domingo, 17 de janeiro de 2010

Fog In My Eyes
Olhando fixamente,
A harmonia da natureza,
Resumida numa gota de chuva,
Que desce sorrateira e displicente,
Por sobre a segurança de uma última folha verde no inverno,
Lembro-me de quando te vi chorar pela primeira vez,
Tão bonita e tão sincera,
Chorava pedindo abrigo,
Mais que histórias,
Um ombro amigo,
E num instante pareceu eterno,
Vieram primavera e verão, outono e,
Voltou o inverno,
E um vento insano se fez presente,
Arrancou a folha verde,
Num ato inconsciente,
Veio um nevoeiro,
E não mais te vi,
Hoje tão distante e,
Continuas por aqui.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

44 comentários:

Thomas Albuquerque disse...

Do sol de Ariel para o frio da solidão...

As vezes é bem bacana colocar um texto completamente diferente do outro na sequêcia das postagens..isso mostra o quanto nós poetas podemos explorar os nossos pontos de vista.

Bom Domingo

Felina Mulher disse...

A vida é assim mesmo, esse vai e vem constante!
Dias felizes pra ti moço bonito e fique com meus melhores sorrisos.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo Poema, o olhar* Só que o olhar fixo pode perder.
Mais que Palavras, o Gesto*
Beijos,
Bom Domingo,
Renata

Felina Mulher disse...

Voltei!
Esqueci de dizer que adorei seu post, vc é bom com as palavras, consegue expressar exatamente o que estou sentindo……Eu só queria dizer que é muito bom estar te seguindo, te acompanhando, torcendo por vc e vibrando com suas conquistas. Tenha certeza de que você, com sua música,seus poemas, faz a diferença na minha vida, pois a música está sempre presente dentro de nós, ela consegue expressar tudo aquilo que a gente quer dizer, mas não sabe como……por isso vc é uma pessoa tão especial pra mim. Quero te agradecer muito a atenção e o carinho que você tem por seus fãs,e eu me incluo nesse rol, isso te torna uma pessoa especial, muito especial…..Que Deus continue te iluminando sempre, para que vc continue iluminando também nossas vidas com teus poemas……Mil beijos desta fã que te adora…Felina.

Majoli disse...

Oi meu querido, que linda a neblina em seus olhos...

Amei sua poesia.

Beijos no ♥

Nany C. disse...

o sentimento de amor, quando entra no nosso coração, impregna na alma pnde nenhuma bruma pode apagar...

Beijos no teu coração Everson... Um big domingo pra ti!

MARIA L. BÓZOLI disse...

lindo texto meu amigo......Parabéns

Um abençoado Domingo prá voce

Beijos M@ria

louca esquizoffrenica disse...

O nevoeiro nos meus olhos.
Soberbo, sem palavras.
Domingo de luz
beijos

FOTOS-SUSY disse...

OLA EVERSON, MAGNIFICO POEMA...ADOREI LER TAO LINDAS PALAVRAS...QUE TENHAS UM EXCELENTE DOMINGO AMIGO!!!
BEIJOS COM CARINHO,


SUSY

Daniel Costa disse...

Everson

Inverno chegou, Inverno abalou, o coração ficou por aqui, a esperar o Verão, à espera de ti.
Como sempre li um bom poema.
Abraço bom Domingo de poesia!
Daniel

lagrima disse...

Everson, amigo meu, estás triste hoje, ´não gosto disso :((
Teu poema é um lamento, e belo! quem amamos parte e não parte sozinho, leva-nos o coração e como se isso não bastasse deixa-nos a sua pele colada na nossa!... Está sempre presente.
Adorei o teu poema!
Tem um excelente domingo, beijo grande amigo querido.

Lau Milesi disse...

"Fog" em seus olhos e " emotion" nos meus... ao ler suas lindas obras. Mais um parabéns e mais um beijo para o poeta talentoso.D+ seu poema!!!

caurosa disse...

Meu caro amigo Everson Russo, os olhos, a natureza e o amor juntos neste belo poema, parabéns.

Paz e harmonia em sua vida,

forte abraço

Caurosa

Sol da meia noite disse...

Infelizmente há um vento mais forte que a resistência da última folha verde...

Tristes versos que evocam tempos passados, perdidos na neblina do tempo... mas a poesia no seu todo, é de uma beleza ímpar.


Um bom dia de domingo e um beijinho amigo *
:-)

Luciana P. disse...

Aliar a natureza aos sentimentos é sempre bonito de se ver, ou melhor, de se ler, muito legal a sua poesia de domingo.

E sobre o seu comment no blog da Tatinha, a minha resposta foi essa:

"Hahahahaha, só o Everson mesmo, chutar um copinho de iogurte, e ele ainda conta como um grande feito, hahahaha, que inveja! Queria mesmo ser assim. Chutar um copinho de iogurte e pensar que foi uma grande coisa. Será que se eu contar pra ele que "copos arremessados na parede", "pratos no chão" e "falar aos gritos" são bem mais "aliviantes", ele acredita? Menina, faz um bem danado, dá uma sensação de alívio sem igual, rsrsrs. Tá, é só de vez em quando, não é sempre, mas adoro me "aliviar", quando estou com raiva...hahahahaha...! É isso!!! Gostou???


Beijão de domingo

meus instantes e momentos disse...

bom domingo.
belissimo post. Muito bom
Abçs.
Maurizio

lita duarte disse...

Oi, amigo.

O tempo que passou não volta.
Mas a vida se renova.

Beijos.

Layara disse...

Meu lindo, se te faz bem saiba que aqui tbm a nevoa esta no inverno dos meus olhos, e vejo a gota que desliza da copa a raiz, molha saudades, e as flores da primavera se queimaram no calor escaldante do verão, ja o outono se antecipa no amarelo das folhas na rua, será inverno na minha alma...
Tua poesia me faz refletir sempre...
choveu muito essa madrugada fiquei, ouvindo a voz da chuva, depois eu conto.

Bom domingo, Lindo desse Horizonte, beijos daqui.

pra terminar a musica ta linda, vamos dançar! rsssssss

Ana Cristina Quevedo disse...

Penso que o amor é isto: dar abrigo ao coração machucado, em toda sua plenitude, e de boa vontade!

E somos troca: o coração do outro assim permanece em nós.

Beijo, meu querido!

Luciana P. disse...

Hahahahaha, rolando de rir, estou aqui, feito uma louca, rindo pro computador, "rolaria com o copinho de iogurte no chão, é" hahahahaha, só vc mesmo. Enforcaria o copinho? Hahahahahaha, sem palavras, até te respondi, contei pra Tatinha sobre o seu comment e não consigo me controlar quando lembro da história...

Maria Bonfá disse...

oi querida saudade.. a minha tempestade está demorando a passar

Voltou o inverno,
E um vento insano se fez presente,
Arrancou a folha verde,
Num ato inconsciente,
Veio um nevoeiro,
E não mais te vi,

esse inverno que congela tudo a arranca todo verde da esperança é cruel meu amigo. lindo poema.. aliás tudo o que vc escreve é lindo..sou sua fã.. beijo..beijo...beijo..

paula barros disse...

Everson, gostei. Gostei poderia resumir tudo, mas parece pouco diante da beleza que você escreve.

Sentimentos, pessoas, que veem, entram na nossa vida, e passam toda as estações, e continuam brotando mesmo quando estão inverno.

beijos no seu coração poético, e abraço em você.

Adolfo Payés disse...

Poeta leerte es un lujo siempre.. gracias por entregarnos tus hermoso versos..

Un abrazo
Saludos fraternos..

cantinho she disse...

Oie, já tô por aqui, nossa e amei esse também...rs
Beijinhos!
She.

Delirius disse...

amigo, venho dar um beijo em voce e desejar resto de domingo feliz :))

Elaine Barnes disse...

Passar um momento tão marcante,presenciar uma lágrima cair e não ver mais. Falar desse momento com tanto amor e ternura mostra que o coração é atemporal. Lindo domingo pra você amigo. bjão

Elaine Barnes disse...

Passar um momento tão marcante,presenciar uma lágrima cair e não ver mais. Falar desse momento com tanto amor e ternura mostra que o coração é atemporal. Lindo domingo pra você amigo. bjão

malikinha disse...

Adorei, parabéns!

Bandys disse...

Não preciso tomar cuidado com meu namorado.Ele é super gente boa.. kkkkkk Que isso ficou louco??

Todo nevoeiro passa.Quando o sol bate na sua janela..ou nos seu olhos.

Beijos
uai qual a diferença do rosa pros outros?

Paz!

Unseen Rajasthan disse...

Beautiful Words and fantastic shot !! Thanks for sharing..

Amizade disse...

O Farol está em festa. É o seu 1º Aniversário.

Teríamos muito gosto que lá passasses para confraternizar connosco e recolher o selinho.

Beijinhos

http://nuestramizade.blogspot.com

Juliana Carla disse...

Olá amigo

É com imenso carinho que trago ao seu cantinho o mérito “Blog de Ouro”!
Passe no Braille da alma e retire o seu mimo querido.

Ótimo domingo para ti.

Bjuxxx e xerooo

BANDEIRAS disse...

Oi amigo,

Tempestades são perigosas, pois não sabemos o que ela traz e o que elas levam. Mas sabemos que deixam sequelas.

Amigo, aqui em Recife chove e tempo nublado o dia todo.
Só nos resta bloggar !

Mega beijo prá ti

Pelos caminhos da vida. disse...

DESEJO DE TUDO...
UM POUCO !

Sensibilidade ...

Para não ficar indiferente
diante das belezas
da vida ...

Coragem ...

Para colocar a timidez de lado
e poder realizar o que tem vontade.

Solidariedade ...

Para não ficar neutro
diante do sofrimento da humanidade.

Bondade ...

Para não desviar os olhos
de quem te pede ajuda.

Tranquilidade ...

Para quando chegar ao fim do dia,
poder deitar e dormir o sono dos anjos.

Alegria ...

Para você distribuí-la,
colocando um sorriso no rosto de alguém.

Humildade ...

Para você reconhecer
aquilo que você não é.

Sinceridade ...

Para você ser verdadeiro,
gostar de si mesmo,
e viver melhor.

Felicidade ...

Para você descobri-la dentro de você
e doá-la a quem precisar.

Amizade ...

Para você descobrir que,
quem tem um amigo,
tem um tesouro.

Esperança ...

Para fazer você acreditar na vida
e se sentir uma eterna criança.

Sabedoria ...

Para entender que só o bem existe,
o resto é ilusão.

Desejos ...

Para alimentar o seu corpo,
dando prazer ao seu espírito.

Sonhos ...

Para poder, todos os dias,
alimentar sua alma.

Amor ...

Para você ter alguém para amar
e sentir-se amado.

Para você desejar tocar uma estrela,
sorrir para a lua.

Sentir que a vida é bela,
andando pela rua.

Para você descobrir que
existe um sol dentro de você.

Para você se sentir feliz
a cada amanhecer
e saber que o amor
é a razão maior para viver.

Mas, se você não tiver um amor,
que nunca deixe morrer em você,
a procura.
O desejo de o encontrar.

Tenha de tudo, um pouco...

E SEJA FELIZ!

Boa semana para você!

beijooo.

Desnuda disse...

Lindo demais, querido amigo!

Carinhoso beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Quando se guarda alguém no coração, esse alguém nunca morre.
Forte abraço amigo

Daniela Figueiredo disse...

Este poema lembrou-me da peça que assisti ontem, na Casa de Cultura Mário Quintana (não ria com o nome da peça: Como Agarrar um Marido Antes dos 40), em que a personagem coadjuvante aconselhava a mocinha a não se envolver com homens recém separados, para não tornar-se band-aid. Este, quando a ferida é curada, é colocado fora. Não é romântico o ditado, mas é profundo. Depois do ombro amigo, trazendo a primavera, chega o inverno. Nunca mais a viu, a ferida foi curada.
Beijos, Everson! E uma ótima semana pra ti!

HSLO disse...

A natureza é bela assim como seus escritos.


abraços


Hugo

Sandra Botelho disse...

O nevoeiro levou a folha embora
E agora teu coração chora
Mas uma suave brisa vai lhe trazer uma flor...
E novamente se entregarás ao amor!
Lindo demais...
Bjos querido!

MARIA L. BÓZOLI disse...

Olá amigo!

lindo texto.....como sempre rsrs

Purifica o teu coração
antes de permitires que o amor entre nele,
pois até o mel mais doce azeda num recipiente sujo.

Pitágoras.

Amor e paz nesta semana.....Bjs!

Se7e/5 disse...

Como bem se sabe, muito do que parece não é, não é verdade?

Pois é, por isso e seguindo os temas delicados que a situação exige, o se7e/5 pretende abordar o problema da maneira mais séria possível. Sei que não é fácil e, para dizer a verdade, reconheço que é uma tarefa fodida e até muito perigosa mas, como dizia o "outro", alguém tem de a fazer. Não pense caro/a amigo que aqui o se7e/5 não ponderou , apenas, num assomo de desejo, partiu para a conquista e só porque a menina blogosfera estava com as perninhas bem escancaradas resolveu F..-la. Não, apenas enfrentar a "coisa" de frente sem medo do bicho nem da bicha ou bichona. Os temas devem ser tratados de maneira séria e responsável e não podemos (conto com vocês) deixar que a loucura invada as mentes mais desprevenidas. Nossos amigos e, principalmente as amigas, essas boazonas,devem ser protegidas do bicho papão, esse cabeção que tenta por todos os meios enfiar-se em tudo que lhe cheira a buraquinho acidoso. Tal como o nosso querido amigo e muito estimado J.W.Bush muito bam disse, "quem não está por nós, está contra nós". Aqui o se7e/5 diz que a esse W só lhe faltava o C, e deviam era empacotá-lo por trás e a seco, mas como isso não vem a propósito, e para finalisar que se faz tarde, quero deixar bem claro que não estou com ninguém e eu próprio estou contra mim e só por isso concordo comigo e tudo farei para que vocês, meus prezados amigos leitores, assumam a mesma atitude e vice-versa.

Andresa disse...

O nevoeiro passa, o inverno vai embora, o sol volta a brilhar e as folhas começam a nascer... e lindas paisagens vão se formar.
Bjs
Andresa

Pena disse...

Olhe, Admirável Poeta Amiga:
O seu poema é muito belo.
Sabe, fico-me por aqui: Não posso ver a chorar uma mulher, acredite?
Sensibiliza-me. Comove-me? Tanta beleza ali ao acaso a chorar? Impensável.
Parabéns pelo poema.
Abraço forte de uma amizade sincera pelo seu talento fantástico.
Sempre admirá-lo


pena

Anônimo disse...

I don't think I'm losing the monitor, it's a fairly new laptop designed for Windows XP by Dell. I'm renting to own it and before I'm done paying it off I want to make sure nothing is wrong with it. I don't use up a lot of space more 2/3rds of the hard drive memory is still available. No viruses ect. The laptop tends to get hot, so I have an icepack wrapped in plastic to keep it cool and protect against moisture. It's doing a great job at keeping cool. So if anyone has any suggestions as to what it is and what I should tell the ppl at RAC, I'd like to know what. Refs preferred. [url=http://gordoarsnaui.com]santoramaa[/url]

 
Web Analytics