sábado, 4 de dezembro de 2010

Jogado Num Canto
O coração padeceu
Jogando num canto
Sob a janela sofreu
No ultimo feixe de luar
A cortina fechou
A lua não voltou
E ele, tão puro coração
Não conseguiu mais amar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

43 comentários:

*Mi§§ §impatia* disse...

Eu tô assim com esse medo do meu coração não conseguir mais amar......
Lindo fim de semana amigo, beijos.

MEUS PENSAMENTOS disse...

belissimo post ! eita coração medroso rs bjos poeta

EU SOU NEGUINHA disse...

Eu acho que não consigo mais amar,o louco disso é que sou puro amor...
Vai entender....
beijos

Glória disse...

Amigo, que coisa mais triste para se dizer. Espero que o teu amanhã seja diferente e que o teu coração possa estar repleto de amor.
Beijos
Glória

Marilu disse...

Querido amigo, o coração pode ficar magoado por algum tempo, mas depois ele volta a amar. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

Amor feito Poesia disse...

Abre este livro... E encontrarás então
teu coração, de amor, rindo e cantando,
cantando e rindo com o meu coração...

J.G. de Araújo Jorge

Beijos & Flores........M@ria

lita duarte disse...

Amigo!

BOM DIA! :)

Beijos.

AC disse...

Everson,
Tal como diz, o coração não quer ser ignorado, requer constante estima e carinho...

Abraço

OutrosEncantos disse...

querido, na verdade nós nunca sabemos onde está a felicidade, acho que nem adianta procurá-la, apenas saber reconhece-la quando nos toca...
:))))) beijos, querido amigo.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Abra o coração antes que ele se feche para sempre ao amor.
Beijos, querido!
Bom Dia

IT disse...

Um grande poeta tem sensibilidade pra escrever quando o coração padece, até mesmo qdo se é "jogada no canto"
Ele conhece....conhece sim!

Bom final de semana Everson, muita paz e saúde.
Beijos desta amiga!

Magia da Inês disse...

Olá, amigo!
O que é mais importante na vida?
Esperança... sempre esperança...
Bom fim de semana!
Beijinhos.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

O coração vira pedra, quando não consegue mais amar. O negócio é amolecer e não ter medo de se entregar novamente.

Maravilhoso final de semana, querido amigo.

Rebeca

-

Daniel Costa disse...

Everson

A cortina fechou, o luar feneceu, o amor não voltou e a mulher chorou. Eis o quadro que traçei, para não variar, do teu belo poema.
Fraternamente, desejo bom fim-de-semana, menos frio - três graus cá.

Daniel Costa disse...

Everson

A cortina fechou, o luar feneceu, o amor não voltou e a mulher chorou. Eis o quadro que traçei, para não variar, do teu belo poema.
Fraternamente, desejo bom fim-de-semana, menos frio - três graus cá.

Daniel Costa disse...

Everson

A cortina fechou, o luar feneceu, o amor não voltou e a mulher chorou. Eis o quadro que traçei, para não variar, do teu belo poema.
Fraternamente, desejo bom fim-de-semana, menos frio - três graus cá.

Assis Freitas disse...

breve surge um novo encanto,


abraço

Desnuda disse...

Poeta,

o poema é lindo e de certa forma um alerta para que não deixemos o coração na escuridão. Amar sempre!


Carinhoso beijo e lindo sábado.

Malu disse...

Poeta amigo,



Meu coração não tem jeito , vive sempre amando ... :)


Bjo Grande !

Sandra Botelho disse...

Por mais que o amor cause dor, decepção, tristeza, solidão até.
Nunca deixarei de amar.
Quando não amamos a vida fica sem brilho, sem graça, sem objetivo, e mesmo sem reciprocidade, sentir amor, ter amor dentro de si é como balsamo benigno.
É como raio de sol em dia de chuva, é vida.
Bjos querido poeta. um final de semana maravilhoso pra ti.

Zil Mar disse...

Oi Poeta...

Lindo demais...mas...doeu na alma!!!!

Ahhhh..."ELE" vai voltar a amar sim......

bjos e bom dia de sábado!

Zil

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Tenha um lindo sábado.
Eu já não acredito mais. Fica do próximo.
Abração

M. disse...

Por isso é que as casas deveriam redondas. Não estou a ver um esquimó jogado a um canto...

Machado de Carlos disse...

Padecer em qualquer canto e sofrer com pouca luz da Lua!...
Esperamos sempre que as cortinas se abrem e a Lua venha nos abraçar com a sua Luz que nada mais é do que o espelho do Sol, do outro lado da noite.

Belíssimo poema!
Felicidades num belo sábado!
Abraços!

Majoli disse...

Oi meu querido, acho que esse pobre coração pode ser também o meu, pois não conseguiu mais amar.
:(
Beijos no teu ♥

ADiniz disse...

Até outra vez com um sopro bom a cortina levantar e o sol entrar.

um final de semana feito lua nova a vc moço.
jinhos.

Adriano DiCarvalho disse...

Muito bom!!!!

Te adicionei lá no meu canto.
Abs

Janaina Cruz disse...

Não! Nunca! Jamais!
Teu coração tem que deixar o amor entrar, não importa se alguém não soube nos mamara, nós amamos, fomos nós mesmos, e isso é o que importa.
Um abração meu amigo, que seja lindo teu final de semana, e na semana encante nos mais ainda...

Lívia Azzi disse...

Quantas vezes as cortinas já se fecharam e as luas não mais voltaram? Muitas vezes, aqui, ali e acolá. Muitos corações puros se fecham para o amor, que passou, passou. Novas cortinas se abrem e novas luas resplandecem provocando novamente os corações a amarem.

Que assim seja.

Beijos, beijos!

Pena disse...

Consagrado Poeta e Amigo Sublime:
"...No ultimo feixe de luar
A cortina fechou
A lua não voltou
E ele, tão puro coração
Não conseguiu mais amar..."

Mais uma "explosão" de afecto para as suas lindas musas.
Acabou o amor?
Parece-me impossível. Inacreditável.
Mas, sei que não vai acontecer. De certeza absoluta.
O poema?
Admirável. Feito com aquele brilhantismo a que nos acostomou.
Bem-Haja, pela sua simpatia no meu blogue.
Com respeito pelo seu enorme talento poético e pessoal.
Sempre a admirá-lo

pena

Excelente!
MUITO OBRIGADO pela partilha fabulosa. Elas irão gostar a partilha com elas que lhes efectuou.

Rute disse...

Quando o coração não quer mais amar, de um tempo a ele.
Porque depois ele se restituirá novamente para um novo amor. Não devemos ter pressa. Nada acontece por acaso, a mesma coisa é o amor.
Beijos querido amigo, ótimo domingo a vc

Diana Carla disse...

Linda poesia..o amor é assim mesmo sem explicação, mas sempre há uma nova cortina!!!

bjinhus...

Paula Barros disse...

Corações jogados de lado, sofrem, e muitas vezes não se recuperam para amar de novo.


Um forte abraço!

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom domingo pra vc poeta querido.

beijooo.

Guará Matos disse...

Mas se não for à luta, fica na pitsta. Ai....
Abraços.

Daniele Barizon disse...

Sempre há esperança... ou não...?

Bjs!

Suely Rezende - HD disse...

Olá Everson!
boa noite meu querido poeta,

Estava com saudades de estar aqui. Esta semana foi muito corrida, não consegui nem atualizar meu blog.
Mas hj estou aqui.

Conforme diz I Corint. O amor tudo sofre, tudo suporta, tudo espera.
O amor é tudo mesmo.

Tenha um lindo domingo,

beijos
Suely

Bandys disse...

Todo coração consegue amar de novo, rs!


Hoje passei o dia fora, passeando. Sentimento de alegria e liberdade sem chuva com praia e sol.

Beijos

Ju Fuzetto disse...

Que coisa mais linda amigo!!

boa noite.

Bom domingo. beijos se cuida

Dα૨ℓ૯ท૯ Aℓ√૯ઽ....(",) ^♥^ disse...

Eu ñpoderia ir dormir,sem amte

passar aki e ler essa delicia ,belo depost.....


Tenha um ótimo domingo Poeta,

com muita Poesia....bj carinhoso..

darlene alves...(".)♥

Lau Milesi disse...

Olá poeta amigo, que lindo seu poema! Tadinho do puro coração... Essa fase é passageira.Ele volta a amar sim. :)

Um beijo, amigo querido, e bom domingo.

E.T. Adorei ver minha grande amiga Daniele Barizon aqui. É jornalista também. Estou vindo só agora porque trabalhei na inauguração da árvore de natal da Lagoa. Não esqueci de você não, viu? :)

Beijosss

Pérola disse...

Pode voltar a amar sim é só querer rs.
Beijokas meu querido.

Pérola disse...

Meu coração esta melhor assim rs.
Ao menos ñ dói mais.
Beijokas poeta.

 
Web Analytics