terça-feira, 31 de agosto de 2010

A Menina da Janela
Tão pura e criança menina
Olhando pelo vidro
A vida passar
Lá fora a chuva
É água cristalina
Feito lágrimas dos olhos
Da menina a rolar
O mundo não para
Como não param seus sentimentos
E o seu coração dispara
A cada som da vida
E tudo gira em todos os momentos
Ao longe ela vê
Uma arvore sacudida pelo vento
Então imediatamente ela crê
Que do amor
Esse é o mais puro momento
Pessoas que passam apressadas
Num vicio loucura paixão
Enquanto as almas cansadas
Procuram afagos em emoção
E na noite ela sozinha
Na imensidão do quarto
Ali parada
Nua em carinhos e caricias
Querendo ser encontrada
A menina da janela não percebe
Que sob seu intenso olhar
A vida lhe passa inteira
E ela tem pressa de amar
Não entende o firmamento
Nem a lua calada
Nele pendurada
Mas eu sei que num dado momento
Essa menina será eternamente amada.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

36 comentários:

IT disse...

Será amada sim poeta, certamente!
De lua, janela e menina, o poeta sabe de tudo...ah! isso ele sabe, sabe sim! rssss

Beijinhos de IT

OutrosEncantos disse...

opsss.... hoje cheguei primeiro, rss...

Bom dia Everson!
Beijão p'ra você com sua linda poesia!
E que teu dia seja assim também, lindo e doce!

Marilu disse...

Querido amigo, muitas vezes a vida passa, e continuamos na janela à espera de algo que nunca vem...Beijocas

Guará Matos disse...

"Menina, porque fui te encontrar agora?
Te carreguei no colo, menina,
Cantei pra ti dormir
Te carreguei no colo, menina,
Cantei pra ti dormir" (Paulinho Nogueira).

Bom dia.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo poema de amor, porém há mais neste amor. Este amor é doação. Parabéns!
Para ti!

Balada da Chuva

E o sol,
Anseio profundo
Para o mundo,
Mesmo em passo de pobre caracol,
Destronou a loucura do vento
E o tormento
De uma chuva maléfica,
Sem poema,
Sem diadema,
Sem oração!

Folheio
Cheio
De são lirismo
E tristura
Os longos dias transactos,
Onde o fel dos desacatos
Imperou!...

Percorro os horários,
E os calendários
Do tempo cansado,
Frio,
Que trouxe, em detestável calafrio,
O verso medonho,
Sem sonho,
De um pungir magoado...

Na minha agenda,
Já vem a luz
Que conduz
Ao verso longo,
Infinito,
Com sabor a redenção!

E o sol nasceu,
Na balada da chuva,
Na quimera do vento...

E o sol venceu...
E a chuva emudeceu...
Paragem no lamento!

Von Breysky

Beijos, querido!
Tenha um Lindo Dia!

Daniel Costa disse...

Evenson

Menina à janela esperará o momento de amar, enquanto sonha observando todo o firmamento, o amor chegará como um sonho.
Como de sonho é mais o presente poema.
Abraços fraternos.

Pena disse...

Precioso Poeta Amigo:
O seu talento é uma constante.
Maravilha.
Abraço amigo à sua perfeição nos poemas fabulosos que concebe com extraordinário sentir.
Magistral.
Abraço amigo de respeito, estima e consideração.
Sempre a admirá-lo

pena

Vale ouro puro.
Cria a beleza nas musas enaltecendo-as de ternura.
Está do lado certo.
Parabéns sinceros.
Gostei muito.

Luís Coelho disse...

Bonita a imagem da menina olhando pela janela.
Tantas coisas bonitas passam em sonhos nesses momentos doirados.

Fatima Guerra disse...

Everson querido

A menina pendura sonhos na janela, enquanto o poeta desenha o cenário ao redor dela ...
Amo as imagens que vc usa.
Obrigada pelo seu precioso carinho.
Conte com o meu.
Bjs de terça-feira.
Fátima Guerra

Wanderley Elian Lima disse...

Olá poeta.
Tomara que a menina da janela, não se canse de esperar.
Grande abraço

Flor da Vida disse...

Amigo, teus versos me comoveram...
E "com todo respeito claro, pois curvo-me diante do
teu imenso e impecável talento", deixo a você algo
que escrevi a noite passada...

?...Sonhos...!

Por que será que ela se sente assim...
Como se a vida, estivesse se despedindo...
Talvez seja por não conseguir mais sonhar
Por não enxergar onde deve caminhar...

Há murmúrios de vazios no tempo
Que tramam dominar teu coração...
Já sabem que está a fraquejar
E aos poucos a penetram pelo ar...

Uma sensação de abandono que subjuga
E um silêncio sepulcral algema-lhe a mente...
Nada mais lhe parece decente,
Se o amor a abandonou covardemente...

Sua alma desatinada, com ânsia procurava
Dos sonhos, o AMOR, era o mais sublime...
Mas por ironia do destino, e prazer de um algoz,
Lhe podaram as asas, deixando-a só, em submundo atroz....

Bjs de bom dia...........Flor

Assis Freitas disse...

seria uma Carolina,

abraço

Ju Fuzetto disse...

Que Lindo!!!

Boa terça amigo!!!

cuide-se beijo

mARa disse...

...Menino das Palavras encantadas...
Por certo um dia o Amor chegará e que seja de Fato real amor, já que ilusões as vivemos todas as noites, nas janelas da Vida na solidão do momento.

Escreve muito bem, já falei isso?! rssss...pois...Escreve muito Bem, quando eu crescer quero escrever assim...lógico.

Beijo Menino Lindo!

(aqui advinha, o horizonte anuncia chuva, uauuu...vou gostar, será um fim de semana único, chuva, filme e vinho, e poesias...logico!)


Besos desde acá, hasta tu vida!

Nanda Assis disse...

.
............(...(`.-``'´´-.´)...)..........
..............)......--.......--....(...........
............./......(o..._...o)....\..........
.............\.........(..0..)......./..........
..........__.`.-._...'='.._.-.´.__.......
......./.......'#.'#.,.--.,.#'.#.'....\.....
.......\__))..........'#'......... ((__/.....
__xxxxxxxxxxx______xxxxxxxxxx
_xxxxxxxxxxxxxx___xxxxxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxxxxxxx_xxxxxxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
_xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
__xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
____xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
_______xxxxxxxxxxxxxxxxx
___TO____xxxxxxxxxxxx
_Passando_xxxxxxxxx
____Pra______xxxxx
__deixar_____xxxx
___Um bejo____xxx
__pra vc!!!____xx

lita duarte disse...

Everson Russo,

Grande poema!
Uma pérola rara.

Beijos.

Bandys disse...

Que essa menina perceba logo o amor.

Um beijo e uma tarde de muita luz e paz.

Fernanda disse...

Olá Amigo Everson!

Analiso agora, e pela primeira vez o seu nome...curioso... traduzido à letra é o Filho do Sempre!!!

O sua menina na janela é uma doçura, não a perca não!!!

Beijinhos
Ná - Na casa do Rau

clique neste link para chegar até mim.
Obrigada.

anita sereno disse...

ola boa tarde
lindo Everson

este poema teu
é na adolescência que a curiosidade
as descobertas
as emoções
se entranham no corpo que nos chamamos adolescentes
eles sentem tal como nos querem amar tem pressa de experimentar
lindo e realista amor adolescente é mesmo assim
é um mar de emoções num corpo adolescente
beijos uma linda semana

Lívia Azzi disse...

"Enquanto as almas cansadas
Procuram afagos em emoção"

A menina entende os impulsos mudam e mesmo assim nunca haverá adrenalina suficiente para abrandá-la. Então, ela aprende a valorizar os sentimentos...

Um beijo!!

Sandra Botelho disse...

Será que vc poderia dar uma passadinha aqui no Meu Aconchego e me deixar um pouquinho dessa sua inspiração?
Coisa mais linda poeta.
cada poema mais doce e tocante que o outro...Aqui viajo.
Bjos achocolatados

Carlos Augusto Matos disse...

Com certeza será muito amada...

Abração...

Graça Pereira disse...

Acho tão ternurento este poema...meu querido poeta!
beijo
Graça

C@urosa disse...

Olá meu caro poeta Everson Russo, a menina, bela e perdida em seus pensamentos, pura sensualidade, como não se apaixonar? Muito lindo, parabéns.

forte abraço

C@urosa

Machado de Carlos disse...

Grande Amigo,

Você sempre me encanta com seus versos. É amor à flor da pele!
... E sempre trazendo-nos belas mulheres que são flores que encobrem o nosso coração.
Parabéns Sr. Mestre dos Belos Poemas!
Escreva mesmo!... Escreva sempre... Escrever é o ar que respiramos, principalmente quando sentimos todos estes aromas.

Grande Abraço!...

Xanele disse...

Adorei como sempre...rsrs
beijos querido
Xan

AFRICA EM POESIA disse...

Eversom
Vim deixar um beijinho
.
Hoje as coisas não correram bem
Fui ao hospital e o meu joelho está a deixar-me mal--

Mas Como sou pequenita mas grande vou ultrapaSSAR...
UM BEIJO

Lau Milesi disse...

Perfeita a sincronia da imagem com o que você escreve, poetiza. Romântico e sensível, poeta. Parabéns. Sempre. Vou te indicar para um prêmio, posso?

Beijosss

Mary Help disse...

Boa noite meu querido amigo! Vim desejar uma excelente semaninha e deixar um híper bjux no seu coração, fique com Deus junto de seus familiares, Mhelp!!!

gabyshiffer disse...

Já fui assim como a menina da janela...
Lindo poema meu querido poeta...

:)
Que vc tenha uma linda Terça
Beijos na alma!

"Mas existe um grande, o maior obstáculo para eu ir adiante: eu mesma. Tenho sido a maior dificuldade no meu caminho. É com enorme esforço que consigo me sobrepor a mim mesma... Sou um monte intransponível no meu próprio caminho. Mas às vezes por uma palavra tua ou por uma palavra lida, de repente tudo se esclarece."
(C.Lispector)

Isa disse...

Quanta sensibilidade! Quanta dádiva nesse Amor que vc canta tão bem!
Beijo.
isa.

Flor de Lótus disse...

Belíssimo poema!Nossa tu esbanjas inspiração.
Beijosss

Rute disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rute disse...

Ótima quarta-feira a vc, querido
Beijos

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Everson! Passando para te desejar uma ótima quarta e dizer que adorei o poema. Linda a menina nua.

Abraços,

Furtado.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Eu acho que nessas horas, até o firmamento tem pressa pra amar.

Noite de luz, querido amigo.

Rebeca

-

 
Web Analytics