quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Casulo
Depois de muito tempo sem olhar o sol
Decidi sair pra rever as cores do mundo
Parei diante de um farol
E não resisti, dei um suspiro profundo
Tudo ainda cinza e sem tom
Neve e galhos secos no caminho
Perdi a noção de tudo que é bom
Na inércia do corpo cansado da batalha
A insuportável ausência do seu carinho
O vento frio arrancava a pouca paisagem
Abanava seus cabelos e arrepiava sua pele
No coração o amor não deixou bagagem
Era tudo estranho e forte
Era um mundo sem razão ou sorte
Eu tentei olhar o mar
Mas ilhas bailavam sobre o gelo
Eu definitivamente desisti de olhar
O amor não atendeu ao meu apelo
Continuou distante do meu coração
Mais afastado e sem noção a cada dia
Olhava o frio daquele cartão postal
Um universo próprio que me fazia mal
Dentre neves, folhas secas e arvores que balançavam sozinhas
Caia uma insistente chuva fria
Alimentava a minha alma a sua ausência
A dor definitivamente cortava a minha alegria
Eu me recolhi pra outra vez chorar
Não quero mais sofrer ou sentir dor
Nem quero mais ver você voltar
Não quero mais conversar com o amor
Guardei a caneta com a qual eu escrevia
E deixei sobre a mesa um papel branco e vazio
Eu não sabia mais explicar o que eu sentia
Eu quero é rapidamente me aquecer
Eu ando sentindo nesse mundo muito frio
Voltei pra minha madrugada em busca da minha paz
Parado em minha janela onde o sonho um dia foi embora
Vendo no frio as nuvens onde o sonho se desfaz
Deixando o coração recolher os sentimentos e guardá-los pra sempre
E novamente permitir a alma a tristeza e o abandono
De quem desesperadamente pelo seu corpo toda noite chora.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

44 comentários:

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Caramba, esse foi forte, heim, amigo!
Deixou até a caneta de lado...

Ainda bem que a pegaste de novo.
Foi um dos mais lindos que li.
De coração

Beijo

=)

Reflexo d Alma disse...

Ei Linda quarta.
Bjins
e...
Mas só percebe
quem aceita a
pro-
vo-
ca-
ção...

Catiaho/ Reflexo d' Alma entre delírios e delírios

ღPaTiღ disse...

Matador!!!

Calor amigo para teu coração...

Beijos e Boa Noite.

Meri Aleixo disse...

Não deveria ser assim, meu amigo Everson
uma vez que saiu do casulo
seja frio ou dias de calor
tens que voar...

E pelas madrugadas,as reservas guardadas em nós devem nos aquecer
do inverno da ausência...

Everson,
Tenha uma noite aquecida pelo calor das lembranças

Nanda Assis disse...

vc contou, em forma de poema, uma história linda de um amor q qria se perder e n se perdeu, o fim nem é tão feliz, mas so de saber q o coração ainda sente ja é muito. pq amor n acaba, não há vento q o leve.

bjosss...

Lou a esquizoffrenica disse...

Meu amigo a noite hoje acordou companheira dos que amam . A lua ouve os segredos e a todos guarda. Amantes escrevem linhas em papeis em branco tentando aquecer aquilo que só corpos que se querem conseguem aquecer... a mente vagueia solitária pousando nas mãos dos anjos todos os desejos.
Um dia lindo para ti. Beijos.

Lady disse...

Nem sempre é fácil sair do casulo e enfrentar o sol, a vida sem um amor.
Saudade vem e deita ao lado no lugar do ser amado, mas quem sabe um dia o amor volta...
Profundo, amei!!!!
Beijão

direitinho disse...

Bom dia Everson
Hoje o teu poema trás duas partes distintas, o que daria dois poemas.
A primeira olhando a natureza e vivendo as marcas que nos fez.

Guardei a caneta com a qual escrevia
Quero esquecer ...
esse mundo frio...

Um abraço de sol

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Mas você sabia nobre poeta, que às vezes vivemos dentro de casulos e não temos consciência disso? Ou às vezes nós mesmos vestimos esses casulos. Pensamos ser nossa proteção do mundo lá fora,pode até ser, mas também nos limita a querer, a sonhar, a amar. Mas, uma vez a casca quebrada temos que bater asas, senão o predador vem. Poema forte. Gostei muito do seu paralelo na minha postagem de ontem. Mudando um pouc, até já comentei na Felina hoje, tive um sonho incrível, coisa de louco. Estou tomando remédio pro meu pé e está me fazendo dormir como um bebê e acabei tendo um sonho cinematográfico. Vou tentar contar esses dias. Posdso dizer que é ligado à poesia. Um grande abraço. CRUZEIROOOOOOOO . Hoje hein?

Daniel Costa disse...

Everson

É sempre bom dar uma mirada ao sol, Esse deve estar sempre presente no nosso coração. São os seus raios que iluminam a nossa visão, que a tiram da escudidão que por vezes prepassa. Só depois vemos de novo a graça.
Abraço fraterno poeta.
Daniel

carol sakurá disse...

Poeta,
Arrebatador!
Bjs!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

E parabéns no poema abaixo, por querer ummundo mais quente.Sei que fala de sentimentos, de calor humano, de proximidade entre as pessoas. Um abraço

Elaine Barnes disse...

As vezes tudo congela,até a tinta da caneta. O coração tem poderes que a própria razão desconhece mesmo.O recolhimento tem um tempo para colocarmos as idéias no lugar e reavaliarmos se não estamos nos protegendo demais,depois é preciso nos aquecermos pra não morrermos de frio. O sol sempre brilha lá fora,mesmo sem ânimo precisamos do seu calor. Aos poucos tudo se aquece e o coração se enobrece com tamanha beleza. Lindo seu poema amigo.Parabéns! Montão de bjs e abraços calorosos pra voc~e

Josy Nunes disse...

Bom Dia!
Ev,
meu querido linda, muito linda como sempre...o Midas tudo que toca vira ouro e você tudo que escreve é um lindo poema...beijão no seu coração uma boa quarta-feira e fica com Deus

Josy Nunes disse...

Bom Dia!
Ev,
meu querido linda, muito linda como sempre...o Midas tudo que toca vira ouro e você tudo que escreve é um lindo poema...beijão no seu coração uma boa quarta-feira e fica com Deus

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Para o meu Poeta querido!

PAZ DO MEU AMOR

Composição de Luiz Vieira


Você é isso,
Uma beleza imensa.
Toda recompensa
de um amor sem fim.

Você é isso,
uma nuvem calma
no céu de minh'alma.
É ternura em mim.

Você é isso,
estrela matutina,
luz que descortina
um mundo encantador.

Você é isso,
parto de ternura,
lágrima que é pura,
paz do meu amor...

Você é isso,
parto de ternura,
lágrima que é pura,
paz do meu amor...

Paz do meu amor...
Uma beleza imensa...
Toda a recompensa...
Paz do meu amor...

Beijos*********************

Tatinha disse...

Minha alma hoje amanheceu no escuro... Talvez ela reaja e queira olhar o sol!
Bom dia meu coração poeta.
Cheiros no seu cangote.

Ju Fuzetto disse...

Olá amigo!!!

Muitas vezes o dia fica cinza.
Os olhos não querem se abrir.
Esse é o momento de olhar para dentro de si, e banhar-se de um lindo arco-íris!!!

Boa quarta!!

beijo

Mylla Galvão disse...

Ando mto presa a esse casulo aí!
Estou precisando sair dele... mas não estou conseguindo!
E ando precisando tb de escrever mais!
Mas estou naquele "branco" de ideias...

Mas seu poema é bem forte...
Bem intencional!

Gostei!

bjs

Xanele disse...

Xiii... acho q estou c problema, toda vez q tento abrir sua página acaba travando, volto depois
beijo Xan

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Essa ausência de carinho tem que ser perfumada com entusiamo. Texto que diz tanto do seu momento... Adorei!

Maravilhosa quarta, querido amigo.

Rebeca

-

SAM disse...

Bonito, sempre, poeta!

Um abençoado dia! Beijos, com carinho.

Pelos caminhos da vida. disse...

Que seu dia seja realmente um otimo dia...
Que suas horas sejam cheias de felicidades...
Que seu entardecer seja o mais maravilhoso...
Que o seu anoitecer seja carinhosamente depositado por Deus!

(Vilma Galvão).

Bom dia!

beijooo.

Felina Mulher disse...

Vixe!
O texto descrever bem o sofrimento que você tem passado ou passou,e uma nuvem da tristeza paira sobre a cabeça a minha cabeça definhando o semblante da esperança de sentir o seu tão desejado sorriso...
Você me deixa espantada com estes textos. Sempre que penso em você, logo vem a cabeça um homem brincalhão e sorridente. Mas confesso que ler alguns de seus textos é como ver você chorar e sentir o grau do seu sofrimento ao testemunho dos meus olhos. Infelizmente este texto é capaz de dar uma nova definição (mais profunda) do que seja sofrimento.
Fico impressionada com o grau de profundidade que você escreve os teus poemas, que sem dúvida alguma, conseguem tocar a alma até dos seres incapazes de demonstrar quaisquer tipos de sentimentos. Portanto, meus parabéns!!
Tudo o que eu posso fazer é apenas te agradecer por me deixar ler os teus versos.

Adorei!!! Novidade né?!

Agora numa tentativa infalível de tentar imaginar de quem seria o único coração capaz de aquecer o seu coração ao ponto de vc não quer mais conversar com o amor e querer guardar a caneta...???

Xanele disse...

Lindo como sempre

Passei p dizer que roubei um poema seu, não resisti...rsrs
beijo Alexandra

Elzenir Apolinário disse...

Meu amigo, estas palavras me atingiram fortemente o peito. Não há um verso que merece mais atenção, todos se alinhavam comprometidamente.Dizer que é lindo é lugar comum, então vou dizer: Brilhantemente tecido por um sensível poeta do amor. Bom dia!!!Abraços e beijos.

lita duarte disse...

Everson,


"Há tempo para todas as coisas"

Um abraço bem forte para você.

Glória Müller disse...

Triste, mas muito, muito bonito.
E eu que ando, também, por aí, tentando resolver minhas questões... Calou fundo no meu coração, amigo. Parece até que eu sei o que vc está sentindo! Bem...
Sabe, às vezes, nossos sentimentos são congelados a força sem muita opção. Mas não, sem emoção!! É triste, amigo, é decepcionante, mas nada como um dia após o outro.
Mas eu levo carinhos, AMOR sincero mesmo!!!, eternamente no meu coração, mesmo com a impossibilidade para vivê-los concretamente (fisicamente).
É um tempo de sofrimento, sem imaginação, sem cor, sem sabor.

“É um tempo a mais... com menos.”

Com carinho,
Glória

Blue disse...

Chorar.......... choramos.
Se não for por um amor,
chomoramos pelo ini9migo!
Pois é, uma EMELECa só!!!!

Abraços

Pena disse...

Notável Poeta Amigo:
Mais um poema muito belo, mesmo num momento em que na sua sensibilidade existe um desencanto momentâneo e triste.
Uma interioridade e pessoalidade poética riquíssima e admirável.
"...A dor definitivamente cortava a minha alegria
Eu me recolhi pra outra vez chorar
Não quero mais sofrer ou sentir dor
Nem quero mais ver você voltar
Não quero mais conversar com o amor
Guardei a caneta com a qual eu escrevia
E deixei sobre a mesa um papel branco e vazio
Eu não sabia mais explicar o que eu sentia
Eu quero é rapidamente me aquecer
Eu ando sentindo nesse mundo muito frio
Voltei pra minha madrugada em busca da minha paz
Parado em minha janela onde o sonho um dia foi embora..."

Excelente!
Nem tudo na vida é como pensamos ser. Há instantes de desânimo e tristeza, mas um desânimo e uma tristeza descritas, narradas e poetizadas com brio e maravilha.
Abraço de amizade sincera.
MUITO OBRIGADO pela seu gesto precioso de enaltecer no meu blogue.
Sempre a respeitá-lo e a admirá-lo

pena

Excelente, poeta amigo.
Bem-Haja!
Perfeito.

FOTOS-SUSY disse...

OLA EVERSON, MARAVILHOSO POEMA...QUE TENHA UMA FELIZ TARDE AMIGO!!!
BEIJOS DE AMIZADE,


SUSY

Wanderley Elian Lima disse...

Olá meu amigo
Mais um poema romântico e sensível, aliás essa é sua característica.
Grande abraço

Adolfo Payés disse...

Precioso.. cuando me detengo en tu blog.. haces que el día se maravilloso.. Un poema Excelente.

Un beso


Un abrazo
Saludos fraternos.

Majoli disse...

Nossa que desabafo triste nessa poesia...doeu aqui em mim.

Meu querido, se o que escreves é o que vive realmente, você consegue passar de forma ímpar...atinge o interior da gente.

Torço tanto pra você ser feliz, encontrar um grande e doce amor.

Beijos com carinho no teu ♥

Lau Milesi disse...

Lindo, lindo e lindo!!!
Parabéns, parabéns e parabéns!!
D+!!!
Depois dessa fase [do encasulamento/encapsulamento) vem a eclosão.A "seda" do "bicho da seda" amenizará o frio. Viajei poeta.Culpa do seu talento e da sua sensibilidade.

Um beijo

Letras e Poesias !!! disse...

No Final de tudo a paz ficou desordenada...Mas mesmo assim a ama brilhar..

Poeta em odrm crescente...História comovente...
Tenha uma linda quarta...Everson Russo...

Quem Acredita sempe alcança !

Sandra Botelho disse...

Faço esforços imensos para romper esse casulo.
Mas sua fibras são mais fortes que eu.
Então me aprisiono em suas teias e sigo, as vezes sentindo o calor do sol atrvavés de algum orificio, propositadamente deixado pela vida.
mas são raios tão suaves que não aquecem meu coração.
Mas espero...
E desistir de amar jamais.
A musica é linda...
Ontem baixei 168 musicas do Legião.
Dificil dizer de qual gosto mais,
Te desejo dias de sol e sorrisos e muito, muito amor.
Bjos no coração.

Memória de Elefante disse...

O que sempre acho triste é que somente um deixa de amar primeiro e é inevitável a dor e o sofrimento.
Mas é preciso o poeta para criar e transformar em lindos versos o sentimento .

Um beijo

Francisco Vieira disse...

Abracos, meu amigo! Que tenhas um optimo final de semana.

Maria Bonfá disse...

lindo...lindo...lindo.. parabens.. vc consegue fazer ate eu sentir o frio desse cartão postal.

A dor definitivamente cortava a minha alegria
Eu me recolhi pra outra vez chorar
Não quero mais sofrer ou sentir dor

é de uma tristeza imensa..mas lindo..parabens..beijão

Anônimo disse...

Nossa incapacidade de compreender o significado
e a profundidade da amizade compromete,
não só nossa humanidade, mas sobretudo,
nossa relação com Deus.
E quem tem Deus e sua amizade tem quase tudo
na vida .Uma quinta de paz .Um final de semana na luz de Jesus .
As Unidas.
Querido filho deixando aqui um pedaço de mim meu coração.
maizinha .Evanir
www.unidas.pelo.amor.zip.net

Lou Witt disse...

A falta que congela, que dói na alma e que nada nem ninguém consegue aplacar.

Lindo e triste!!!

Beijo de carinho!!!

Thomas Albuquerque disse...

a vertigem da solidão é um sono traiçoeiro..dele precisamos acordar.

paula barros disse...

Everson, esse poema traz uma dor tão profunda, nos simbolismos da neve, da saudade, da ausência....dor de uma amor tão forte e tão presente.d

beijo

 
Web Analytics