sexta-feira, 12 de junho de 2009

O Que o Coração Não Entende a Madrugada Explica
Abraçado a solidão do travesseiro
Companheiro e confidente de amor
Tantas lagrimas ele já enxugou
Tantas vezes compreendeu a minha dor,
Na ansiedade das horas
Sem saber se o amor chega se vai ou se fica
Na loucura de quem procura o equilíbrio
O que o coração não entende a madrugada explica
Explica no silêncio sarcástico dos seus sons
No brilho das estrelas que encantam
Ou na escuridão que também tem seus tons,
Explica quando a lua assim como o coração falta um pedaço
Pedaço esse que está distante no seu abraço
Na busca insana da linha do horizonte
Que requer imaginação e assim como o sol
Está sempre atrás de um monte,
Decifra uma gota de chuva que louca colide com o vidro da janela
Seria insensatez a busca de um beijo
Ou seria o meu desejo displicente pela beleza do corpo dela,
Escorre como uma lagrima do seu rosto
Num sentimento sem fim
No desejo que não tem mais lógica de ter você pra mim,
Eu trago na paz minha loucura
Feito óleo na água que não se mistura
Eu trago meu amor do infinito
E dele faço o sentimento mais bonito,
Mas tudo isso é sonho
É utopia e madrugada
Logo a manhã chega e eu não consigo ver mais nada,
Só me resta chorar outra vez
Escrever em minha pouca lucidez
Todos os poemas que no fim não valem de nada
Pois o que o coração não entende
Quem explica é a madrugada.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

11 comentários:

Nany C. disse...

Um ótimo feriado prolongado...
Feliz dia dos namorados a vc também!

Blue disse...

A madrugada expica...
o travesseiro molhado...
com as lágrimas que escorrem...
de olhos que amam!

Um bom dia poeta Everson.

Ariana disse...

Lindos versos... inspiradores para o dia de hoje...

Beijos, poeta!

Majoli disse...

Meu querido, nessa última madrugada meu travesseiro serviu de apoio às minhas lágrimas, meu coração num descompasso tão triste não deixava meu corpo relaxar pra assim o sono chegar e pelo menos durante ele as amarguras fazer aliviar.
A madrugada se foi...
E o dia amanheceu tão triste, parece que ele compartilha da dor que em meu peito insiste em morar.
Beijos doces no teu coração.
Tenha um dia de paz.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Everson.

Chorar limpa a alma. Mas não pode ser em demasia, senão vira enchente e isso a gente não quer. :-)

Embora triste é um lindo poema. Escrito com a alma e o coração. Como tudo que escreve. LINDÍSSIMO!




UM MARAVILHOSO DIA DOS NAMORADOS!




Se quiser tem mimo de namorados esperando por você.




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Vilminha disse...

Oi querido Amigo, saudades de vir aqui e de ler os seus poemas, muita coisa linda na verdade um show como sempre. Hoje acordei e resolvi tomar um remédio porreta pra dor e té acho que devo estar com o organismo acostumado ou vicado porque agora ele nem me faz mais dormir. Aí resolvi digitar um pouco e seja o que Deus tiver reservado para mim, depois eu pago o preço que me cabe, mas com muito prazer de ter vivido o dia de hoje comos amigos e familiares, pois cosidero cada dia de cama como um dia inútil pra mim e um dia em que apenas sobrevivi a mais um dia de dor. Mas hoje quero desejar que naquela esquina que vc um dia vai dobrar o amor da sua vida, aquele que Deus já reservou pra vc em suas bençãos especiais te complete e encha de amor, alegrias, paz tanquilidade, desejos alcançados porque a busca um dia acaba e ela chega em bençãos já concdida para a hora certa e momento exato. beijos amigo e que todos os seu dias sejam e bençãos. E obrigada por estar sempe aqui com esta confiança na vida e no amor do próximo. Bjs e que todos os dias sejam felizes como aqueles quando se encontra e torna a encntrar o Amor da Nossa vida.

Mario Neves disse...

Meu caro amigo e poeta Everson! Você uniu neste poema dois elementos conhecidos de todos que amam e que por um ou pelo outro, ou por motivos que nem o amor explica não conseguem viver o romance de amor. Quem não tem a felicidade de um amor correspondido sabe bem o que um travesseiro representa e entende como ninguém cada segundo de uma madrugada.
Lágrimas na madrugada escrevem nos travesseiros verdadeiras obras-primas, poemas de dor, mas inspirados em amor.Amigo nestes versos não sei se fala por você, mas por certo fala por todos não encontram guarida nas flechadas erradas do maroto cupido.Enfim amar é algo bom até quando não da certo o importante e desabafar e não deixar a alma se tornar amarga. Amar é divino sobre toda e qualquer circunstância. Saudações Poéticas - Mario Neves.

paula barros disse...

Madrugadas, amores, perguntas sem respostas, saudades, olhares para a lua, ver o dia amanhecer, ouvir música e lembrar, sentir a presença, o querer sempre presente.

Felizes os que sabem escrever poemas com todos esses sentimentos e muito mais. Felizes os que sabem cantar suas dores. Assim além do travesseiro, tem outros mecanismos para extravasar. E alcança outros corações que andam sozinhos nas madrugadas, durante os dias, e no início das noites....


um final de semana de muito carinho para você, beijos na alma.

Anna e Cesar disse...

A madrugada explica o que o coração não entende... O travesseiro é a única companhia, além dos pensamentos, ele guarda em segredo as lágrimas derramadas!!
Cada poema seu supera o anterior e venho aqui justamente quando eles dizem muito para mim...
Beijos, tenha uma linda noite dos namorados, amigo... Que hoje seu travesseiro seja testemunha apenas dos momentos de amor vividos...rs
Tenha um excelente final de semana, Deus com vc, poeta querido!

Anônimo disse...

Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão, que o AMOR existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que tudo valeu a pena para nós ,oferecemos nosso presente esta na sala ,estamos de volta beijos das Unidas ...Amamos vc .
www.unidas.pelo.amor.zip.net

Pluma Roja disse...

Buen inicio de año, leyéndote. Preciosos versos.

Espero que podamos leernos como siempre en el 2010.

Saludos cordiales desde Guatemala.

Un beijo.

 
Web Analytics