terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Naquela Bola de Papel
Numa madrugada qualquer
Escrevi uma poesia
Eu falava da vida e de tudo que vier
E sentia a minha alma fria
Contei tudo que passei um dia
De todos os meus choros de amor
E até quando tive alegria
Rimei seus beijos com meus desejos
Sua dor com o meu mais intenso amor
Eu tinha pra você um sol de noite
E a lua que bailava pelo dia
Estrelas que me tocavam pela manhã
E quando passeei com você naquela chuva fria
Eu tinha sentimentos guardados no peito
Mas descobri que o amor não tem jeito
Ele nasceu pra me fazer sofrer
Mesmo eu cultivando esse forte querer
Eu tocava a sua pele macia
Eu beijava o seu corpo em movimento
Eu só queria a minha poesia
E meus versos num determinado momento
Eu olhava seu banho
Era tão bom te ver nua
Hoje eu só vejo a solidão
E a nudez da minha rua
Rua que de sonhos vive escura
Sem clarear a minha procura
Nem sol e nem o mais belo luar
Mesmo assim eu sonhava em um dia amar
Eu sonhei e sofri
E então decidi
Não sou abelha fazendo mel
Muito menos uma estrela que brilha no céu
Não desisti dos meus sonhos
Mas guardei todos pra depois
E embolei o momento
Numa bola de papel.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

45 comentários:

Desnuda disse...

Boa noite, poeta

um lindo poema. Um desabafo solitário em versos. Mas o sofrimento é da vida e não só do amor. Amar e sonhar sempre!

Beijos, com carinho.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo******* Poeta, não jogue mais o amor para o ar, ainda que escrito num papel. Guarde-o.
Beijos*************
Bom Dia sempre.

BANDEIRAS disse...

Oi Everson,

As vezes precisamos fazer isso mesmo, embolar as coisas e deixar rolar.

Bjs

Abraão Vitoriano disse...

grande, são suas palavras!

é o soltar a vida, dar corda aos sentidos...

abraços,

Menina Robô disse...

Os sonhos e os desejos é que fazem
da nossa alva viva...
Guarde-os sempre.

Beijos Saudosos!

Nany C. disse...

Amores são sempre possíveis...

Lembrei-me desta máxima sentida numa canção...

Repara não, tá... hoje estou quereno mais do que posso e escrevendo suspiros...

Beijos em teu coração meu amigo!

FOTOS-SUSY disse...

OLA EVERSON, MARAVILHOSO POEMA...ADOREI LER TAO BELAS PALAVRAS...QUE TENHAS UMA LINDA TERCA-FEIRA AMIGO!!!
BEIJOS DE CARINHO,


SUSY

Adolfo Payés disse...

Que hermoso poema, poeta... tus poemas siempre son buenísimos..

Un abrazo
Saludos fraternos..

direitinho disse...

=Nunca desisti dos meus sonhos=

Pensamentos positivos e sempre pronto para a luta. Desistir...nunca

Daniel Costa disse...

Everson

Sempre belos poemas, no entanto eles agora denotam um certo desencanto. Para esquecer um amor nada melhor do que outro. O passado jamais poderá deixar o coração dilacerado.
Pode ficar a boa recordação, apenas como boa que foi e que já era.
Abraço de foça poeta!
Daniel

*Nayr* disse...

Ola, Everson.
Faz tempo que não vinha aqui ler as suas inspirações...
Nas bolas de papel ficam sempre a recordação do momento vivido, e mesmo se as jogarmos fora, uma vez escritas, é como se ficasse tatuado no braço para sempre...
O melhor é continuar a caminhar, exibindo todas as tatuagens ja conquistadas, pois fazem parte da vida...
È sempre um prazer vir aqui...
Um abraço e boa semana.

Lou a esquizoffrenica disse...

m dia Everson, és sempre ou das minhas ultimas visitas ou das primeiras porque os meus dias ficam sempre melhores com os teus poemas. Não jogues a bola de papel fora, podes vir a necessitar dela outra vez. Desistir nunca. beijos

Felina Mulher disse...

Espero que vc não tenha jogado fora a bola de papel...pq não desembrulhar e dar uma chance ao amor?

Hj não irei rasgar sedas por cá...kkkkk...deixo-te o meu perfume, pra que sigas o meu restro___________Felina.

Secreta disse...

Os sonhos morrem e nascem consoante as nossas prioridades.
Beijito.

Pérola disse...

Bom dia!!!
Tudo o q eu sinto eu também registro.Eu vivi uma relação por muito tempo e tudo o q sobrou foram bolas de papéis.
Parabéns pelo texto,simplesmente maravilhoso.
Beijos.

Ju Fuzetto disse...

Palavras lindas e doces!!!

Parabéns!!

Vc arrasa sempre!!

abraço

Xanele disse...

Inesperadamente ele abrirá
bjsss amore

val du / lita duarte disse...

Oi, Everson.

Sonhar é possível.

Um ótimo dia para você.

Ah, este é um outro blog.:)

Beijos.

Chinha disse...

Nessa bola de papel vais guardar o teu mais belo sonho...Secreto.......Porque existe sempre o momento da mudança, onde a luz acaba por brilhar.

Belo poema............Lindo

jitos da Chinha

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

O amor nos faz adiar os sonhos, é verdade.
Tava com medo de que voce fosse jogar a bola de papel fora.
Ainda bem que guardaste.

Beijo

=)

Memória de Elefante disse...

Everson!

Quando amamos ficamos mais inocentes e por isso mais belos,mais vulneráveis.O Amor não nos faz sofrer...


Um beijo

lagrima disse...

Everson, moço lindo!
Me encanto contigo sempre que por aqui passo, ou com teus carinhos lá no meu espaço.
Você não é abelha que fabrica mel, mas é zangão que se lambuza com ele, por isso é tão doce e bonito.

Beijo na tua alma, menino doce.

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigado por sua mensagem!

Você
tem idéia do quanto fiquei
feliz ao receber a sua mensagem ontem?

Saiba que você é uma pessoa que
admiro muito, alguém realmente especial,
e receber esta surpresa fez o
meu dia muito melhor.

A vida fica realmente iluminada
quando se tem amigos como você.
Tenha um dia feliz!

beijooo.

Pérola disse...

Muito obrigado pela sua visita meu querido.
Seja bem vindo sempre.
Um beijo.

Katy disse...

Eu também guardei meu sonhos de amor para depois...
Mas o momento, ah, esse eu vivo intensamente!
Ótima semana!
Beijinhos em ti.

Majoli disse...

Que triste...mas tenha força meu querido, um dia tudo isso vai mudar.

Beijos no ♥
Lindo dia pra você.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

E assim são as diversas formas de sentir o amor, mesmo com alguma dor...

Terça de luz, querido amigo.

Rebeca


-

Lady disse...

Perfeito como tudo o que você escreve...
Que sua terça seja maravilhosa.
Beijo no coração

Bandys disse...

Idem

Beijos

ღPaTiღ disse...

Você é um Beija-Flor que encanta tantas rosas e flores de tantas espécies,que por vezes acho ser um 'crime' você beijar somente uma. Penso que não seria justo.
Consegues alimentar-nos de tal forma, que o dia todo ficamos exalando os melhores perfumes! Atraímos os mais encantadores dos pássaros, outros beija-flores de várias espécies, que nos faz sentir de igual forma... Mas cada um de um jeito especial.
És um Poeta.

Um Beijo.

Bandys disse...

Everson,
O idem foi referente ao um dia feliz pra ti..

coloquei uma obs la no meu textinho se quiser...
Beijos again

margusta disse...

Querido Poeta,

...e tenho a certeza que guardará essa bola de papel com o maior dos carinhos.

O seu poema é LINDOOOOOOOOOO!!!

Um beijo e um sorriso para o seu dia!

Margusta

Luan Fernando disse...

Mais uma vez belíssimo poema, por que sonhamos em amar e depois desistimos?
Beijo! E sua estrela brilha muito!
Juliane S. Rocha

carol sakurá disse...

Poema nostálgico,poeta!
Lindo!
Bjs!

Blue disse...

"Não sou abelha fazendo mel
Muito menos uma estrela que brilha no céu"

Que belas palavras, Poeta Mineiro!

Abraços.
Mas me poupe... BBB NÃO!!!!!!!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Tomara que você não perca essa bola de papel.
Grande abraço

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO AMIGO EVERSON, ESTAMOS NUMA FASE NOSTALGICA, MAS SOMOS UMAS PESSOAS FELIZES... ACORDAMOS SEMPRE COM A VONTADE ENORME DE PASSAR O NOSSO SENTIR PARA OS NOSSOS AMIGOS... ABRAÇO-TE COM MUITO CARINHO... ADORO-TE,
FERNANDINHA

Francisco Vieira disse...

Everson, passei para lhe deixar um abraco.

Gostei do poema.

Abracos

Priscila Lima disse...

Lindo poema e belo blog...
Abraço
Priscila Lima

www.conchasbelas.blogspot.com

Sandra Botelho disse...

Que ao desembolar o papel, a história seja outra,
Que a magia aconteça,
e que sempre o melhor amor
para ti floresça.

Lindo teu poema.
Bjos meus e um lindo amanha!

Daniela Figueiredo disse...

Ah, o amor. Só nos romances é eterno... Mas assim é a vida, e vamos que vamos! Lindo o poema. Beijos pra ti!

Le Vautour disse...

Genial, que mais posso dizer? Quando a poesia é redonda e fecha assim, com chave de ouro, o leitor fica mesmo é agradecido.
Muito obrigado!

Fátima disse...

Meu querido menino bonito.

Quero voltar para ler rimas ...só de amor.
Bora desenrolar auqela bola de papel, sei que vai se surpreender.

Fique bem amigo.

paula barros disse...

Ah, não gosto de ver isso escrito:

"Mas descobri que o amor não tem jeito
Ele nasceu pra me fazer sofrer"

Sei que está inserido num contexto, está inserido na poesia da vida, mas eu gostaria de conversar com o amor para que ele lhe mostre o coração, e naõ só a maldade dele.

Mas quem sou eu, o amor também não vai muito com a minha cara. rsrsrs

fica com Deus, e beijos

Lau Milesi disse...

Embalsame essa bolha de papel, poeta. E aproveite faça um seguro também. Ela é valiosa.

Lindo, maravilhoso seu poema!

Beijoss

 
Web Analytics