sexta-feira, 13 de maio de 2011

Clara Luz
Na clara visão de vida
Surgia Clara menina de luz
Incompatível ao seu tempo
Em paz com a sua juventude perdida
Inquieta com a sua própria vida
Procurando sempre por novas emoções
Seu corpo deseja entender
Todas as sensações
Tece em seu diário
Feito preces que constrangem o amor
De uma vida que transcenda a alma
Ela luta contra a própria dor
Não quis passar no mundo
Sem lutar pelo seu ideal
Num sentimento louco e profundo
Ela viveu de tudo um pouco
Caindo em uma viagem irreal
Era frágil criança
Que um dia quis entrar na dança
De um susto quis entender todo o caminho
No dilacerar de um coração juvenil
E os desejos de encontrar carinho
Na força que pretendia demonstrar
Quando o amor lhe tocou o coração
Ela lutava e desabava em madrugadas
Pra conseguir suportar a solidão
Fez da sua vida um livro
E de todos os passos um aprendizado
Na maciez encontrada nas vitórias
E nas insanidades de um sonho derrotado
E no resgate de um diário amarelado
Ela escreveu todas as suas memórias
Pra poder ter num futuro incerto
O encontro com a tão sonhada felicidade
E poder enfim terminar de escrever suas histórias
Clara Luz era uma menina que tinha na alma luz clara
E enfrenta pela vida todos que lhes viraram as costas
E lhes jogaram cobranças pela cara.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Pedindo desculpas aos amigos do Livro dos Dias pela loucura que é o Blogger e nos deixou fora do ar,,,abraços de bom final de semana a todos...paz de Deus sempre!!!

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

31 comentários:

Ma Ferreira disse...

Oi Jeferson...


Lindo poema...sempre é tempo de se reiventar. Enquando há vida. E sempre há.
Na minha postagem..apesar de não ter muito a ver com sua linda poesia tem uma imagem de luz.
O seu ( meu ) livro ja chegou. Terei acesso a ele a noite.
Estou super curiosa.
Um beijo..
Ma Ferreira, sua amiga

Desnuda disse...

Querido amigo,



Um poema lindo, amigo! Um ótimo fim de semana, Everson.


PS: A minha nova postagem sumiu rsrs. Vou aguardar e ver se volta com os comentários.

Beijos com carinho.

Desnuda disse...

Vou refazer então...Aff Obrigada Everson!

Beijos amigo.

Aleatoriamente disse...

bom já virei fã de Clara rsrsr.
Everson querido, que texto mais lindo!!!
Amei essa narrativa especial.

Beijinho querido
Fernanda

Machado de Carlos disse...

Na vivência clara da vida, as meninas são luzes que clareiam o futuro. Mas nem sempre as coisas nos acompanham e ficamos perdidos no espaço da vida. Deixamos, assim como Clara, um diário que marca a história de uma criança.

Parabéns amigo por este sentimento profundo!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá meu amigo.
Minha postagem de hoje sumiu, tive que colocar outra no lugar.
abração

Pena disse...

Consagrado Poeta Amigo:
"...Fez da sua vida um livro
E de todos os passos um aprendizado
Na maciez encontrada nas vitórias
E nas insanidades de um sonho derrotado
E no resgate de um diário amarelado
Ela escreveu todas as suas memórias
Pra poder ter num futuro incerto
O encontro com a tão sonhada felicidade
E poder enfim terminar de escrever suas histórias
Clara Luz era uma menina que tinha na alma luz clara..."

Majestoso e perfeito.
É extraordinário nos seus poemas sublimes. Mais uma "explosão" poética de maravilhar todos.
Abraço amigo de respeito e obrigado pela informação preciosa.
Com admiração constante pelo seu talento.

pena

Bem-Haja, notável e fabuloso poeta.
É fantástico.

Adolfo Payés disse...

Un bello momento se disfruta por tu blog.. tu poesía..


Un abrazo
Saludos fraternos


Que el fin de semana sea maravilloso, son mis mejores deseos..

Zil Mar disse...

Oi Poeta querido....

lindo demais....sua sensibilidade me comove....

gostei do nome da personagem....belo demais!


bjos...carinho...

Zil

PS:meu último post deletaram...

lita duarte disse...

Oi, Everson.
Bom te ler. Pensei que nossos blogs fossem p/ o espaço, hehehehehehehe.

Bom final de semana.

E vamos celebrar a vida!

Bjos.

нєllєи Cαяoliиє disse...

todos sonham com a felicidade... um dia encontraremos :)
Lindo esse poema viu?
Beijo

... "re" ... disse...

Não vai mais lá no meu canto não, é perda de tempo.

Deixa-me triste. Sê feliz Poeta!

Publica não viste.

Amapola disse...

Boa tarde, querido amigo poeta.

MUITOS IRÃO SE IDENTIFICAR, E À MIM, VOCÊ FEZ CHORAR.

Nossa... Adorei!!

Beijos, beijos.

Poseidón disse...

Ola amigo,

Um prazer passar por sua casa e lê teu post.

Convido-vos a ver o meu post de hoje .. eu apresento um livro maravilhoso, carinhoso, lindo escrito pelo meu amigo Fabiano Cavalcanti sobre as aventuras de um fã de Roberto Carlos Rey.

Abraços

Rô... disse...

oi Everson,

pensamos em luz nesse dia,
que lindo poema,
a felicidade deve ser
sempre a alavanca que
nos impulsiona a andar
em busca de mudanças e
renovação sempre...

beijinhos
meu amigo

Rosemildo Sales Furtado disse...

Não quis passar no mundo
Sem lutar pelo seu ideal
Num sentimento louco e profundo
Ela viveu de tudo um pouco
Caindo em uma viagem irreal

Belo poema Everson Adorei.

Abraços e ótima noite pra ti.

Furtado.

Flor de Lótus disse...

Oi,Everson!Pois é foi punk isso que aconteceu mais de 24h sem acesso aos blogs.Mas passou ainda bem.
Clara era uma menina intensa, corajoa, tem jeito de quem vivia cada minuto com toda a intensidade,mas isso pode ser perigoso demais.
Um ótimo findi!Beijosss

Evanir disse...

QUERIDo filho..
Só consegui postar agora que apuro dessa vez.
Muito linda sua postagem de hoje
ñ demora eu posto essa por aqui.
Linda noite beijos da maizinha,Evanir.

Guará Matos disse...

"Você é luz
É raio
Estrela
E Luar
manhã de sol
meu ia, ia
Meu io, io...
(Wando).

Rute disse...

Olá querido desejo a vc, uma ótima noite de sexta-feira
Clara é uma menina que vive intensamente. Ótimo texto.
Beijos

meus instantes e momentos disse...

um belo final de semana.
Maurizio

edumanes disse...

Clara Luz, menina frágil

De um susto quis entender todo o caminho
Na força que pretendia demonstrar
E os desejos de encontar o carinho
Para na vida seus ideais vencer
Ela tinha força e vontade de lutar,

Insigne este seu poema.

Os meus sinceros agradecimentos pela sua visita.

Feliz fim de semana
Um abraço
Eduardo.

Graça disse...

Gostei desta história, em jeito de poema...

Beijo de carinho, meu querido amigo, e bom fim de semana.

AFRICA EM POESIA disse...

EVERSOM
Um beijo
Fiquei sem entrar no blog e já estava preocupada.
Bom fim de semana

Sonia Pallone disse...

E quantas Claras existem por aí...Lindo demais Everson, meu coração sentiu e agradeceu...Bjs.

Beta disse...

Pra vc tb amigo!! bjkas

Marilu disse...

Querido amigo, acho que todas nós temos um pouco de Clara. Lindo poema. Tenha um excelente final de semana. Beijocas

Mariz disse...

Lindo como tudo q vc escreve...minha postagem sumiu junto com todos os coments, o blogger voltou agora e vim te deixar um beijo carinhosos.

linda noite...Mariz

Carla Fernanda disse...

Olha nós. Deu até saudade!
Boa noite!
Carla

Lívia Azzi disse...

Senti um dejá vu, “dejavi”...
Acho que já li os versos de Clara aqui no livro, verdade?!

Tenho uma Clarinha em mim...

Lindo poema!


Beijos e beijos, e que bom que tudo parece ter voltado ao normal!! ;-)

Ministério de Louvor disse...

Olá Poeta!!!
Boa tarde,

Seus poemas contêm originalidade.

beijos
Su

 
Web Analytics