domingo, 15 de julho de 2012

Bailarina
Bailarina do amor
Nos palcos da vida
Seu mundo é só cor
Seu caminho
Não tem saída
Rodopia no ar
Procurando a paz
Onde vai encontrar
Não saberemos jamais

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta

30 comentários:

Thomas Albuquerque disse...

A dança do amor se faz mais bela quando a bailaria apaixonada se abre para aquele a quem ela dança.

bom domingo

Cidinha disse...

Simplesmente lindo! Querido poeta, deixo um bjo carinhoso e um domingo de paz com muito amor pra ti. Lindos sonhos e poesia sempre!

Cissa Romeu disse...

Amor e paz..., nem em mil danças conseguimos juntar os dois :)

Lindo poema, Everson!

Ótimo domingo para ti, beijos!

LUZ disse...

Oi querido Everson,

Tudo bem com você?
Bom, se é bailarina do amor, até posso entender, aquele "excesssozinho" (sei, pra você não é demais).
E que ela continue dançando, rodopiando em sua imaginação.

Bom Domingo.
Beijos, com carinho, da Luz.

Daniel Costa disse...

Bom dia Everson

Palcos da amor, vidas de esplendor! Certo, certo: fim indefinido.
Abraços de amizade fraterna

Pedro Luis López Pérez disse...

¡Que Preciosidad de Poesía! Una danza que hace latir nuestro corazón con calzas de terciopelo.
Un abrazo, Everson.

Van-Ivany Fulini Sversuti disse...

Bom dia meu amigo!
Que o teu domingo seja lindo!
Encantou-me o post de hoje, e também inspirou-me...Com sua licença, aqui e agora escrevi também "BAILARINA"
Postarei no Van.
Obrigada por me inspirar!
Um forte abraço fraternal da amiga Ivany.

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo domingo pra ti meu príncipe das letras !!!!!
Dia de bailar para deixar o amor mais leve e flutuante...
bjs de dia de domingo !!!!!

Sônia Amorim disse...

a dança em si ja tem o dom de trazer a paz, lindo poema, beijos e um otimo domingo meu amigo!

LUZ disse...

Oi querido amigo,

Bem...pra responder, com sinceridade, acho ela um pouquinho, arrebitada, e com excesso de algo, mas não sei bem o quê (deixe eu ser mentirosa, deixa? Mas, você ao escolher a imagem, encontrou e lhe agradou esse tal não sei "o quê").
Tenho razão, não tenho? Eu sabia. Mulher, nessas coisas, tem sempre razão.

Bom Domingo.
Beijos da Luz.

LUZ disse...

Oi,eu de novo!

Que bom! A "janelinha" (pop-up?) onde deixamos comentário, agora, em seu blog está no canto esquerdo do PC, bem lá em cima. Assim, podemos ir lendo e comentando seu post. É mais fácil e prático, sobretudo se o poema for grande.

Beijos.

Evanir disse...

Bom Dia Filho.
Eu também desejo um abençoado Domingo
obrigada pela sua passagem no meu blog é sempre uma alegria saber que se lembrou de mim nesse Domingo de um lindo sol aqui na minha praia.
Beijos da mãezinha,Evanir.

Maria Rodrigues disse...

A dança da vida e do amor num poema maravilhoso.
Beijinhos
Maria

Smareis disse...

Nos palcos da vida, está difícil encontrar a tal felicidade, e a paz tão almejada. Nem o amor consegue essa proeza.
Beijos amigo poeta!

Ótimo domingo!
Ótimo começo de semana!

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo querido poeta.

Bom domingo.

beijooo.

Regina Rozenbaum disse...

Viu só que dia maravilhoso poeta? Carpem die amado...carpem die!
Beijuuss n.a.

Mariz disse...

Bom dia amigo,

esse poetar é como rodopiar no ar...lindo!

um domingo maravilhoso prá vc!

bjos!

LUZ disse...

Oi, eu, de novo!

Pela sapatilha? Nossa! Me parece vulgar, tão comum, iguais às que eu usei, quando em pequena, pratiquei ballet. Papai Noel é na Páscoa? Me esclareça, por favor.

Beijos.

Flor de Jasmim disse...

O palco da vida com uma dança rodopiada de amor, mas nem em todos eles existe felicidade.
Bom domingo meu querido amigo

Beijinho e uma flor

Kellen Bittencourt disse...

Oii amigo, tenho irmã e sobrinha bailarina e elas são fanáticas pela dança, deixam de lado tudo em prol das sapatilhas, chega ser um exagero rsrsr bjooss

Palavras disse...

Talvez a bailarina esteja exatamente nos versos do poeta, no tom do cantor, no acorde do violão.

A bailarina baila entre os sonhos dos que a desejam.

Grande abraço meu caro

Leila

edumanes disse...

Bailarina sem ter saída
Seu caminho ser só a cor
De algo bem constituída
Com sorte encontrará o amor!

Bom começo semana para você, meu amiga Everson
um abraço
Eduardo.

Lucinha disse...

Dinhos sonhos e carinhos completou as 20mil visitinhas e claro que vc contribuiu para isso.
Ofereço o selo de 20mil visitinhas e espero que traga para cá rsrs..
bjus e um inicio de semana cheio de paz.

Vera Lúcia disse...

Olá poeta,

Que bailarina ousada! (rsrsrs). Claro que estou falando da imagem.

Gostei do poema.

Ótima noite.

Beijo.

Eloah disse...

A dança da vida se revela em grandes passos.Belo! Linda e abençoada semana.Bjs Eloah

ONG ALERTA disse...

Deixe a bailarina apenas dançar, abraço Lisette.

MARILENE disse...

Todos somos bailarinos e os pontos de interrogação servem de estímulo para os novos passos.
Bjs.

Néia disse...

Olá querido poeta...
Todos nós dançamos nesta vida,de formas diferenciadas,às vezes com ritmos envolventes,com platéias alternativas e às vezes para um único expectador.E o amor... quem é que sabe sobre o amor!Beijos e uma ótima semana...

Elisa T. Campos disse...

Bailarina assim só pode te inspirar lindos versos, não é?

Priscila Rodrigues disse...

Acho que dentro de nós.. rs.

Bjinhos.

 
Web Analytics