quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Num Canto da Vida
Como borboleta azul num jardim
Entre flores e espinhos de amor
Presa a um passado que não tem fim
Ela perde os dias como folha perde a cor
Sentada na sala com seus medos
Desconfiança de quem quer se aproximar
Jamais conta seus segredos
Mistérios profundos de mar
Seus olhos têm o mel
Que a abelha colhe da flor
Mas o seu coração tem apenas o fel
E no seu peito ela permite apenas a dor
Às vezes é uma doce e frágil menina
Em outras uma indecifrável mulher
Sua fonte pode ser água cristalina
Ou onda insana que afoga quando quer
Ali parada e jogada num canto da vida
Ela não quer acreditar no amor
Prefere apenas lembranças e despedida
E a quem lhe estende as mãos
Diz apenas que seu caminho não tem saída.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

55 comentários:

Aleatoriamente disse...

Passando para deixar um beijo e te ler Everson.
Bem profundo e intenso.
Coisa de poeta.

Beijo.
Fernanda

Lidia Ferreira disse...

Seu poema e lindo meu amigo, acho que toda mulher ja passou por um período assim
bjs

Blue disse...

Mas esta borboleta azul trouxe um balaio cheio de gols aí nas Minas Gerais... E quem perdeu a cor foram os gringos!

Abraços

Guará Matos disse...

As contradições são mais fortes que as condições.

Abraços.

Dα૨ℓ૯ท૯ Aℓ√૯ઽ....(",) ^♥^ disse...

Nada como vir aki e me deliciar com
belos poemas....


lindoooooo D+...♥


beeeejos=beeejoss...<3

Darlene Alves..(",)

Desnuda disse...

Boa noite amigo Poeta!



Um poema lindo captado por sua sensibilidade no que tristemente assistimos, sem nada poder fazer quando uma borboleta azul não quer se ajudar.


Beijos com carinho.

Livinha disse...

Pelos desencontros, ela se perdeu em seus instante de sofreguidão. A alegria perdeu, por pensar que o sonho de um dia tenha sido em vão...
O tempo seu mestre amigo de momento, dar a guarda, a superação... Deixa que descanse essa consciência para que se livre da desilusão...

Lindo poema Everson, bem a mostra de uma atualidade constante nas vidas de muita gente...

Bjs

Livinha

Nany C. disse...

Para quantas primaveras vive uma borboleta?...

O medo de não ver a próxima é que a faz tão vibrante!

Beijos meus nesse teu coração, meu amigo!

gabyshiffer disse...

O seu poema tá lindinho...
e por falar em borboleta lembrei da Riff
:(
Aquela malvada sumiu, fechou o blog
se sabe dela?
Saudades de você também, e sempre virei aqui, por mais que eu esteja ocupada e sem tempo pra vir todos os dias eu naum deixo de vir tah
Fica com Deus, se cuida ai
Beijos e uma linda Quinta pra vc
Beijos na alma!

Amor feito Poesia disse...

Olham-me com teus olhos as estrelas maiores.
E como eu te amo, os pinheiros no vento,
querem cantar o teu nome, com suas folhas de cobre.

Pablo Neruda

Amor & Paz no seu dia...M@ria

Pena disse...

Oh, Poeta Fabuloso:
"...Ela perde os dias como folha perde a cor
Sentada na sala com seus medos
Desconfiança de quem quer se aproximar
Jamais conta seus segredos
Mistérios profundos de mar
Seus olhos têm o mel
Que a abelha colhe da flor
Mas o seu coração tem apenas o fel
E no seu peito ela permite apenas a dor
Às vezes é uma doce e frágil menina..."

Simplesmente, repleto de beleza e pureza imensas e escrito com uma sensibilidade preciosa de ouro puro e raro.
Parabéns.
Um poema de amor soberbo e de arrepiar pelo seu sentir precioso.
Fantástico e sublime.
Abraço amigo ao seu talento e a si pelo brilhantismo latente e riquíssimo de maravilhar.
Perplexo por tanta magia que só as suas musas entenderão.

pena

Daniel Costa disse...

Everson

Este teu poema é lindo e profundo, a mulher é, por norma tem um roração terno, mas muitas vezes indecifrável.
Talvez isso seja o principal motivo de atração. No entanto, como digo a que penso, o teu poema parece não ter o pormenor em conta, fazendo-o parecer de desilusão. Ou será devaneio de poeta, a quem literariamente todo o que escreve é permitido?
Abraço fraterno

Lou disse...

"Como borboleta azul num jardim
Entre flores e espinhos de amor"(...)

"Seus olhos têm o mel
Que a abelha colhe da flor"

Uma menina/mulher tão bonita, cantada por um poeta como você
vai ter que acreditar no amor
e encontrar o seu caminho

Um dia bom para ti Everson
você é o verdadeiro
poeta de musas

beijinhos

Elaine Barnes disse...

Mulher é como a lua, cheia de fases,mas tudo passa e logo ela vai ver a saída que provavelmente está ao lado dela . Só não enxega ainda. Lindo de viver! Montão de bjs e abraços

gotasdefe2011 disse...

Everson
Que alegria está aqui conhecendo mais um poeta um pouco mais de perto rsrsrs.
Te conhecí pelos sites da Evanir e hoje
vim conferir seu site,adorei!Já estou te seguindo,gostaria de te receber nos meus blogs
http://cacaupalavrasesentimentos.zip.net
"Sorria sempre
e tenha serenidade
para esperar tua planta germinar
e sabedoria
para aguardar a flor desabrochar.
Jamais destrua
a sementinha da esperança
do teu coração!
"
Bom dia

mARa disse...

...as vezes é assim o amor deixa marcas difíceis de lidar...e torna-se transparente os sentimentos de dor...

Beijos amigo do Belo Horizonte!

(menino está Musa Menina das poesias anda muito,muito triste, Ela não foi Feliz em algum momento?! Curiosidade, apenas.)

Marcia Morais disse...

Bom dia poeta hoje me emocionei com teu poema,esta divino...
um Best!
um beijo em ti poeta!

Secreta disse...

Acho que me sinto um pouco como essa "ela".
Beijito.

Dayse Sene disse...

Pessoas assim, são eternas larvas e nunca sairão do casulo, para se transformarem, em lindas borboletas.
Um carinho.
Uma flor...
Um dia lindo.
Abraços.

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo poeta.

Nossa... muitas irão se identificar.
Lindo, lindo!!


Beijos no coração. Tenha um lindo dia de paz e amor.

Vivian disse...

Bom dia,querido amigo!!

Teus versos são sempre lindos e perfeitos!!Mesmo quando são tristes...
É muito triste quando se desiste de amar,de tentar...
Quando se pensa que não tem mais jeito!! Penso que sempre tem!!
De um ou de outro!!
Beijos pra ti!!
Com meu carinho e admiração!!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá poeta
Ontem foi pra lá de bom. Acho que esse ano seremos tri rsrsrs
Abração

Lívia Azzi disse...

Ai ai...

Minha alma foi tão roubada nessa poesia que eu perdi a trajetória das palavras...

Linda!!!!!

Beijinhosssssssss...

Natália Rocha disse...

Muito lindo esse poema*
É tão intenso...triste também...mas não deixa de ser belo!

Beijos meus*
Tenha uma linda semana!

Flor da Vida disse...

Amigo, mais uma vez você escreveu um poema que me toca profundamente... Não me canso de dizer que você é especial! Carinhos pra ti... Bjsss

Professora Carla Fernanda disse...

Bom dia Everson!
O medo de amar é o medo de ser livre ...já disse o poeta.
Beijinhos com amor e toda a liberdade!!
Carla Fernanda

Rosane Marega disse...

Sempre, sempre perfeito e profundo.
Beijosssssss Everson

..."re"... disse...

Poeta...

As vezes a felicidade pousa em nossos ombros como uma borboleta.

Mas as vezes estamos tão obsecados pela outra que não está dando certo.

Que perdemos a oportunidade da nossa vida, como uma borboleta que voa por ai a procura de um abrigo.

Ela será sempre como uma borboleta, que se transforma dentro do casulo e conserva sua essência até sentir-se preparada para mostrar-se para os outros.

Com certeza procura (e geralmente encontra), o momento certo para entrar em cena, quando não têm o que fazer ou falar, simplesmente cala-se..

Lindíssimo poema! Amei!!

Adoei più questo amore ... Tu non esisti ...


Obs: Grata por partilhar...

R.B.Côvo disse...

Um pouco triste... Abraço.

d'Alma disse...

Há sempr uma saída; pode é não ser a entrada para um mundo diferente do qual se quer sair!... É preciso a Amizade, nem tanto esse amor hipócrita que parece uma moda permanente de um sentimento inconsistente!... Coragm para lutar, até, contra quem queremos salvar, porque, há Almas que são vitimas do maior inimigo de todos; elas mesmas!... Um grito de ordem FIRME e um valente par de açoites (violentos mas carinhosos)são de uma ajuda preciosa!... Aí, sim... talvez a Auto-estima renasça e o Amor desperte!... Mas, bem dobradinha no joelho, ainda acredito no açoite carinhoso....



Abraço

Adolfo Payés disse...

Leerte estos maravillosos poemas es un gusto inmenso...


Gracias por hacer de estos momentos algo especial..

Un abrazo
Saludos fraternos

Que disfrutes el fin de semana..

Bandys disse...

Achei triste.

Mas nem tudo é alegria.
Não esqueci o lance do livro não, to é enrolada mesmo.
Me aguarde.

Melhores dias virão.

Beijos

CARLA STOPA disse...

Enveredar-se assim, sem saída...Entre os limites de uma menina-mulher...Num canto azul da vida...Sua poesia fez a minha poesia...Meu abraço, poeta...

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Uma mulher em contradições, ora menina, ora mulher, mas que não se cperca e desanime de crer no amor pois ninguém merece ficar num canto da vida.
Como disse Wanderley. Acho que esse ano vem o tri. O time parece mais encorpado, mais incisivo, tem mais jogadores que decidem. Só faltou eu no gol e você no ataque rs rs ai,ai. E estamos livres do Adilson Batista. Já foi tarde.
Um abraço

claudete disse...

Bem colocado Everson...você desnuda o medo femenino de uma forma perfeita ..."sentada naquela sala" a inércia é a companhia nefasta é preciso coragem para transpor este umbral. Obrigada pelas visitas e comentários, que bom estar aqui!

Sonhos De Deus disse...

Oii,passando pr ti desejar sonhar,sempre...
porque só os sonhadores vêem o amanhã...
pois confiar em Deus,não desistir
de nossos sonhos, abre o caminho da esperança
e é ela que nos mantém vivos...
Ouse procurar as coisas
que ninguém mais pode ver e não tenha medo
de ver o que os outros não podem...
Acredite no seus sonhos ,confie sempre em Deus e no seu"coração" pois, ao fazê-lo,
outros acreditarão na sua capacidade de amar,sonhar...
Ei vc é especial...
Acredite,mais em si mesmo!...
...porque dentro de você reside toda a força...
da Esperança, do Amor e do Sonho de Amanhã !
Desejando que todos tenham os seus sonhos fazendo de sua vida bem melhor ....te desejo um final de semana com toda sorte de benção,fico muito feliz por estar sempre nos Sonhos De Deus,papai te abençõe meu amigo!!!

Zil Mar disse...

Oi amigo Poeta...

Parece que andou lendo a alma de muitas mulheres...a minha inclusive...rsrsrs

Olha...que lindo seu poema...suas palavras deram a exata dimensão da alma feminina...

bjos Poeta amigo!

Zil

Anônimo disse...

Querido filho..
Um lindo poema fico feliz toda vez que chego para ler seus poemas.
Nunca saio daqui sem mais um apremdizado.
Uma linda tarde beijos e uma noite abençoada beijos maizinha,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com/

Capitu disse...

Me senti assim hoje..
Uma borboleta no canto da vida ...

=(

Néia disse...

Olá Poeta...

Assim como a borboleta azul, sua inspiração é pura metamorfose. Há dias de ser como lagarta, repousar e refletir feito casulo e despertar para vida feito borboleta voando rumo ao infinito.
Lindo texto falando da alma da mulher.
beijos Néia

Vinicius.C disse...

Olá Poeta!!

Muito bonito texto!!

Um forte abraço!

Nos encontramos no Alma!

Assis Freitas disse...

um canto recluso,

abraço

Sandra Botelho disse...

As vezes é necessario levantar o coração do chão e reviver...A vida passa rapidamente e se entregar a dor é negar a maravilha que é viver...E o presente da vida deve vir embrulhado em felicidade.
melhor embrulhar as dores, embala-las e deixa-las longe de nosso coração.
Sofrer indefinidamente é nos condenar a uma vida fugaz.
Lindo poema amigo
Bjos achocolatados

Machado de Carlos disse...

Olá, Amigo!

Apesar de atrasado, como sempre, né? (Risos!...) o dia ainda não terminou. Desejo-lhe que a inspiração seja sempre a sua grandeza de grande poeta que você é.
Mas a poesia, linda como sempre, é assim mesmo. Existem nelas sentimentos altos e baixos. E o artista (poeta) deixa tudo grafado às tintas nas suas mais variadas cores.
Parabéns Amigo. Que Deus esteja sempre ao seu lado!
Abraços!

Rute disse...

Hoje estou assim, como uma borboleta que não quer saR do casulo.
Lindo, querido como sempre me emocionas com as linhas trascritas.
Beijos

Professora Carla Fernanda disse...

Boa noite meu poeta de todo dia.
Um prazer vir aqui e me encher de tanta beleza. Adorooooooo!!!
Já te falei isso sobre suas poesias, né?
Beijos!!
Carla Fernanda

Sylvia Rosa disse...

Oi meu caro, Saudades daqui e de você... Quanto ao post fica a pergunta: Quem é que nunca teve um desses dias aí?
Bj na tua alma sensível de borboleta

Mariz disse...

Boa noite meu querido poeta,

Q ela possa logo sair desse vazio e encontrar novamente o amor..lindo como sempre!


mil beijos!

Magia da Inês disse...

Amigo, gosto dos seus versos...
Gosto muito, muito mesmo de sua poesia... mas solidão não tá com nada!!!
.♫♫° ·.
•♫♫•.¸ღ¸.•♫♫•.¸
°º♫ Beijos

Luan Fernando disse...

Um pouco intenso, porém muito belo.

Flor de Lótus disse...

Acreditar no amor...
As vezes parece tão fácil se entregar aos encantos e a magia do amor, em outras é quase uma missão impossível. Me identifiquei muito ocm esse trecho "Às vezes é uma doce e frágil menina
Em outras uma indecifrável mulher"
Sou basicamente assim, aliás acho que toda mulher é um pouco assim.
Beijos

Aleatoriamente disse...

Boa noite Everson!
Passei para agradecer o carinho.
Bom reler você amigo.

Beijo.
Fernanda

Paula Barros disse...

E seu eu passar para o masculino, eu diria que conheço alguém assim.

Ás vezes alimentamos tanto a dor, a desilusão, a frustação de um amor que não deu certo, que não abrimos espaço para um novo amor fazer o ninho.

beijo

rouxinol de Bernardim disse...

A dor, que dor!, a suave dor do amor, aqui descrita com elegância e rara sensibilidade.

Lau Milesi disse...

Poeta amigo, as borboletas tomaram conta do blogspot.:):>)
Que voem livres, lépidas e fagueiras.:)

Beijosss

 
Web Analytics