sábado, 26 de dezembro de 2009

Morangos Com Mel
Passos lentos e olhar seguro
Deixou o passado e foi pro futuro,
Desprezou tudo que tínhamos
O sol, o luar,
As nuvens e as estrelas no céu,
Deixou até, na geladeira
Morangos com mel,
Fingiu estar feliz
Vestiu se de ilusão,
Não acenou, não sorriu,
Partiu, sumiu na escuridão,
Esquecendo de uma historia
Encerrou mais cedo o verão,
Hoje toca o telefone
Querendo voltar,
Janelas e portas abertas
Mas não sabe por onde entrar,
Trocou o que viveu pela incerteza
Agora quer de volta, morangos e mel sobre a mesa,
Voltou, entrou, fez psiu e me deu atenção
Só não quis entender que a poesia
Já não tinha mais a mesma emoção,
Perdeu-se, ruiu, sobrou
Na falta do amor que ficou.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

35 comentários:

Thomas Albuquerque disse...

Morangos com mel...
que belo gosto para uma paixão!!
POde acontecer o que for,mas se o amor for real, tudo acontecrá em meio a morangos,mel, paixão e muuuito desejo..rsrs


belas frases....

abraços.

Lumma disse...

MATANDO A SAUDADES ... que delicia de poema ... amei de paixão ... beijos azuis por todo o seu coração meu anjinhu linduuuuuu ...

Felina Mulher disse...

Talves de repente vc não sinta mais saudades.
Não tem mais, noites mal dormidas
E todo aquele peito doído, já não doi mais...a falta de amor faz isso.

Saudades de vc meu querido...um beijo e um abraço apertadinho.

paula barros disse...

Oi, poeta querido, como foi o Natal?

Seu poema me lembra que as vezes partimos ou alguém parte, partindo os elos que nos ligam, e depois querendo voltar já não é a mesma coisa.

beijos com carinho

Sandra Mara disse...

Qdo damos passos errados, nos arrependemos e voltamos atrás, o risco q corremos é mto grande, pq
todo sentimento q deixamos para trás pode não ser o mesmo q vms encontrar em nosso retorno e aí sim vai nos valer aquela frase feita q sempre ouvimos todo mundo dizer: " só damos valor a alguém, qdo o perdemos"...
Passando para desejar-lhe um sábado iluminado e abençoado..
Beijos meu amigo, e até já já!

Wanderley Elian Lima disse...

Retomar uma relação é sempre muito complicado, parece que encanto acaba.
Abração

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

*Morangos com mel*. Registro de um momento. Doído, triste, transformado num momento belo poético.
Que Lindo Poeta é você, Everson.
Espero que o seu Dia de Natal tenha sido Feliz, meu querido.
Obrigada.
Beijosss,
Bom Dia,

Val Du disse...

Amigo poeta.

Belo poema.

Um dia maravilhoso p/ você.

Beijos.

Delirius disse...

Bom dia Everson!
Seus poemas são lindos, cheias de amoroso carinho.
E você só pode ser tão lindo quanto aquilo que escreve.

Lhe deixo num sorriso, um abraço e um beijo de festas felizes.

Mariana disse...

Everson, poeta de mil palavras.
Quando venho aqui sempre tenho a certeza que farei uma doce leitura.
Desejo um ótimo fim de semana para ti e para todos os teus amores.

carol sakurá disse...

Delicioso!
Estou com água na boca!
Passando pra desejar um lindo final de semana,mesmo com esse friozinho de BH.

Beijo!

Sandra Botelho disse...

O amor deixado desprezado, é como uma fotografia pendurada na parede, amarela...
Doce poeta, lindo poema.
Enfim como são todos.
Bjos com todo meu carinho!

louca esquizoffrenica disse...

everson espero que tenhas tido um lindo natal.
Lindo poema como sempre.
Eu acho que um amor para existir e permanecer deve ser cuidado e vivido em plenitude, saboreando e usando todos os sentidos, mas não tenho a certeza se haverá formulas para isso...

Um dia muito feliz.

Reflexo d Alma disse...

Amo esse tempo em que todas as palavras já foram ditas
e apenas nos bastar
usufluir
vivendo.
São tempos de brisa leva,
de ar novo,
de alma se refazendo para
a seguir a jornada.
Amo
sobre tudo viver esse tempo
porque tudo que foi ja é, e o que há de vir ainda vai ser.
Bom demais estar
passando por
aqui
nesse tempo de boas novas
e de paz.
Bjins entre sonhos e delírios

Sereia disse...

Bom dia meu querido,uma delícia o seu poema heim!!!
Como passou de Natal? Eu espero q o tenha passado em plena harmonia.
Um beijo grande e parabéns pelo poema.

Sol da meia noite disse...

Há um tempo para tudo. E quando esse tempo é renegado, não há como mais tarde o resgatar.
Tal como dizes, as coisas mudam... a emoção já não é a mesma.

É mau trocar o amor por uma ilusão...


Meu amigo, um feliz dia para ti :-)
Beijinho *

Pena disse...

Brilhante Poeta Amigo:
Um poema sensível. Harmonioso e sentido do seu talento em versejar com delícia.
ENORME de beleza e pureza!
Adorei.
A sua sensibilidade é GIGANTESCA. PROFUNDA. EXÍMIA.
Abraço forte de amizade sincera e um Novo Ano de felicidade e bem-estar.
Sempre a respeitá-lo e a lê-lo atentamente.

pena

Bem-Haja, perfeito poeta.

Anita "Menina Flor" disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denis disse...

Olá.

Estou por aqui.
Gostei deste... partir, querer voltar e perceber que nunca mais poderá ser como antes.
Muito bom.
Também sou eterno fã do Renato e Sua Legião... eles inspiram muitos dos meus textos.
Até a próxima leitura.

Abraços.

Denis

Anita "Menina Flor" disse...

É, amigo Everson, nessa gangorra de emoções, o que fica mesmo são apenas boas lembranças, nada mais. Bjs no coração.

Um Quê De Mim disse...

Everson ... mto obrigada querido!
Que a Alegria do Natal tenha Invadido o seu Coração e o daqueles a quem vc ama, irradiando luz para iluminar e fazer brilhar o mundo em que vivemos, enchendo-o de Amor, Saúde e Paz!
Beijos em seu lindo coração.

Luciana disse...

Oi Everson


Pra ti também meu amigo.

Abraços

Layara disse...

Lindo desse Horizonte!

muito bem lembrado essa historia de partir e depois voltar...

querido beijos de sol escaldante, tá quente mesmooooo!!! rssssss....nossa chuva onde está?

Deusa Odoyá disse...

Olá meu doce e lindo poeta.
Como sempre seus poemas são de um encantamento e emoção aos nossos corações.
Meu lindo obrigado por seu carinho com meu cantinho, suas palavras sempre tão gentis.
Desejo que o próximo ano estarmos juntos de novo, com essa bela amizade e carinho que temos um com o outro.
Obrigado meu doce poeta, por me considerar sua amiga.
Beijinhos na sua alma e coração.
te dolo...
Regina Coeli.
Fique na paz.

O mar me encanta completamente... disse...

Hoje não vim comentar Everson, embora não tem como não faze-lo, sempre emocionante te ler...
Vim agradecer seu carinho, sua presença sempre tão benfazeja...
Sua amizade, que me é tão importante...
Que a virada do ano, não seja apenas mais uma data,
Mas um momento para repensarmos...
Abra seu coração para as alegrias do Novo Ano...
Tempo de compartilhar com a família, os amigos,
E estarmos com eles, o ano inteiro, a cada momento...
Que o abraço aconchegante e o sorriso sincero, seja constante.
Sonhe muito...
Os sonhos fazem o espírito renascer nos envolvendo com um laço
de esperança e renovando a força e a coragem para buscarmos
os nossos verdadeiros ideais...
No próximo ano, que os seus sonhos lhe sirvam de inspiração
para realizar e sentir que a vida é um presente de Deus.
Que todos os dias do Ano Novo sejam especiais para você!

Beijo
Glória Salles

Daniel Costa disse...

Everson

Terá sumido a diva, porém a saudade dos morangos com mel veio ao cimo, assomou.
E quem não aprecia ser atraído com algo de sabor a mel?
Abraço,
Daniel

sonho disse...

Meu querido poeta quando algo termina...mesmo que recomece não é a mesma coisa...
beijo d'anjo em teu lindo coração

Lau Milesi disse...

Olá amigo poeta!! Morango já é uma delícia; com mel, mais ainda... e exaltado em seus belos e românticos versos não há quem resista.[rs]Brilhante !!!
Um beijo e obrigada por poder te ler.

εïз εïз Doce Essencia εïз εïз disse...

Ola amigo Poeta,


Morangos com mel...e mara...rs

Um doce fds pra ti.

Doces Beijos

Doce Essencia

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Se deixar passar, perde mesmo!

até mais e bom final de semana.

Jota Cê

Sonhadora disse...

Meu querido poeta
Maravilhoso poema, como sempre.
Espero que o seu natal tenha sido bom.

Um beijinho
Sonhadora

Elaine Barnes disse...

Oi amigo, tenho postado aqui,mas, não entra. Vou tentar de novo.
Tudo passa, até o sabor do morango.O mel pode até continuar doce,mas,pode pegar o amargo da lingua. Lindo poema viu! Um monte de morangos frescos com mel recém colhidos pra voc~e. bjão

Desnuda disse...

Esta é para a " Renata ingrata" hahahahahaahah Lembrei da música. Que aliás, nada a ver com este belo poema e com a profunda reflexão que leva o leitor. Apenas uma brincadeira, minha.


Beijão, querido amigo!

JotaSP disse...

Original e muito interessante o teu Sítio!

Um abraço assim _______________

BANDEIRAS disse...

....morangos c/ mel....
Delícia !

Bjs

Ainda passo por aqui...

 
Web Analytics