segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Solta na Vida
Perdeu a segurança
Da folha do amor
Escorreu pelo galho
Fruto sem sabor
Ao sol ela secou
Coração ferido
Como medo de amar
Na solidão
O sangue estancou
Esperando o corte cicatrizar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Visite também:
O Ultimo Barco do Planeta
A Tempestade
O Livro dos Dias Poesias
Pedidos no email: evr.russo@uol.com.br

53 comentários:

Déya disse...

É. Bem assim mesmo.

perde o sabor. tudo perde o sabor.

beijo e uma boa semana...

Guará Matos disse...

E haja curativos.

Abraços.

Sônia Silvino disse...

Começar a semana por aqui é bom demais.
Beeeeijos!

Hugo de Oliveira disse...

que triste...mas bonito.

Machado de Carlos disse...

Apesar de tudo o corte secará, mas deixará cicatrizes tal qual uma tatuagem a lembrar-nos do grande amor!
Feliz semana para você, grande Amigo!

Daniel Costa disse...

Everson

Uma alma feminina ferida, normalmente, fica dificil de cicatizaz. Espera quem tenha muito amor para lhe dar.
Abraço fraterno de boa semana

Daniel Costa disse...

Everson

Uma alma feminina ferida, normalmente, fica dificil de cicatizaz. Espera quem tenha muito amor para lhe dar.
Abraço fraterno de boa semana

Daniel Costa disse...

Everson

Uma alma feminina ferida, normalmente, fica dificil de cicatizaz. Espera quem tenha muito amor para lhe dar.
Abraço fraterno de boa semana

Daniel Costa disse...

Everson

Uma alma feminina ferida, normalmente, fica dificil de cicatizaz. Espera quem tenha muito amor para lhe dar.
Abraço fraterno de boa semana

Daniel Costa disse...

Everson

Uma alma feminina ferida, normalmente, fica dificil de cicatizaz. Espera quem tenha muito amor para lhe dar.
Abraço fraterno de boa semana

Pena disse...

Prodigioso Poeta e Notável Amigo:
"...Coração ferido
Como medo de amar
Na solidão
O sangue estancou
Esperando o corte cicatrizar..."

Mesmo no desencanto do sentir é ímpar com a sua beleza, pureza e encanto de preocupação pelas suas intermináveis princesinhas lindas.
Parabéns, poeta.
Abraço amigo de respeito pelo seu gigantesco e extraordinário versejar fabuloso. Sublime.
Sempre a admirá-lo

pena

Crys disse...

Perde-se mesmo tudo...
Bjs em ti meu poeta amado, tenha uma linda semana...
Tem presente no blog pra ti...

Paula Barros disse...

O corte profundo, a dor, a cicatriz, o medo de amar...poemas...beijo

Rosane Marega disse...

Sempre haverá um novo amanhecer...
Beijosssssss

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Triste realidade num belo poema.


Carinhoso beijo e linda semana, Everson!

Anônimo disse...

Bom Dia Meu Filho..
A ferida se cura ..
Mais contra partida a cicatriz permanese..
Um lindo dia para ti anjo meu.
beijos no coração maizinha,Evanir.
http://aviagem1.blogspot.com/

feiticeira disse...

Bom dia Everson, lindo poema como sempre
Boa semana para ti também

Vivian disse...

Bom dia, Everson!

É...perde o sabor, a cor, a graça...
mas um dia cicatriza...
Demora, mas cicatriza!

Beijos!!

Assis Freitas disse...

o medo de amar nos corta as asas,


abraço

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
As vezes é bom dar um tempo para o coração descansar.
Tenha uma linda semana.
abração

Malu disse...

Amigo e querido Poeta,

Só nos resta o tempo pra
nos acalentar a dor ...


BjO Grande e uma Semana de Luz.

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo poeta.

O ruim é quando nunca cicatriza, e vira um ponto final.

Beijos no coração.

Aleatoriamente disse...

E cicatriza por certo.
As cicatrizes são vitórias, artes marcadas na alma.
Olá amigo,
Não poderia deixar de vir te dar um beijinho e ler teu belo poema.

Fernanda.

Secreta disse...

Aos poucos...tudo vai cicatrizando!
Beijito.

Zil Mar disse...

Oi Poeta....

Desejo que sare logo essa ferida....

e que não fique a lamber demais a sua dor....senão não cicatriza.....

Tudo Passa....vai ser só mais uma cicatriz....

bjos querido Poeta!

Zil

Bandys disse...

Bom então vamos lá:

Eu não me perdi e mesmo assim você me abandonou
Você quis partir e agora estou sozinho
Mas vou me acostumar com o silêncio em casa com um prato só na mesa
Eu não me perdi o Sândalo perfuma o machado que feriu
Adeus adeus adeus meu grande amor
E tanto faz de tudo o que ficou guardo um retrato teu
E a saudade mais bonita
Eu não me perdi e mesmo assim ninguém me perdoou
Pobre coração - quando o teu estava comigo era tão bom.
Não sei por quê acontece assim e é sem querer
O que não era pra ser: Vou fugir dessa dor.
Meu amor, se quiseres voltar - volta não
Porque me quebraste em mil pedaços.

***************************************

Viu que lindo??? eu que mandei pro RR, hahahhahahahahah


Beijinhos da sua amiga sempre

Daniele Barizon disse...

Olá, amigo!!

Excelente semana!! Bjs!!

Daniele Barizon disse...

Olá, amigo!!

Excelente semana!! Bjs!!

Adolfo Payés disse...

Excelente amigo poeta.. un abrazo

Después de tanto tiempo, espero poder ponerme al día con todos y todas..
Recomenzar el año con la vida en brazos es lo mas bello del amor..

Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos de siempre...

olhar disse...

para amar não podemos ter medo...

beijos,

Bia

Pat. disse...

Sem dores meu amigo...

Que sua semana seja linda e especial. Saiba que estou com saudades de ti e perdoe minhas ausência.. eu vou, mas sempre volto!

Obrigada por tua fiel amizade, meu lindo poeta.

beijos.

Vinicius.C disse...

Esperar que sare, que pare de cair.
Encontrar segurança onde o vento balança, desorientando o medo.

Reconstituir o doce do sabor, idratar o verbo o amor!

Simplesmente perfeito Everson!
Gostei muito amigo!

Comento assim... colocanto no texto que li, as minha palavras. Espero não sufocar ou perder o foco.

Forte abraço!
Exelenet inicio de seana!

Vinicius.C disse...

Seria "hidrataro verbo"... erro gritante!.. Feita a correção!.. Abraços!

Sandra Botelho disse...

Ouvi uma frase em uma musica que diz...És a tatuagem sobre a minha cicatriz...
Um novo amor é bem assim...
Bjos achocolatados e uma linda semana rpa ti

Lidia Ferreira disse...

Meu querido , esse poema e tão simples e direito ,que não da para esquecer , amei
bjs

lita duarte disse...

Everson,
feridas também fazem parte da vida.
Depois delas a gente fica mais forte.:)

Beijos.

Bandys disse...

hahahahaha,
Viu tem segredos do RR que tu nem sabe!!!
Mas eu vou te contando aos pouquinhos tah?

Aqui esta literalmente pegando fogo.
Tomara que a noite fique inspiradora.

Beijim

Mariz disse...

Brilhante como sempre, querido poeta.

Vim oferecer à vc o Selinho Sintonia e fico muito feliz se vc aceitar.

beijos com carinho!

Priscila Rodrigues disse...

Oi, querido, td bem?

Seu poema ficou lindo, realidade de muitos..

Obrigada pelas visitas =)

Um beijo.

Machado de Carlos disse...

É imprescindível que o corte seque. E que os DNA´S do amor se una novamente.
Muita Paz para você, meu amigo!

sonho disse...

Pouco a poo todos os cortes acabam por cicatrizar meu querido:)
Beijo d'anjo

Lau Milesi disse...

Lindo!!

É bem por ai, poeta amigo, a vida é de idas e vindas...e , às vezes, deixa cicatrizes. Mas tudo passa, tudo passa...

Beijos e obrigada por sua gentil visita.

AC disse...

Tudo passa quando o amor acenar de novo. Não há melhor porto de abrigo.

Abraço

Néia disse...

Oi Poeta...
Nada como um outro amor para curar qualquer dor,assim esteja pronto para recebê-lo.
Como sempre que passo aqui sinto um prazer imenso em te ler.
Beijos e uma ótima semana.

Lívia Azzi disse...

Quando amamos, permitimos nos ferir e sangrar com nossos próprios consentimentos....

Beijos e uma belíssima semana!

Professora Carla Fernanda disse...

BOA TARDE AMIGO! E ASSIM VAMOS NOS LIBERTANDO E NOS CURANDO DO OUTRO QUE NUNCA PODERÁ OCUPAR O VAZIO DAS NOSSAS CICATRIZES. CRESCENDO, SOFRENDO, APRENDENDO, ESQUECENDO E ....
BEIJOS,
CARLA FERNANDA

Rute disse...

Querido amigo, que a sua semana seja maravilhosa
Beijos

Carlos Augusto Matos disse...

Só com um outro amor o corte cicatriza...

Abração...

Taynara.Tah disse...

Sempre muito expressivo e bonito!
Parabéns!
Beijos.

mARa disse...

...as vezes não cicatriza...então dói sempre...

Saudades Menino LIndo desse Horizonte Belo!

Beijo!

(estou lendo tudo, rssss....uai, neh!)

tossan® disse...

O meu texto desta vez lá no klic é um pouco longo, mas confesso que gosto mais deste estilo de poema que vc editou hoje. Lindo!
Por que você não é mais Everson do que Renato?! Não fique bravo é que eu falo demais e as vezes as pessoas não entendem. Abraço

Dayse Sene disse...

A cicatriz é marca de quem teve um amor...e quem nunca teve um amor, é o que?
Qual será pior?
Muito lindo o texto...nessa sua descrição, foi como se a dor, fosse impregnando todo o corpo, parando no coração, esperando a cicatriz, para um novo recomeçar.
Uma tarde linda para você amigo.
Abraços.

Sandra Botelho disse...

O amor sempre é valido...
Bjos achocolatados

 
Web Analytics