quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Delicadeza do Amor
Cristal frágil
Pétala de flor
Vento ágil
Arco íris e cor
Mel de abelha
Chuva na janela
Eu te amo na orelha
Paisagem mais bela
Um toque no corpo que deseja
Um anjo que paira no céu
O alimento que o teu lábio beija
O néctar do teu fel
Uma letra numa noite fria
Um arrepio que suporta o toque
Teu corpo minha poesia
Tua pintura o meu retoque
Deitar numa nuvem no ar
Comandar a chuva que cai
A leveza de o teu deitar
O caminho por aonde vai
O instinto da fera faminta
Presa e predador frente a frente
A morte de tudo que é dor
E as delicias de viver plenamente
Teu olhar
Teu despir
Teu sonhar
Teu sorrir
Teu amar
Teu querer
Teu viver
Teu poder
No fino desenho de uma flor
A imensidão do teu mundo
A delicadeza do seu amor
Revirando em sono profundo.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

48 comentários:

Felina Mulher disse...

por vezes é tão dificil escrever sentimentos... parabéns...

Beijos moço...lindo amanhecer!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

*Eu te amo na orelha* Lindinho*
Bom Dia!
Beijos

SAM disse...

Um poema lindo demais, amigo!Um desenho, uma pintura, um delicado bordado feito em versos de amor.

Linda noite. Beijos, com carinho

Sonhadora disse...

Everson
Lindo poema de amor...desejo e sedução.
adorei.

beijinhos
Sonhadora

FOTOS-SUSY disse...

OLA EVERSON, LINDISSIMO POEMA...COM MUITO AMOR E SEDUCAO...GOSTEI IMENSO...QUE TENHAS UM OPTIMO DIA QUERIDO AMIGO!!!
BEIJOS COM CARINHO,


SUSY

Luciana P. disse...

Não estou boa pra falar de sentimento, então, como poderei dizer alguma coisa. Façamos assim: admiro os seus versos e pronto, a delicadeza dos seus sentimentos e do meu silêncio você tira as suas conclusões.
Por que será que a gente é assim? Um ser burro, tosco e cego???


Hahahahaha, não, eu não bebi hoje, tá?!

É desabafo solitário de uma noite insuportável, quente e com uma borboleta que me tirou do sério adentrando pela sala. Sim, eu a matei. Odeio borboletas.

Adolfo Payés disse...

Perdón por mi ausencia de estos días.. no me siento muy bien de ánimos.. Ya mas tranquilo me pondré al día con sus blog.. mas adelante.
Lo siento.

Un abrazo
Saludos fraternos..

Daniel Costa disse...

Everson

A delicadesa pode se lida no próprio poema. De facto é revestido de suavidade e de deleza.
Adorei!
Abraço,
Daniel

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

O instinto de fera faminta...

... faz da caça um novo sabor.

Noite de luz, querido amigo.

Rebeca


-

Elcio Tuiribepi disse...

Olá Everson, a postagem tem a marca da delicadeza, tanto na imagem, quanto no poema, isso tem outronome também...sensibilidade a flor da pele...ternura...carinho e por aí vai...

Vamos a parte colada...rs

Mudando de assunto, eu agora te convido a participar do aniversário de três anos do Verseiro, no dia 26 de janeiro.
A idéia é que cada um que queira participar, faça uma postagem colocando uma foto sua quando criança ou adolescente junto a irmãos, primos ou amigos e conte alguma passagem de sua vida nessa época, alguma travessura, algum fato que marcou em sua memória de forma alegre, engraçada...rs
Vamos comemorar e sorrir juntos...
Conto com sua presença, mas fique a vontade quanto a fazer a postagem ou não ok...

“O passado não reconhece seu lugar
Está sempre presente”

Mário Quintana

Um abraço na alma...

Ana Cristina Quevedo disse...

Gosto de ler teus poemas: eles têm a sensibilidade de pessoa apaixonada, um toque de sedução e toneladas de ternura.

Beijo!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá meu amigo.
Em seus poemas você ama todas as mulheres. Parabéns.
E o calor, detesto
Forte abraço

"re" disse...

Dedicadesa do amor, teu nome é Rosa
Daquela sem mazelas e espinhos
Daquela com perfume o tempo inteiro
E que a gente quer plantada no jardim do nosso peito.

Beso

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

oi,tudo bem???humm,passando pra dizer q to felizzz,pq vc está feliz!!!bj poeta,hj vou postar o poema q vc fez pra ariel e sol no mundo de ariel!!vc é soda né?!!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Esse " eu te amo na orelha", já vale o poema. "Presa e predador frente a frente", mas sem temor. No amor, a presa não quer fugir.na verdade, os dois viram presas entre si.Lindo
/////
Tenho duas perguntas, uma na verdade é uma ajuda, explorando o amigo:
1)Como postar poemas ou textos no twitter? Parece tem limites de caracteres. Se tiver, não achei muita graça, mas como o Brasil todo fala de twitter,quis conferir.
2) Não vi no seu blog de presentes, um selo seu pra gente pegar. se eu estiver errado e não vi, me diga. Um abraço

Francisco Vieira disse...

Uma boa quarta-feira para si, Everson e cumprimentos tambem a todos os que passem por aqui.

Prof. Sergio Ricardo disse...

Menino sua forma de escrever transpassa serenidade e a crença no amor, tá demais, adorei essa parte final “No fino desenho de uma flor, A imensidão do teu mundo, A delicadeza do seu amor, Revirando em sono profundo..” massa mesmo. Abraço meu amigo e irmão, ótima quarta!!”

Sol da meia noite disse...

Bem... eu diria que há em ti uma fonte inesgotável de hinos ao amor...

É uma delícia ler os belos e delicados versos que o cantam...


Um dia lindo :-)
Beijinho *

Pena disse...

Genial Poeta Amigo:
O meu sincero aplauso perante tanta beleza retratada com talento admirável e gigantesco.
Mais uma "explosão" fantástica do seu sentir.
Um autêntico hino ao amor.
Abraço amigo sincero.
Sempre a lê-lo com atenção e a respeitá-lo.

pena

Notável, Amigo.
Bem-Haja!

tossan disse...

Uma viagem poética do amor em cima do mundo. Bravo! Abraço

BANDEIRAS disse...

Oi amigo,

Esse na orelha pegou...

Mas não deixa de ser poético e ao mesmo tempo muito sensual.

Amo teus versos, eles sempre me levam para o mundo dos amantes.

Mega beijos

Xanele disse...

Um canto magnífico ponteado de
Ternuras carícias e carinhos.

Bjsss Amore

Sandra disse...

O amor é muito delicado, amigo.
Por isso temos que ter muito cuidado com ele.
Um grande abraço.
Sandra

Beta disse...

Arrepio total...rs
Postei sua foto com o livro lá no blog!!!
Bj
beta

Majoli disse...

Que rimas lindas, perfeitas, cheias de paixão, de desejo...enfim...tudo muito lindo.
Amei por demais essa poesia.

Beijos com carinho no teu ♥

Valentina Venturi disse...

Oi amigo, depois de tanto tempo estou voltando aos poucos para o site.
Te fazendo uma visita neste mundo encantador das suas palavras.
Beijos e tudo de obm.

Carol Mioni disse...

Eu queria muito saber de onde sai tanta criatividade! Lindo, como sempre! Beijos!

Bandys disse...

KKKKk, eu acho que talvez seja sintonia.
Ou voce foi na calada da madrugada roubar a "minha delicadeza" do amor".
Vou ter que colocar vigia no esconderijo, kkkkk pratomar conta da minha poesia.

Tudo lindo por aqui.

Beijos

Linda Simões disse...

Um verdadeiro cristal,o teu poema!


Beijos

Memória de Elefante disse...

Quem tem um amor entre o mar e as estrelas levita apenas...



Um beijo

Sandra Botelho disse...

Lindo, suave e doce...
Magico e levemente sensual...
Como deve ser o amor verdadeiro.
Bjos meus e lindos dias!

Amanda disse...

É bom sentir sensações como essas.
É bom amar.

Beijos em versos!!!

Amanda disse...

É bom sentir sensações como essas.
É bom amar.

Beijos em versos!!!

ღ☆PaTi☆ღ disse...

O despertar do amor, revela a beleza de viver na plenitude ao contemplar o nós em desejo profundo!

Lindíssimo o Blog.
Beijo em teu coração.

Hod disse...

Excelente amigo Everson,

Abraço,

Hod.

Geisa Machado disse...

O seu poema tem a delicadeza do amor com um toque suave de instinto. E foi este toque que deu vida ao poema. Muito bom!
Meu querido, que vc tenha dias espetaculares esta semana, onde a alegria te faça sorrir muito.
Bjussss

Anônimo disse...

QUERIDO ,FILHO CREIO QUE A EMOÇÃO TOMOU CONTA DA SUA ALMA ,POIS NAS MINHAS POSTAGENS DEIXEI ESCRITO QUE VISITARIA A TODOS ,QUE Ñ DEIXACE DE VIR ME VER .E POR ISSO ESTOU AQUI HOJE MAIS DO QUE NUNCA PRECISO DO SEU AMOR . E TENHO CERTEZA NINGUEM MAIS PODE AMAR ASSIM COM TANTA INTENCIDADE E TUDO QUE ESPERO DE VC NESSE MOMENTO MEU AMADO FILHO.
ESTOU INDO A LUTA TENHO FÉ MAIS FOI ENEVITAVEL UMA DEPRESSÃO PROFUNDA .TE AMO FILHO PARA SEMPRE SUA MAIZINHA ,EVANIR.

Maria Bonfá disse...

querido. que lindo !

Um arrepio que suporta o toque
Teu corpo minha poesia
Tua pintura o meu retoque

um arrepio na alma sem duvida..
delicado sutil.. maravilhoso..amei... beijão

Josy Nunes disse...

Oi,
Everson,
amigo os comentários acima já disseram tudo, como sou "acho" que uma das últimas a comentar so me resta dizer que o tudo ainda é muito pouco..
bjos no seu coração e fica com Deus

sonho disse...

Meu querido só um verdadeiro poeta como tu...para escrever assim:)
Beijo d'anjo em teu coração

Blue disse...

E tudo continua perfeito aqui!

Muita coisa em atraso, sei disso. Mas voltando, por ora apenas para ler e visitar os blogs amigos.

Abraços

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Poesia corre rios.

até mais.

Jota Cê

carol sakurá disse...

Olá,poeta!
Estou de volta!
E o sol queimou minha pele,mas nao senti dor,apenas fiquei iluminada.
Ouvi legião a beira mar todos os dias.
Beijos!

paula barros disse...

"Revirando em sono profundo."

É o inesquecível, é o sonho, é o desejo vivo...é amor.

abraço, boa noite.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Everson.

Olha eu aqui... :-)

É bom demais passar por aqui e se deliciar com seus lindos poemas.
Puro sentimento traduzido em forma de versos.
Bom demais!

*************


Um pensamento para o fim de semana:
"Não há satisfação maior do que aquela que sentimos quando proporcionamos alegria aos outros."

M. Taniguchi






BOA NOITE E BONS SONHOS!




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Mary Help disse...

Meu bom amigo, pessoas sensíveis e amáveis é que escrevem assim. Vc é uma dessas pessoas, além do dom que vc tem na sua escrita e ótimo bom gosto na escolha das fotos, parabéns sempre!
Grande beijinho no seu singelo coração poético, Mary Help!!!

Lau Milesi disse...

Poeta, fico sem palavras para comentar suas obras, acredite. Mas minha alma agradece, como sempre.
Beijossss

Thomas Albuquerque disse...

"Eu te amo na orelha", nos lábios, nos pés, no seio, no ventre..enfim, eu te amo mulher...


Belas palavras poeta.

 
Web Analytics