domingo, 11 de outubro de 2009

O Poeta do Amor e Conflitos
O poeta olhava o céu pela manhã
E não conseguia ver a beleza do sol
A ternura da ultima estrela da madrugada
A exatidão da linha do horizonte
O mar que bailava suas ilhas em busca de tudo
Ele só conseguia ver a sua solidão
A dor que em seu peito tocava
O amor que na sacada da varanda debruçava
E ao longe lhe mandava um adeus
Ele olhava o violão e tinha vontade de compor
Versos tristes pra descrever o que sente
O poeta não finge
O poeta não mente
Ele retrata em paisagem seu coração
Ele dedilha sua alma na sonoridade de uma canção
Ele levanta sua voz e grita em nome de uma geração
Com a sua única arma em punho
A sua bandeira de liberdade e de expressão
Ele grita pra uma nação
Estrelas caem do céu como lagrimas
A chuva vem como suor dessa batalha pela vida
No universo perdido de amor não existe mais silencio
Ecoa seu verso alimentado de dor que não encontra a saída
Entre planetas e cometas
Em galáxias distantes
Seu grito cego de um coração ferido segue adiante
E por não encontrar a paz nesse universo distante
Seu coração pede passagem pra repousar em paz
Entre nuvens tocar seus acordes
Acompanhado de anjos num jardim que jamais terá fim
Mas o grito, a dor, a emoção desse poeta
Junto com o mais poderoso sentimento chamado amor
Estará sempre dentro de mim
Jamais se calará
Jamais perderá a razão
Pois o poeta sempre estará vivo
Nas notas de sua canção.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
13 Anos Sem Renato Russo
No dia 11 de Outubro de 1996, calou-se a voz do maior poeta da musica brasileira, Renato Manfredinni Junior, ou simplesmente Renato Russo, líder do Legião Urbana, sempre convicto de suas idéias e opiniões ergueu a voz de uma geração, falou de amor, de solidão, de opção sexual, de drogas, de poesia, de política e de muitas outras coisas mais, tinha em suas letras a simplicidade do amor e todas as palavras que qualquer pessoa querida dizer e ouvir, desde o inicio em Brasília, com sua primeira banda chamada Aborto Elétrico, no qual se dizia punk, passando pela fase do Trovador Solitário, de onde o pequeno publico que o ouvia, começou a conhecer a força de um “Que País é Este” ou “Faroeste Caboclo”, que virariam em breve hinos de uma era da musica, até chegar na insuperável banda Legião Urbana, onde formou com Dado Villa-Lobos, Marcelo Bonfá e Renato Rocha, o que sem duvida nenhuma foi a maior voz da geração dos anos 80 no Brasil. Canções como “Índios”, “Será” e “Ainda é Cedo”, sem duvida nenhuma caíram como uma bomba nos ouvidos do rock dessa época. Depois de um avassalador começo ainda vieram, “Quase Sem Querer”, “Daniel na Cova dos Leões”, “Eduardo e Monica”, dentre muitas outras que em apenas dois discos eram cantadas de ponta a ponta do país, já não bastando, vem um terceiro disco com a insuperável “Faroeste Caboclo”, que ninguém apostava nela, por ser rústica, sem rimas e contar a saga de João de Santo Cristo, e com início, meio e fim, arrebentaram as rádios outra vez de ponta a ponta no país, e com um adendo, tinha mais de 9 minutos de duração, nesse mesmo disco ainda tiveram “Conexão Amazônica”, que falava de drogas, “Eu Sei”, outro super sucesso e “Angra dos Reis”, com certeza também uma das mais belas melodias e letras de Renato. Passada essa fase pesada do rock , o Legião veio com o “As Quatro Estações” uma fase mais leve e mais romântica da banda, onde o amor a dor e a solidão foram cantados nos versos de, “Monte Castelo”, “Há Tempos”, “Pais e Filhos”, “Se Fiquei Esperando Meu Amor Passar”, e a irretocável “Mauricio”, onde Renato assume ao grande publico sua preferência sexual, vindo a seguir obras como o Legião V, com “Vento no Litoral”, “O Mundo Anda Tão Complicado”, e mais duas canções longas, “Metal Contra as Nuvens” e “A Montanha Mágica”, chegando bem próximo do final da banda, saíram os insuperáveis cd’s , “O Descobrimento do Brasil”, que dentre tantas canções, teria a preferida de Renato, “Giz”, e “O A Tempestade ou O Livro dos Dias”, que já retratava uma despedida do maior poeta da musica brasileira. Fica aqui a minha homenagem a Renato Russo, logicamente que falar de Legião ou falar de Renato, sempre ficam canções por dizer, pois todas são ótimas, todos os cd’s são pra se ouvir na integra e em volume máximo, e pra finalizar, o Blog O Livro dos Dias tem esse nome em homenagem a ele, e ainda toca a musica “Send In The Clowns” do cd “The Stonewall Celebration In Concert”, o primeiro solo, gravado em Inglês e com parte da arrecadação destinada a causas sociais, e ainda teve também em solo, “Equilibrio Distante”, gravado em Italiano, com hits como, “Strani Amori”, “La Solitudine”, “Lettera”. E ainda tiveram parcerias com Herbert Vianna, Erasmo Carlos dentre outros. Viva Renato Russo, viva Legião Urbana, Urbana Legio Omnia Vincit, Legião Urbana a tudo vence.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

33 comentários:

paula barros disse...

É querido amigo real, poeta dos bons, também não acho que o poeta seja um fingidor, nem que minta...ele sente, em algum momento ele sente ou sentiu, e vem transbordando na escrita a dor, a alegria, o sonho, a realidade, e até o futuro, porque o poeta tem a sensibilidade para presentir o futuro, ou quem sabe com os poemas modificar a realidade, criando um futuro melhor.

Linda homenagem!

beijos e um ótimo domingo.

paula barros disse...

rsrsr fui a primeira, depois de muitas faltas.

mais beijos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá Meu Amor e Meu Poeta!
Hoje eu aplaudo e peço bis. O que você fez, o Tributo que você fez ao "POETA DA NOSSA GERAÇÃO" é incrível, divino, maravilhoso. Nem tenho palavras. Sempre disse que você estava quase ali, que faltava um pouco. Agora, eu digo: Você é um Poeta Completo, por Inteiro, porque eu sempre soube que, para você e todos nós, Renato sempre foi e será o Primeiro!
VIVA A POESIA, VIVA RENATO, VIVA A ALEGRIA, VIVA O ABRAÇO, VIVA O AMOR, DE QUAL QUER TIPO QUE FOR, VIVA O SEXO E O AMOR, DE QUALQUER COR, VIVA A VIDA, VIDA A ALEGRIA,
VIVA O DESEJO, VIVA A PAZ, VIVA O GRITO QUE NÃO SE QUER CALAR, ENFIM, VIVA AMAR!
MEU BEIJO,

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Mais beijos e sorrisos para o MEU AMOR,
RENATA

Alegria Joie Joy disse...

Bom dia.

Madrugada de domingo e te digo que por vezes alguns poetas quando inspirados não dormem esperando a sua amada, a poesia, que chega vestida de dama.

Beijo

Renata (esperando o sono)

Nany C. disse...

Como o tempo passa... 13 anos!
Parece que foi ontem que, ouvindo o rádio do carro, recebi a notícia da morte do Renato... Quando comentaram que ele se recusava a tomar os remédios contestei esse fato... não quis aceitar que ele simplesmente se deixou... (se libertou?)
Saudades da voz, da atitude... Saudades do poeta Renato Russo...

São tantas palavras fortes que escolhi palavras dele para ilustrar meu perfil "Mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira"RN...

Bela homenagem Everson!
Beijos em seu coração!

Vivian disse...

...bom dia, menino poeta!

o tempo passa mas as lembranças
permanecem, e delas fazemos
reviver momentos de intensas
emoções...

Renato Russo realmente deixou
boas recordações de um ser humano
que sabia a que veio...

exemplo de personalidade marcante.

belíssima homenagem fizestes aqui!

você é um lindo!

muahhhhhhh

Nanda Assis disse...

eu respiro legião, amo de paixão!!!!!! lindo.

bjosss...

Wilson Rezende disse...

Grande homenagem ao grande poeta Retato, ótimo domingo para ti Everson e fica com Jesus.

Wilson Rezende disse...

Grande homenagem ao grande poeta Retato, ótimo domingo para ti Everson e fica com Jesus.

Wilson Rezende disse...

Grande homenagem ao grande poeta Retato, ótimo domingo para ti Everson e fica com Jesus.

Wilson Rezende disse...

Grande homenagem ao grande poeta Retato, ótimo domingo para ti Everson e fica com Jesus.

Wilson Rezende disse...

Grande homenagem ao grande poeta Retato, ótimo domingo para ti Everson e fica com Jesus.

Wilson Rezende disse...

Grande homenagem ao grande poeta Retato, ótimo domingo para ti Everson e fica com Jesus.

Majoli disse...

Bom dia meu querido.
Que homenagem maravilhosa, gostei por demais.
Como o tempo passa, 13 anos sem ele, mas ainda bem que vivo em nossos corações e nas lindas canções que nos deixou de presente.

Beijos e lindo domingo meu querido.

Daniel Costa disse...

Everson

O teu post de hoje, não só pelo magnífico poema, mas ainda pelo homenagem a Renato Russo, considero-o de ontra galáxia.
Tudo exala poesia e pensamento de acção.
Relativamente a Renato Russo, conhecia o nome, algumas canções chegaram cá e obtiveram sucesso. No entanto desconhecia a importância que treve no panorama musical do Brasil, donde desde sempre houve nomes de gande destaque.
Abri hoje um novo milagre no mesmo painel.
http://lucianatwilightforeverluciana.blogspot.com/

Abraço,
Daniel

FOTOS-SUSY disse...

OLA EVERSON, BELISSIMA POSTAGEM...BELA HOMENAGEM A RENATO RUSSO...UMA OPTIMA TARDE DE DOMINGO FICA COM DEUS AMIGO!!!
BEIJOS DE CARINHO,


SUSY

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, MEU AMOR DOS OLHOS ACASTANHADOS!
Bom Dia colorido e cheio de Esperanças, pois amanhã é Dia das Crianças, e nada de tristeza, olha quanta beleza, vá ao meu Blog, tem gente, como a gente, que sorri, com ou sem dentes, pois vamos festejar, antes de o mundo se acabar!
BEIJOS,
TEU AMOR DE OLHOS ESVERDEADOS OU AZULADOS?

Mimi disse...

Oi Everson parabéns pelas poesias.Tenha um otimo dia.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Realmente, o Renato veio, mostrou porque veio, provou pra que veio e viajou. Só que deixou incutidas na mente e no coração do povo brasileiro, a sua imagem e as suas belas criações.

Belíssima homenagem meu amigo.

Abraços e um ótimo feriadão com muita luz e muita paz.

Furtado.

Menina do Rio disse...

O poeta é alma e a alma vive e sente. Não há amor sem conflitos. Que boa lembrança do Renato, poeta de alma cheia!

Boa semana pra ti, Everson. Beijos

HSLO disse...

"O poeta não finge
O poeta não mente
Ele retrata em paisagem seu coração"

É bem sua cara; amigo.

O Renato só deixou boas lembranças. Amo suas músicas...em especial Vento no Litoral.


Abraços


Hugo

Sofia Carvalho disse...

O poeta não finge
O poeta não mente!
Fiquei a pensar nesta refelxão, Everson russo, sabes porquê? o nosso maior poeta Fernando Pessoa diz: "o poeta é um fingidor, finge tão completamente, que chega a pensar que é dor, a dor que deveras sente"...
Pela primeira vez alguém me pos a duvidar do PESSOA:)
Lindas palavras as tuas;)
Beijos amigos

Elzenir disse...

OLá, Everson, vc também fez uma bela homenagem a nosso querido e inesquecível poeta e músico...acho q onde quer que ele esteja sua alma recebeu nosso carinho. Uma pessoa especial jmais será esquecida...Abraços.

**£ú® disse...

Estou te esperando lá no MEU RECANTINO para um brinde. Bom início de semana prá vc... bj... **£ú®

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Meu AMOR, vim dar-lhe meu beijo e o meu carinho agora, porque o diabetes hoje tá pegando feio. Mal enxergo o que lhe escrevo, perdão se houver erro. Volto mais tarde, se não me for. Não se esqueça: nada de tristeza!
Mais beijos de quem te ama e é amada,

Morro com essa música

Mary Help disse...

Ví sua fotinho...ficou show! Vc é maravilhoso meu amigo querido. Bom feriado e ótima noite, beijinhos!!!

Thomas Albuquerque disse...

Cara, eu me lembro de quando comecei a curtir Legião...(Renato talvez já tivesse partido)mas foi uma coisa muito intensa.Meu irmão comprava vários CD's da banda,eu ouvia e achava uma canção mais linda que a outra.(a mais bela, em minha opinião, é "Sagrado Coração")Pode-se dizer que ele foi um dos meus primeiros "professores" de poesia, uma grande referência quando comecei a escrever.Muito bacana essa homenagem, e, no mais, "URBANA LEGIO OMNIA VINCIT"

Abraços.

AFRICA EM POESIA disse...

Venho deixar um beijo e desejar uma boa semana

Abraão Vitoriano disse...

Renato
é uma legião de sentidos e lentes... com suas canções aprendi a olhar o mundo de outro forma, melhor e mais crítica... ele falava do amor, do íntimo, de drogas, e tudo era novo e bom em cada pensamento...

saudades muitas,
e de todas: "teatro dos vampiros"

abraços,
e tudo de bom.

UM ANJO SEM ROSTO disse...

Amigo,eu tinha mesmo que vir,claro.NUma dia tão especial e trsite também.Renato conseguiu colocar o amor no rock, mesmo não deisxando de fazer seus protestos e crítcas sociais.Mas quando falava de amor era inigualável. Jáfalei:eu adorava ver aqueles olhos tristes cantando.Parecia pedir colo. Nãosei falar muito do Renato,a sua bora já falatudo.Intorvertido e ao mesmo tempo tão declarado.A poesia lhe sapia pelos poroos.Ummaigo me disse que grandes artiistas morrm cedo,porque vêm ao mundo darr seu recado rapidinho e se vão.Eu creio naarte e na poesia como ponte entre Deus e o homem.Então para mim esses artistas sãao anjos.Anjos da arte.Anjos da poesia.Permitidos por Deus.Não vou dizer qual música gosto mais dele,porque sera injuusto,diante de uma obra tão linda e tão vasta. Mas TEMPO PERDIDO me fala direto ao coração. Não sei ouvi-la sem me emocionar. Um abraço à toda legião de Renato Russo e a voc~e em especial.

Desnuda disse...

Bonito poema e belíssima e merecida lembrança - homenagem .

O poeta pode ser um fingidor no sentido bom da criatividade, imaginação, captando, refinando, explorando, aflorando e incitando sentimentos. Burilando sentimentos, almas, mentes e corações com a magia das palavras. Jamais um enganador.


Carinhoso beijo

Sonia disse...

Lindíssima homenagem. Adoro as músicas dele. Em especial "teatro dos vampiros, vento no litoral e metal contra as nuvens."

Lindo o seu blog!

bjs

Fique bem.

 
Web Analytics