segunda-feira, 22 de junho de 2009

Eu Perguntava Pra Lua
Eu perguntava pra lua
Porque ela tinha que ser
Tão linda assim
Eu perguntava pra lua
Porque os meus desejos
Eram todos de amor
Eu perguntava pra lua
Porque tudo que é bom
Trazem-nos tristeza e dor
Eu perguntava pra lua
Porque as madrugadas eram frias
Onde foram parar os meus sonhos
Minhas canções e poesias
Eu perguntava pra lua
Por qual caminho ela seguiu
Porque não olhou para trás
Em qual horizonte sumiu
Eu perguntava pra lua
Onde andarão meus amigos
Que um dia me ofereceram a paz
Que hoje distantes de tudo
Já não me julgo capaz
Eu perguntava pra lua
Que silenciava no céu
Lua amiga responda
Faça-me seu brilho fiel
Eu perguntava pra lua
Que um dia ela me respondeu
Esqueça o passado e destranque
As portas para o futuro
Faça do novo amor a poesia
De um iceberg um porto seguro.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

12 comentários:

Nanda Assis disse...

muito lindo. vc é um poeta maravilhoso de sensibilidade aguçada.
adorei.

bjosss...

Nilceu disse...

Olá, amigo, passo para rever seu lindo espaço (sempre aconchegante e criativo), agradecer sua visita ao Arraial e desejar-lhe uma semana hiperfeliz; N

Majoli disse...

Meu querido, primeiro quero te desejar uma linda semana, cheinha de muita paz.
Quanto à essa linda poesia, saiba que eu namoro a lua nas madrugadas, vivo a fazer tantas perguntas à ela e sei que um dia ele me responderá, tenho fé.
Beijos no coração meu amigo.
Fique com Deus.

A TODAS AS MARIAS... disse...

ah nao do iceberg nada, q o iceberg se derreta e vc corra para a praia,e la,sim,encontre seu porto seguro!!!!

ótima semana!!nao dormi essa noite,to cansada!!!
agora vou estudar né, é a vida,monografia,etc...se cuida!!bjs

lane

Ariana disse...

Sabe-se lá, poeta, por que o amor tem que trazer dor e tristeza?
Isso eu também não entendo. Acho que nós, seres humanos, somos complicados demais. Tornamos as coisas mais difíceis do que realmente são e parece que gosatamos de colocar sal no sonho.

Beijos e boa segunda!


PS: Ah, e não gosto de inverno, viu, nem adianta argumentar, rs.

Bandys disse...

Everson,
Lindo!
Beijos
PS: meu amor recebeu todos recados e beijos se era isso que queria saber...

Dora disse...

Pois é.

'tudo que é bom
Trazem-nos tristeza e dor'

Antes eu tinha medo disso. Hoje nem tanto. Mas é uma verdade.

Cheiro grande.

*obrigada pelos votos do bom fds. Boa semana pra você*

Garota Misteriosa disse...

Este seu poema caí perfeitamente nisso:
"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim." Chico Xavier

Isso reflete demais sobre as questões do nosso dia a dia, devemos sim olhar para trás, mas com um olhar de: Será que até agora eu tenho tentando ser melhor que ontem?
E olhar para frene com o seguinte foco e/ou meta: Amanhã serei melhor que hoje!

Lindo poema, a Lua como sempre nos faz ter muitas inspirações belissimas ao seu respeito. Obrigada pela visita em meu blog e pelo comentário.

Abraços Brenda/Garota Misteriosa

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO EVERSON, FIQUEI SEM PALAVRAS PARA COMENTAR TÃO SUBLIME POEMA... ENTROU NO MEU CORAÇÃO MEU AMIGO!!!
ABRAÇO-TE COM CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Blue disse...

Olha meu amigo poeta mineiro cruzeirenze!

Eu já não sei mais o que devo fazer para a Lua me dar a resposta, me indicar o que devo fazer. Dói apenas. Ou como escreveu nossa amiga Ariana: somos complicados demais.

E que a lua e as estrelas iluminem o céu de BH nesta quarta...

Abraços

Sergio Ricardo Ferreira Junior disse...

boa tarde !!!

é bonita a poesia...

abraço fica com DEUS...

paula barros disse...

Eita, poeta, nem pode reclamar tanto, na falta de um amor a lua conversa com você, lhe responde, e até orienta.

"Esqueça o passado e destranque
As portas para o futuro
Faça do novo amor a poesia
De um iceberg um porto seguro."

Essa lua além de sábia, é poeta também, e agora já sei porque ela não quer conversa comigo, acho até que ela anda de paquera com você. Que lua danadinha. E eu sou tão ciumenta que já estou olhando atravessada para ela.

Mas diga a D. Lua, que não vou mais nem falar com ela, que achei muito lindo o que ela disse, e tem muita serventia para mim também.

beijos

 
Web Analytics