terça-feira, 13 de outubro de 2009

O Sopro Leve do Luar
Eu acompanhava uma estrela
Que se perdia no infinito
E antes que ela caísse no mar
Eu me atirei no horizonte bonito
Fui me alimentar do amor
Fui procurar minha flor
Pairava como ilhas
Que bailavam sobre o mar
Brincava com os cometas
Que vagavam pelo ar
Encontrei nesse universo perdido o seu coração
E trouxe-o pra minha casa só pra cuidar
Queria também os seus cabelos
Seu corpo, seus braços e seus abraços
Queria tudo de você pra mim
Queria seu sorriso e seu olhar
Ter você por inteiro
Era ter o sopro leve do luar
Deitei-te em meus sonhos
Beijei-te em meus pensamentos
Fiz amor contigo na areia da praia
Nas ondas do mar
A todo e qualquer momento
Você era meu verso
Meu país e minha bandeira
Você era meu universo
Eu te amo assim, feito historia
Com inicio e meio
Mas jamais terá fim.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Deitada no Branco do Amor
Deitada em lençóis brancos
Lá estava ela
Tão linda tão macia e tão bela
Coberta pela própria pele
Na mais perfeita nudez da paz
Cercada por sonhos onde a esperança não se desfaz
Macios colchões de brancas nuvens
Algodões que tocam seu corpo
E bailam pela imensidão do mundo
Corpo cansado no delito de um sono profundo
Branca sua pele que arrepia com o vento
Branca vem a espuma da onda do mar
Que beijam seus pés
Imortalizando o momento
Branca é a paz que repousa o seu coração
Branco no toque sereno que acaricia sua alma
Branca suave bandeira que envolve seu corpo
E te protege da chuva que tanto te acalma
Hoje o dia nasceu diferente
Em seu sorriso reluz o branco do amor
Seu coração em compassos tranqüilos
Descobriu serenidade na alva cor
Branco um papel que deixei em cima da mesa
Por ainda não ter descoberto esse verso
Que colore de branco seu universo.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

28 comentários:

Vivian disse...

...dois poemas maravilhosos
com a marquinha inconfundível
"Everson Russo", o poeta das
madrugadas inspiradoras.

bom dia, lindo!

beijosss

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Meu Amor, Meu Poeta Querido!
Quando quase mais poder ver, consigo ainda enxergar o nosso branco. Lindo, sublime, puro.
Obrigada, Amor
Beijos e sorrisos,
Renata
(Melhorei um pouco, meus olhos não estão ficando cegos de te ver, não é essa a razão, dizem os experts)

Desnuda disse...

Querido amigo,

dois poemas lindissimos. Mas o primeiro levo na alma o encantamento deste amor sem fim.


Linda noite, bons sonhos! Beijos

Andreia disse...

Everson querido,
dois poemas sublimes!
Branco é teu pensamento
Brancas são tuas palavras envoltas ao silêncio da noite, que nos trás leve teu suspiro com o vento...
Beijos na alma lindo e terno poeta...

Daniel Costa disse...

Everson

O poeta sonha, vislumbra o amor em poesia. Encanta a sua loucura de amar, com uma grande ternura de pensar.
Pensar, cantar o bem que se deseja, querer será ter.
Abraços,
Daniel

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO EBERSON, DOIS MAGNIFICOS POEMAS AMIGO... BELOS COM A SENSUALIDADE QUANTO BASTE... ADOREI COMO SEMPRE... TOCAS O MEU CORAÇÃO... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Sofia Carvalho disse...

Lindos poemas amigo!! boa semana . Beijinhos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Meu Amor, Luz da minha vida que me ilumina o dia!
Vim desejar-lhe o seu sempre e eterno Bom Dia! E dizer que melhorei, e muito, pois o nosso branco me fez ver um pouco mais e pude dormir em paz, com o vento soprando suas palavras como toques puros no meu corpo e nos meus sentimentos.
Beijos repletos de flores, carinhos, cores e o meu sorriso, que já está no meu cantinho, porque foi e é preciso.
Sua Rê

FOTOS-SUSY disse...

OLA EVERSON, DOIS MAGNIFICOS POEMAS...COM UMA SENSUALIDADE EXTRAODINARIA, ADOREI AMIGO!!!
QUE TENHAS UM EXCELENTE DIA...
BEIJOS DE CARINHO,



SUSY

(Carlos Soares) disse...

Lindos, meu caro. Sobre o primeiro, é proibido um amor assim ter fim. Sobre o segundo, o verso vai pousar nessa folha branca. Acho que já está lá.Um abraço

(Carlos Soares) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
(Carlos Soares) disse...

Amigo. Vou repetir comentário que fiz no dia do Renato Russo.Não entendo porquê,mas saiu com título antigo de meu blog que era "UM ANJO SEM ROSTO". Não foi só no seu, no de vários.Pior que também não vi na hora,entrei rápido pra lhe dar um alô num dia especial e não vi que saiu com esse nome antigo. Vai aí a repetição. Um abraço.
///
Amigo,eu tinha mesmo que vir,claro.NUma dia tão especial e trsite também.Renato conseguiu colocar o amor no rock, mesmo não deixando de fazer seus protestos e críticas sociais.Mas quando falava de amor era inigualável. Já falei:eu adorava ver aqueles olhos tristes cantando.Parecia pedir colo. Nãosei falar muito do Renato,a sua obra já fala tudo.Intorvertido e ao mesmo tempo tão declarado.A poesia lhe saía pelos poroos.Um amigo me disse que grandes artiistas morrem cedo,porque vêm ao mundo darr seu recado rapidinho e se vão.Eu creio na arte e na poesia como ponte entre Deus e o homem.Então para mim esses artistas sãao anjos.Anjos da arte.Anjos da poesia.Permitidos por Deus.Não vou dizer qual música gosto mais dele,porque seria injuusto,diante de uma obra tão linda e tão vasta. Mas TEMPO PERDIDO me fala direto ao coração. Não sei ouvi-la sem me emocionar. Um abraço à toda legião de Renato Russo e a voce em especial.

uminuto disse...

um sopro branco de amor. gostei muito
um beijo

Essência e Palavras disse...

Maravilhoso,belíssimo... De uma sensibilidade picante.

Beejo e tenha otima semana, moço!rs

Andresa disse...

Sempre muiso sensual e romantico seus poemas, 2 postagem maravilhosas
um grande beijo
Andresa

Blue disse...

Primeiro: Voltando.... par ler os poemas que não havia lido, sempre belos e expressivas palavras de amor.

Segundo: Deves estar radiante, pois até o time da Raposa tem chance de chegar a Libertadores, depois de "surrar" mingadamente o galo mineiro!
De minha parte, joguei a tolha a tempo, vamos v=mandar o Autuazori pra vocês....

Abraços

Elaine Barnes disse...

ahhhhhhhhhhhhhhhhh!!! Fiquei sem fôlego. Meu Deus que coisa linda! Que madrugada foi essa meu amigo?
Você está cada dia melhor. Como um vinho nobre. Obrigada por todo carinho das suas visitas. O que acho mais bonito em voc~e fora escrever romanticamente como ninguém, é da sua humildade. Muito obrigada mesmo. bjs

Tatiane Trajano disse...

Lindos poemas!

Inspiração de amor total..

beijos

sonho disse...

Isso é que é amor meu querido amigo:)
Linda noite para ti
Beijo de um anjo

Pena disse...

Fabuloso Poeta Amigo:
Faz da sua existência um magistral e encantado hino às suas musas de sonho.
É genial. Fantástico poeta.
"...Eu acompanhava uma estrela
Que se perdia no infinito
E antes que ela caísse no mar
Eu me atirei no horizonte bonito
Fui me alimentar do amor
Fui procurar minha flor
Pairava como ilhas
Que bailavam sobre o mar
Brincava com os cometas
Que vagavam pelo ar
Encontrei nesse universo perdido o seu coração
E trouxe-o pra minha casa só pra cuidar..."

Que "coisa" mais fabulosa. Fascinante.
Abraço amigo de respeito e gigante estima.
Sempre a considerá-lo e a admirá-lo.

pena

Bem-Haja, pelas visitas notáveis.
MUITO OBRIGADO, amigo enorme.

Bandys disse...

Everson
Dois belíssimos poemas.

Que muitas flores nasçam no jardim de todos para que a amizade floresça sempre.

Beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Dois belos poemas.

beijooo.

Luciana P. disse...

Está anoitecendo e o luar está lindo, especialmente belo, harmonizando com o vento suave e combina direitinho com a sua poesia!
Um lindo luar pra ti hoje, poeta!

Beijos

Anônimo disse...

Você quer ser feliz por um instante? Vingue-se.
Você quer ser feliz para sempre? Perdoe!
Quer ser abençoado sempre?
Ore Deus te abençoara sempre!.
Uma noite de paz e luz.
Beijos com eterno carinho meu filho amado maizinha ,Evanir.Eu tenho visto os danos causados pelas chuvas ,e tenho me preocupado muito ,e pior tenho medo afff.

paula barros disse...

Dois poemas maravilhosos, um não deve acabar nunca, deve ser mantido, renovado, reiniciado sempre.

O outro deve ser escrito com as pontas do dedo no corpo da ama.

beijos, boa noite.

Nany C. disse...

"...
E bailam pela imensidão do mundo
Corpo cansado no delito de um sono profundo..."

Nos braços da paz...

Ler e sentir... lindos os textos!
E, para você, uma semana repleta da meiguice e simpatia com que teu carinho chega ao meu coração!
Everson... beijos ternos em tua alma!

Francisco Vieira disse...

Simplesmente maravilhoso, Everson.
Abraco para si

Thomas Albuquerque disse...

Me lembrei do meu "Sussurros do Silêncio" ao ver "Deitada no Branco do Amor".Os elementos que compõem os versos de ambos os poemas, um certo modo, até coincidem,pois tudo o que desejamos é uma noite tranquila para as nossas musas amadas.

abraços.

 
Web Analytics