a mim pelo meu pai, foi tudo isso, além do sobrenome Reis.
Feliz dia dos pais a todos.
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

O Livro dos Dias Poesias
Adquira no email: evr.russo@uol.com.br

55 comentários:

cidinha disse...

Olá, amigo.Lindo! Me encanto sempre com seus belos versos querido poeta. agradeço o seu carinho, e sua visita sempre me alegra. Vc tem uma alma linda! Tenha um lindo domingo neste dias dos pais. Bjos no seu coração!

Nanda Assis disse...

nossa me emociono qndo leio sobre pai. vou tentar escrever algo pro meu tbm. apesar dos pesares.

bjos...

Desnuda disse...

Querido amigo,

Que bela homenagem através do igualmente belo texto do seu pai! Obrigada pela partilha especial amigo.


Beijos com carinho e abençoado domingo.

Desnuda disse...

Querido amigo,

Que bela homenagem através do igualmente belo texto do seu pai! Obrigada pela partilha especial amigo.


Beijos com carinho e abençoado domingo.

Livinha disse...

"Não me cabe conceber nenhuma necessidade tão importante durante a infância de uma pessoa que a necessidade de sentir-se protegido por um pai". (Sigmund Freud).


Quando nasci meu pai era um ser que a vezes aparecia para aplaudir meus últimos lucros. Quando me ia fazendo maior, era uma figura que me ensinava a diferença entre o mau e o bem. Durante minha adolescência era a autoridade que me punha limites a meus desejos. Agora que sou adulta, é o melhor conselheiro e amigo que tenho.


Ele teu pai, está sempre contigo Everson, tenha certeza disso e hoje ele te abraça.

Bjs

Livinha

Pluma Roja disse...

Buenas noches poeta, un bello homenaje a tu padre y a los padres del mundo.

Felicitaciones.

Besos.

Palavras disse...

Olá poeta,

Bela homenagem! Lembranças....

Hoje todas elas vêm à tona!

Abraços

Ma Ferreira disse...

Poeta..filhinho de peixe peixinho é..
vc é um peixinho muito fofo!


Parabéns ao seu saudoso papy!!

Ma

isa disse...

Passo aqui para lhe deixar o meu carinho neste dia!
Beijo.
isa.

Ricardo Miñana disse...

Precioso homenaje,
Pasaba a saludarte me voy de vacaciones hasta primeros de Septiembre,
un abrazo.

LUZ disse...

Olá Everson,

Vi, com atenção, todo o seu blog.
Que sensibilidade e que mestre você é.
Sou Portuguesa, professora de formação e escrevo umas coisinhas.
Os meus pais partiram há poucos anos, ainda novos.
Sinto tanta a falta deles!

Beijos de luz.

afectosecumplicidades.blogspot.com

Universo Paralelo disse...

Muito lindo amigo poeta, que homenagem linda ao seu pai,excelente ideia ao reescrever um texto maravilhoso como esse, amei, beijos

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom alvorecer!
Reflexição para o dia de hj...
Deus é Pai (Poema)
Composição: Fábio de Melo

Quando o sol ainda não havia cessado seu brilho,
Quando a tarde engolia aos poucos
As cores do dia e despejava sobre a terra
Os primeiros retalhos de sombra
Eu vi que Deus veio assentar-se
Perto do fogão de lenha da minha casa
Chegou sem alarde, retirou o chapéu da cabeça
E buscou um copo de água no pote de barro
Que ficava num lugar de sombra constante.
Ele tinha feições de homem feliz, realizado
Parecia imerso na alegria que é própria
De quem cumpriu a sina do dia e que agora
Recolhe a alegria cotidiana que lhe cabe.
Eu o olhava e pensava:
Como é bom ter Deus dentro de casa!
Como é bom viver essa hora da vida
Em que tenho direito de ter um Deus só pra mim.
Cair nos seus braços, bagunçar-lhe os cabelos,
Puxar a caneta do seu bolso
E pedir que ele desenhasse um relógio
Bem bonito no meu braço
Mas aquele homem não era Deus,
Aquele homem era meu pai
E foi assim que eu descobri
Que meu pai com o seu jeito finito de ser Deus
Revela-me Deus com seu
Jeito infinito de ser homem.
Bjssssssssssssssssssssssss

Flor de Jasmim disse...

Everson
Bonita e comovente homenagem a seu pai!!! Adorei meu amigo.

O meu partiu muito cedo.
Beijo

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!

Linda a poesia do seu pai!!Bela homenagem meu amigo!!Aqueles que amamos permanecem vivos em nossos corações!Ele te deixaste o amor a poesia!
Beijos pra ti!!!

Wanderley Elian Lima disse...

Ontem tiramos a barriga da miséria rsrsrs
Tenha uma linda semana
Abração

cidinha disse...

Querido amigo. Estou aqui para desejar um bom domingo para vc. Deixo todo o meu carinho e que vc possa ter muita alegria e amor sempre no seu coração. è uma linda homenagem esses belos versos. Saudade sim , tristeza não. Bjo grande no seu coração e obrigada sempre!

Assis Freitas disse...

hoje é dia de lembrar aquele que nos alcança em imagem eterna,


abraço

Dri Andrade disse...

Quer dizer então,que o telento é de família??? Muito bom, seu pai escrevia tão bem quanto vc.

Amigo querido, não sei se vc é pai, mas se for, um feliz e abençoado dia pra vc.
Aproveitando tbm pra te convidar pra participar da minha ''estréia'' no MULHERES MODERNAS, dá uma passadinha por lá...http://elasmodernas.blogspot.com/

beijos

Enigma disse...

Olá amigo Everson,

Essa data é muito importante, parabéns por essa belíssima homenagem. Um forte abraço. Bjs!

Hugo de Oliveira disse...

Texto brilhante! Perfeito;


Bonita homenagem.


abraços

LUZ disse...

Olá Everson,

Agradeço as suas ternas palavras e visita rápida.

A sua sensibilidade a tal o "obriga". Obrigada.

Penso postar, amanhã. Terei mto gosto em recebê-lo.

A sua música me embala, de forma deliciosa e repousante.

Beijos carinhosos de luz.

Bandys disse...

Oi Everson,
Que lindo!
Meu pai tambem deixou um bau de valorespreciosos.Sou orgulhosa por isso.


Parabéns pro deu cruzeirão hein, massacrou o pobre do Avai. hahaha. Bora que assim vc chega la.

Um enorme beijo no teu ♥e não esqueça, hoje torça pelo mengão, senão teu Cruzeiroperde de novo.
beijos

Rute disse...

Agora sei por quem vc puxou meu amigo. Ao seu querido e saudoso pai. Em escrever tão belas linhas transcritas de amor.

Eu desejo a todos os pais do mundo e principalmente ao meu querido pai. Um dia maravilhoso, não só como esse domingo e sim todos os dias.
E que o respeito esteja sempre em todos os filhos em referente ao pai.
Beijos, ótimo domingo e maravilhosa semana a vc

Rute disse...

Agora sei por quem vc puxou meu amigo. Ao seu querido e saudoso pai. Em escrever tão belas linhas transcritas de amor.

Eu desejo a todos os pais do mundo e principalmente ao meu querido pai. Um dia maravilhoso, não só como esse domingo e sim todos os dias.
E que o respeito esteja sempre em todos os filhos em referente ao pai.
Beijos, ótimo domingo e maravilhosa semana a vc

Bandys disse...

Meu pai escrevia pouco mas era um cara que me ensinou tudo na vida..foi a pessoa mais importante pra mim.


Agora vem ca, tu fala como se EU estivesse implicando?? passou anos anos implicando com meu cazuzinha e agora vem dizer que ninguem merece?????? kkkkkkkk não adianta reclamar não, que merecer tu merece sim eu que sou muito boazinha e so implico de vez enquando. Voce reclama demais!!!!!!

Beijos

Lu Nogfer disse...

Ola meu querido amigo!

Que linda homenagem!
Que bela herança vc ganhou do seu saudoso pai!

Deixo aqui o meu abraço e um lindo e feliz dia dos pais a todos os papais do mundo!

Um beijo enorme e carinhoso pra voce, doce poeta!

Bandys disse...

Viu como vc começa??
I M P L I C A N T E!!!!

Faltou o Ronaldinho, hahahahaha que da em todos os seus....


Bobo!

Beijos

Yasmine Lemos disse...

Everton que carta linda.Hoje é dia de saudade pra mim.
beijo amigo!

。♥ Smareis ♥。 disse...

Que linda homenagem amigo. Hoje queria muito poder dar aquele abraço no meu pai que sempre eu dava. Abraço de alma, abraço de coração, abraço de filha. Devia ser proibido a gente perder os pais. Mas a vida é assim, uma passagem... Conheço uma frase que diz que : "Os nossos pais amam-nos porque somos seus filhos, é um fato inalterável. Nos momentos de sucesso, isso pode parecer irrelevante, mas nas ocasiões de fracasso, oferecem um consolo e uma segurança que não se encontram em qualquer outro lugar". Muitos filhos só entenderão que deveriam ter conhecido e amado mais seus pais no dia em que ele fecharem os olhos para sempre.Os bons pais corrigem erros. Os pais brilhantes ensinam a pensar. Ótimo domingo pra ti e (Feliz dia dos Pais).Obrigada amigo pelas palavras. Parabéns pelo lindo poema.
Beijos!

Smareis

edumanes disse...

Nas horas mortas da noite,
A pensar na solidão
Do encontro te afoite
Contenta teu coração
Caminha não fiques parado
A felicidade te espera
Neste dia dos amado
Ter o meu quem me dera.

Resto de bom domingo para si, meu amigo, Everson,
Abraço fraterno
Eduardo.

Maria disse...

Amigo poeta lindissima homenagem ao seu pai. Feliz dia para todos os pais do mundo.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Adriana Vargas de Aguiar disse...

olá, bom dia!
passando para te desejar um lindo dia dos pais!a eles, que nos deram a vida e nos ensinaram a vivê-la com dignidade, não bastaria um obrigado.
Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só.
Somos em seis agora lá no blog, e este endereço abaixo, é o link de minha postagem, um chero pra vc!

http://drisph.blogspot.com/2011/08/sua-bencao-meu-velho.html

Helinha disse...

Linda demais essa homenagem!!

E fica bem claro de onde vem seu talento!

Feliz dia dos pais a todos os pais!

Beijos e parabéns!!

Mario Neves disse...

Amigo Everson! Retomando minhas visitas a blogs amigos. Depois de um longo e tenebroso inverno e a trinta e nove dias da primavera eu venho aqui para uma visita cordial e para me justificar. Estive com problemas com meu pangaré computador. Ele andava empacando e reiniciando do nada e não permitia que eu fizesse um comentário inteiro. Não sei fazer comentários rápidos, tipo: Ola! Tchau e Bençãos! Por isso me ausentei por mais de três semanas das visitas aos amigos.

Levei meu computador ao veterinário...opssss...quero dizer ao técnico...E o meu "lentium" depois de ração especial e de um feno aditivado parece me que desempacou e posso fazer novamente o que gosto, ou seja, visitar os amigos. Aqui estou matando minha saudade.

Filho de peixe, peixe é, seu pai escreveu muito bem o poema ora postado e com este texto dele você homenageia todos os pais e entre os quais eu me incluo.Desejo a você um lindo domingo de dia dos pais. Saudações Poéticas - Mario Neves.

Machado de Carlos disse...

Como é bom, neste dia, ler um belo poema!
Neste mundo, agradeço os cuidados que recebo dos meus filhos, e curvo-me para o meu pai que junto com a minha mãe, numa noite de amor, foram a razão da minha existência!

Vivian disse...

...papai sempre nos dizia
que um fruto jamais cai
longe do pé.

por isso esta tua veia
poética a nos encantar.

belissima homenagem de um
filho poeta, a um pai poeta.

bjos, alma linda!

Chris... ჱܓ disse...

Bela homenagem ao teu pai.
Lindo o poema.
A poesia vem no sangue né amigo.

Um belo domingo dos pais cheio de alegrias.

Ótima semana.
Bjos!

✿ chica disse...

Só agora cheguei, mas a tempo de ler essa tua linda homenagem.Parabéns! abração,chica

Anne Lieri disse...

Everson,então seu talento é dom de familia!Muito linda poesia de seu pai!Uma homenagem merecida e emocionante!Feliz dia dos pais a vc e sua familia!Bjs,

Anne Lieri disse...

Everson,então seu talento é dom de familia!Muito linda poesia de seu pai!Uma homenagem merecida e emocionante!Feliz dia dos pais a vc e sua familia!Bjs,

Pena disse...

Notável e Sublime Poeta Amigo:
Um belo poema com a sua assintaura de ouro.
Excelente e de significação imensa.
Chega a comover dada a sua pureza.
Parabéns. Direccionou os seus preciosos sentimentos para quem mais ama.
Extraordinário!
Bem-Haja, pela visita ao meu blogue.
Abraço amigo de respeito e parabéns sinceros.
"Construiu" admiráveis versos.
Sempre a lê-lo com atenção e preciosismo.

pena

É fabuloso, poeta!
Honra-me a sua pura amizade.
Genial.

lita duarte disse...

Oi, Everson.

Tenha uma semana maravilhosa.

Bjos.

Daniel Costa disse...

Muito bela a recordação, meu bom amigo Everson.
Bem tabá a tua dedicatória a todos os pais, onde me incluo.
Em Portugal o Dia, é 19 de Março, dia de S. josé.
Abraços fraternos

Néia disse...

Oi querido poeta...
Que lindo e singelo o poema como a sua homenagem ao seu pai e a nós é claro, que fomos premiados com essa belíssima obra.Seu pai com certeza te inspira e vive um pouquinho em você. Não sei se vc é pai,mas se não é, por tabela acaba sendo de tantos que te seguem. Assim, meu querido, parabéns para vc neste dia tão especial.
beijos e uma ótima semana

Catia Bosso disse...

FELIZ SEU DIA.... MUITA LUZ!




BJSS MEUSSS

Lau Milesi disse...

Ai poeta amigo, me emocionei.
Belíssimo post!! Saudade do meu pai também...e muita. :(
Olha...há um ditado que diz :" pé de jaca não dá manga", tá explicado. Talento puro: pai e filho.:)

Saudade de passar por aqui. Estava com visitas...
Um beijo, amigo, e uma linda semana pra você.

Memória de Elefante disse...

Everson!
Belo e emocionante!
Agora sei de tua veia poética.

Um beijo

Sonhadora disse...

Meu querido

Sem palavras perante a ternura deste texto...deixo apenas um beijinho com carinho.

Rosa

ONG ALERTA disse...

Para o coraçáo náo existe distäncia, beijo Lisette.

Carla Fernanda disse...

LIndo e emocionante amigo!
Parabéns aos papais!!
Minha internet só chegou agora, desde cedo estava fora do ar.
Beijos,
Carla

Fátima disse...

Querido amigo e poeta.....

A você seu pai deixou entre tantas outras, a poesia na veia sendo levada e mantida por esse sangue bom....e pra nós nos deixou você. Agradeço a ele por isso e o prabenizo pelo lindo texto intitulado "Solidão", pois sei que está aí bem do seu ladinho se gabando do filho tão amado.
Fica triste não, um dia estaremos todos novamente juntinhos.

Beijo e carinho.

Paula Barros disse...

Pai e filho, o dom da escrita, a sensibilidade expressa em poemas.

abraço carinhoso.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Lindo Everson! Tal pai, tal filho. Belíssima e valiosa herança que teu pai te deixou.

Abraços,

Furtado.

Suely - HD disse...

Olá Poeta amado,

Agora entendo que a arte de escrever é familiar.

Te admiro mais ainda por isso.

Linda homenagem ao seu querido Pai.

beijos
Su

 
Web Analytics