quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Na Penumbra da Manhã
Naquele ultimo momento
Final das horas escuras
Vou seguindo meu sentimento
Dedilhando minhas pinturas
A mais bela que posso ter
Perfeição ao olhar
O seu corpo um livro a se ler
O seu coração amor a se amar
Ainda tem lua
O sol não chegou
Você ali dormindo nua
O seu corpo me entregou
Linda e suave menina
Como anjo dona de um jardim
Fonte de água cristalina
Jorrando num mundo dentro de mim
Eu não quero que o dia chegue
E traga a claridade da manhã
Eu só quero essa visão do seu corpo
Dormindo ao som da pequena canção
Que embalou os seus suspiros
E todos os desejos do seu coração
Eu quero beijos por toda sua geografia
Quero te arrepiar em meio a chuva fria
Quero decifrar o seu sorriso
Se ainda dormes sonhando com o mundo
Eu quero de você tudo que eu preciso
Um gesto delicado e um suspiro profundo
Não faz isso comigo
Acorda agora não
Meu peito é seu abrigo
Seu corpo é o meu pão.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

30 comentários:

Nany C. disse...

"...Eu só quero essa visão do seu corpo
Dormindo ao som da pequena canção
Que embalou os seus suspiros
E todos os desejos do seu coração..."

é um doce querer...

Beijos meus no teu coração, meu amigo!

Marilu disse...

Querido amigo, quando estamos com quem amamos não queremos que o dia amanheça nunca, gostaríamos de parar o tempo e ficar ali...para sempre...Amei...Beijocas

Guará Matos disse...

A arte viva, alí e ao lado.
O "artista" respira o cheiro e pulsa de paixão.
Abraços.

Livinha disse...

Nos olhos a sensualidade do ver, a propria inspiração naquela nudez que te alimenta de anseio e de paixão...

Lindoooo!

Bjs

Livinha

Luís Coelho disse...

Sensualidade na flor da pele e enche a boca de desejos.
Visões que nos prendem e arrebatam num mundo de sonho....

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ disse...

Bom dia amigo,

Lindo poema e gostei dessa parte...

Naquele ultimo momento
Final das horas escuras
Vou seguindo meu sentimento
Dedilhando minhas pinturas
A mais bela que posso ter
Perfeição ao olhar
O seu corpo um livro a se ler
O seu coração amor a s.e amar

Belíssimo.

Deixo aqui meu abraço e te desejo um bom dia.
Fica com Deus, amigo

Paula Barros disse...

"O seu corpo um livro a se ler
O seu coração amor a se amar"

Everson achei lindo este trecho.


abraço com carinho.

Daniel Costa disse...

Everson

É facto, que ainda na penumbra da manhã, o poeta tem toda a geografia de um apetecível mundo para para ver. Nada como ir o ainda guardanto, enquanto escreve o bonito poema com que irá acenar.
Abvraços fraternos.

Wanderley Elian Lima disse...

Bom dia poeta
Como sempre romântico e apaixonado. Gostei
Ontem sequei, mas não adiantou. Fica pra próxima.
Abração

Pat. disse...

A pessoa vai se tornando aos poucos nosso alimento, caminho e morada em um infinito sem qualquer estrada!

Deixo meu beijo especial e o desejo de que teu dia flua lindo.......
Te Adoro, viu?

Desnuda disse...

Bom dia poeta!

belíssimo poema. Obrigada

Carinhoso beijo e um maravilhoso dia.

Pérola disse...

Bom dia menino.
Beijokas.

Assis Freitas disse...

quando a manhã ainda quer clarear,


abraço

Elaine Barnes disse...

Gostoso demais velar o sono de quem amamos. Muito lindo o poema que me deixa já sem adjetivos para esboçar seu talento e romantismo.
Já estou melhor amigo voltei aos blogs também.
Ontem postei no blodggirls
http://meninasdoblog6.blogspot.com/
Montão de bjs e abraços

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Um beijo bem merecido, querido.
Tenha um Lindo Dia! Tenhamos todos Nós*

De corpo não estou bem, mas estou bem de espírito, por isso publico no principal e neste. No Eu e Daí, vc vai sempre. Passe na Maria.
http://douzenkroesmagritte.blogspot.com

Felina Mulher disse...

Tantos sentimentos lindos guardado nesse teu coração Everson.Embora o que escreves seja lindo, da arrepios quando se lê, e por vezes as lágrimas acompanham a leitura por ser tão sentido.


beijos doces.

Muryllo disse...

Meu Deus qe poesias são essas??
Tão belas... fantásticas... d+...
seu blog é mui bom...

Parabens guria.....
parabens msm
Muryllo

ஐ¸.Lady .¸ஐ disse...

Quero decifrar o seu sorriso
Se ainda dormes sonhando com o mundo
Eu quero de você tudo que eu preciso
Um gesto delicado e um suspiro profundo
Maravilhosa essa parte poeta.
Tenha um dia de paz.
Com carinho, Lady.

Lívia Azzi disse...

"Meu peito é seu abrigo
Seu corpo é o meu pão"

Lindo Everson!

As emoções revelam essa mistura de completude/incompletude, dependência/independência, encontros/desencontros...

É essa dicotomia que nos atrai...

Beijos e um lindo dia!!

Muryllo disse...

Vlw ae cara pela visita tbm...,
Vc tbm, volte sempre sempre que quiser e puder...
Vlw..
Até mais...
Muryllo

Bandys disse...

Meu peito é seu abrigo
Seu corpo é o meu pão.

Adoreii!!

Suas poesias sempre encantam.

É uma pena mesmo que ele não possa cantar mais..O meu consolo é saber que ele esta nos braços de Deus porque o inferno é aqui.

Beijinhos e um dia de muita paz!!

Luciana Penteado disse...

Arrepiar em meio à chuva fria pode não ser aconselhável... Pneumonia existe e demora muito pra curar.

Abraços!
Sem chuva!

lita duarte disse...

Oi, Everson.

Boa tarde.

Versos, versos... fortes...

Beijos.

Sandra Botelho disse...

Eu quero beijos por toda sua geografia
Quero te arrepiar em meio a chuva fria
Quero decifrar o seu sorriso
Se ainda dormes sonhando com o mundo
Eu quero de você tudo que eu preciso
Um gesto delicado e um suspiro profundo
Não faz isso comigo
Acorda agora não
Meu peito é seu abrigo
Seu corpo é o meu pão.

Assim nenhuma mulher vai querer mais acordar...
Bjos achocolatados

Memória de Elefante disse...

Que nas entrelinhas se revele em suspiros leves o desejo de amar.

Um beijo

Anne Lieri disse...

Everson,seus versos sempre encantam pela paixão e desejo que expressa lindamente!Ficou demais!Abraços,

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Everson,

Esse corpo que vira pão ficou perfeito nessa loucura de paixão.

Que sua noite seja de luz, querido amigo.

Rebeca

-

mARa disse...

...uai! faz isso não...

rssssss...

Querer aconchegante, tbm quero, dá-me esse espaço na janela, quero ver o mundo com teus olhos, e depois com os dedos deslizar cores na Tela dos Dias, escrever Poesias em cada Página do Livro, nesses dias...folhear...reler, pertencer...a esse mágico mundo do Sentir e Existir. Agora!

Beijo!

aqui vento e vento, logo mais na madrugada chove e fim de semana promete frio e inspiração...rssss...somos Nós.

Adolfo Payés disse...

Estimado poeta que alegría volver a leerte, después de mi larga ausencia.. siempre sorprendes con tus versos..



Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos de siempre..

Lou Albergaria disse...

Lindo poema!!!

Adorei!!!

Final surpreendente e visceral!

Beijos!!!

Tenha um lindo fim de semana!!!

 
Web Analytics