sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Uma Folha de Outono Num Céu de Verão
Ela ali caiu
Corrompida de amor
Do verde surgiu
Mas perdeu a cor
Mundo triste
Do seu deserto a sonhar
Tinha como alimento a esperança
Hoje sente fome de amar
Folha, volta pro seu jardim
Deixa florir o amor
E a primavera dentro de mim.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

O Livro dos Dias Poesias
Adquira no email: evr.russo@uol.com.br

39 comentários:

Desnuda disse...

Boa noite querido Poeta!

Que floresça!!!


Beijos com carinho, amigo Everson

claudete disse...

Everson , sigeleza e ternura encantadora neste poema. Boa semana para você.

claudete disse...

Everson , sigeleza e ternura encantadora neste poema. Boa semana para você.

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo Poeta.

Nossa...
Que lindo!! Emocionante...

Que o amor lhe traga muitas alegrias.

Beijos.

Nanda Assis disse...

essa folha mostra q tudo passa, e o verde sempre volta.

bjosss...

Giovanna disse...

O ciclo das estações é como a nossa vida, há momentos que encontramos um deserto outros um jardim florido, mas sempre haverá flores para colorir o seu dia.

Abraços
Giovanna

LUZ disse...

Olá Everson,

Todos os seres, mesmo os inanimados, têm necessidade de amor.

Beijos de luz.

Aleatoriamente disse...

E como seria bom florir.
Teu poema é lindo Everson.
A poesia é um bater de asas, espalhando sementes.
te ler é muito bom.

Beijinhos

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!!

Ah!!Meu amigo, que lindo!!!!Mesmo que seja só uma pontinha de esperança, já ajuda a fazer florir!!!As vezes temos que começar querendo!!Seja feliz poeta!!!!Tudo de bom pra ti!!
tenha um abençoado final de semana!!
Que seja bem alegre,tá?!!
Beijos!!

Carla Fernanda disse...

Bom dia!
Folha de outono... em pleno verão....deve ter tido alguma razão!
Beijos

Bandys disse...

Eu deixo..rss
Há uma primavera em cada vida: é preciso cantá-la assim florida, pois se Deus nos deu voz, foi para cantar! E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada que seja a minha noite uma alvorada, que me saiba perder...para me encontrar....
Florbela Espanca
**********************************

Mas menino, serio?? Prof Sergio já era gente boa. Ele que veio com esse lance de ser poetisa. Eu dizia que só brincava com as letrinhas. Pô Everson que legal! Deve ter sido muito bom pra voces esse encontro. E ele esta com blog? Nossa acho que daquela turma só tem a gente que se fala todo dia. Nossa!!
Beijos e um fds cheio de saudade de mim, kkkkkk.

Nany C. disse...

Um beijão nesse teu coração, meu amigo!!
Um fim de semana maravilhoso pra ti!

Muita paz e amor!

:)

Yasmine Lemos disse...

OBRIGADA AMIGO,QUE SEU FIM DE SEMANA SEJA CHEIO DE MUITA PAZ!
BJS

AC disse...

Everson,
A primavera do amor insinua-se em todas as estações.

Abraço

Flor de Lótus disse...

Bom dia,Everson!Que a folha se permita abri para a primavera e para o que a de vir...
Um ótimo fim de semana!
beijossss

Anne Lieri disse...

Everson,com esse tempo louco há mesmo folhas de outono em plena primavera!...rss...e muitas vezes nós nos vestimos de outono e fazemos belas poesias,não é poeta?Adorei sua inspiração!bjs,

Dja disse...

Oie querido.

A primavera do amor sempre chega

beijos e ótima sexta
meu carinho

Coisas de Laninha disse...

Mas a flor do amor, mesmo perdida, fora do jardim, ainda leva o amor, mesmo triste, ela é amor!bjoo, e adorei falar com vc ontem, esperamos vc aqui em Curitiba, eu fico triste por estar na correria, estudando e trabalhando, por isso cansada pro blog, mas nao quero desistir, Sergio começa e para, mas ta com um blog legal, no meu blog, à direita tem uns links lá, o primeiro q vc ver com o nome dele é o blog dele, vai lá!bjoo e ótima sexta!!!!

ELANE, Mulher de fases! disse...

ah, entrei com a conta do meu orkut e nao tem blog lá,kkkkk

acho q ficou coisas de laninha ou ariel ferro, q é meu nome artístico,kkkkkkkkk, mas tenho ferro no sobrenome mesmo!bjooo
Elane

ELANE, Mulher de fases! disse...

ah, entrei com a conta do meu orkut e nao tem blog lá,kkkkk

acho q ficou coisas de laninha ou ariel ferro, q é meu nome artístico,kkkkkkkkk, mas tenho ferro no sobrenome mesmo!bjooo
Elane

Tais disse...

Ola meu amigo poeta,então mais um fim de semana chegou...
Que seja abençoado para vc!
Bjos.
decorehouse

Camila O. disse...

Dentro de mim não faz-se nem primavera nem outono, faz-se um inverno curitibano. Zueira, eu sou fria mas nem tanto. :p

Vera Lúcia disse...

Que floresça o amor e a primavera no coração do poeta!
Belos versos.
Bjs.

Secreta disse...

A seu tempo tudo floresce... o amor, os sonhos, a vida...
Beijito :)

。♥ Smareis ♥。 disse...

Deixa florir sempre o amor!
Beijos e ótimo fim de semana, amigo poeta!

Machado de Carlos disse...

Quando olho naqueles olhos vejo uma primavera de amor chegando, então ouço a Sinfonia de Vivaldi e, ela se destaca nas quatro estações.
Na canção chega um jardim florido e perfumado que consegue se transportar para o meu deserto, quase sempre triste.
Mas aquele olhar! Ah, olhar!
Ela chega com o seu amor.

MARILENE disse...

Aquela folha desbotada já viveu com intensidade. Caiu para dar lugar a outras, ansiosas por nascer. Assim é tudo na vida, inclusive no amor.

Bjs.

Pena disse...

Fabuloso Poeta Amigo:
Uma folha caída à espera de quem a levante de novo para maravilhar e deslumbrar.
Um poema perfeito e extraordinário numa simplicidade admirável.
Parabéns. Mais uma bela "explosão" poética do seu sentir extraordinário. Fantástico.
Abraço amigo de respeito, estima e consideração.
Sempre a admirá-lo

pena

É sublime, poeta.
Adorei os seus versos de pura magia gigantesca.
Excelente!

Eloah disse...

Que a vida e o amor possam florir na tua vida nesta primavera e em todas que se sucedem.
Bom final de semana! Flores e amores.Bjs Eloah

Rute disse...

Obrigada querido pelas palavras no meu blog, referente a última postagem.
Desejo a vc, um maravilhoso final de semana.
Beijos

Toninhobira disse...

O amor que é regado sempre floresce e assim recria.Bela inspirada poesia amigo.
Bom fim de semana e meu abraço de admiração.

Regina Rozenbaum disse...

Ah deixa vai...deiiiixa!
Beijuuss, poeta amado, e um fds florescido procê

Rosemildo Sales Furtado disse...

Ela ali caiu
Corrompida de amor
Do verde surgiu
Mas perdeu a cor

As folhas diferem um pouco de nós, porque na maioria das vezes, recuperamos a cor.

Abraços,

Furtado.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, amigo poeta. Que essa folha ressecada não demore a tornar-se uma folha bela e viçosa.
Tudo tem um tempo exato de acontecer, nós é que não aceitamos muito bem essa verdade.
A folha tornará a ter brilho, vida e beleza, é só ter um pouco de paciência.
Um beijo grande.
Tenha um excelente fim de semana.

OBS:A FERRAMENTA INSTALADA, FOI GRAÇAS À VOCÊ, E AO CAIO, POIS SOU UMA NEGAÇÃO EM CERTAS COISAS, E CONFESSO QUE NÃO TENHO MUITA PACIÊNCIA, PORÉM SABIA O QUE QUERIA, E CORRI ATRÁS PARA CONSEGUIR.OBRIGADA MAIS UMA VEZ!
VOCÊ É SEMPRE PRESENTE, E ISSO ME FAZ MUITO BEM!
UM BEIJO NA ALMA!

Ma Ferreira disse...

Olá Poeta!!

Sempre saio daqui encantada..
Amei teu poema!!
Beijo..bom final de semana!!

Suely Rezende disse...

Boa noite Poeta!!!

Poemas belos e originais fazem parte desse blog.

Parabéns!!

beijos
Su

Sandra Botelho disse...

E que o vento leve a folha a ser flor...A enfeitar o amor.
Bjos achocolatados

Lau Milesi disse...

Linda,a imagem...e o ciclo da natureza.
Um beijo,amigo.

Severa Cabral(escritora) disse...

Folhas de outono adora visitar o livro dos dias dois!
Já imaginei sim uma folha do meu outono em pleno céu de verão...ai que lindo querido...
Bjs

 
Web Analytics