sexta-feira, 20 de maio de 2011

Desconexo Afago
No toque da solidão
Cercada da escuridão
Do mundo em desalinho
Eu me perco na imensidão
Não queria estar sozinho
Desconexo afago
Que hoje trago no peito
Pra viver da luz da lua
Contra dores do amor
Nunca haverá outro jeito.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®©
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

53 comentários:

Ma Ferreira disse...

EVERSON..
Hj gostei MAIS DO QUE NUNCA ler o seu poema triste...


Bj

Ma

Aleatoriamente disse...

Poeta você não está.
A poesia te abraça e te leva a qualquer lugar.
Teu carinho e palavras.
Sabem bem unificar.
Com carinho a solidão
E retirá-la do coração.

Beijo de boa noite para ti Everson.
Fernanda

Sonhadora disse...

Meu querido

Caminhamos na vida...cheios de nada e vazios de tudo, como sempre lindo.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Luís Coelho disse...

Foi a solidão ou o desejo de ir mais alem dessa noite de amor ??

ღPat.ღ disse...

Um beijo meu amigo querido e ótima noite! Teus textos continuam especiais...

Adolfo Payés disse...

Amigo, la pasión de tus versos invitan a la imaginación escrita..

Es todo un placer pasar y leer tan hermoso escrito...


Bello como siempre poeta.

Un abrazo
Saludos fraternos...

Daniel Costa disse...

Everson

Dores de amor, fazem sempre o coração dorido, a fazer andar a ver sombras na escuridão.
Abraço fraterno

Pena disse...

Fascinante Poeta Amigo:
"...Desconexo afago
Que hoje trago no peito
Pra viver da luz da lua
Contra dores do amor
Nunca haverá outro jeito..."

Mais uma "explosão" poética sublime e perfeita.
Bem-Haja, pelo seu sentir extraordinário. VOCÊ embeleza as suas musas de sonho e elas gostam com estima por si e pelo que concebe.
Parabéns.
Abraço amigo de respeito imenso.
Sempre a admirar o seu génio fabuloso.

pena

Márcia disse...

Triste poesia...mas bonita, olha sozinho vc não está nunca, vai lá no PA e fica comigo, rsrsrs

Olha, aqui tá um frio absurdo, eu quero muito calorrrrrrrrr

Beijo nocê *_*

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Pena que não exista remédio para o dor de amor.
Boa sexta para ti
Abração

Malu disse...

Querido Poeta,

Também senti sua falta , andei sumida por problemas com a Net.

Sempre lindos seus versos , tristes ou alegres ...
Feliz em te ler novamente.


Bjo e um Dia de Paz.

Marcia Morais disse...

BOM DIA!
HA DE SE TER ESPERANÇA NO AMOR!bjs!

Rosane Marega disse...

Amor, eita coisinha boa e complicada NÉ Everson
BeijoOOOO

нєllєи Cαяoliиє disse...

mas você não está sozinho!
a lua te acompanha,e dá toque às essas belas poesias...
Beijo pra ti,Everson!

Fernando Imaregna disse...

Bom dia amigo Everson...

Retornando, sempre, para admirar suas poesias...

Um forte abraço e um abençoado fim de semana para ti

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!

Que estes momentos sejam curtos e não deixe cicatrizes...
Lindo poema meu amigo!!
Beijos pra ti!!

Dave disse...

E o toque da solidão, marca profundamente.

Abraço!

PauloSilva disse...

Obrigado.
É muito estranho que mesmo com poemas tão marcantes e dramáticos continuem tão belos não é?
Bom fim-de-semana!

lita duarte disse...

Oi, Everson.

Dores, amores... é a vida.:)

Beijos.

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Amor solitário...
Às vezes necessário...

Um abraço querido e um dia maravilhoso.

Secreta disse...

As dores de amor são muito dificeis de ultrapassar...
Beijito, bom fim de semana.

Maria disse...

Mais um belo poema, meu querido.

Big K e um bom fim de semana

Sonia Pallone disse...

Existe uma infinidade de coisas que tem graça, cor, sabor...Uma delas é vir te ler, meu lindo. Bjs, bom final de semana pra vc também.

Carla Fernanda disse...

Não tem jeito não .... lindo!
bom dia!
Obrigada!
Carla

rosa-branca disse...

Basta um toque de solidão, para nos martirizar a alma. Que a sintas só ao de leve meu amigo. Bom fim de semana e beijos com carinho

Natália Rocha disse...

Contra as dores do amor, realmente, não há outro jeito, a não ser vive-la.

Beeijo, querido poeta!

Anne Lieri disse...

Everson,a dor do amor traz mesmo a escuridão para nossa alma!Ficou linda demais sua poesia!Bjs,

Joii disse...

Tristes e bonitas palavras. As melhores poesias e poemas foram feitas em momentos de tristeza e solidão.
Um ótimo fim de semana. Bjs da Joii.

Blue disse...

Poeta Mineiro,

Esperar que a solidão um dia passe.
enquanto isso, olhar a Lua pela janela e não lembrar de nada, imaginar apenas Armstrong caminho nela.

Abraços

Guará Matos disse...

Abrace as estrelas e siga a caminhada.

Abraços.

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Há sempre um jeito....Belo poema.


Beijos com carinho e ótimo fim de semana amigo Everson.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Dor de amor torna mesmo tudo desconexo, amigo. Um poema belo, apesar do tom triste. Um abraço e belo final de semana.

* Verinha * disse...

Já estou ficando viciada em vir aqui para ler seus poemas [:)] .. Admiro as pessoas que possuem esse dom do uso das palavras!

Beijinhos super em seu coração Everson!

Verinha

edumanes disse...

Amigo Everson, passei para lhe desejar bom fim de seman, agradecer seu comentário, e deixar em seu blog, uma estrofe.

Solidão, tristeza e sozinho!
Na ecuridão, sem amor de ninguém
Sem, poder, encontrar seu caminho
Ausente da companhia de alguém?

Um abraço
Eduardo.

Bandys disse...

E vamos ser feliz.

Um lindo dia pra vc!

Solidão não!!

Cheio de amigos aí.

beijos

Diana Carla disse...

Saudades que eu tava de tão belas palavras...

bjinhus...

Olhos de mel disse...

Querido amigo lindo e triste poema! Não permita que essa dor lhe deixe pra baixo. Sempre há alguém que nos espera em algum lugar. Basta se dispor a...
Bom fim de semana! Beijos

C@urosa disse...

Um afago na alma, sensível toque de amor.

"O verdadeiro amigo é aquele que esta sempre nos ajudando a entender nossos erros e não para resolver nossos problemas."

forte abraço do leitor,

C@urosa

Lívia Azzi disse...

Dói porque há sentimento, se não houvesse dor também não haveria amor...


Beijos e carinhos, excelente final de semana!

Smareis disse...

Tem muitas emoções nesses versos envolventes. Dores de amor redesenha sempre um passado as vezes triste que escurece a alma. Adorei mais esse lindo poema.Obrigada amigo pela leitura. Um grande abraço, e um ótimo fim de semana.

Flor de Lótus disse...

Eu também não queria estar sozinha,mas as vezes é inevitável a vida nos prega peças e parece que quanto mais desejamos uma companhia,mais só ela nos deixa.
Beijossss

Lau Milesi disse...

Lindo, lindo e lindíssimo !!!
Parabéns,poeta amigo, arrasou!!
Um beijo pra você e bom fim de semana!

Enigma disse...

Às vezes a solidão faz o coração sofrer, o poema é singular (traduz o sentimento). Saudades do meu amigo Everson. Feliz sábado!

Machado de Carlos disse...

Amei demasiadamente uma mulher. Sonho com ela a cada minuto. É um tipo de amor inexplicável, assim como contemplar a luz da Lua.

Grande abraço, amigo!

Rute disse...

Oi querido as vezes a dor de amor, nos faz ver o mundo de outra maneira!
Beijos, ótima noite de sexta-feira a vc .

Amapola disse...

Boa noite, querido amigo Poeta.

A dor do amor só deixa de amargar, quando o peso da idade amarga mais que ela.

Beijos.
Tenha um lindo fim de semana, de paz.

Amapola disse...

Boa noite, querido amigo Poeta.

A dor do amor só deixa de amargar, quando o peso da idade amarga mais que ela.

Beijos.
Tenha um lindo fim de semana, de paz.

Maria disse...

Amigo poeta quando sofremos de amor a solidão ainda se torna mais sombria. Lindo, como sempre.
Tenha um maravilhoso fim de semana.
Beijinhos
Maria

Lou Witt disse...

Ai que lindo!!!

Te beijo, poeta!!!

Rosemildo Sales Furtado disse...

O amor às vezes castiga, dói, mas ninguém quer viver sem ele. Belo poema amiga.

Abraços,

Furtado.

Mariz disse...

Boa noite querido poeta,

lindo como sempre, o amor pode um dia florescer.

beijos e linda noite...Mariz

David J. Pereira disse...

Gosto deste blogue!

Podes adicionar o meu aos links sff?

http://davidjosepereira.blogspot.com/

Paula Barros disse...

A solidão, a escuridão, a paixão....rimam, e fazem companhia, na noite fria, na manhã vazia.


beijo

 
Web Analytics