quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

O Meu Silêncio
O meu silêncio
É sopro livre do luar
É mel de abelha
Também é medo de amar
É chuva fina que cai
Pra florescer o jardim
É tempestade insana
Que no meu mundo põe fim
O meu silêncio
É estrela em queda livre
É um livro sobre a mesa
É um lábio que toca outro
Implorando pela pureza
É olhar que perde o rumo
Quando mira o infinito
É tudo que saiu do prumo
É o sorriso mais bonito
O meu silêncio
É estrada comprida
É chegada e despedida
É amor pela saudade
É querer viver a vida
É arco-íris que perde a cor
É um corte que provoca dor
É a veneração do seu corpo
É também fruto do amor
O meu silêncio
É um beijo que vaga pelo ar
Querendo outro beijo encontrar
São seus cílios que soltam ao vento
Curtindo a diversão daquele momento
É a paz tão desejada
É o tudo e o nada
É o preto e o branco
É um violão uma canção e um banco
O meu silêncio
É você deitada linda e nua
Sons que propagam pelo ar
E voltam nos ecos da rua
É uma poesia escrita com o coração
É quietude e serenidade
É santuário e devoção
O meu silêncio
Vem de Deus
Que nas madrugadas atende os apelos meus
E me mostrou o real caminho
Onde encontrarei você
E não viverei mais sozinho.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

44 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Poeta, querido, o seu Silêncio é Lindo e nada escandaloso*
O meu Silêncio é escandaloso demais*
Fui comida por uma abelha hoje, literalmente, na piscina.
O calor em Sampa está terrível.
Beijos imensos,

Lindos Dias

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Everson...então, nem sei mas onde parei, foi só falar e o PC aqui desligou duas vezes, esta é a ultima tentativa...amnaha continuo se não der ok..rs...vou enviar isso...rs

Thomas Albuquerque disse...

o silêncio é a trilha sonora do amar...

boa semana poeta.

Chinha disse...

O silêncio fala por si....

Mas por vezes ele é companheiro de longas noites e encostado à solidão transmite um momento de beleza

lindoooo

bjinhos

Elaine Barnes disse...

Meu silencio está esquisito,ando sem inspiração.Porém o seu é de uma riqueza sem igual. Muito lindo! Bjão

Sonia Schmorantz disse...

Este silêncio é um belíssimo poema, isso sim!!
abraço

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Teu silencio é feito de saudades, moço das palavras...

Beijo

paula barros disse...

Silêncio aqui, silêncio lá.
Cada um fazendo do silêncio um forma de expressar, de dizer, de gritar o que sente, como sente.

Cada frase do seu poema está repleta de sabedoria, porém achei essa mais forte.

"Também é medo de amar". Esse medo para uns faz barulho, para outros silencia.

beijos

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Se todos os silencios desenhassem tão belas palavras, todos ficariamos em silêncio.
adorei

Beijinhos

Chris disse...

Silêncios que o poema encontra nas palavras.
Um abraço e obrigado pela visita.
Chris

Daniel Costa disse...

Everson

Como o interessante poema que acabo de ler, há silêncios de extema eloquência.
Há poetas sem incongroência, tu és um deles, expressa-lo bem na tua constante poesia.
Abraço
Daniel

Gilson disse...

Silêncio num poema tão bonito é quase um sussurrar em nossas almas.

Abs

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Falou muito bem do tema silêncio. Normalmente quando o poeta fica em silêncio nas madrugadas, está fazendo uma viagem íntima, introvertida e é mesmo tudo isso que você falou com maestria. Na verdade, o silêncio grita pelos olhos a vontade de estar em tudo isso do poema, de ser tudo isso do poema, é quase um apelo. Lindo, lindo. Ótima quarta, amigo. Um abraço

Delirius disse...

Everson, ninguém nunca descreveu, nem vai conseguir descrever o silencio como você acabou de fazer.
Tá aí, com todos os pormenores e verdades!
Bem doloroso é o silencio na maior parte das vezes.

Tem dia bonito Everson.
Beijo.

Elcio Tuiribepi disse...

OLá Eversom, o seu silêncio ficou muito bonito, o meu, ana gritano dentro de mim, não toma tenência..rsrs
Continuando se o PC deixar..rs
O Edu chegou a gravar algumas musicas num estúdio em São Paulo, inclusive algumas pareceiras nossas, ele pega o poema já pronto e coloca a melodia, faz algumas alterações na letra, se necessário for, para encaixar a música.
Se você volta lá nas minhas postagens vai ver uma que tem o titulo "Coisa de Pele", a animação é do meu irmão do meio, o Cacinho do blog Animações, o poema é meu e música é do Edu, que foi gravada em São Paulo com outra letra, a original feita para a conclusão do curso de cinema feito pelo Cacinho, que era um curta de 15 minutos...auqluer dia vou postar a letra que fizemso quase em parceria, pois nesta ele oi bondoso, pois entre apenas com algumas palavras, 95% da letra é dele..rs
É isso amigo...valeu a prosa, qualquer coisa é só perguntar...
Parabéns pelos titulos que dá também aos seus poemas, acho isso fundamental, sair do comum...
"A folha que amorteceu a queda do amor"...isso foi ótimo...rsrs...

louca esquizoffrenica disse...

O silêncio é um tema optimo para um poema. Silêncios podem conter muitos sentimentos. Ficou lindo hoje. Mexeu comigo. Beijos e um dia maravilhoso.

Pelos caminhos da vida. disse...

O meu silêncio é Deus.

Lindo poema que mexeu comigo.

Bom dia amigo.

beijooo.

Reflexo d Alma disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Katy disse...

O silêncio muitas vezes diz mais do que inúmeras palavras...
Beijos.

Nany C. disse...

O meu silêncio é um beijo que vaga pelo ar...

Nossa... tão suave.

Um belíssimo dia a ti, Everson...
Um beijo no seu coração!

BANDEIRAS disse...

Bom dia poeta,

O silêncio fala baixinho aos nossos ouvidos...

Bjs poeta amigo.

carol sakurá disse...

Olá,meu querido poeta!
Em meio ao 'silêncio'que envolveu a sua poesia,venho deixar um beijo de chuva.
Vamos rabiscar o sol?

Bjs!

A Caixa de Pandora! disse...

OI QUERIDO POETA - FELIZ ANIVERSÁRIO ATRASADO DESTA VEZ. DEUS TE DÊ MUITAS E MUITAS INSPIRAÇÕES

AMEI - LINDO

O QUE SERIAM DAS PALAVRAS SE NÃO FOSSE O SILÊNCIO

É NELE QUE NOS ENCONTRAMOS - ANDO MEIO EM SILÊNCIO ESSES DIAS - PRECISO ME ACHAR

BEIJOS QUERIDO

Sol da meia noite disse...

Teu silêncio é desejo, é paixão... é eco que transborda da alma...

Um dia de muita paz...


Beijinho *
:-)

Deusa Odoyá disse...

Meu querido e lindo poeta!
Everson, o seu poema é lindo, nos faz viajar para dentro do nosso proprio ser , nos traz a paz, o silêncio adormecido pelo tempo.
Soa como se fossem um soluço sentido.
E neste silêncio, cheio de sentimentos, são secadas suas entranhas.
Às vezes nossas almas precisam desse silêncio.
Lindo...lindo...lindo...
Desejo à vc. meu poeta querido, um ano de muitas realizações, paz, amor, luz, fé, felicidades, harmonias, e calor humano.
Que você possa realizar todos os seus sonhos , sendo verdadeiros ou não.
Te dolo muito.
Beijinhos doces em sua alma linda e iluminada.
Regina Coeli.

Que esse ano possamos estar juntos de novo, que nunca esqueças dessa sua amiga virtual que muito lhe admira como poeta.

Pena disse...

Genial Poeta Amigo:
"...É arco-íris que perde a cor
É um corte que provoca dor
É a veneração do seu corpo
É também fruto do amor
O meu silêncio
É um beijo que vaga pelo ar
Querendo outro beijo encontrar
São seus cílios que soltam ao vento
Curtindo a diversão daquele momento
É a paz tão desejada
É o tudo e o nada
É o preto e o branco..."

Pura e simplesmente, SUBLIME. Admirável.
Bem-Haja, notável poeta amigo.
Cada vez, melhor.
Abraço amigo de imenso respeito.
Tudo o que faz maravilha.

pena

MUITO OBRIGADO pelos seus gestos francos, sinceros e fabulosos de amabilidade no meu blogue.
OBRIGADO!

Bandys disse...

O meu grito é meu silencio!

Quando os nossos dias se tornarem obscurecidos por nuvens negras e baixas, quando as nossas noites forem mais negras do que mil noites. Lembremo-nos, que no universo a um grande e benigno poder , que e capaz de abrir caminho onde não há caminho, e de transformar o ontem sombrio num luminoso amanhã..(Martin Luther King)

E pra que servem as madrugadas, as luas, as flores, nossos sorrisos?

Beijos

lidia disse...

Amigo muchisimas gracias,poeta !siempre estare-como pueda-leyendo tus bellos poemas...
buen año para vos!
lidia-la escriba como siempre escribis de maravilla
lidia-la escriba
www.deloquenosehabla.blogspot.com

Secreta disse...

O silencio por vezes diz tudo!
Beijito.

Anônimo disse...

O meu silêncio
Vem de Deus
Que nas madrugadas atende os apelos meus
E me mostrou o real caminho
Onde encontrarei você
E não viverei mais sozinho.
Esse é meu filho cai de cabeça envolvido pelo amor e emoção.
Te Amo.

O maior gesto no amor conjugal não está nas mãos que se enlaçam,
nem nos lábios que se tocam;
está nos joelhos que se dobram para uma oração lado a lado.
Uma semana de benção para sua vida .
Beijos e carinhos maizinha ,Evanir.

Felina Mulher disse...

Ficar em Silencio ajuda muito a ouvir a voz da nossa alma...mas faz-me falta a música que já não ouço,no frio da tua ausência.

Um beijo moço bonito e um dia silencioso pra ti.

Amanda disse...

O silêncio... Quando estou triste o meu silêncio é refúgio, é uma maneira de curtir minha dor.

Muita boa sua postagem querido.

Beijos em versos!!!

Desnuda disse...

Parabéns querido amigo pelo belo poema tão eloquente.

Carinhoso beijo

Memória de Elefante disse...

Bonito este teu Silêncio!

E na fria lava da noite ensinas ao corpo
a paciência o amor o abandono das palavras
o silêncio.


Um beijo

mARa disse...

...Silencios gritam as vezes medo de amar, gritam lembranças,calam saudades...silencios inquietantes, igual as palavras caladas, dizem muito...

Poeta Amigo, tbm desejo muita inspiração nessa silenciosa piração que é nosso sentir.

beijos daqui, hoje choveu...

Madalena disse...

é bom não termos medo do silêncio.. há que souber ouvi-lo :)

beijinho, ÓPTIMO ano :))

Olavo disse...

O silencio me deixa é louco..
Abraços e otima semana

Luciana P. disse...

Gostei mesmo dessa mistura de emoções: sentimento e desejo, aliados num só corpo que, de uma forma ou de outra, integram o verdadeiro sentido do amor. Solêncio, essa palavra é mágia e muitas vezes nos diz muito mais que um milhão de palavras.

Beijos, poeta, aquecendo os motores com um texto gigante. Spo quero ver por onde vc vai começar, rsrsrs.

Luciana P. disse...

Saí de PC e estou no laptop, portanto, não repare os erros, o teclado anda com preguiça, por isso a omissão de algumas letras. Sou que nem a Tatinha, não corrijo o que escrevo, hahahahah...

romantic disse...

o amor aqui navega com suavidadeo romantic esta de volta ,te espero la!bjs!

Drika Cardoso disse...

Beijos amigo anjo, ótimo finzinho de semana.

Amiga do Cafa ( Celamar ) disse...

O silêncio quer dizer tanta coisa. Inclusive um lindo poema como o seu !

Muita energia positiva em 2010 !
Obrigada pela sua amizade.

Beijão

Abraão Vitoriano disse...

grandes poesias,
como de costume...

o amor nas suas trilhas é de qualidade grande!

abraços,
do homem-menino

Fátima disse...

Menino bonito, amigo querido, que silêncio é esse que ecoa em nossos ouvidos e nos toca a alma.
Assim pudéssemos viver apenas com os acordes desse eco!

Beijo seu coração, fique bem.

 
Web Analytics