terça-feira, 15 de dezembro de 2009

La Solitudine
A solidão é...
Um corte imenso e profundo
Na carne que espera em paixão
Que a madrugada logo passe
Trazendo de novo aquele verão
A solidão é...
O silencio quebrado pelo soluço
De um choro que não quer parar
Da saudade de quem um dia aqui morou
Veio e rasgou uma lágrima fria
E por aqui não quer mais voltar
A solidão é...
Uma única maçã perdida no paraíso
A ausência da chuva no telhado
Um quadro na parede
Um retrato rasgado
A saudade do seu sorriso
A solidão é...
Nuvens que se afastam sem noção
Que quando as estrelas se expõem
Elas dividem com a lua uma louca emoção
De quem tem um enorme vazio no céu
E outro que jamais terá fim no coração
A solidão é...
Olhar da janela ainda aberta a rua
E lembrar apenas de quando você se foi
Da frieza com que você quebrou a lua
E nem pensou em mais voltar
E os nossos sonhos ajudar a realizar
A solidão é...
A despedida
A partida
O vazio que fica
Pro resto da vida.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

45 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, Poeta!
Bela expressão de sentimentos!
Essa canção é belíssima em qualquer idioma. Intemporal*
Solitude = momento de apaziguamento da alma.
Solidão = pode ser triste. Já fui triste na solidão, não nego. Certo dia, resolvi abraçá-la, enfrentá-la. Mostrou-se uma boa companhia/sempre presente/conto-lhe todos os meus "segredos"/é paciente e nunca os conta a ninguém.
Já não sou triste. Beijo a solidão. Sou feliz:))
Obrigada sempre, meu doce Amor Amigo
Lindo dia! Você merece o melhor. * sempre com você *
+ Beijosssss

Felina Mulher disse...

"A solidão é...
O silencio quebrado pelo soluço
De um choro que não quer parar"...a beleza das tuas palavras, aliadas ao que te vai na alma,fazem a sintonia perfeita de um ser lindo como tu...

Uma noite de lindos sonhos meu anjo...beijos..muitos!

HSLO disse...

As vezes quando leio um poema seu sobre solidão ou sobre algo triste, eu lembro do Renato Russo...acho que é por que vc gosta dele.

belo trabalho amigo.

abraços


Hugo

Andreia disse...

Everson querido,
não é mera coincidência ser Everson Russo!
Se Renato fosse vivo e te lesse, seus poemas hoje seriam músicas cantadas por uma legião urbana sem fim!!!
Você me deixa sem palavras com teus tão belos poemas...
Beijo na alma poeta, e desculpe-me a ausência.

Adolfo Payés disse...

Leerte siempre es un placer inmenso.. gracias por compartirlos.


Te dejo mis
Saludos fraternos de siempre..
Un abrazo

Jacque disse...

Quero convidar você para pegar meu cartão de Natal, no Blog: Arco-Iris Encantado. E tb, convidar para aparecer no mesmo Blog dia 1° de janeiro, pois, é meu aniversário e vou oferecer uma lembrancinha.

Beijo.

Jacque

Laurita disse...

Olá meu amigo, não há dúvida que a solidão é má companheira, é cruel e cria o desencanto. É realmente o tal vazio que fica para o resto da vida. Mas a vida é mesmo assim tira-nos umas coisas e dá-nos outras. Beijos acompanhados de carinho.

Francisco Vieira disse...

Bom dia Everson! Abraco amigo

Francisco Vieira disse...

Bom dia Everson! Abraco amigo

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

A solidão que não amamos é a que mais cantamos.Bom dia amigo.Terça poética.Um abraço

Andresa disse...

Solidao é o relogio que para, o sentimento que nos abandona a tristeza que nos invade... A insonia de noites longas e dias interminaveis......

Um beijo amigo
Andresa

Tatinha disse...

Oie benhê,
O povo insiste em me dizer que Papai Noel não existe... Não tem aquele dia do ano que alguém vem no meu pé de ouvido gritar que Mamãe Noel é mentira pura.
E aí minha solidão se torna maior, se torna imensa, pois na minha ilusão, só tinha eles para me fazerem companhia.
Sendo assim, a vida fica mesmo "enquadrada" em um quadro em preto e branco.
Ai... já chegou janeiro??
Já disse hoje que te adoro???

Daniel Costa disse...

Everson

Confesso criar a própria solidão, ainda que navegue no seio da multidão. Observando, imagino como completamente alheado, como ou melhor que num descampamdo, de que também posso falar com muita propridade.
A palavra nostalgia existe, exclusimente, na língua lusa, só os seus falante sentem o seu frémito, como mais ninguém.
Abraço meu poeta.
Daniel

Blue disse...

Solidão é uma ............ merda!
Mas aprendemos a conviver com ela. Quem não passa por ela?

Ainda procuro a felicidade........ na solidão.

Abraços

carol sakurá disse...

"A saudade só quer sangue e coração arruinados,de saudades é só mágoa por ter sido feito tanto estrago...quando acreditei que tudo era um fato consumado veio a foice e levou-te longe,longe do meu lado".

Ai!!!!

Bjos e´ótima terça-feira!

E.Rakowski disse...

Deixo um beijo de saudade...
de ti e dos mais belos poemas!!!

Bandys disse...

Linda são as musicas de Renato,

Ausente o encanto antes cultivado
Percebo o mecanismo indiferente
Que teima em resgatar sem confiança
A essência do delito então sagrado
Meu coração não quer deixar
Meu corpo descansar
E teu desejo inverso é velho amigo
Já que o tenho sempre a meu lado
Hoje estão aceitas pelo nome
O que perfeito entregas mas é tarde
Só daria certo aos dois que tentam
Se ainda embriagado pela fome
Exatos teu perdão e tua idade
O indulto a ti tomasse como bênção
Não esconda tristeza de mim
Todos se afastam quando o mundo está errado
Quando o que temos é um catálogo de erros
Quando precisamos de carinho
Força e cuidado
Este é o livro das flores
Este é o livro do destino
Este é o livro de nossos dias
Este é o dia de nossos amores


Beijos na alma!

Lua disse...

E a solidão anda junto com a saudade...

Uma semana maravilhosa p vc, beijos!

Elzenir disse...

A solidão é fera, a solidão devora, e amiga das horas prima-irmã do tempo e faz nossos relógios caminharem lentos, causando um descompasso no meu coração...( Alceu Valença)


Mil beijos!

Carol Mioni disse...

A solidão é uma das coisas que mais doem e inspiram!!! Muito bom!

Sonhadora disse...

Querido Poeta

A solidão é...
Um corte imenso e profundo
Na carne que espera em paixão
Que a madrugada logo passe
Trazendo de novo aquele verão

Bela descrição querido amigo
Beijinhos

Pena disse...

Fabuloso Poeta Amigo:
Mais uma sublime "página" de poesia que maravilha.
Parabéns.
Abraço de um respeito, estima e consideração do tamanho do mundo.
Sempre a admirar a sua poesia notável e admirável. Fantástica!

pena


Excelente!

rhonava disse...

Solidão, eterna companheira, vais mas sempre retornas, bate em nossas costas e nos diz:
Pensastes que te abandonaria? Jamais...
Se mostra da maneira mais matreira, uma tela em branco...um telefone que jamais toca... uma noite que não passa...
És esta amiga e companheira Solidão!
Um copo abandonado de vinho sozinho num canto da mesa. Ela é abstêmia!
Tão sem gracinha ela....mas é companheira, isso é! Esta sempre disponível!!!
Abriste minha agenda em cima da escrivaninha: olha ai, vamos sair com este povo?
Olho-a com carinho e digo: para que, minha querida....só tu vais se divertir, pois irás continuar lá, ao meu lado, firme! Tanto faz lá, como aqui contigo
Minha amiga solidão.... melhor aqui... assim ao menos tu, conversa comigo!

Besos

(Guardei a rosa azul e o papel em branco para podermos tecer nossa poesia....um dia)

Maria Bonfá disse...

oi querido..conheço bem a solidão. faz parte de minha vida.

A solidão é...
A despedida
A partida
O vazio que fica
Pro resto da vida.

esse vazio que nada preenche. doi mesmo.. parabens pelo lindo poema.. como sempre vc arrasa.. sua fã Maria..beijos

"re" disse...

Amado Poeta

Meu coments foi com nome errado, estava tão concentrada no trabalho que não percebi, faço uso deste email só para o trabalho, sendo assim, tu podes excluir o mesmo que eu coloco com o nome certo, caso não seja possível, então saibas que o nome rhonava pertence á mim.
Perdo-me sim.
Un beso

Luciano Braz disse...

Everton, meu querido, a solidão é um veneno que todos temos que provar para compreender alguns sentidos fulminantes que a vida nos propõe.

Como vc esta meu jovem? td certinho?

Abração e boa terça pra ti.

Gostei da postagem.

Mariana disse...

Lindo o poema como sempre.
Eu tenho medo da solidão.
Não quero sent´-la.
Sempre é bom passar aqui.
beijos.

Graça disse...

Éverson,

muito lindo e rico seu poema...um verdadeiro 'tratado' sobre o tema!

Mas olha, existe o outro tipo de solidão, aquela em que não estamos 'cheios da vida' e sim CHEIOS DE VIDA!!!

Sei que falas de uma solidão doída, e por isso mesmo teu poema é melancólicamente belo, meu querido!
Parabéns!

Um beijo pra vc também, poeta.

Memória de Elefante disse...

E é sobre a Solidão que muitos poetas constroem maravilhas, como este belo poema!

Um beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Meu amigo, eu não saberia definir solidão, só sei que não gosto de senti-la.
Abração

Mågø Mër£Îm disse...

A solidão não deixa saudade, e na verdade eu ja não sou nem estou sozinho... isso é fácil de se notar...rs

Excelente o texto... Abraço

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

A solidão fica pior ainda, quando corações apaixonados choram de saudade... mas nessas horas nos agarrados com aquilo que sentimos e tudo fica melhor.

Maravilhosa terça, querido amigo.

Rebeca


-

SAM disse...

Querido poeta,


esta é uma solidão onde não há vazio, eis que lembranças fazem compainha. Acho que a pior solidão é aquela cuja pessoa não tem lembranças e nem esperanças. E outra, a solidão a dois. O poema é belíssimo, como sempre.


Carinhoso beijo!

E.Suruba disse...

as vezes gosto de ficar só...

Sol da meia noite disse...

Solidão é esse vazio imenso, esse nada que nos envolve...
É terrível quando a sentimos.

Amigo, uma noite linda te desejo :-)


Beijinho *

Bandys disse...

O caráter e a inteligência podem impressionar,
mas é o AMOR que damos a alguém, que nos faz brilhantes e inesquecíveis em sua vida.
Porque o amor torna as pessoas indispensáveis.
Assim, se você quiser acender um sorriso, iluminar um coração
ou acordar a esperança em alguém, precisa se lembrar de uma coisa:
As pessoas se alegram com a sua inteligência, apreciam o seu caráter, mas precisam do seu amor!

Beijos no ♥

Sandra Botelho disse...

Solidão é uma dor imensa que agente derrama, quando no nosso amor, agente sem querer, pensa...
Nossa As vezes me sinto tremendamente só mesmo acompanhada.
Não sei porque isso acontece, nunca consegui uma explicação, Acho que é porque as vezes viajo prá tão longe, e neste meu mundo, só existe eu.
Lindo seu poema, talves eu seja repetitiva por dizer isso, mas o que dizer de algo que é lindo, a não ser que é lindo?
Bjos no coração e uma semana magica!

Chinha disse...

Penso que a solidão vive abraçada ao silêncio...

Por isso quando o pensamento e a recordação pairam sobre nós, geralmente o silêncio está presente.

Muito belo este poema

Uma noite boa

bjinhos

Lidia Ferreira disse...

haaaa meu amigo todos aqui ja dizeram
tudo que eu queria , bom meu amigo só sei dizer que não gosto muito da solidão , as vezes gosto de ficar sozinha ,mas não por muito tempo
Acho que eu não nasci para ficar sozinha
bjs

Sereia disse...

Lindo poema meu querido...
As vezes preciso de solidão para colocar as idéias em ordem...
Um beijo grande.

Rosemildo Sales Furtado disse...

A solidão é como uma faca de dois gumes. É Maléfica quando imposta e benéfica quando desejada.

Belo poema amigo. Bastante profundo.

Abraços e uma bela quinta-feira.

Furtado.

Nany C. disse...

Solidão, saudade, ausência... Tudo se cabe dentro do peito e se mistura...

Falar de sentimentos é sempre revirar e virar a alma em avessos...

Beijos menino! No teu coração poeta, no teu coração de amigo!

Minha tristeza passou, uma delas...
Infelizmente viram outras mas a quantidade de alegris sempre há de superer...
Obrigada por tua preocupação, por teu carinho e esse amor amigo. Existem muitos tesouros na vida e um amigo é umas das jóias preciosas que trazemos cravejada no peito!

Te adoro Everson! Beijos no seu coração

paula barros disse...

Só quem sente sabe descrever tão bem a solidão.
Só os grandes poetas conseguem escrever assim a solidão.
Num momento criativo de dor.
E não tem Pessoa, que me diga que o poeta inventa a dor, o poeta talvez invente/sonhe o amor.
Para aprofundar a solidão nessa beleza infinita de palavras, só um grande poeta que também fala tão bem do amor.

abraços

Pedacinho de Céu disse...

Oi!

Queria convidar a vc conhecer meu novo espaço q já está no ar...Sou Maria Dias do Avesso do Avesso do Avesso lembra?Bem estou te linkando para continuarmos com a troca...

Abraços

Maria Dias

Pedacinho de Céu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
 
Web Analytics