sábado, 4 de julho de 2009

Pedacinhos do Céu
Fragmentos que guardo na alma
Quando me aproximo de você
Traz de longe pra mim o amor
Promete-me a eternidade e a calma
Momentos pequenos que não sei explicar
Como um perfume que se acaba
Como onda que quebra no mar
Como a permissão que me dás em sonho pra eu te beijar
Um segundo do vôo pássaro
Um segundo do olhar
Um sorriso que saiu inteiro
A cada pedacinho do seu corpo eu vou amar
Na lua que vem serena e fria
Faltando amor ela também se desfaz
E na madrugada se desfragmenta
Aumentando a dor e a tormenta
Mas entre nuvens num arco Iris de amor
A manhã chegou e nem me avisou
Que a cada centímetro do seu corpo macio
O primeiro sol poeticamente tocou
E como abelha que faz mel
Eu tento fazer poesia
Pra poder te dar um dia
Pedacinhos do céu.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Ganhei essa carinhosa homenagem da minha querida amiga Majoli, www.majoli-rabiscosdaalma.blogspot.com , a quem agradeço de coração a atenção e amizade e deixo a ti um beijo de paz.

Everson, poeta das madrugadas
Viajando entre as estrelas, as nuvens e o luar,
Espalhando entre nós magia pura,
Recitando versos de forma singular.
Sorriso que vem da alma,
O olhar que nos transmite muita paz e
Nos faz assim também sonhar.

Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade

19 comentários:

Blue disse...

O poeta sempre homenageando
aos amigos com poesias!
Isso é lindo, é divino.

Na madrugada desfragmntada,
A dor atormenta a insônia,
Deixando rastros por onde passa!

Abraços e bom final de semana, amigo Poeta Mineiro!

paula barros disse...

É tão bom sentir sentimentos bons, mesmo que não se tenha explicação. O bom mesmo é sentir. Um sentir de corpo, de alma, desse sorriso que sai inteiro, e sonhar...


E para sua madrugada não ser fria, eu vim fazer companhia. Não por insônia, mas aproveitando para ler com calma e sentir.

abraços e um lindo sábado.

Afrodite disse...

Linda poesia e linda a homenagem.
Como dizia Florbela... "ser poeta, é ser maior"...
E que os versos continuem pelas madrugadas a encherem a sua alma de inspiração, na companhia de nuvens, estrelas, a lua e muita imaginação.

Beijos, poeta!
Bom final de semana!

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO EVERSON, QUE DIZER POETA???
SUBLIME POEMA, QUE TOCOU A MINHA ALMA E FOI ELEVADA AOS CÉUS... O MEU CORAÇÃO SALTOU PARA ESTE MARAVILHOSO MAR... BOM SÁBADO!!!
ADORO-TE AMIGO, ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Majoli disse...

Bom dia meu amigo, Pedacinhos do Céu me encantou. Você não tenta fazer poesia, você é pura poesia. Quanto ao meu carinho por ti em forma de verso, é de coração pra coração, és um anjo amigo em minha vida. Beijos no coração e um lindo sábado.

Dora disse...

Parabéns pela homenagem. Lindo poema. A madrugada pode ser inspiradora e também pode ser uma torturadora... pra ser sincera, às vezes ela é as duas coisas... rs rs rs
Bom dia sr. Poeta!

Corações & Segredos disse...

Bom dia amigo poeta.
Como sempre meus olhos se alegram ao ler seus poemas.
Parabens.
Beijinhos e um lindo final de semana.
Carinho de RO!

tossan disse...

Tudo acontece debaixo dos nossos olhos...Amor, desfragmentos e devaneios. Muito bom! Abraço

Bandys disse...

Everson,
Hoje sem brincadeiras, pois se tratando de homenagens e homenageadas o assunto fica serio...

Adorei "pedacinhos do céu...eu ainda busco pedacinhos de almas, perdidas, pouquinhos de mãos entendidas, olhos com lagrimas coloridas nas idas e vindas.

E pra homenagear suas amigas poetisas deixo de outra poetisa um canteiro...um canteiro de flor!
______________________________________________________________________

Quando penso em você fecho os olhos de saudade
Tenho tido muita coisa, menos a felicidade
Correm os meus dedos longos em versos tristes que invento
Nem aquilo a que me entrego já me traz contentamento

Pode ser até amanhã, cedo claro feito dia
mas nada do que me dizem me faz sentir alegria
Eu só queria ter no mato um gosto de framboesa
Para correr entre os canteiros e esconder minha tristeza

Que eu ainda sou bem moço para tanta tristeza
E deixemos de coisa, cuidemos da vida,
Pois se não chega a morte ou coisa parecida
E nos arrasta moço, sem ter visto a vida.


Canteiros
Cecília Meireles


Beijos e um fds de pedacinhos de céu.

evanir disse...

Hoje venho agradecer seu carinho.
E dizer que vc é muito importate
na minha vida.
Deus esteja contigo sempre
Um abençoado final de semana.
Beijos ternos e carinhosos maizinha ,Evanir

Tereza Freire disse...

Oi, priminho! Passei pra desejar um bom final de semana pra você, poeta! Beijos.

Wilson Rezende disse...

Belo poema Everson, parabéns.

Bandys disse...

Everson querido amigo,

Meu partido é um coração partido...
não sou oposição sou diferente e em sendo diferente sou assustadoramente desobediente, hehe(rebelde.)Mas não causo mal nenhum fique tranquilo..sou da paz tenho Renato falando de Amor, alias conheci Renato mais intimamente e não conheci Cazuza, putzzz!
Não leio essas coisas pois como ja tenho opinião formada e por ser meio "louca"( louca vida quero que voce me leve..)não dou importancia pros xerifes!!

Voce pode pensar que às vezes falo pra implicar ou pra ser do contra, mas não é..sou assim mesmo, não se importe comigo, já fui julgada por todos os deuses do amor, tenho um segundo pra ser feliz.


Beijos

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

“O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.
E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.
E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.”

(Fernando Pessoa)

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho.
Abraços

VISITE TAMBÉM O MEU NOVO BLOGGER UMA ILHA PARA AMAR

Anônimo disse...

Você continua um roqueiro poeta e um poeta do AMOR de 1ª linha amigo.
Forte abraço e excelente final de semana!
Betho

Betho Sides disse...

Como vc viu sem querer saiu como anônimo, o que não é verdade!Sempre assino amigo! Forte abraço

Ava disse...

Um pedacinho do céu...

Huummm, amigo querido, acho que se tivesse jeito.. se fosse possível, te daria um pedacinho sim

Pelo tanta de amar o carinho que recebo de vc...


Beijos!

Prof. Israel Lima disse...

Amigo Everson,

Eu, aqui, novamente! Agora para agradecer sua honrosa visita e comentário em meu blog.

Agradecer pelas suas palavras, por sua generosidade. Obrigado mesmo.

Seu espaço é magnífico! Suas poesias são, também magníficas! Apareça mais vezes em meu blog, será um grande prazer.

Desejo-lhe que tenha um ótimo final de semana.

Um grande abraço.

Helinha disse...

Existem várias formas de se dar pedacinhos do céu para alguém... não é??

E eles ficam bem guardadinhos no fundo da alma...

"Está certo se dizer
que as estrelas estão no olhar
de alguém que o amor
te elegeu para amar..."

Beijos!!

 
Web Analytics