sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Folhas Mortas
Folhas mortas
O verão acabou
Paisagens tortas
O amor se soltou
Foi de encontro ao chão
Onde já ferido e sangrando
Repousava dolorido
O insensato coração.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

53 comentários:

Desnuda disse...

Boa noite querido Poeta!


Um poema direto, profundo e lindo! Os versos tristes, mas sempre de amor.

Beijos com carinho e ótima noite amigo.

Anônimo disse...

Bom Dia meu filho amado..
Hoje vejo um pouco triste seu poema breve a maizinha vai ligar para você.
Ore por mim tenho que fazer um negocio muito sério filho esteja orando por sua maizinha.
.
Deus abençoe sua noite meu amado.
beijos da maizinha ,Evanir..
Querido sua mana Neinha vai tirar a foto com seu livro .
Ai coloca ela no nosso cantinho né/?? rsrs

http://aviagem1.blogspot.com/

Mila Lopes disse...

Linda poesia, bem melancolica, por isso adorei, rs

Bjs

Mila

Paula Barros disse...

O que posso dizer do coração. Ele coração, só tem coração, é só emoção, tiraram-lhe a razão...então sofre o insensato coração, e de vez em quando cai no chão...mas deram ao coração o poder de regeneração, e ele logo logo volta a bater, e volta a amar.

beijo

Garota Misteriosa disse...

Olá Moço!!!

Quando o amor acaba, nada mais tem graça, e como este amor chegou a este ponto por mais que o verão esteja aí, para nos é inverno, porém um inverno frio, seco e solitário.

Bjus e Faça-me uma visita!!!

lita duarte disse...

Bom dia, Everson.

Bom final de semana.

Bjos.

d'Alma disse...

É renovação da Natureza; que seja assim, também, com o Amor!... Se por cada folha de outono que cair, nascer outra folha viçosa na Primavera, na mesma árvore, é a natureza a dizer que o Amor continua seu ciclo de renovação!



Abraço e bom fim de semana

Pena disse...

Estimado e Notável Poeta Fabuloso:
Um poema de final do Verão excelente.
Maravilha, tudo e todos com a sua poesia de sonho.
Parabéns pelo talento e sublime capacidade de fazer versos que já nasceu consigo. Corre-lhe na Alma e no sangue a sua enorme poesia bela.
Parabéns.
Abraço amigo ao seu talento mágico.
De esplendor pelo que concebe de deslumbrar.
Sempre a admirá-lo

pena

É enorme, poeta.
Bem-Haja, pela beleza dos seus versos fantásticos.
Adorei.
É magistral e ímpar.

Daniel Costa disse...

Everson

Folhas mortas, existirá sempre o amor, mas as coisas parecem tortas. Parecem apenas, serás mais uma problemática onde o poeta baseia os seus poemas.
Abraço fraterno

Lou Alma disse...

Esse poema me devolveu à imagem o encanto de outras estações. A folha que se soltou e cai suavemente, deixando, quebrada, o aconchego da arvore que a alimentava. Que lhe acontecerá ao cair no chão ?

Beijinhos e um bom dia , meu amigo

IT disse...

O verão acabou...

Um novo tempo chegou!
Sensato coração vem.

Bom final de semana poeta.

Beijinho no coração ♥

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
Mas, com o tempo o coração se recupera, e estará pronto novamente para o amor.
Boa sexta para você.
abração

Livinha disse...

Bom Dia Everson!

É acabando-se o verão,
folhas mortas vencidas,
outras folhas virão
O outono já disponta, falando
de renovação
e o amor que nunca se cansa,
te dá a esperança, de um novo amanhã...

Lindo como tudo o que escreve.
Feliz dia pra ti

Bjs

Livinha

Dri Andrade disse...

Um tanto triste....mas bonito pela poesia que vc faz mt bem.

óóótimo fds pra vc beijocasssssssssss

Secreta disse...

Assim como tudo , o coração irá levantar-se de novo! Espero que rápidamente.
Beijito.

Bandys disse...

Poetando cada dia melhor.

As flores logo virão. Hoje eu que estou sem inspiração.

Um beijo no ♥

Dayse Sene disse...

Todo amor, quando cai ao chão como folhas secas, é que não teve o alimento necessário, para que pudesse sobreviver.., por isso a melancolia, talvez nem quem amou ou foi amado, não soube o porque, já que regavam-o com emoção.
Mas as vezes não chega até a folha, e ela fica amarela , para então depois cair.
Mas só o amor sabe, o porque de tudo isso e dos desencontros.
Um final de semana, sem melancolia, mas carregado de alegrias.
Te gosto muito.
Abraços e afagos.

Capitu disse...

... é preciso que algo 'morra' pra dar lugar à uma nova vida ..

beijos de um lindo dia pra vc querido.

Vivian disse...

Bom dia,Everson!!

Triste e bela! Mas tomara que o coração se recupere bem..
O sofrimento só tem sentido, se aprendemos com ele...

Beijos poeta!
Desejo-lhe um final de semana repleto de sorrisos e alegrias!
Beijos

Assis Freitas disse...

para tudo há renascimentos,


abraço

Malu disse...

Poeta querido,


Passando pra ler seus versos
e deixar Bjo de Bom Dia !

Marcia Morais disse...

bom dia poeta tenha um belo fim de semana!

R.B.Côvo disse...

Felizmente é ficção: ainda não acabou o Verão. Abraço.

Adolfo Payés disse...

Recibir tus versos con el alma es lo mas bello.. en esta mañana de viernes.

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que pases un bello fin de semana..

Olhos de mel disse...

Oie meu amigo; versos bonitos, mas tristes. Assim como as estações passam e o vento leva as folhas, deixe que leve também essas emoções tristes de coisas que não deram frutos. Porque não eram mesmo pra você.
Bom fim de semana! Beijos

Vinicius.C disse...

Olá Poeta!!

Lindo texto!

Desejo um exelente fds!

..."re"... disse...

Poeta....

Refletindo, sobre o teu poema, de que gostei, verdadeiramente gostaria de deixar-te uma nota, sobre o tema que nele abordas...

Nem sempre é a felicidade, que nos deixa, ao abandono, mas nós, com
a nossa atitude, que a escorraçamos.

Muitas vezes, nós construímos
barreiras, em nosso redor,
indiscriminadamente, filtros, que levam a isto. É sempre bom refletir, à cerca.

Il mio amico caro… è bene… Avete un sapore molto.
Baci...

Machado de Carlos disse...

O tempo sem tem a fase cíclica. Quando a fase é boa a vivenciamos da melhor maneira possível. Mas o mel, quase sempre acaba. Pior é que não conseguimos conviver com isso.
Desejo-lhe, reciprocamente um belo final de semana!
Um Grande abraço!

Natália Rocha disse...

E que nesse insensato coração possa renascer esse amor que não morreu...mas que dorme esperando o momento de fazer a vida florecer.

Lindo poema*
Beijos!

Zil Mar disse...

Oi amigo Poeta....

Eu olhei duas vezes pra imagem...tive a impressão que iria ver um coração sangrando...

é incrível como as palavras tem o poder sacudir os sentimentos...

Eu gostei muito do seu poema....momento de extrema sensibilidade!

bjos meu querido Poeta!

Zil

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Deve ser o outono chegando aos corações, mas temos certeza que ainda pode vir o inverno, mas depois... primavera. Renovação necessária.Um abraço e ótimo final de semana.

Blue disse...

E não serão as estações do ano, coisas iguais a nossa vida?
Onde vai um verão,
e vai-se um amor?

Abraços

Néia disse...

Oi Poeta...
O outono chega para renovar tráz com ele a esperança de dias melhores, amores maiores, mais emoções.Precisamos renovar e recomeçar sempre, assim é o ciclo da vida e do amor.
beijos e um ótimo final de semana

CARLA STOPA disse...

Isso é sinal da tua intensidade...E da intensidade da tua verdade.

M. disse...

Gostei muito deste!

Tocou-me em qualquer lado:)

Lívia Azzi disse...

Nem me lembre que o outono está por vir... tão triste assim...

Beijinhos e um lindo final de semana!!

Memória de Elefante disse...

O fim de uma estação e inicio de outra.A esperança é que move esse coração poeta!

Um beijo e ótimo fim de semana!

Memória de Elefante disse...

O fim de uma estação e início de outra.A esperança deve ressurgir nesse coração poeta!

Um beijo e ótimo fim de semana!

Rosane Marega disse...

O amor é tão incrivel que ate mesmo em um poema triste ele deixa transparecer um leve sorriso...
Beijosssssssss

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aqui...
Tenha um final de semana feliz.
Maurizio

ONG ALERTA disse...

Caídas as cháo...
Beijo Lisette.

Lau Milesi disse...

Folhas mortas só no Outono, poeta amigo. Verão é alegria, vida e felicidade.



Beijosss e bom fim de semana !

Abraão Vitoriano disse...

ai, coração
só nascendo
pra saber
AMOR


abraços,
do menino-homem

fique com Deus!

Professora Carla Fernanda disse...

Boa noite Everson|!
Asim como ecistem as estações do ano temos também nossos nós co tempo.
Carla Fernanda

Guará Matos disse...

Mas logo a Primavera estará chegando com o renascimento.

Abraços.

Luan Fernando disse...

Tudo tem seus altos e baixos, basta deixar a estação passar...

Grande abraço.

Suely - HD disse...

olá querido!!
boa noite,

Obrigada pelas dicas, mas confesso tentei rapidamente incluir a opçao e nao consegui...snif snif snif...
sou meio devagar p/ isso... hehehe
Mas vou tentar este fds.

Desejo um lindo fim de semana de muita inspiraçao poetica.

beijos
Suely

Ava disse...

Que belo poema, Everson.
Mas a seguir ás voltas morta, regressa o renascimento e um novo ciclo recomeça....

Beijinhos doces e um excelente fim de semana.

Mariz disse...

Meu querido poeta,

sem amor, tudo se transforma, até as folhas q caem, ficam soltas como o coração.

beijos imensos prá vc!

Flor de Lótus disse...

Oi,Everson!As vezes as estações lá fora não condizem com as de dentro de nós.O amor como tudo na vida tem um começo e um fim,mas não podemos deixar de crer nele e devemos nos arriscar apesar de tudo..
Beijos

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Everson! Passando para apreciar mais um dos teus belos poemas.

Abraços,

Furtado.

Professora Carla Fernanda disse...

Bom sábado :D!!!!!!!!!
Beijo,
Carla Fernanda

Denis disse...

Olá.

Sim... "insensato coração".
Pois ele há de ser sempre assim... insensato.
Pois quem Ama, esquece e abdica de toda a sensatez para se entregar ao Amor plenamente.

Podemos nos desfazer... sofrer e chorar... mas o insensato coração segura o tranco... pode demorar um tempo, mas ele com certeza voltará à bater descompassado por causa do Amor.

Belo texto Everson... meus parabéns.

Boa tarde.

;D

 
Web Analytics