quarta-feira, 27 de maio de 2009

A Porta Fechada
(Closed Door)

Quando aquela porta se fechou
Não mais vi o seu sorriso
Nem senti o perfume dos seus cabelos
Não ouvi os seus suspiros
Não atendi mais seus apelos,
Quando aquela porta se fechou
O mar desapareceu no horizonte
A lua sumiu atrás do monte
Estrelas fugiram no céu
Cometas rasgaram o peito e quebraram o anel,
Quando aquela porta se fechou
Morreu a ultima flor do meu jardim
Perdeu no tempo você de dentro de mim
Perdi-me pela estrada e encontrei o fim
E passo madrugadas me sentindo triste assim,
Quando aquela porta se fechou
Eu entendi que era a ultima pagina do nosso livro
Era finalmente a quebra do encanto e do adeus
Eram últimos segundos dos seus planos e dos meus
Era o sangue que escorria numa pétala rasgada, pelos dedos seu,
Quando aquela porta se fechou
Fui embora e nunca mais te vi
Mesmo estando longe eu te sinto aqui
Pelos momentos de amor que eu vivi
Em que chorei e sofri,
Quando aquela porta se fechou
Nosso banquinho ficou vazio ali na praça
Todo sorriso era impuro e sem graça
O amor se perdeu pela fumaça
E uma estrela se apagou anunciando o fim.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

10 comentários:

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

mas outra renascerá...tenha certeza!!
bj na alma, saudade de vir aqui,to na correria...muita coisa pra dar conta e outras coisitas q me irritam q só Deus pra segurar!!bj
se cuida!
lane

Palma da Mão disse...

Que lindo Everson, mas como todo o jardim, é preciso deixar a terra repousar para que se recomponha, ajudá-la a aceitar o Sol e a Chuva como unico alimento, deixar os pássaros fazer o seu belo trabalho, encantá-la com a sua doce melodia, transformá-la em corpo, pronto a receber a mais bela de todas as flores...
Beijinhos
Liliana

Blue disse...

Olá Poeta!
E como dói saber que a porta está fechada...
Mas por outro lado sabemos que outras portas se abrirão, e quem sabe, outros amores haverão de nascer!

Abraços e bom jogo...

*Angel* disse...

As portas têm que se fechar, os jardins murchar, as estrelas se apagar para que outros possam abrir, brilhar, nascer...é assim o ciclo da vida...dai a palavra saudade...

Meu querido amigo, um novo dia acaba de nascer e aqui estou eu para desejar que ele te corra melhor do que aquele que passou.
Deixo-te um beijo bem gostoso no teu coração. Fica com Deus!

Nayr

Bandys disse...

Everson,
Acredite no amor!

Ainda que falasse línguas
Dos homens dos anjos do céu
Sem amor eu apenas seria
Um bronze que soa ao léu

Se o dom de fazer profecias
E o saber dos mistérios são bons
Sem amor não sou
Nada mais que um som
Uma querta de muita paz proce.
beijos

Bandys disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciana disse...

Precisamos fechar as nossas portas quando a incerteza do que vamos encontrar é preocupante. Incertezas incomodam, machucam, destemperam a tranquilidade da vida, então, que se fechem essas portas e se abram outras mais amenas e descontraídas.
Beijos, linda poesia!

paula barros disse...

E quando a porta se fechou
Se acabou um ciclo
Mas o coração ainda não chorou todo o amor

E sempre haverá outras portas
Outros amores
Mas o amor só entra
Quando a porta do amor estiver aberta

beijos.

Quer dizer que você é mais medroso do que eu?

Anônimo disse...

Saiba sobreviver às tristezas,
Saiba se erguer após cada queda
E saiba amar sem medo
Pois o medo não nos traz nada
Apenas leva.
eu filho eu ti amo maizinha ,Evanir.

lumma disse...

Hola ... entre uma manutenção e outra do speedy olha eu aki aproveitando que tudo está funcionando normal.Uma linda semana pra ti ... bjs azuis em seu coração.

 
Web Analytics