sábado, 21 de abril de 2012

Alexandra
Tudo que tinha para sorrir,
Ela sorriu,
Tudo que tinha para chorar,
Ela chorou,
Misturou sexo, prazer e dor,
Hoje em casa sozinha
Deletando arquivos no computador,
Procurando saber do amor,
Se é real ou virtual,
Com qual vírus se contaminou,
Na longa ausência o mundo desabou,
Só quer cortar os pulsos da razão,
Transformar o sol em mar,
Ter na lua um lugar
Fácil para se tocar,
Pois insano é o desejo e o lugar,
Mesmo disperto o coração teve de sufocar,
O desequilíbrio de amar,
Era tão grande o quarto,
E tão pequeno o espaço,
Para tanto amor e devoção,
Hoje jogado pelos cantos,
Como poeira que se acumula pelo chão,
Não quer mais ficar nesse mundo vazio,
Tendo como companhia a solidão,
Nem ter mais na mão,
Bilhetes,
Cartas,
Retratos,
Postais,
Ou sentimentos que apenas ocupam espaço
No rígido disco do coração.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

28 comentários:

LORENA LEITTE disse...

eita!!! coração ...tão apaixonado e complicado.
lindo

Evanir disse...

Boa Noite filho Querido.
Linda seu poema o poeta mineira é tudo de bom rsrs.
Meu filho liguei novamente e ñ tinha ninguém para atender estou sem sorte.
Amado um feliz sabado beijos da mãezinha.
Evanir

Marilu disse...

Querido amigo, muitas vezes fazemos mal a nós mesmos e não nos damos conta, quando percebemos nada restou, como vc tão bem descreve em seu belo poema. Tenha um lindo e abençoado final de semana. Beijocas

Machado de Carlos disse...

Ela é a companhia dos meus portais. Todos os dias ela chega com a Luz do prazer. Ao amanhecer ela se despede e sorri.

Luís Coelho disse...

Retalhos da vida que fizeram os nossos dias mais ou menos felizes.
Recordar é viver e muitas vezes apagar os ficheiros quer dizer renovação.
Rasgar cartas e declarações pode ser virar a curva da estrada da vida. Partir numa nova faixa mais serena e mais correspondente às nossas ansiedades.

LUZ disse...

Olá querido Everson,

Inteligente e bonita metáfora poética nos traz, hoje, aqui.

Bom final de semana.
Beijos de luz.

Ivana disse...

Uma bela decisão! Sair do vazio, sair da solidão, viver a vida com alegria!
Um ótimo fds
Bjs

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu príncipe das letras!!!!
No mundo do amor não conseguimos coordenar nossos pensamentos e nem orientar nossas atitudes ,por isso sofremos...
bjssssssssssssssss

AC disse...

Everson,
Alexandra não sabia que o jogo da vida não se faz numa só cartada, o mais sublime decanta-se nas pegadas do tempo...

Abraço

✿ chica disse...

Triste vida essa escolhida por ela...Linda poesia e inspiração! abração,chica

Marcia disse...

vOCÊ ARRASA!bJOS!

David C. disse...

muy buena inspiración.

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo Poeta.

Quanta inspiração!

É ser feliz com o que vida nos oferece. E olha, que não é pouco...

Tenha um lindo sábado de amor e paz.

Beijos.

Carla Fernanda disse...

Bom dia e um final de semaana feliz...
que o amor acabe com a solidão!!
Beijos!!

Andy Santana disse...

Um belo final de semana amigo.

Rute disse...

Que linda inspiração. Bom final de semana a vc, querido amigo
Beijos

Assis Freitas disse...

um hd intransponível,


abraço

Daniel Milagre disse...

Everson

Poema de beleza, Alexandra configura um motivo muito actual. Transformado em poesia, por quem tem boa verbe, para a conduzir, poderia dizer-se: real!...
Abraços fraternos de bom Sábado

Anne Lieri disse...

Everson,poesia de muito romantismo e sofrida tb!Ficou criativa e muito bonita!Bjs e bom sabado pra vc!

edumanes disse...

Tudo o que tinha para sorrir,ela sorriu
Agora em frente do computador
A olhar para as imagens o que será que ela viu
Talvez, a imagem de um virtual amor!

Bom fim de semana.
Abraços
Eduardo.

Sandra Subtil disse...

ah , se fosse possível deletar o sofrimento....
Beijo meu amigo e um ótimo fim de semana

Flor de Jasmim disse...

Meu amigo
Quantas vezes fazemos mal a nós próprios, mas quando se damos conta já o sofrimento tomou conta do nosso coração.

Beijinho e uma flor

Carmem Dalmazo disse...

Everson...
O amor real e presente não é fácil, imagina o virtual cheio de incertezas...
Beijos

Pedro Luis López Pérez disse...

El Amor sumido en el espacio de una habitación. Con la única compañia de un ordenador y una soledad galopante.
La vida es una sucesión de oportunidades y sólo hay que abrirse a ella para subir en su lomo y comenzar a galopar sin parar, disfrutando de todas las sensaciones que, aún, nos puede ofrecer.
Preciosa Poesía, Everson. Es una delicia leer tan bellas composiciones.
Un abrazo.

Lu Nogfer disse...

A solidão é inimiga dos momentos a sós!Ela invade, toma lugar do ausente e contamina o presente!

Gosto do seu poetar que sempre me inspira!

Beijos e beijos pra ti meu querido amigo!

Smareis disse...

Que bom se pudéssemos deletar as dores do coração.
Beijos amigo poeta!

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Diria que é uma radiografia de inúmeras " Alexandras"...Triste.


Beijos com carinho amigo Everson

Camila O. disse...

Caraaaca, adorei E.R.!

 
Web Analytics