segunda-feira, 18 de junho de 2012

Meu Primeiro Violão
Já faz um bom tempo que o ganhei...
Hoje ele nem afina mais
Assim como os nossos olhares
Tem o braço trincado
Igual aos nossos corações
As cordas partiram faz um bom tempo
Assim como sentimentos que prometemos
Desafinou o nosso amor
Partituras se perderam pelo ar
A madeira embaçada e arranhada perdeu a cor
E o som, é hoje um canto que jamais iremos entoar,
Dissonantes beijos ficaram guardados e sem paz.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta

39 comentários:

Thomas Albuquerque disse...

Assim como o primeiro amor, o primeiro instrumento a gente nunca esquece.

e se acaso a canção desafinar, sempre existirão novas melodias para serem compostas.

Sónia M. disse...

Fiquei aqui a lembrar, não o meu primeiro violão mas o meu primeiro amor! São melodias, que apenas tocam uma vez!

Uma ótima semana Everson!
Beijos

✿ chica disse...

Que lindo!!Que tua semana seja bem legal!abração,chica

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!!

Lindo poema,meu amigo!!!
Às vezes,a única coisa que fica é a lembrança.Não sobra mais nada...
Beijos pra ti!
Ótima semana!
Até segunda!!!

Rô... disse...

oi meu amigo,

mas os antigos e fiéis amigos,
mesmo que mais envelhecidos,
tem um lugar especial em nosso coração...

beijinhos

Sonhadora disse...

Meu querido poeta

Recordações doces que ficam para sempre no nosso coração.

Um beijinho e boa segunda feira
Sonhadora

Daniel Costa disse...

Everson

Tal como o violão, o amor também se ganha. Ganha pela conquista,de ser sempre assumido e alimentado permanentemente.
Abraços fraternos

Assis Freitas disse...

muitos acordes ainda ecoam, reverberam



abraço

Mariangela disse...

São amores jamais esquecidos...
que lindo amigo.
Beijo de uma ótima semana, com muitas alegrias e esperanças para você!
Fique com Deus!
Mariangela

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu príncipe das letras !!!!!!
São as recordações dos amores que impregna nos nossos corações para sempre...
Bjs para esquentar sua semana!

Centelha Luminosa disse...

Bom dia Everson!!

Que gesto bonito o teu em homenagear o teu primeiro violão!
Penso, as vezes, no poder da nossa afetividade pelos seres que criam vínculos com a gente, e também nessa afetividade que criamos com as coisas que nos pertenceram ou nos pertencem, que são nossos auxiliares em nossa caminhada na vida, assim como o teu violão amigo, companheiro da tua inspiração primeira.
Assim, como você, também faço homenagem ao que me é caro e importante: minha linda cidade Ribeirão Preto! Conhece?

Feliz semana, meu amigo!

Beijos da Lu...

Pelos caminhos da vida. disse...

Lembrei do meu violão que ganhei de presente do meu irmão no dia do meu aniversário e foi com ele que meu filho aprendeu a tocar, hoje toca e canta muito bem.

Bom dia querido poeta.

beijooo.

Marilu disse...

Querido amigo, linda analogia. Tenha uma linda semana. Beijocas

Bandys disse...

Nossa tem passado cedo hein amigo!!!
Amo violão, ate arrisquei aprender, mas colocava o professor pra tocar as musicas que eu queria ouvir e quando via tava na hora de ir...
***************************************************
Aos sábados em casa tomo um porre
E sonho soluções fenomenais
Mas quando o sono vem e a noite morre
O dia conta histórias sempre iguais

Mas não tem nada, não
Tenho o meu violão

Beijos e uma segunda cheia de paz

Tais Martins disse...

É verdade amigo,todos dias estávamos dando uma recheadinha nos comentários um do outro e contemplando o trabalho né?Desculpe,é que ando bem preguiçosa,só passo pelo Face e saio...To com comentários pendentes e criando coragem de responder sr,agora o filhote aprendeu jogar no not ai ja viu né que só pra ele srsr.
Bjoos suas poesias me traz paz.

MARLENE disse...

BOM DIA POETA SEMPRE SOBRA UMA NUVEM DE TRISTEZA QUANDO O AMOR SE VAI RESTAM LEMBRANÇAS CICATRIZES
MAS TAMBEM OS MOMENTOS LINDOS QUE GUARDAMOS COMO FOSSE UM TESOURO QUE NÃO DEIXAMOS QUE NINGUEM O TOQUE
UM ABRAÇO QUERIDO BOA SEMANA B JS COM CARINHO MARLENE

edumanes disse...

Muito lindo seu violão
De madeira fabricado
Toca nele vibra coração
Sempre muito animado!

Boa segunda-feira,
um abraço
Eduardo.

Regina Rozenbaum disse...

Memória eterna! Não dá prá jogar fora...
Beijuuss, poeta amado, com o desejo de uma semana inspiradíssima

Smareis disse...

Tem sentimentos que se parte, e se perdem pelo ar, mas seu violão mesmo com o braço trincado,ainda está do teu lado pra te fazer lembrar de bons momentos vividos, momentos esse que deve ter sido muito importante...
Eu adoro violão, mas aprendi tocar muito pouco, alias acho que não me esforçei o suficiente. Uma canção que a gente ouve apenas tocada no violão a alma agradece, e faz uma grande diferença. Eu adoro!
Com certeza esse violão tem lembrança que jamais o poeta esquecera.

Beijos amigo meu poeta.
Ótimo dia, ótima tarde, ótima noite.

Priscila Rodrigues disse...

Como o primeiro amor.. ♥

Beijos e ótima semana pra ti, amigo :)

Anne Lieri disse...

Everson,criativa e bela comparação entre o amor e o violão!bjs e boa semana!

Vera Lúcia disse...

Olá amigo,

O poema está lindo.
A analogia ficou altamente criativa e bem interessante.
Gostei demais!

Ótima segunda!

Beijo.

Flor de Jasmim disse...

Lindo meu amigo
Quantas vezes não fica apenas as recordações acompanhadas da saudade.
Boa semana meu querido amigo

Beijinho e uma flor

Amapola disse...

Boa tarde, querido amigo Poeta.

Lindo!!
O amor e a música são parceiros.
Afinação é preciso.

Que Deus o abençoe.

Beijos.

Tunin disse...

Essa perfeita analogia que tu fizeste nos remete às lembranças que jamais se calam em nós.Bela composição poética!
Abração.

... "gigi"... disse...

Um cantar solitário...

Baci blu nella tua anima...

Rita Freitas disse...

Oi Everson!

Acredito que nada acaba, só se transforma :)

Beijinhos e boa semana

Tatiane Salles. disse...

Que a sinfonia dessa batida te nos traga sempre amor e felicidade. Linda inspiração, como sempre! :D Parabéns!

Te desejo uma ótima tarde de segunda-feira, uma excelente e abençoada semana.
Um grande abraço.
Tati.

http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

Att.

ValeriaC disse...

Lindo seu poema amigo...a vida é assim mesmo...amores vem, amores vão, tudo muda...como mudam os ritmos das cancões.
Boa semana, beijos,
Valéria

Rute disse...

O meu primeiro amor é como seu primeiro violão ficou desafinado e esquecido pelo tempo. Sim eu esqueci meu primeiro amor!
Bjs querido, ótima noite de segunda-feira

MARILENE disse...

o fim provoca desafinos na melodia. Se o instrumento já foi destruído, a harmonia se perdeu. Guarda-se, tão somente, as lembranças. Bjs.

Mariz disse...

Oi poeta, estou sentindo tua falta hj.

beijos e ótima noite!

Cidinha disse...

Olá, amigo. Saudades!! Desculpe. Problemas! Estou voltando hoje. Lindo poema! Lembranças que ficam para sempre. A vida segue. Bjo grande e meu abraço carinho! Uma feliz semana.

David C. disse...

Que pases un feliz martes.

Desnuda disse...

Querido Poeta,


Uma bela associação em versos, lembranças que voltam.


Beijos com carinho Everson

Toninhobira disse...

O violão encostado na parede testemunha de todas as canções inspiradas para ela,que tambem já não faz parte do dia a dia, mas ainda reina na poesia.
Ficou legal ao som do pinho.
Um abração.

Elisa T. Campos disse...

A mais linda partitura de amor.
bjs

LUZ disse...

Olá querido Everson,

Bela comparação, mais metáfora, direi.
Seu primeiro violão e seu amor, muita coisa em comum.

Beijos com carinho, da Luz.

LUZ disse...

Oi querido amigo Everson,

Lhe desejo uma magnífica semana, com inspiração, à flor de todos os seus sentidos.

Beijos com ternura da Luz.

 
Web Analytics