domingo, 16 de dezembro de 2012

Dor
Dor
De onde você vem?
Pra onde você vai?
O que é que você tem?
Que não me deixa em paz. 
 
By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

27 comentários:

✿ chica disse...

Profunda dor em poesia! abração,chica,lindo dia!

Rita Freitas disse...

Pois é, a dor faz parte da evolução humana.

beijinhos

Daniel Costa disse...

Amigo Everson

Vai embora dor, em mim quero todo o espaço a dar lugar ao amor.

Abraços fraternos de bom Domingo

Wanderley Elian Lima disse...

É tem hora que ela não dá um tempo.
Tenha uma linda semana
Abraço

Sónia M. disse...

Essa dor que aparece sem aviso prévio e que parece nunca mais nos largar...
(mas um dia, ela some)

Bom domingo, Everson.
Deixo um beijo
Sónia

Rute disse...

Meu querido as vezes a dor nos mostra que ao passa-la enxergamos o que antes não queriamos ver.
Bjs, ótimo domingo

edumanes disse...

Esta foi a resposta que o Bocage, deu a um indivíduo que lhe apontou uma pistola quando de noite o encontrou na rua!

De onde vens e para onde vais
Venho do café Nicola
Irei para o outro mundo se tu disparares essa pistola!

Bom domingo para você,
meu amigo Everson,
uma abraço
Eduardo.

Rô... disse...

oi meu amigo,

e as vezes ela dói mesmo,
nada consegue evitar...

beijinhos

Kellen Bittencourt disse...

Sai dor, sai dor, que esse corpo não te pertence! rsrs tomara que seja só uma poesia amigo! ótimo domingo! Abraçoss

Vera Lúcia disse...


Olá poeta,

A dor quando chega parece extensa e demorada demais para quem a sente, mas ela nunca fica por muito tempo em um só lugar (ainda bem, né?)

Ótimo domingo.

Beijo.

Assis Freitas disse...

e ela fica,



abraço

Flor de Lótus disse...

Bom dia,Everson!Acho que a dor faz parte da nossa trajetória ela sempre vai nos acompanhar às vezes ela dói mais outras menos,mas sempre dói.
Um ótimo começo de semana!
Beijosss

Rain disse...

Meu amigo! Como a dor se enrola à nossa volta e nos embala nos braços. Por vezes sem que nos faça falta nenhuma senti-la. Beijinho Everson. Bom Domingo

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Bom fim de semana para ti também.
Não se esqueça de comentar meus textos escritos pois como escritor e artista que tú és, e gosta de incentivo e elogios,eu também gosto.
É bastante desagradável quando as pessoas ignoram o texto escrito e usam o blog apenas como rede social.
Para isso existem várias redes sociais com esse fim.
abraço

Magia da Inês disse...

★ ♫♫

Ah, se houvesse um analgésico para as dores de amor!...
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil

❊..(
✿.(,)
❊|::::|.☆¸.¤ª“˜¨
✿|::::|)/¸.¤ª“˜¨˜“¨
❊|::¸.¤ª“˜¨¨˜“¨
✿%¤ª“˜¨¨☆☆☆☆
❊#ª“˜¨ ☆☆☆☆☆

© Piedade Araújo Sol disse...

poema triste!

bom domingo!

beijo

Anônimo disse...

Poeta...

Lindo, lindo, lindo... mesmo que nele esteja a dor...

Adoro os pequenos, dizem tudo com tão pouco!!...

Bacio blu...

(Ainda estou de mal...)

Majoli disse...

Pois é meu amigo, ah quem nos dera entender o porque da dor...triste poesia.

Beijos com muito carinho.
Boa tarde de domingo pra você.

Bandys disse...

Ah Everson, deixa ela então... larga ela por ai..

Ja cheuguei, vou responder emails...

Uma semana de muita alegria pra vc; sem dor ok?

beijos

Ailime disse...

Boa tarde Everson que lindo poema! A dor ou as dores são tantas. Quem não as teve ou não tem? Deixemos que a poesia a envolva e ajude a minimizar. Beijinhos e continuação de um bom domingo. Ailime

LUZ disse...

Oi, meu "amor"!

Essa dor só vai desaparecer, quando você vier para Lisboa,
cinzenta, chuvosa e fria.
Assim, você e sua amada, e sob a cumplicidade da lua, só irão sentir amor.
Dor, é uma palavra, que não fará mais parte do vosso dicionário.

Resto de bom domingo, com amor.
Beijos da Luz, com ternura.

PS: amanhã, gostaria que você postasse um poema bem sensual, corpóreo, mesmo. Sim?

MARILENE disse...

Ao lado dela caminha a alegria, para que possam se alternar e motivar a vida. Bjs.

Blue disse...

Confesso Poeta Mineiro,
que a minha dor de hoje,
nada tem a ver com tua linda poesia,
mas é fruto de pura inveja,
mas sei que isso passa,
pois se hoje eles a taça levantaram,
foi por merecimento,
mas tudo que sobe,
certeza temos,
que um dia cai.

Abraços azuis iguais a do Chelsea que a cor azul não honrou...

lis disse...

A dor do amor... Everson
soube dar o tom do cansaço de um amor que vem e vai incomoda e faz sofrer,
não quero pra mim, tá? rs
grande abraço e boa semana

Nicast disse...

Gostei disso:
O que é que você tem?
Que não me deixa em paz.

Será Carência?
Bjo.

Machado de Carlos disse...

A dor, um remédio para a alma. Chegará outra alma com o lenitivo necessário para a extirpação da dor; ás vezes o tempo é o remédio seguro!

Severa Cabral(escritora) disse...

BOA NOITE MEU PRÍNCIPE DAS LETRAS !!!
ATÉ NA DOR O POETA ETERNIZA SEU POETAR...
BJSSSSSSSSSSSS

 
Web Analytics