sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Pedra no Caminho
Todos os dias ela passava
Pela mesma longa rua
Seu destino ninguém sabia
Como olhar em correria
Na mesma calçada
No mesmo horário
Ela via uma pequena pedra
Por vários motivos
Ali ela permanecia
Não se movia
Não mudava de lugar
Por varias vezes a menina
Teve vontade de chutá-la
Mudá-la de lugar
Ou simplesmente tirá-la do seu caminho
Não o fez
O motivo
Nem ela ao certo sabia
Num belo dia
Descia a mesma rua sob uma forte tempestade
Ao passar no mesmo lugar
Sentiu a falta da pedra
Triste ela ficou
Chateada por não a ter pegado quando podia
Seguiu com seu olhar fixo no chão
Na esperança de novamente encontrá-la
E da tristeza daquele momento
Encontrou a delicada pedrinha
Abaixou-se e enfim a pegou
Quando percebeu que nela
Havida desenhado pelo rolar da vida
Um coração
Era definitivamente o amor
Que por todos os dias a esperava
Em todos os dias cruzava seu caminho
E queria apenas atenção
Como aquela desprezada pedrinha
E com ela hoje
Começou a construir seu imenso castelo de sonhos.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

45 comentários:

*Mi§§ §impatia* disse...

É por isso que as removo e as guardo, todas......pois vou um dia construir meu castelinho rss
Linda sexta pra ti querido, beijos.

Flor da Vida disse...

Amigo, meiga e tocante historia! Na verdade você nos touxe uma sublime mensagem nesses versos! Aplaudo-te com o coração! Deixo carinhos a ti.... Bjsss

Rosane Marega disse...

Que historia mais linda Everson, adorei!!!
Beijosssssssss

Zil Mar disse...

Ahhhh... poeta....vc me encanta com seus poemas!!!!

Vou começar a prestar mais atenção pra ver se encontro a minha pedrinha...rs

Lindo demais!!!!!!

Bjos meus Poeta!!!!

Zil

Guará Matos disse...

Uma pedra pode ser o início da construção de um maravilhoso caminho a ser seguido.
Abraços.

Rosemildo Sales Furtado disse...

É amigo, às vezes a felicidade está à nossa frente e nós não vemos e, por desconhecimento, fingimos não vê-la. Belo poema Everson!

Abraços e fiques com DEUS.

Furtado.

Professora Carla Fernanda disse...

Boa noite! Lindo poema e eu acho que esta pedrinha pode estar em todos os caminhos que percorremos no nosso dia a dia. Amanhã vou prestar mais atenção no meu chão de estrelas.
Carla Fernanda

HSLO disse...

Você toca na minha alma.

abraços

Mila Lopes disse...

Que lindo Everson!

Qntas pedrinhas deixamos por aí né?!

Mas ainda bem que a vida, às vezes, nos dá a chance de encontrá-las novamente...

Bjinhos

Mila

Daniel Costa disse...

Everson

Aí está como uma simples pedrinha pode ter calor, se tocada pode esconder um forte desejo de amor.
Por vezes é precisa a intempérie para nos acordar pada a beleza de amar.
Abraço fraterno

Sandra Botelho disse...

Lindissimo...
Parabens poeta.Bjos achocolatados

M. disse...

Amor ambicioso esse...

Belo poema.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá poeta
Todos os dias temos que tirar uma pedra do caminho.
Uma linda sexta feira, com o céu lindo.
Bjux

lita duarte disse...

Lindos versos, Everson.

Bom final de semana.

Beijos.

Regina Rozenbaum disse...

Poeta amado!
Tem-se que ser artista nessa e com essa vida para realizarmos tal construção (tanto essa poética sua, quanto castelos nossos)!
Beijuuss n.c.

Pena disse...

Oh, Notável Poeta Amigo:
"...Sentiu a falta da pedra
Triste ela ficou
Chateada por não a ter pegado quando podia
Seguiu com seu olhar fixo no chão
Na esperança de novamente encontrá-la
E da tristeza daquele momento
Encontrou a delicada pedrinha
Abaixou-se e enfim a pegou
Quando percebeu que nela
Havida desenhado pelo rolar da vida.."

Mais uma fabulosa "explosão" poética de deslumbre.
Será sempre o poeta delas e do amor.
É perfeito e os seus versos são perfeitos. Sublimes. Divinais.
Adorei.
Abraço amigo de respeito.
Sempre a estimá-lo e a admirá-lo

pena

Excelente!
Bem-Haja, pela simpatia explícita no meu blogue.
MUITO OBRIGADO, poeta admirável e amigo.

Fátima disse...

Muitas vezes sequer notamos as tais pedrinhas...se notamos nem sempre damos importância...se a consideramos nem sempre conseguimos ver com os olhos do coração...
Assim é com os sentimentos e pessoas que nos rodeiam,por não estarem codificadas ou explícitas as vemos na maioria das vezes como uma simples "pedrinha no sapato".....atenção...poi o amor pode estar onde menos esperamos.

Beijo meu querido poeta e amigo.

p.s: Tio Avô hein!!!!!
Parabéns ...quero ver é explicar isso para as "pitchulinhas,rs..."

Ju Fuzetto disse...

Bom dia meu amigo!!

Um lindo final de semana pra vc!

bjo

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Que linda história em forma de poema. A pedrinha que é o amor.
De uma delicadeza ímpar. Lindo!!
Beijos, querido.
Bom Dia
Renata

Assis Freitas disse...

nem sempre pedra é obstáculo,

abraço

AC disse...

Há que saber olhar...

Abraço

Anna disse...

Bom dia, Poeta!
Se soubessemos entender a sabedoria divina, talvez compreendessemos melhor a vida... As pedras que encontramos em nosso caminho pode ter um significado todo especial: são elas que "fortificam" os pés de quem as pisam, fazendo com que o incômodo ao seguir o caminho já não seja tão dolorido, até chegar o momento que a rispidez delas já nem são mais sentidas, que elas tornam-se aveludadas como flores, as flores do amor...
Abençoado final de semana, muita inspiração, Amor e Paz sempre!
Beijos em seu coração Everson!

..."re"... disse...

Disseste isto:

Everson Russo ha detto...

Ta brava? é comigo? se for fala. tudo que quero é um bom motivo pra sumir do mapa...

Perguntei isto:

..."re"... ha detto...

Poeta...Poeta...

Por acaso seria eu este motivo?

Beso...

Perdeo-me se entendi errado, eu excluo o coments se qiuiseres, não tem problema!
Não vamos brigar por causa disto.

Não publique este viu, é apenas uma satisfação sobre teu questionamento.
Besito...
Ainda bem que esta moderado aqui. rs

Aníssima Duarte* disse...

Sempre existirão pedras em nossos caminhos!
E com elas, podemos chorar uma vida inteira, ou juntá-las para criar uma fortaleza...O importante é não se tornar refém e aprender sempre!
O amor vence tudo!
Abração querido,
Visite: www.anaconfabulando.blogspot.com

gabyshiffer disse...

Cada pedrinha no nosso caminho costroe a nossa história e não podemos esquecer de nenhuma, todas são importantes, mesmo as ruins...
Adorei o poema e a mensagem que ele trouxe...
divino!

Vim lhe desejar uma boa tarde
e um final de semana iluminado e feliz!

Fique com um beijo e um abraço carinhoso!
:)

"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade" (Carlos Drummond de Andrade)

Valquíria Oliveira Calado disse...

Pedras... se estamos no fundo do poço, que joguem pedras, me ajudará a sair, criamos um monte que nos leva mais perto do céu, beijos querido amigo.

Mario Neves disse...

Ah! meu amigo e poeta Everson! Você só podia ser mineiro mesmo. Ninguém melhor que um mineiro para entender e falar de pedras, A origem do nome do seu estado já diz: Minas Gerais oriundo de Minas das Gerais onde pedras preciosas semi-preciosas e pedras comuns se encontrava aos borbotões.Em 1928 salvo engano meu, outro poeta mineiro, nosso poeta maior Carlos Drummond de Andrade já poetizava a pedra em um seu poema consagrado: " No meio do caminho tinha uma pedra...Tinha uma pedra no meio do caminho". Amigo como disse a Flor da Vida lá em cima nos primeiros comentários, você criou uma meiga e tocante história com uma pedrinha. Ela já foi uma simples pedra, um seixo destes que rolam pelo leito dos rios, mas a partir do momento que você a colocou no caminho da menina, a pedrinha se tornou uma jóia como num verdadeiro milagre. Milagre das palavras de um poeta mineiro e por isso mesmo um dos maiores conhecedores de pedra do universo, Tai um poema que eu gostaria de ter escrito, mas , não sou mineiro, sou apenas filho de um mineiro.Saudações Poéticas - Mario Neves

Secreta disse...

E do castelo , se tornará rainha!

Lidi Dias disse...

Everson!!
Que lindo poema!!
Quantas vezes deixamos de olhar para o lado...e assim perdemos muitos momentos bons que estão à nossa espera...
Parabéns meu Amigo!!
Beijos na Alma
Desejo-te um Excelente final de semana!!

Desnuda disse...

Querido poeta,


um poema bonito para indicar o que acontece muitas vezes!

Beijos com carinho, amigo

Livinha disse...

Linda definição.
Marcas que ficam, por mais insignificantes aos olhos dos outros que possa parecer, dentro de nós, sabemos o quanto vale aquela lembrança...

Profundamente expressivo o teu poema.

Bjs

Livinha

Aleatoriamente disse...

Olá , vim agradecer a visita.
Concordo com o Guará.

Beijo.
Fernanda

Lala disse...

Adorei seu blog, posts interessantes, te convido para uma visita. Tudo de bom. Beijos

Machado de Carlos disse...

A menina estava triste. Mas interiormente havia sonhos e sonhos de uma garota triste.
Um dia o coração encontrou uma pedra preciosa. Era o som da vida que eliminara a sua tristeza. Descobriu a força do amor!

Boa noite, amigo! Tudo de bom para você!

ღPat.ღ disse...

Por isso, tento guardar todas as que encontro...

Um beijo e um fim de semana lindo meu querido amigo.

Obrigada imenso pelo carinho.

evanirgarcia disse...

Querido ,,filho hoje em casa posso -lhe dar noticias do meu esposo..
Em recuperação e esta passando bem graças ao bom Deus..
È claro foram momenentos dificeis
em minha vida.
Obrigada pelas orações pelo carinho ja postei meus agradecimentos no Fonte.
E continue orando pois nunca é demais ..
Um abençoado final de semana .
beijos da maizinha que ..Ti Ama ..Ti Ama ..Ti Ama..,Evanir
www.fonte-amor.zip.net

Blue disse...

Eita pedra sortuda, pois foi recolhida por mão certa.

Bom sábado e domingo!

Bandys disse...

Demorei mais cheguei!!

Olha eu construo pontes que me levam a lugares super especiais..


Um bela noite e que seu dia seja de muita luz e paz.

Será que foi uma ponte que me trouxe até voce|?
Eu nem me lembro mais, hahahahahaha

Beijos

Lau Milesi disse...

Poeta amigo, como você pode com duas dezenas e mais 6 letrinhas do alfabeto escrever coisa tão lindinha? Muitos parabéns, muito fofo esse poema.

Um beijo e bom fim de semana.

Pink disse...

Encantada com o seu poema.

As vezes o que achamos que nos atrapalha é a solução para os nossos problemas... bastando apenas observar melhor.Maravilhoso.

Beijos querido e ótimo fim de semana para vc.

Lívia Azzi disse...

Linda, linda, poesia!

Sabe que eu vivo chutando as pedras no caminho? Não conformo de vê-las paradas... quero movimento!

Que bom que embora a tempestade, a menina reencontrou a pedra e iniciou com ela a construção de seu castelo de sonhos!!

Beijos, beijos e um excelente final de semana!!

Elzenir Apolinário disse...

Olha, se o Drummond pensasse como vc teríamos o melhor significado para a pedra no caminho!!! Amei!!! Bjs

Paula Barros disse...

Gostei do final. Enquanto ia lendo pensei que muitas vezes nós encontramos uma pedra no meio do caminho e não conseguimos e/ou não queremos tirar por diversos motivos, e quando a pedrinha sai naturalmente, nós sentimos falta.

Gostei da sua versão,beijo.

IT disse...

Bela e reflexiva crônica em versos!

um desejo,um grito no silêncio,
um sonho,um coração.....o amor!

Beijos meus♥

Pérola disse...

Essas pedrinhas representam os amores que passam despercebidos pela gente. Estamos absorvidos demais nas dores para perceber.
Beijos poeta.

 
Web Analytics