terça-feira, 3 de maio de 2011

O Vendaval dos Dias
Sopra o vento
Parecia leve ao luar
Mas infelizmente não era
Veio de longe pra devastar
Levou a amizade
Quer parecia concreta
E um amor enorme
Tonou-se árvore descoberta
Perderam-se sonhos e carinhos
Na vastidão dos caminhos
Apenas eu fiquei aqui perdido
No meio desse vendaval
Já não sei mais ao certo
Quem é o dono do bem
E quem é o dono do mal.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

47 comentários:

EU SOU NEGUINHA disse...

Poeta...
Vim deixar beijos de boa semana
Nega

Dave disse...

Muito bom, cara!

Apenas... Coisas do vento. Nem mal, nem bem. Nem bem, nem mal, apenas coisas do vento.

Abraço!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Poema forte, contestador, que se encaixa bem aos dias atuais. Quem é o dono do bem, e do mal? Além de poeticamente perfeito. Um abraço

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Que o amor seja bastante forte para que nada o derrube.


Beijos com carinho, querido amigo.

Pena disse...

Genial Poeta Amigo:
"...E um amor enorme
Tonou-se árvore descoberta
Perderam-se sonhos e carinhos
Na vastidão dos caminhos
Apenas eu fiquei aqui perdido
No meio desse vendaval
Já não sei mais ao certo
Quem é o dono do bem
E quem é o dono do mal...."

Mesmo no desencanto de um amor perdido é sublime nas "explosões" poéticas de maravilhar que faz.
Parabéns.
Abraço amigo de respeito ao seu talento gigantesco.
Sempre a admirá-lo

pena

Excelente.
Bem-Haja, pela honra da sua amizade.
Adorei.

Luís Coelho disse...

Entre o bem e o mal são tantos e tão fortes os vendavais que nos sacodem.

Mar... disse...

Passando para te deixar um bj e dizer que aqui faz 7 graus nesse momento...vc iria adorar esse frio...rsrsrs...
Meu Renato Russo tenha um dia perfeito...com muito amor, poesia e carinho...
Bjs carinhosos para ti meu querido e uma semana deliciosa...

Daniel Costa disse...

Everson

Perdido no vendaval de fim de Outono! A vida é cheia de estações surprendentes umas, outras menos!

Bom dia fraternal

Confissões de uma borboleta disse...

Bom dia Everson...
Esse perder-se, essa dualidade faz parte da essencia do que todos somos.
Perde-se para se encontrar.
Beijos

Carla Fernanda disse...

Danado de vento, que se não veio para destruir veio para confundir!!
Beijos e bom dia Everson!!

lita duarte disse...

Everson,
vendavais acontecem, mas passam...

Bom dia.
Bjos

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!

Lindo e triste poema...
Mas nas relações é assim...nem todo mundo é o que parece...só o tempo pode nos mostrar quem é o dono do bem e o dono do mal...
Beijos pra ti amigo.

Livinha disse...

Momentos...
Mas por vezes o que parece ser, não é, são as inconstâncias do vento...

Belíssimo Everson

Bjs

Livinha

✿ chica disse...

Lindo e forte poema.Inspiração sempre DEZ! abraços,chica

M. disse...

Verdade. Difícil distinguir os bons e os maus...

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Tenha uma linda terça feira.
Abração

Van disse...

Bom dia Everson!

Depois do vendaval que arrancou todas a folhas, novos brotos virão, a vida se renova sempre.

Beijos!

Sandra disse...

Amigo
Quanta verdade! Quem conseguirá distinguir o bem do mal?
Beijinho

нєllєи Cαяoliиє disse...

apenas coisas do vento...
não precisa entender,só sentir! :)
Lindoo esse poema!Adorei imenso!
Um beijo

Bandys disse...

Existem pessoas tão especiais,
Que se tornam essenciais,
Em nossas vidas,
Por serem queridas...


Voce é uma delas.

Voce e seus poemas.

Voce e Cazuza.

hahahahahahaha

Beijos

Guará Matos disse...

O bem e o mal são irmãos siameses, andam lado a lado. O mesmo dono de um é de outro.
Então devemos perceber quem é quem. Se é mais o mal, ou se é mais do bem.

Abraços.

Anne Lieri disse...

Everson,pensou ser uma brisa,o vendaval que se alastrou e tirou sua paz!Quantas vezes tb não nos perdemos sem saber o que fazer com aquele amor que anda perdido pelos caminhos!Linda essa poesia!Bjs,

Anne Lieri disse...

Everson,pensou ser uma brisa,o vendaval que se alastrou e tirou sua paz!Quantas vezes tb não nos perdemos sem saber o que fazer com aquele amor que anda perdido pelos caminhos!Linda essa poesia!Bjs,

Malika disse...

MUITO bom, parabéns *-* beijos e boa semana!

Riff disse...

Meu querido Bocó....

O que nos é tirado ou o q. vai embora, sendo levando pra bem longe dos nossos olhos e distante do coração é pq. não tinha valor algum. Certamente, não era merecedor da nossa valiosa companhia e muito menos essencial e vital a nossa vida...

Se foi embora é pq realmente não era verdadeiro. Só os que ficam e caminham ao nosso lado por esta estrada longa e árdua da vida, são os merecedores do nosso verdadeiro AMOR. O resto, deixa o vento levar para bem longe e se possível atrás do ARCO IRIS...

Vuuuuuuummmmmmmm!!!!

Sopre todos os ventos e levem todas as impurezas!!!

Bjitos mil

Riff

★★ GIZA ★★ disse...

Você que é meu amigo,
você que sempre me socorre quando preciso,
você que fala de assuntos interessantes
às vezes coisas banais que para mim são tão importantes!
Você, que,
às vezes,
tão longe,
mas que sinto tão perto em meu coração...

Você, meu amigo,
que não vejo os olhos,
mas sinto a alma,
está sempre próximo,
bem mais perto do que a própria tela,
está mais próximo do que imagina...

Você meu amigo,
que invadiu minha vida,
fez-me gostar-te muito,
que não veio apenas através de um cabo telefônico,
mas veio do vento,
vento que nos leva para o encontro das nossas alegrias
para a proximidade dos nossos sonhos.

Você é especial,
e tudo o que se refere à você.

São tão importantes para mim:
as suas alegrias, as suas mágoas, as suas histórias e suas aventuras,
quero-te sempre próximo de mim!

BEIJOS DOCES DAS VAMPIRINHAS DO:
AMORIMORTALL.BLOGSPOT.COM

★★ GIZA ★★ disse...

Você que é meu amigo,
você que sempre me socorre quando preciso,
você que fala de assuntos interessantes
às vezes coisas banais que para mim são tão importantes!
Você, que,
às vezes,
tão longe,
mas que sinto tão perto em meu coração...

Você, meu amigo,
que não vejo os olhos,
mas sinto a alma,
está sempre próximo,
bem mais perto do que a própria tela,
está mais próximo do que imagina...

Você meu amigo,
que invadiu minha vida,
fez-me gostar-te muito,
que não veio apenas através de um cabo telefônico,
mas veio do vento,
vento que nos leva para o encontro das nossas alegrias
para a proximidade dos nossos sonhos.

Você é especial,
e tudo o que se refere à você.

São tão importantes para mim:
as suas alegrias, as suas mágoas, as suas histórias e suas aventuras,
quero-te sempre próximo de mim!

BEIJOS DOCES DAS VAMPIRINHAS DO:
AMORIMORTALL.BLOGSPOT.COM

Natália Rocha disse...

Talvez a vida seja assim, acontecimentos ao vento.

Belo poema!

Beijos*

Contos da Joii disse...

Meu pai, um homem muito sábio que perdi ha dois anos costumava dizer assim: "Ah, deixa o vento levar". E trago isso pra minha vida até hoje. Lindas palavras poeta. Uma ótima terça pra ti Everson. Bjs da Joii.

Nany C. disse...

Meu amigo, um beijo em seu coração e uma semana cheinha daquelas coisas boas que todos nós merecemos!!!...rsrs

Fica bem sempre, meu lindo!!

R. R. Barcellos disse...

- Ciclones, furacões, tornados, tufões... na alma fazem às vezes mais estragos que nos campos. Abraços, Everson.

Machado de Carlos disse...

... Assim como o ventro a trouxa a levou também!
Um Abraço Amigo!

Zil Mar disse...

Meu querido Poeta...

ventos traiçoeiros...arrancam as folhas...levam tudo...mas a árvore ficou...forte...de pé...nascerão novas folhas...e o que não era bom...foi com o vento...ficou o que há de melhor!


meu carinho!

Zil

Marcia Morais disse...

Vim te ler poeta um pouco tarde mas aqui estou ! rs
lindo demais! bjs!

CARLA STOPA disse...

Nunca sabemos meu amigo...

rosa-branca disse...

É bem verdade...os dias passam qual vendaval desenfreado e conseguem deixar mais nostalgia do que alegria. Amei. Beijos com carinho

edumanes disse...

Meu amigo encontei você seguindo meu blog. Também estou seguindo o seu. Para lhe agradecer todas as suas palavras de conforto que me enviou.
Segundo informação médica, o estado clínico de minha mulher, foi bastante crítico,no entanto, o pior já passou.
Este seu poema é lindo. Adorei
O meu mais sincero obrigado
Um abraço
Eduardo.

Rute disse...

Boa noite meu amigo

"Quem é o dono do bem
E quem é o dono do mal."

Meu amigo, não saberia lhe dizer.

Mas lhe digo
A amizade é o ingrediente mais importante na receita da vida.
Beijos, ótima terça-feira a vc

Graça Pereira disse...

Depois do vendaval...vem sempre a calmia.É preciso saber esperar!
beijo
Graça

Assis Freitas disse...

bem e mal: quando um começa e outro termina

abraço

Mary Help disse...

Meu querido e estimado amigo, vim tb desejar ótima noite e uma semaninha cheinha de muita paz.
Com carinho deixo um grande bjux pra vc, Mhelp!

Jéssica Trabuco disse...

As vezes tem uns temporais que passam levando tdo consigo mesmo.

Lau Milesi disse...

Lindo, poeta amigo. Infelizmente, há ventos que chegam com jeitinho de brisa mas, na realidades, são verdadeiros tornados.
Uma boa noite e um beijo pra você, amigo querido e gentil.

Mariz disse...

Boa noite querido amigo,

Há ventos q chegam bem devagarinho e depois se transformam...


beijos...Mariz

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Everson! Passando mais uma vez para me deliciar com a leitura de mais um belo poema. Adorei, principalmente o trecho abaixo:

Levou a amizade
Que parecia concreta
E um amor enorme
Tonou-se árvore descoberta

Abraços e que DEUS te abençoe.

Furtado.

Marilu disse...

Querido amigo, muitas vezes temos que nos perder em meio a vendavais, para nos encontramos. Lindo poema. Beijocas

Nosalai disse...

... Bem que se quis!!!
Lindo isso! É tem uma fase que não sabemos de nada.
mas o coração é autodidata?!? E tb suicida.

Um grande beijo amigo!

 
Web Analytics