terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O Poeta Não é Um Fingidor
O poeta não finge
Ele nunca mente
Ele tem uma visão diferente
Vê cores ainda não inventadas
Descobre versos onde não tem rima
Tem uma percepção diferente de mundo
Sofre como qualquer um
E faz disso um mar de emoções
Chora como menino
E cada lágrima vira uma estrela
O poeta deseja com a mesma força
De um vulcão em erupção
Tem medos do mais profundo coração
Desejos que nem a alma explica
O poeta vê numa árvore todo o verão
Decifra do cinza do outono
Todas as dores do coração
Encontra numa simples gota de chuva
Que desesperada rola pela janela
A mais profunda emoção
Num jardim imenso de amor
Ele descobre qual é a mais bela
E a mais perfumada flor
Enxerga nos olhos da menina
Toda dor da ilusão
E oferece água cristalina
Da fonte de amor que nasce no coração
Portanto, nos caminhos da vida
Mente quem diz que o poeta mente
Finge ser feliz quem chama de fingidor
Aquele que nunca consegue
Mas que tenta decifrar os mistérios do amor
O poeta não finte
O poeta não mente
Ele desenha o mundo real
Com a loucura que sente.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestde
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

50 comentários:

Thomas Albuquerque disse...

Cara, se Fernando Pessoa lesse isso ele ia ficar bravo rsrs...

bom fim de semana...feliz natal.

*Mi§§ §impatia* disse...

Ahhhhh é por isso que vc é um dos meus poetas preferidos sabia? Sabe como ninguém expressar os sentimentos.
Adoro-te muitão, beijos e boa terça.

Rute disse...

Cada palavra, um sentimento.
Que lindo parabens, querido amigo.
Beijos, ótima terça-feira a vc

J Araújo disse...

Everson, hoje passei para dizer: Que nesse natal, possamos rever o nosso passado para melhorar o nosso futuro. Que Deus nos abençoe e brilhe com sua luz perante você, abrindo o caminho até Ele!
São os votos de J Araújo

HSLO disse...

O poeta escreve o que vem da alma.
Brilhante seu poema amigo.

abraços
de luz e paz

HSLO disse...

O poeta escreve o que vem da alma.
Brilhante seu poema amigo.

abraços
de luz e paz...

Fátima disse...

Que lindo meu querido...me emocionei .
Como pode alguém duvidar de um coração que sente com essa grandeza,que consegue deitado na loucura desenhar algo real!

Ai desenha e pinta isso pra mim vai,por favor,rs...rs.

Me orgulho por ter sua amizade e carinho,espero poder continuar sendo merecedora,sempre...

Beijos no coração.

Zil Mar disse...

Oi Everson...

Amei seu poema...

Disse com muita certeza...a certeza do poeta que vive e sente todos esses sentimentos...o poeta que não MENTE!

Bjos e bom dia de terça feira poeta!

Zil

Nany C. disse...

"O poeta não finte
O poeta não mente
Ele desenha o mundo real
Com a loucura que sente."

E como sente. Seja como for, todo porta sobrevive de amor e esperança!

Beijos meus no teu coração, meu poeta!

Feliz Natal cheio de coisas boas. Que Deus te ilumine muito mais!

Hana disse...

Vamos nos unir no amor fraternal, ajudar uns aos outros, seja pobre seja rico, seja parente seja vizinho, não importa, vamos dar a mão ao nosso semelhante, não só neste Natal, mas o ano que vem, e que seja sempre assim esta união este pensamento em nos doarmos, e o sentimento de gratidão sempre em nossos corações. E que em nossas preces tenhamos muito a agradecer, e nada a pedir. Como uma estrela cadente, quando vermos uma, vamos agradecer por estar alí naquele momentos vivos, com saúde, e poder desfrutar de tal acontecimento divino, e não fazer um pedido, e sim agradecer.
Feliz natal para todos os amores meus!! Os que foram companheiros em meus projetos, os que foram amigos nas horas mais lindas e nas difícies tbém, ao novos amigos aos antigos minha gratidão pela amizade e carinho. Ao que caminharam comigo este ano numa jornada emocionante pela paz, pela fraternidade, aos que não tiveram tanto tempo assim de acompanhar, em fim a todos os amores meus, meus melhores amigos!! Um feliz Natal e um ano novo tbém!!
Com carinho
Hana

marcinha disse...

esse é o poeta!!!
bom dia meu querido tua poesia hoje esta uma delicia,um beijo de terça com brisas do mar !!!

Sandra Botelho disse...

O poeta é um fingidor meu querido, detesto discordar de ti...
Mas o poeta finge como ninguem...
Bjos achocolatados tenha uma linda terça.

OutrosEncantos disse...

O POETA É UM FINGIDOR
Autopsicografia

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor QUE DEVERAS SENTE!

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.

De Fernando Pessoa

Pessoa sabia bem que o poeta não é um fingidor......

Adorei o teu poema Everson, obrigada.
Beijo. Tem dia feliz!

Anônimo disse...

gracias,poeta!
gracias!

Maria Dias disse...

Nao dizem q de Poeta e louco todos temos um pouco?rs...
Mas não é tao simpes assim...Tem q esperar dar o barato pra embarcar na viagem de escrever!Q este ano tenha muita e muitas viagens linda como essa!

eijo e um feliz Natal

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Pelo menos, este poeta não é um fingidor.
Que belo poema!
Beijos, meu querido.
Tenha um Lindo Dia
Renata

Pena disse...

Fabuloso Poeta Amiga:
Mais um poema de maravilhar e encantar.
"...O poeta não finge
Ele nunca mente
Ele tem uma visão diferente
Vê cores ainda não inventadas
Descobre versos onde não tem rima
Tem uma percepção diferente de mundo
Sofre como qualquer um
E faz disso um mar de emoções
Chora como menino
E cada lágrima vira uma estrela
O poeta deseja com a mesma força..."

Perfeito. Sublime.
Abraço amigo de respeito e Feliz Natal em família.
Sempre a admirá-lo de forma gigantresca.

pena

Excelente!
Tem um notável talento que a todos delicia e encanta.
Parabéns.
Adorei.
MUITO OBRIGADO pelo seu gesto lindo no meu blogue.
Gostei imenso.
Fico-lhe grato.
Bem-Haja, poeta das musas e do amor.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá poeta
Tenha uma linda terça feira.
Até agora não compramos ninguém.
Abração

Luciana Penteado disse...

Só um milhão???


Bom, a minha dúvida mora exatamente onde o vento faz a curva, ou seja, se o poeta não mente, mas desenha o mundo a seu modo, logo, ele é um louco, mas se ele é louco, como consegue amar com tanta perfeição? E se ama com perfeição, como consegue fazer versos tão coerentemente belos sobre emoções tão desconexas como o amor???

Agora dei um nó, hahahaha...

Besos mios!

Pérola disse...

Poeta é tudo de bom,ele fala por nós e desvenda nossos mistérios na calada da noite.
O que seria de mim sem os poetas que sorrateiramente viaja pelos nossos corações,trás luz onde as vezes só se encontra as trevas.
Ele ñ mente,advinha o que o coração muitas vezes se nega á acreditar. Os poetas me inspiram e quebram por muitas vezes a frieza que assola meu coração,muitos deles ñ acreditam no amor mas nos convence de que ele existe, uma função louvável.
Poetas seguem fundo em nossas emoções trazendo de volta a sensibilidade que em algumas situações se perdem pelo caminho.
Se é fingidor ñ preciso comprovar pois o peso das palavras que rolam por entre as fontes da emoção modificam o meu estado de espírito e é isso o que importa.
Parabéns pelo poema.
Beijos poeta.

Ju Fuzetto disse...

Bom dia meu amigo!

ótima terça!!

beijos

Daniele Barizon disse...

O poeta é um fingidor
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente"

(Pessoa)

Excelente semana e natal abençoado, meu amigo!

Bjs!

EU SOU NEGUINHA disse...

Grande Poeta...
dê coração de Natal
Enfeite a arvore de sua vida
Com guirlandas de gratidão!
coloque no coração laços de cetim rosa,
Amarelo,azul,carmim.
Decore seu olhar com luzes brilhantes
Estendendo as cores em seu semblante.
Essa é a roupa para o Natal
(Cora Coralina)
Um Natal cheio de paz,amor e harmonia.
Beijos doces
Nega

Guará Matos disse...

Então vamos sonhar.
Sonhar um sonho sonhado, sem ter que dar a satisfação à realidade.

Abraços.

Assis Freitas disse...

o poeta cavalga seus próprios mundos,


abraço

Gil Façanha disse...

Olá meu querido! Vim aqui hoje, te desejar um grande final de ano e um feliz natal entre pessoas queridas. conhecer teu espaço esse ano, foi um dos grande prazeres pra mim. bjs

Bandys disse...

"O poeta esta vivo
nos seus moinhos de vento
A impulsionar a grande
roda da hístoria"..

Voce como sempre poetando seus versos que chegam ao ♥.

Sabia que estarei na sua terra no natal e no ano novo? Providencia uma praiazinha aí pra mim tá?

Beijos

uminuto disse...

assim é o sentir do poeta
votos de um Santo e Feliz natal
um beijo

sonho disse...

Poie é meu querido o poeta não finge...é o unico que escreve ou fala o que realmente sente...descreve todos os sentimentos de uma forma muito verdadeira;)
Boas Festas para ti meu querido
Beijo d'anjo

Amapola disse...

Bravo!! Bravo!!!

Querido amigo poeta. Ontem eu li o comentário desse anônimo, chamando o poeta de fingidor, e perguntando se aos poetas, cabe o direito de mentir.

Ai... Não poderia haver melhor resposta.

Indiferente de ser resposta para alguém que não encontra dentro de si nenhum sentimento... Nenhuma porta aberta para entender e se emocionar com o que diz a alma de um poeta, esse poema me emocionou demais!!!!

Muito obrigada por você existir.

Beijos no coração.

Secreta disse...

Concordo plenamente contigo! O poeta não é fingidor, é apenas uma pessoa com uma capacidade diferente de expor o que pensa e sente.
Beijito.

..."re"... disse...

Poeta...

Saber recitar no seu próprio silêncio é ser poeta.
Não faz muita diferença o dom, mas sim, a sua dedicação.
Necessita sim todo poeta educar a teimosia do seu coração.

Para Camus, é preciso ser dois quando se escreve.
Para pessoa, o poeta é um fingidor.
Para Shakespeare, “um homem deve ser o que parece ser, quanto àqueles que não são o que parecem ser...
Ah, se pelo menos não parecessem ser o que não são”.

Doce beso...Saudades de ti meu amigo...

Obs: Malas de plantão éh? rs

Daniel Costa disse...

Evenson

O poeta náo mente, como se explicaria que assim fosse, o poeta o quer é apontar, por vezes o que o trás pensapitivo, os males do mundo, o muito desamor, as muitas procupações que carrega.
Se dizem isso do poeta é porque a verdade incomoda
Confesso, quando o poeta é optimista, escreve e o que diz gostava que acontecesseque idealisa essa verdade. Esconde máguas no interior da alma.
Abraços fraternos.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Amigo obrigada pela sua visita
ao meu blogue.
Beijinhos

Lívia Azzi disse...

"Finge ser feliz quem chama de fingidor
Aquele que nunca consegue
Mas que tenta decifrar os mistérios do amor"

Poema encantador, até Fernando Pessoa se renderia...

Das lágrimas é que surgem as estrelas, amei!

Beijos e beijos...

Machado de Carlos disse...

Tem-se uma coisa que discordo de Fernando Pessoa é dizer que o Poeta é um Fingidor. Não, o poeta reporta-se. Mostra suas dores e felicidades que passam em seu coração. Que me desculpe o Pessoa!

O Natal nos mostra o resumo de uma energia especial entre os povos, mas temos a lembrança daqueles natais felizes de quando éramos criança ainda.

Muita Paz para você!

Abraço!

Desnuda disse...

Querido amigo,

voce definiu tão lindamente a intensidade dos sentimentos de um poeta e esste olhar fabuloso semeador de emoções porque é um maravilhoso poeta! Lindo DEMAIS, amigo! Obrigada.

Carinhoso beijo querido amigo.


PS: Este ano atrasei muito as postagens e como sempre no Sam e no Desnuda junto as postagens de Natal e Ano Novo em uma só caixa de comentários ( porque viajo). Mas pelo atraso dividi ( tb pra não ficar muito longo) a ultima postagem com a de Natal, numa única caixa de comentários. Depois de mais de 10 anos passando com meu kit família em Minas, este ano passo o Natal no RJ, em casa. Pensei que ficaria com mais tempo nas postagens rsrs e nada! Uma correria só que já não estou mais acostumada nesta data rsrs.


Beijos querido amigo.

Lau Milesi disse...

"A poesia é sempre um ato de paz. O poeta nasce da paz como o pão nasce da farinha".(Pablo Neruda)

E você, poeta amigo, além de ser o poeta da paz, é um poeta gentil e super romântico. Não canso de te elogiar.:)Se tivesse uma filha solteira queria te ter como genro. :)

Um beijo

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Hoje passando apenas para te agradecer o carinho se sempre e desejar um Feliz Natal cheio de amor e paz, junto de todos os que amas.


Beijinhos com carinho
Sonhadora

Pink disse...

A poesia para mim funciona como auto conhecimento.Escrevendo vou dando nomes à minha bagunça interna para depois colocar cada sentimentos nos seus devidos lugares... Portanto para mim, a verdadeira poesia tem que vir da alma.

Adorei o post, querido.Adoro quando a poesia não acaba quando ela termina e fica dando voltas à cabeça me fazendo pensar.

Um beijo.Tenha uma linda noite.

gabyshiffer disse...

O poeta relata em palavras os sentimentos dele e dos outros...
:)
Lindo poema...

Vim lhe desejar boa semana e deixar uma mensagem...

Obrigada por ser uma flor do meu jardim em 2010.Obrigada pelo seu carinho e que nossa amizade continue a florescer em 2011.
Que o seu Natal, seja iluminado e feliz!
Que Deus abençoe a você e aos seus e que você sinta toda alegria de poder estar ao lado das pessoas que você ama.
E que no Ano Novo, as suas sementes floresçam e que os seus sonhos se tornem realidades.
Beijos na alma!
★ ┊    ★ ┊┊   ★ ┊  ★ ┊    
┊   ┊ ☆   ☆┊ ┊     ★┊  
  ★ ┊    ★ ┊ ★ ┊ ★ ┊
┊   ┊ ☆   ☆┊    ★┊ ☆ ☆ 
☆┊   ☆   ★ ┊    ★ ┊┊ ☆   
┊   ┊ ☆   ☆┊    ★┊★┊ ★
☆┊ ☆   ★ ┊    ★ ┊ ☆

Regina Rozenbaum disse...

Everson, amaaaaado!!!
ARREBENTOU A BOCA DO MEU CORAÇÃO...foi a "definição" mais linda, mais pertinente, mais que perfeita do que vocês, poetas, artitas sensíveis, SÃO!!! Em noite de lua cheia, eclipse lunar foi do balacobaco...
Beijuuss, lunáticos, n.c.

Herdeiros de Deus disse...

Olá querido poeta!!!

Fico muito feliz quando recebo seus comentários em meu blog.
Sempre chegam com muito carinho.

O que falar de um poeta! O que falar do poeta Everson.

Vou descrever nas palavras de Carlos Drummond de Andrade:
“Tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo... “

beijos
Suely

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

O poeta sempre tem uma sensibilidade aflorada.

Noite de luz, querido amigo.

Rebeca

-

AC disse...

Everson,
Passei para dar um abraço ao poeta.
Continue inspirado, meu amigo!

Ana Martins disse...

Boa noite Everson,
agora que a euforia do lançamento já acalmou, vim desejar-lhe um Santo e Feliz Natal, que o Novo Ano que se aproxima seja pleno de alegrias e realizações. Muita saúde, paz e amor!

Beijinho,
Ana Martins

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querido Everson

Linda ramificação sobre versos tão geniais.
"...O poeta finge não ser dor a dor que deveras sente..."
Mas, como vc diz, essa é a sua verdade, ele não é um fingidor.
Passei aqui, para deixar um beijo de Natal, desejando a vc e aos seus, paz amor e alegria.
Carinho.

Fátima Guerra

Paula Barros disse...

Everson, adorei! Gostaria de ter escrito. Mas fico feliz que você tenha escrito. Porque você sempre entendeu a minha escrita, e eu tenho entendido este seu escrever, este sentir, dando cores ao mundo real.

Loucura que sente? Será que podemos chamar assim? Ao poeta tudo.

Entre ser louco e fingidor e mentiroso é melhor ser louco, não é mesmo? rsrsrs

O louco que nas madrugadas pinta as dores, que rouba a lua, que beija o sol, que faz as estrelas se suicidarem no mar...o louco que ama sem amar, que quer amar e tem receios.....nós os loucos ...rsrs

Adorei, adorei...


Um abraço especial.

Lou Albergaria disse...

Simplesmente "...um desenho de Menino corrigido por um louco."
Quintana

Belíssimos versos e bastante contundentes! Amei!!!

Um dia ainda descubro o que é ser poeta......tenho fé!

BEIJO GRANDE!!!!

IT disse...

"O poeta não finte
O poeta não mente
Ele desenha o mundo real
Com a loucura que sente"

Não há que contestar em nada!

o poeta é encantador!

Beijinhos♥

 
Web Analytics