quinta-feira, 19 de abril de 2012

Trágicos e Floridos
Sob o som do silêncio
Pensamentos se perdem
A dor nem incomoda mais
Edifícios de nuvens se erguem
Trágicos e floridos poemas
Paradoxos dos dias finais.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

40 comentários:

Marilu disse...

Querido amigo, poema lindo e triste. Beijocas

Artes e escritas disse...

Músico é barulhento por natureza e o silêncio não agrada, um poema interessante. Um abraço, Yayá.

Luís Coelho disse...

Diria que pelo som do silêncio renascem os melhores pensamentos que nos ajudarão a cumprir os melhores programas de vida.

LUZ disse...

Bom dia querido Everson,

Fim é uma das palavras de que não gosto.
Queremos amor sem desespero.

Beijos de luz.

Arnoldo Pimentel disse...

Silêncio que habita palavras, corações e a si próprio.Parabéns amigo.

Ivana disse...

Bom dia, Everson!
Sensacional! Amei, um belo dia pra ti, bjs

Rô... disse...

oi meu querido,

o nosso silêncio deve ser um santuário,
uma doce inspiração...

beijinhos

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Passando para deixar um beijinho e desejar uma boa quinta-feira.

Sonhadora

Mariangela disse...

É através do silêncio que nossa alma silencia e a oração flui, e é ela que nos tira da tristeza.
Um bom dia cheio de paz e alegria, amigo querido!
beijo
Mariangela

Sônia Amorim disse...

O silêncio as vezes acalma e as vezes nos enlouquece, mas as vezes é necessário a calmaria para se decidir o caminho a seguir, a paz alcançar, um lindo dia para ti meu amigo, beijos

Giovanna disse...

no silêncio descobrimos não só nossas tempestades mas podemos enxergar o colorido e reverter a trágica história.
Lindo dia poeta.
Abraços
Giovanna

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo Poeta.

Lindo!
O paradoxo gera o equilíbrio em todas as balanças.

Muita paz, poesia, amor.

Beijos.

Livinha disse...

Bom dia meu amigo

As dores que vencemos pelo tempo aprendendo a conviver com ela,
compreendendo que haverá o dia que já não mais virá a nos encomodar. Paradoxos? sim somos e muito entre indos e vindos,até atingirmos a plenitude da razão abraçando o que nos chega nos acomodando na oferenda do dia, talvez porque já não nos adianta lamentar tanto e assim vamos florindo o trágico, mudando o preto dando cor ao branco, diluindo em misturas a nossa tinta em sentido a perfeição...

Que a inspiração seja uma constante em sua vida...

Bjinhus

Livinha

José María Souza Costa disse...

Muitas vezes, é pelo silencio, que encontramos o caminho da liberdade.
Felicidades

MARLENE disse...

O SILENCIO E ÓTIMO COMPANHEIRO AMIGO E CONSELHEIRO,MAS NÃO SE APAIXONE POR ELE É UM AMANTE POSSESIVO E CIUMENTO
QUE TOMA CONTA DA VIDA DA GENTE
E NÃO QUER QUE NINGUEM MAIS FIQUE POR PERTO TEMENDO A VIR PERDER SUA COMPANHIA UM ABRAÇO DE BOM DIA POETA BJS NA ALMA MARLENE

✿ chica disse...

Muito profundo, lindo!!Obrigado pelo carinho lá!abração,chica

David C. disse...

Reflexivo poema.

Daniel Costa disse...

Everson

Quantas vezes o silêncio se torna mais eloquente que a palavra!...
Abraços fraternos meu amigo

Assis Freitas disse...

como um epitáfio de renascimento,


abraço

Guará Matos disse...

Paradoxos!
É assim que vamos nos safando.

Socorro Melo disse...

Oi, Everson!

Belos versos! É bom divagar, pois assim vamos nos encontrando, cada dia um pouco...

Grande abraço
Socorro Melo

Anne Lieri disse...

Quando a dor não incomoda mais é muito triste!Sinal que se está mesmo insensivel a tudo!Poesia linda e triste tb!Bjs e meu carinho!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Gostei do paradoxo com os dias finais. Profundo. Hoje falamos muito em poucas palavras. Abraço.

Smareis disse...

Tem uma frase do Fábio de Melho que gosto muito.

"Hoje eu não sei dizer. Só sei sentir. Há dias em que as palavras não são capazes de traduzir o sentimento. Bom mesmo é ser compreendido, mesmo quando não sabemos dizer...
Amar é uma forma de crer em silêncio!"

Beijos amigo poeta!
Ótimo dia!

Pedro Luis López Pérez disse...

Como siempre tus palabras transportan a quien las lee.
Una maravilla de Poema.
Un abrazo.

Desnuda disse...

Querido Poeta,

Um poema lindo com força e efeito.

Beijos com carinho amigo Everson.

Bandys disse...

Menino Renato,

É no silencio que muitas vezes encontramos respostas. Deixamos os pensamentos voarem ate se acharem(olha a implicância, rs)Descobrimos. E percebemos a beleza oculta...

Olha acho que amanhã.....mesmo céu, rs.
Um beijo, uma canequinha de café, um pão de queijo e hoje nem cazuza nem Renato, hummmm Van Halen? Topas
Acaba com o silencio....

Rita Freitas disse...

Sob o som do silêncio...
Quem ama o silêncio sabe o quanto este é sabedor
Belo poema
Beijinhos

LUCONI disse...

A alma que não vive realmente, se perde dentro de si mesma, não consegue vislumbrar os raios de sol que teimam em bater à sua porta, lindo e triste poema, beijos Luconi

Eloah disse...

"Sob o som do silêncio
Pensamentos se perdem
A dor nem incomoda mais"
Lindo poeta.
Passei aqui para ler teu Post e te dar um abraço e levar o teu.
Bjs Eloah

folha seca disse...

É no som do silencio que consigo muitas das vezes encontrar-me.

Beijinho meu amigo e uma flor

Flor de Jasmim disse...

O "folha seca" do comentario anterior, foi feito por mim meu amigo, apenas o meu marido tinha a sessão dele aberta.
Desculpa

Beijinho e uma flor

Rute disse...

Pensamentos se perdem
A dor nem incomoda mais"
Me faz pensar que a dor não incomoda pela dormência

Beijos querido amigo

edumanes disse...

A poesia que o poeta domina
Que sob a suavidade do vento voa
Os lindos versos que escreve e imagina
Cuido menina lá no alto faça coisa à toa!

Desejo para você uma boa noite,
abraços
Eduardo.

Julliany kotona disse...

Lindo demais, a poesia que você nos passa chega ao recôndito do coração,transparece verdade a nossa alma bjos de uma amiga!

Julliany kotona disse...

Lindo demais, a poesia que você nos passa chega ao recôndito do coração,transparece verdade a nossa alma bjos de uma amiga!

Audrey Andrade disse...

Poeta, suas poesias tocam de forma tão profunda o coração. Ter um tempinho e não visitar seu blog é algo fora de cogitação!

Parabéns, menino!
http://pequenocaminho.blogspot.com

Elen Abreu disse...

Trágico quando a dor vira algo normal, quando a gente se acostuma com ela. O bom é doendo o tempo todo e doendo forte pra gente toçar uma atitude e voltar a sorrir. Beijo querido

Elen Abreu disse...

Ruim quando a dor vira rotina...Tem que dor e muito para assim tomamos uma atitude e tentar se salvar. Beijos querido

Suely Rezende - Ministério HD disse...

Olá Querido Poeta,

Desejo poemas e poemas inspiradores para seu dia a dia.

beijos
Suely

 
Web Analytics