terça-feira, 27 de julho de 2010

Flores na Escuridão
Era um quarto vazio
Mais parecia um porão
Poeira por todos os cantos
Louca e insana solidão
A luz não acendia
Não havia motivo de paz
Você ali não mais se despia
Tudo que escrevemos
E sonhamos ficou pra trás
Corri pra abrir a janela
Aproveitar a claridade do luar
Raios de uma lua calada
Que entendia o meu jeito de amar
Quando enfim abri a janela
E do alto da imensidão
No quarto adentrou a claridade
Como um afago ao meu coração
Sobre a mesa um retrato
E uma poesia ainda sem fim
E num jarro flores renasceram
Perfumando o amor dentro de mim
A poeira foi levada pelo vento
O meu peito se encheu de emoção
Deixei pra trás o meu fiel tormento
Olhando aquelas flores na escuridão
Como o amor elas resistiram
De viver não desistiram jamais
O amor vem aos corações que permitiram
E na imensidão da solidão da lua
O meu sonho nunca se desfaz
Entre a lua e via pontos brilhantes
Cintilantes como o seu olhar
Eram raros e perfeitos diamantes
Que lapidavam um coração a amar
E do sonho sereno eu acordei
Revivi seus beijos nas rimas que busquei
Já era sol e não havia mais a lua
Mas a esperança já morava em algum lugar
Seja ele distante ou na minha rua.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

36 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Na sua rua, na porta ao lado. Lindo!
Um beijo querido.
Bom Dia.
Renata

mARa disse...

...A rua hoje calada
traz ecos de uma saudade
e dentro de Nós um quarto empoeirado
do tempo que passou urge abrir as janelas olhar a Noite que mesmo escura está convidando aos sonhos...

(estou folheando esse Livro que Amo)

Bjos daqui, saudades Anjo!


(estou voltando dos horizontes distantes dos sonhos pra realidade do Amor)

M@ria disse...

O que dá valor à minha poesia
Não é a página que ela enfeita,
Mas é a paz que propicia
Quando enche de alegria
O peito de quem dela aproveita.

Eduardo De Paula Barreto


Feliz Noite...Beijos na alma!!

Daniel Costa disse...

Everson

Magnífico poema, quando há amor até na escuridão podem ser vistas flores. Está ao rubro a imaginação.
Abraço fraterno

Luís Coelho disse...

A escuridão da falta de amor, a solidão que enche o de vazio a alma dos poetas deu aqui um poema com alguma musicalidade.
As flores e o luar vão amenizando essa dor.

Pat. disse...

Meu querido Everson, o Amor é capaz de iluminar até os momentos mais negros e tristes.

Um beijo com carinho.
Esta semana não poderei voltar para comentar e deixo um beijo.

Secreta disse...

Depois da Lua o Sol, e depois do Sol a Lua, e o Amor e a Esperança , sempre!
Beijito.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Buscar e encontrar flores na escuridão. Dom do poeta. Encontrar alento nos versos. A esperança mora ao lado sim, na rua do poeta e resiste como as flores. O amor vem sim a quem permite e busca flores, mesmo na escuridão. Poema gostoso. Um abraço

Carlos Augusto Matos disse...

Belissimo poema meu caro... Mas o amor é forte como o sol... Ilumina qualquer lugar sem luz...

Sabe que este fds estava viajando e levei seu livro pra ler... Pela 3ª vez.... Hahahahahahahahaha... Tem previsão pra sair o próximo?

Abração....

Lívia Azzi disse...

"Já era sol e não havia mais a lua /
Mas a esperança já morava em algum lugar / Seja ele distante ou na minha rua"

A distância nunca será impedimento para um amor verdadeiro!

Beijos e um lindo dia...

Folhas de Andreza disse...

...que lindo...!!!
bjks doce ♥.

Assis Freitas disse...

mesmo na escuridão, brilham


abraço

Desnuda disse...

Lindo poeta!

Beijos com carinho e um belo dia, querido amigo.

IT disse...

"O amor vem aos corações que permitiram.O meu sonho nunca se desfaz.Já era sol e não havia mais a lua.Mas a esperança já morava em algum lugar,seja ele distante ou na minha rua"....

Flores na escuridão na mesma rua.

Beijos

lita duarte disse...

Bom dia, Everson.

Que beleza!
Dá pra sentir um aroma de flores.:)

Beijos.

tossan disse...

Gosto do poema que conta uma história bonita. Muito legal! Abraço

Enigma disse...

Um amor que vive mais perto do que imaginamos. Um amor que bate à nossa porta, um amor que mora na mesma rua. Belíssima composição, parabéns. Um abraço cheio de carinho e amizade no meu amigo Everson. Kiss!! Kiss!!

Guará Matos disse...

A esperança é que nos mantém crentes na felicidade.
Abraços.

Bandys disse...

Revivi seus beijos nas rimas que busquei
Já era sol e não havia mais a lua
Mas a esperança já morava em algum lugar
Seja ele distante ou na minha rua.

Gostei do final.

Um belo dia sem praia pra voce,rss
Brincaderinha....

Livinha disse...

Quando abrimos a janela, ainda que noite, luzes adentram, nos acariciando, a esperança que chega dizendo: Por que me deixaste lá fora?

Encantador poema Everson

Bjs

Livinha

Pena disse...

Fabuloso Poeta Amigo:
Mais um poema extraordinário.
Uma bela explosão poética.
A sua criatividade e capacidade de criar é interminável. Magistral.
Adorei.
Abraço amigo de parabéns sinceros.
Com respeito e estima.
Sempre a admirá-lo

pena

É fantástico.
Bem-Haja, poeta encantado das musas.

C@urosa disse...

Olá meu querido amigo poeta Everson Russo, essa poesia me fez refletir muito sobre os loucos momentos de solidão da nossa vida... às vezes dói muito...às vezes serve para nos dar energias para um recomeço.Parabéns.

Forte abraço

C@urosa

Socorro Melo disse...

Oi,

Passei por aqui. Lindo poema, doces lembranças.

:)
Socorro Melo

Ju Fuzetto disse...

Boa tarde amigo!!!

beijo

Luciana disse...

Oi Everson

Lindo mesmo

Bjs e boa terça

Pérola disse...

Uma boa noite poeta.
Beijo grannnnnde.
Se tem esperança já é um bom começo.
Beijokas.
Belo poema.

Marilu disse...

Querido poeta, sempre há um novo amanhecer e com ele a esperança..Beijocas

Elzenir Apolinário disse...

Everson, a imagem está maravilhosa, onde consegue? As palavras de muito significado. Amo vir aqui. Boa noite, amigo. Bjs

ONG ALERTA disse...

Lindo que as flores fazem parte de uma vida, paz.
Beijo Lisette

Sylvia Rosa disse...

É porque você nasceu para amar!
Para mim: "jas Renato"
E agora : me apraz Everson!
Nesta noite tentarei buscar esta paz de agora.
Bj amigo!

Mar... disse...

Que lindo meu Renato Russo...seu amor pois fim a escuridão...e é exatamente assim que as coisas funcionam...
Quando amamos tudo fica iluminado seja pelo sol, ou pela luz da lua...mas é uma iluminação linsa de viver...pois vem da força do nosso amor...
Amei...
Saudades de vc menino...ando meio down...amanhã fará um ano que minha mãe partiu...nãestranhe seu eu não aparecer ou não mandar e-mail...as vezes fico em silêncio e deixo a alma falar...
Linda noite...adoro vc viu....
Bjs carinhosos....

Mar... disse...

Que lindo meu Renato Russo...seu amor pois fim a escuridão...e é exatamente assim que as coisas funcionam...
Quando amamos tudo fica iluminado seja pelo sol, ou pela luz da lua...mas é uma iluminação linsa de viver...pois vem da força do nosso amor...
Amei...
Saudades de vc menino...ando meio down...amanhã fará um ano que minha mãe partiu...nãestranhe seu eu não aparecer ou não mandar e-mail...as vezes fico em silêncio e deixo a alma falar...
Linda noite...adoro vc viu....
Bjs carinhosos....

VALVESTA disse...

Sim... o amor... ilumina... mas cega, nos deixa vulnerável, amar é tão bom quando o ser amado está ao alcançe do nosso coração. bjos amigo querido, seja felizzz.

Mari Amorim disse...

Convido vc para sorrir em uma homenagem que estou fazendo,para um amigo da blogosfera,que faz a diferença como você,será logo mais,
no Mari Amorim Brincando Com a Rima,
Boas energias,
Mari

Fátima disse...

O amor tem esse poder, iluminar a escuridão, perpetuar o perfume das flores, levar a poeira e trazer a esperança perdida.

Meu querido menino, saudades e muito carinho.
Beijo no coração

Lau Milesi disse...

Um sonho lindo...e colorido.
Intenso e belo, seu poema.
Um beijo, poeta.

 
Web Analytics