terça-feira, 28 de julho de 2009

Eu Quero Ir Pra Marte
Como se eu não quisesse mais ficar aqui
Não faz sentido noites sem dormir
Olhando a janela procurando a lua
Como procuro você em minha cama completamente nua
Quero seguir aquele vagalume
Que clareia minha estrada pela madrugada
Quero atravessar a rua e fazer a minha parte
Quero escrever um poema de amor
Mas dessa vez não por aqui
Tem que ser em Marte
Não sei por quê
Mas me sinto inquieto
Meu caminho só tem curvas
Não encontro um lado reto
Paro pra pensar
Onde foi que eu errei?
Fico sempre a me perguntar
Existe mesmo amor?
Se existe eu ainda não encontrei
Quero um delírio fora do planeta
Quero mudar a tinta da minha caneta
Quero sentir diferente e encontrar minha paz
Quero me perder num deserto de sonhos
Navegar na gravidade do amor
E que a dor não me encontre jamais
Eu quero olhar seus olhos
E na chuva me molhar
Eu quero o gosto do seu corpo
E de novo te abraçar
Eu quero tudo que eu puder
Quero te sentir minha musa
Em Marte ou num outro planeta qualquer.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Inspirado num post do meu amigo e sensacional poeta, Blue.
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

18 comentários:

Anônimo disse...

olá!
será que há pedras em marte,poeta?
bj

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Ama-se em marte, ama-se na terra, ama-se em todos os lugares.
Abraços

Pâmela Rodrigues disse...

O Blue realmente é show!
Deixei um selinho pra você lá no blog, tudo por aqui é sempre inspirador.
Bjos e linda semana!

Pâmela Rodrigues disse...

O Blue realmente é show!
Deixei um selinho pra você lá no blog, tudo por aqui é sempre inspirador.
Bjos e linda semana!

Palma da Mão disse...

Everson, adorei o passeio guiado pelas suas palavras no espaço, um espaço que é de todos, mas que na verdade não é de ninguém...
Beijinhos e uma boa semana, obrigada pela visita:)

Deusa Odoyá disse...

Olá meu querido amigo e poeta.
O amor está em todos os lugares , apenas olhe a sua volta e logo saberás que uma alma está em sentido da sua.
Meu lindo, o amor nos pega de surpresas, quando menos se espera, ele está alí na nossa frente e não temos que correr.
Lindo, seu dia chegará, ou quem sabe chegou, mas suas inseguranças e temores não o deixam enxergar.
Viva o presente aqui e não em marte.
Pois devemos pisar no chão firme, para aí sim, darmos ênfase ao nosso grande, verdadeiro e puro amor.
Everson, olhe a sua volta e encontrarás a resposta nos braços do pai.
Fique na paz meu poeta.
Beijinhos, meu anjo poeta.
Sua amiga de sempre.
Regina Coeli.

A música é muito linda...

Deusa Odoyá disse...

Meu lindo amigo e poeta!
Everson, lhe deixo alguns lembretes, para sempre que vc. se sentir desanimado, leia.
Quando a tristeza vier ao seu encontro,
deixe sair dos olhos uma lágrima, da boca um sorriso e do coração uma prece.
Pois não são os covardes os que choram por amor, e sim aqueles que amam com medo de chorar...


Ser importante é fazer com que as pessoas gostem de você, assim do jeito que você é,
e se alguém não der importância a isso, é porque este alguém nunca foi importante para você...

Há momentos na vida em que se deveria calar...
e deixar que o silêncio falasse ao coração, pois há sentimentos que a linguagem não expressa...
e há emoções que as palavras não sabem traduzir...

Sejamos sempre como um passarinho, que ao sentar num galho e sentir-se estremecer, mesmo assim canta,pois sabe que tem asas.
Beijos , meu lindo poeta.
Fique na paz do senhor.
Uma semana abençoada por mestre Jesus.

Regina Coeli.

Bandys disse...

Não conheço o Blue, mais com certeza irei la hoje mesmo..

Lembrei do meu amado..number ONE! rsrsrs
___________________________________Cada aeroporto
É um nome num papel
Um novo rosto
Atrás do mesmo véu

Alguém me espera
E adivinha no céu
Que meu novo nome é
Um estranho que me quer

E eu quero tudo
No próximo hotel
Por mar, por terra
Ou via Embratel

Ela é um satélite
E só quer me amar
Mas não há promessas, não
É só um novo lugar

Viver é bom
Nas curvas da estrada
Solidão, que nada
Viver é bom
Partida e chegada
Solidão, que nada

Sera que eles (Cazuza e Renato) tinham passaporte pra marte???

Amigo, torço pela recuperação total do seu irmão.

Beijos no seu ♥

Anônimo disse...

Olá meu querido!!estou muito feliz em saber que tudo esta aconcendo nos maiores contentos graças a ao bom ,Deus desejo de todo caração que a cada hora seja como segundos diante do restabecimento total tão esperado por todos nós.Um abençoada tarde beijos da maizinha que muito ti ama.

Princesa disse...

Oi eu também quero ir meu amigo
adorei que mais posso dizer

Pensamos que a vida nos vai
dar tempo para sempre
E vamos deixando a
felicidade esperar.
Tudo de bom lhe desejo
um beijo

Layara disse...

Em Marte deve-se mesmo encontrar um lindo amor marciano(a), verde ou vermelho, hummm, quiça azul ou lilás. Amor existe, em sonhos, na real, na ficção, na ilusão. Mas o bom é sempre ler teus versos tão cheios de encanto e amor.

Um beijo Lilás! (de Marte!)

Majoli disse...

Bem, você já é o segundo amigo meu querendo partir prá Marte, pôxa, daqui a pouco vai ter muitos querendo ir também, rsrs.
Agora falando sério, linda poesia, bem difícil não achar tudo lindo por aqui, é sempre tudo muito encantado.
Beijos e um lindo final de tarde pra você.

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

lindo,primeiramente me diga do seu irmao!!
agora quero agradecer-lhe o carinho de sempre,obrigada querido anjo amigo, vc é uma luz na minha vida!!!
eu estou na correria trabalhando,mudei de casa,pensa na zona, terminei a monografia, mas, porem, no entanto,kkk,tenho outra pra fazer sobre o estagio,to ferrada menino!!!
agradeço de coração seu carinho viu????obrigada!!hj vou homicidar aula, como diz o sergio, e irei postar e visitar vcs com tempo!!depois eu vortooooo!!!
""Çaldadi"",kkkkk

Luciana P disse...

Não acredito,!!! Hahahahaha!
Um sanguinário ladrão de ideias, rsrsrs...
Veja você do que é capaz um blogueiro, mas tem que ser dos bons para conseguir transformar ideias alheias em criatividade e lindos versos. Adorei os versos marcianos.

Ah, estamos há 4 dias sem sol, somente na companhia da chuva e do vento.
E você ainda diz que está no luigar errado?
Estou passada com esse tempo já.

Beijos interplanetários, poeta!

paula barros disse...

Você e Blue sabem falar do amor, declaram o amor que sente, o que sonham, dizem o que querem, é legal que possam se inspirar.

Fico sempre na torcida que os corações sejam ouvidos e acariciados para então viverem esse lindo e expressivo amor.

beijo

Codinome Beija-Flor disse...

Everson,
Fui colocando a leitura em dia, fui lendo aos poucos e fico encantada com tamanha capacidade que você tem para falar de amor.
Parabéns.
Abraços

(Carlos Soares) disse...

Excelente! É até difícil comentar.

Blue disse...

Putz caro Poeta das belas palavras sobre amor!
Falhei e feio nesta!
e ninguém me avisou.. eita amigos virtuais.
Fiquei uns dias sem visitar nada e deu no que deu! Pelo-te desculpas.
Lindo poema. To nessa de ir pra Marte. Acho que agora vou mesmo. Espero que não me falte oxigênio na longa jornada. Preciso realmente me desamarrar de algo aqui na terra que me perturba, me machuca, me mata e nada recebo em troca. Uma grande MMMMMMMMm, mas enfim, sabes do que falo. Sei que é complicado. Tenhop que procurar outra Musa. Espero que seja aqui mesmo na terra. Estou com o livro de inscirções aberto. Veremos. Brincadeira, mas nem tanto. Obrigado pelo post e sou humildemente grato e satisfeito, se pude assim te inspirar! Vamos falar mais de Marte, com certeza, quem sabe lá encontro uma esrela azul, quem sabe uma Musa azul está a me esperar!

Abraços e mais uma vez, perdão pela falha. Por outro lado, até digo, que não devemos ser escravos da net, de blogs e coisas afins. Ao mesmo tempo, sei que perdi ao não vir aqui nodia da postagem, e por outro lado, vejo que não estou assim tão preso a net, como muitas vezes me sinto! Acho que vais entender o que quero dizer. Abraços!!

 
Web Analytics