domingo, 24 de janeiro de 2010

Vestígios na Varanda
Enquanto pulsar o coração,
O corpo vai seguir em frente,
Inerte o sonho e o olhar,
Como uma flor jogada no chão,
Acolhida por um sereno de chuva,
Fria,
Fiel,
Mas de cristalino amor,
Ela toca o inconsciente mundo
De um pesadelo sem fim,
Sem fim como o céu,
Sem fim como o ar,
Olhos tristes surpreendem o primeiro brilho
De uma pequena estrela,
Pequena a limitação dos olhos,
Mas intensa em amor e amizade,
Fidelidade capaz,
E que de muito longe vem para lembrar,
Que os vestígios deixados naquela varanda,
Eram de uma história
Que tinha data e hora para acabar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

32 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Enquanto pulsar o coração! Amei!
+ 100 + palavras*****************
Beijos Rêloirinha para vc**********
Lindo Domingo!

Nany C. disse...

Cada vez melhor...
esse foi escolhido a dedo? rsrs
Lindo, lindo!!

Beijos poeta, meu amigo, no coração!
Um ótimo domingo pra ti!
Fica com Deus viu menino!! rsrs

Lady disse...

Lindo, belo, mágico e maravilhoso como sempre...
Tenha um delicioso domingo.
Beijo no coração

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Espero que minha data e hora pra acabar ainda n tenha chegado...bjão.

Sonhadora disse...

Everson
Lindo como sempre...inspiração e sensualidade à solta.

beijinhos
sonhadora

Adolfo Payés disse...

Bellisimo como siempre poeta.. nos acarician tus versos siempre..

Un abrazo
Saludos fraternos..

Garota Misteriosa disse...

É o ciclo natural das coisas, tudo que começa acaba. Será?

Eu penso que tudo que começa, não acaba, só temos um pequeno intervalo, para respirar analisar e recomeçar.

Abraços:)

Daniel Costa disse...

Everson

Ao ler poemas, como este que apresentas, ao ver a imagem, surgem na memória certos epísódios da vida. Adiante, gostei muito do poema, outra outra coisa não é possível no teu pedaço. A imagem do nú feminino é muito feliz.
Abraço poeta
Daniel

carol sakurá disse...

Lindo!
E como juntar os mil pedaços espalhados pela varanda?

Bjs!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigão
Talvez, lembranças de um amor jogadas ao chão.
Um ótimo domingo para você
Abração

Felina Mulher disse...

Mais um poema teu Everson... como só mesmo tu sabes fazer. a tua escrita é inconfundivel naquilo que ´descreves e eu não consigo parar de ler...fico aquiesperando mais um poema teu!Acho que todos devíamos saber que tudo na vida, tudo, tem hora e dia para acabar.

Um cheiro bem gostoso...pois hj é domingo!

paula barros disse...

Everson, bom dia!


...enquanto pulsar o coração, temos que inventar e reiventar a nós mesmos, para dá vida a vida e seguir.

...outras histórias estão sempre começando, todos os dias, em todas as janelas...é só abrir a janela do coração e deixar o brilho que pulsa sair...o brilho entrar...


beijo, fica com o meu carinho.

ღ☆PaTi☆ღ disse...

Entendo que tudo em relação ao amor adormece, não acaba. Dar continuidade é apenas uma escolha. Todos que passam por nossas vidas não morrem, adormecem. E na sua poesia, o amor está em sono profundo. Pode despertar ou iniciar um outro amor. Mas o importante, são as boas lembranças.. os melhores sentimentos. O restante que pode fazer mal deve ser descartado.
Bravo Poeta!!
Beijos.

HSLO disse...

Intenso demais.

te desejo um ótimo final de semana.



abraços




Hugo

Luciana P. disse...

Gente, não entendi a sua poesia de hj... Será que a cervejinha de ontem ainda está fazendo efeito? Hahahahaha, cara, tô zoando, entendii, sim... Fala de lembranças, reminiscências, algo importante da vida que veio e já foi... Data e hora pra acabar tudo tem... Infelizmente. Não somos eternos, nosso amor também não, nossas virtudes também não.
É isso que me fez pensar.

Beijos de domingo, com sol até agora, e chuva daqui a pouco.
Janeiro em Floripa é assim, masi chuva do que sol. Pobres dos turistas, hahahahaha...

Juliana Dias disse...

Fiquei sem fôlego.

Lindo!

Pena disse...

Estimado Poeta Amigo:
Fez um notável e perfeito versejar repleto de encanto e maravilha.
Como não poderão gostar de si e do que escreve, todas elas?
Brilhante. Extraordinário.
Parece que a poesia chega até nós pela beleza do seu sentir fantástico.
E, todas as lindas musas adoram, haverá dúvidas?
Sou homem, muito homem e gosto.
Nutro imensa consideração pela sua sensibilidade, sabia?
Abraço de amizade sincera.
É notável.
Com respeito e admiração constantes.

pena

Bem-Haja, sensível poeta do amor.
Perfeito sentir enorme!

Uma aprendiz disse...

Olá, querido poeta

Lindo, demais.
Parabéns!

Se me permitir, quero postá-lo no meu blog. Hoje postei um poema da Ava, e antes um do Sibarita.
Passe por lá e comente.

Bom domingo.

beijos, de sua amiga que o estima muito

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

"Enquanto pulsar o coração..."

Pois não é ele o guia de todas as nossas ações?

Bom domingo, Everson

Beijo

=)

Thomas Albuquerque disse...

A amor jamais tem hora pra acabar.

boa semana.

Lou Witt disse...

Lindamente triste, como todo o amor com final predestinado.

BeijO

Sandra Botelho disse...

Não acredito que tudo tenha dia e hora para acabar...
Principalmente quando falamos de sentimentos, eles geralmente vão e vem, até que se tornam mais leves e ficam em algum lugar dentro do nosso coração, lá onde eles já não nos ferem mais...
Como uma brasinha, que ao menos sopro, se reacende.
Acho que nós é que não sabemos ainda perpetuar um amor, a dois.
E é incrivel que sozinho, guardado em nós, ele é eterno.
Lindo poema, de uma delicadez e sensibilidade que somente vc seria capaz de descrever.
Bjos poeta,

Felina Mulher disse...

Pois então...acredite em teu anjo, ele sabe o que fala e o quanto tu vale!Eu sinceramente vejo uma estrela brilhando...o nome da estrela?...vc sabe!

Cheiros.

cantinho she disse...

Lindoooooooooo!
Amei de verdade!
Beijinhos!
She

Memória de Elefante disse...

O pulsar de um coração é sinal de vida.A esperança nos impele na busca de ser feliz.

Um beijo

Desnuda disse...

Lindo querido poeta. Enquanto vida, há amor.


Carinhoso beijo.

FOTOS-SUSY disse...

OLA EVERSON, MARAVILHOSO POEMA...MUITO SENSUAL...QUE TENHAS UMA BOA TARDE DE DOMINGO AMIGO!!!
BEIJOS COM AMIZADE,



SUSY

Bandys disse...

Com data e hora somente Deus pra comandar,

Lindo poema.

Beijos

REGGINA MOON disse...

Everson,

Como uma flor jogada no chão,
Acolhida por um sereno de chuva,
Fria,
Fiel,
Mas de cristalino amor(...)

Maravilha!!Lindo verso...

Ótimo início de semana!!

Beijos,

Reggina Moon

Bandys disse...

A Beth não balança o meu amor...
To por fora..

Só sei que Ele, "THE BEST" catava magnificamente bem...


Boa madrugada!

Beijos again

Mary Help disse...

Uma semana repleta de amor, felicidade e alegria pra vc! Adoro quando vc me visita, é sempre bom ver os amigos por lá...beijinhos no seu coração, Mary Help!!!

Deusa Odoyá disse...

Olá meu lindo!!!
Enquanto existir vida , existirá sempre a esperança de um novo amanhecer, de um novo e pleno amor.
Um doce poema.
O resto concordo com a nossa querida e iluminada amigaDesnuda.
Beijinhos meu lindo sonhador.
Regina Coeli.

 
Web Analytics