sexta-feira, 13 de novembro de 2009

A Claridade da Escuridão
A claridade da escuridão
Ofusca-me a visão
Eu vejo o que eu não quero
E o que eu quero eu vejo não
Na madrugada fria
Sombras perambulam a paisagem
A manhã chega cinzenta
Tecendo no dia sua maquiagem
E quando clareia um pouco
Eu já estou ficando louco
De tanto querer que o meu planeta
Seja invadido por miragens
Ou choque de cometas
Que mudem a paisagem
E me tirem da solidão
Não quero mais sentir
A claridade da escuridão.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Rosa Vermelha
Rosa vermelha
Pequena flor
Nascida no tempo
No jardim do amor
Vermelho pecado
Desejo inocente
Que mora ao lado
Na alma da gente
Rosa vermelha
Despetala o outono
Aguça os espinhos
Num triste abandono
Rosa minha vida
Amor e paixão
Da chuva que cai
É inverno e verão.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

26 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá meu Poeta, difícil chegar aqui. Parece que a Blogocoisa fico doida.
Tudo muito lindo. Gosto um bocadinho mais do segundo. Acho um tanto mais lírico amoroso transparente. Opinião.
Bom Dia
Muitos beijos,

Amor Feito Poesia disse...

Agradecendo sua visita amigo.
Lindo blog..........Parabéns!!
]
M@ria

Thomas Albuquerque disse...

Everson..

Vejo você numa fase mais melancólica, saudosa,intensa e tensa,mas porém inspirada e apaixonada.

às vezes é bom que possamos também dar este enfoque à nossa poesia,pois ela deve ser transparente e mostrar nossos lados mais profundos.

Bom fim de semana para ti, Mineiro.Fique em paz.

Anna e Cesar disse...

Ei-nos aqui para apreciar seus lindos poemas e dizer que mudamos algumas coisas lá no nosso espaço (torcendo para que consiga abrir agora! rs)
"Eu vejo o que eu não quero
E o que eu quero eu vejo não"...
Um belo jogo de palavras, digno de uma alma poética melancólica, saudosa, mas muito bela!
Linda quinta a vc, poeta !

Nany C. disse...

Sabe poeta... cada vez fica mais difícil de escolher um texto para ser o preferido da postagem dupla...
Sempre gosto dos dois e complemento algo em mim como:
Logo a luz se ajeita, e a rosa desabrocha na mão e no coração da gente!!...rs

...................................
Ai Everson,
Muitíssimo obrigada por suas palavras, carinho, afeição e presença!

Um enorme beijo em seu coração! Você merece!

Nanda Assis disse...

a lua e o sol, a claridade e a escuridão, os opostos, a atração.

amo vc meu querido.

bjosss...

uminuto disse...

muitas vezes não se consegue mesmo ver o que mais se deseja
linda esta rosa vermelha no Outono
um beijo e bom fds

Layara disse...

...bom dia Lindo desse Horizonte!

a claridade a escuridão, rosa e espinhos, chuva e sol, dia e noite, outono na primavera, inverno no verão...antíteses de sentimentos...

gosto do que escreve, deixa claro sentimentos na escuridão...Poetas conseguem na beleza da escrita, mostrar-nos imagens de Amor.

beijos do meu Horizonte ao seu Belo Horizonte,as vezes na escuridão com estrelas clareando as madrugadas de criação.

[postei um outro comentário que não foi, rsssss...uai, neh!]

Uma aprendiz disse...

Bom dia, meu lindo

TÕ com saudades!
Por onde andas?

Ai, ai.... me esqueceu?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Hoje decifrei um bocadinho dos seus sonhos.

Amei as poesias e as fotos.

Parabéns pelo bom gosto.

beijosssssssssss

Luciana P. disse...

Falar em claridade da escuridão é mais ou menos como racionalizar em meio às emoções.
Sentimos, sim, todo tipo de emoção e nenhuma delas combina com escuridão.

Beijos, poeta um ótimo dia pra você

SAM disse...

Bom dia, querido amigo!


Lindos, mas rosas vermelhas me encantam e através dos versos do poeta, ainda mais.


Carinho beijo e excelente fim de semana.

Memória de Elefante disse...

"Não quero mais sentir
A claridade da escuridão."

A luz da solidão, talvez vestir a esperança e enfrentar as manhãs.

Beijo

Adolfo Payés disse...

Un placer conocer tu blog.. me gusta.. te sigo para poder leerte con mas frecuencia..

Gracias por los pasos por mi blog..

Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos..

Que disfrutes de tu fin de semana...

Amor Feito Poesia disse...

De tanto querer que o meu planeta
Seja invadido por miragens
Ou choque de cometas
Que mudem a paisagem
E me tirem da solidão
Não quero mais sentir
A claridade da escuridão.


lindissimo..........parabéns!
Agradeço sua visita.

Bom FDS...........Beijos

Anônimo disse...

Ser feliz é ter a impressão que se tem tudo,
mesmo quando falta muito.
É ter esperança mesmo quando a tristeza,
insiste em nos alcançar.
Uma linda quinta .
Um final de semana abençoado.
Carinhosos beijos da maizinha ,Evanir...È aquilo mesmo filho escolher 10 amigos o que tenho certesa ñ sera nada dificil é uma bricandeira ja que estamos as vesperas de Natal.
www.uidas.pelo.amor.zip.net

Majoli disse...

Oi meu amigo, estou voltando...nem quero falar da razão principal de estar meio distante da net pra não ficar mais borocoxô.

Obrigada por teu carinho para comigo, Deus lhe pague.

Suas poesias são sempre lindas, às vezes me acho repetitiva, mas o que fazer se amo te ler?

Beijos com carinho mil no teu lindo ♥.
Gosto muito de você meu amigo.

Bandys disse...

Everson,

Eu sou a claridade da sua escuridão, hehehehehe
Assim você diz ne??

Olha dizem que sou uma rosa cor de mel!! Hahahahaha

Hoje to implicante.
Brincadeirinha.

Tudo lindo por aqui.

Beijos na alma e um fds de muita piração, (claro que visempre vejo)

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo, dois poemas , meio melancólicos porém bonitos.
Um forte abraço

Daniel Costa disse...

Everson

Pode haver casos em que a "claridade na escuridão" é atraente, pelo menos quando há uma rosa para oferecer de presente.
Abraços
Daniel

Pena disse...

Fantástico Poeta Amigo:
Mais uma "explosão" admirável da sua sensibilidade poética fabulosa.
Notável. Transcende a própria beleza e ternura do sexo feminino que adoramos.
Parabéns e o meu agradecimento pelas visitas simpáticas e amáveis no meu blogue.
É simplesmente, SUBLIME!
Abraço de gratidão de imenso respeito e estupefacção.
Sempre a admirar a poesia que jorra de si.

pena

EXTRAORDINÁRIO, amigo poeta!

Mylla Galvão disse...

Oi Everson,
Obrigado pela visita ao Ideias!
Eu tenho tb um blog só para poesias - minhas e de outras pessoas...
As minhas sempre estão assinadas por mim!

As suas poesias são belas! De uma simplicidade tremenda!!!

Venha visitar meu blog de poesias
http://luaimaginadapoemas.blogspot.com

Estou te seguindo!!!

Abraços

Sonhadora disse...

Everson
Maravilhoso poema...um pouco triste...mas quem sou eu...
Beijos
Sonhadora

paula barros disse...

Achei interessante esse termo - a claridade da escuridão, que ofusca.

Ficamos perdidos, com a intensidade dessa escuridão, de silêncios pertubadores, da solidão, da mão que procuramos.

Mas logo em seguida vem uma rosa vermelha, e talvez nos mostre que a vida é assim, momentos de escuridão, momentos de prazer, de esperança.

beijos, bom final de semana.

Blue disse...

Rosa vermelha, seios de uma Musa.
Que mais olhar e dizer?
Bate uma baita saudade de escrever,
mas tenho que me manter firme.

Abraços e bom final de semana.

Prof. Sergio Ricardo disse...

Unir o útil ao agradável não é fácil e vc, faz isso, brincando, dois poemas, duas situações, dois contrastes, mas com mesmos objetivos: o amor... abraço amigo e irmão e ótimo final de semana.

Chris CDM disse...

Ta rolando um sorteio mega fofix no CDM. Passa la pra participar. Bjuuu

http://www.coisasdemeninas.com

 
Web Analytics