terça-feira, 10 de abril de 2012

E Depois do Frio?
Quando caiu a primeira folha do outono
Seguindo sem querer o caminho do vento
Eu percebi que iria sentir frio, muito frio,
Que não seria apenas um outono travestido de inverno
Seria uma ausência tua
Uma dolorida falta do teu abraço
Do perfume sedutor dos teus cabelos
Da textura calma da tua pele macia
Daquele gosto bom que só o teu beijo tem
Do acordar pela manhã acariciando toda a tua nudez
Tudo isso me faz falta e me dói a alma
Queria outra vez poder abrir a janela
Deixar o vento entrar junto com o sol de raios fracos
Pois teria o teu carinho e o teu abraço
Hoje apenas me pergunto
E depois do frio?
O que será de mim pobre mortal sem o teu amor?
Ficarei na janela contando estrelas
Moldando nuvens de algodão até que elas me tragam chuva
Pois o verso sobrevive sozinho
E da solidão ele faz força pra recomeçar
Inventar uma primavera de um mundo imaginário pra poder sonhar
Pois ele bem sabe que mesmo com tanto carinho do violão
Você não irá voltar
Também, depois do frio, que diferença isso faz?

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

41 comentários:

Desnuda disse...

Querido Poeta,

"Pois o verso sobrevive sozinho
E da solidão ele faz força pra recomeçar
Inventar uma primavera de um mundo imaginário pra poder sonhar"


Lindos versos, Everson.

Beijos com carinho

Rô... disse...

oi meu querido,

e no frio que é tão bom,
um outro corpo e outro coração ao nosso lado...

beijinhos

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Como sempre ler-te é adentrar na tua alma.
Por vezes apenas nos fica um friozinho e nos envolvemos nele.

Um beijinho
Sonhadora

LUZ disse...

Bom dia querido Everson,

Amor que parte deixa nosso coração mais nu, que a nudez que você olhou e afagou.

Beijos de luz.

carla disse...

Olá Everson! Eu já senti esse frio na espinha,esse frio de saber que a pessoa que queremos vai embora e que já não nos ama mais. Doi muito,mas como costumo dizer, Não choro por quem não me ama,por quem já não me quer.

Uma boa semana,beijo

Carla Granja

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt/

Mariangela disse...

Depois do frio nascerá em seu coração uma nova esperança, de um lindo e terno amor.
Um feliz dia cheio de paz e alegrias!
Beijos
Mariangela

edumanes disse...

Depois do frio
Virá o calor
Preencher lugar vazio
Com muito amor!

Desejo um bom dia pra você, meu amigo Everson,
Um abraço
Eduardo.

David C. disse...

Bonito poema.

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu príncipe das letras!!!!!
Sorver esse belo poema...me transmite a transcedência do verdadeiro outono na caminhada do outono querendo que seja uma primavera...
Bjsssssssssssssssss

Bandys disse...

Belos versos.
Mas depois do frio vem a surpresa.haha. Eu to correndo de volta pra sua terra, ai meu Deus bem que eu podia casar com um mineiro nenão?? To brincando. Os mineiros são meus melhores amigos.

Mas é isso meu amigo, conte com o fator surpresa, porque nessa vida o que mais tem são as surpresas do coração. hahaha
Beijos e mais beijos
Daqui a pouco estou ai.
Ouça um Cazuzinha pro dia nascer Feliz!!!!

Bandys disse...

O que me atrai ai é trabalho...mas eu como boa amiga estou aqui pra insistir na surpresa. Ó acredita em mim, to te falando...Morro de rir com você Everson, cade o bora ser feliz??
Ta sem Cazuza. Com Sol, coca zero e uma surpresa que vai aparecer pra você.
Nossa vou perder o trem... vou nessa, esperando que ate a tarde você ja esteja com um sorrisinho nos lábios. Ah obrigado pelo elogio ao meu jardim.
Beijos
Beijos

✿ chica disse...

Talvez ela volte pra se abrigar do frio,sr abração,chica

Assis Freitas disse...

ausência que corrói,


abraço

ValeriaC disse...

Lindo...é tão mais frio, o frio de quando ficamos sozinhos, não é?
Mas que o tempo passe e a primavera volte a florescer na vida...beijinhos e ótimo dia Poeta
Valéria

Tais ♥ disse...

Bom dia poeta um dia lindo p vc tb...
Bjos
decorehouse

Smareis disse...

Esse frio é dolorido adormece até a alma. Gosto desse frio não!
Beijos amigo poeta!

Ótimo dia!

ONG ALERTA disse...

Sempre faz diferença...abraço Lisette.

Olhos de mel disse...

Querido amigo; lindo e nostálgico poema! Aliás acho que a nostalgia é própria do outono. Mas depois nem se preocupe, porque o sol virá e trará as cores da alegria e quem sabe uma nova paixão?...
Beijos

MARILENE disse...

No frio que chega, poderá aquecer o coração com os versos, sempre cheios de primavera e verão. Ele pode passar, como uma simples estação, renovando a esperança.

Bjs.

José María Souza Costa disse...

Passei cá, lendo os seus versos. Felicidades, pra voce

... "re" ... disse...

Il mio Poet...

Com este frio nada melhor que uma boa cama aconchegante para aquecer os corpos e a alma para amar-se... O fogo da paixão faz o frio sumir e o amor ressurgir... Ui... rs

E depois do frio??...

Conversaremos sobre tá... rsrsrs

Belo poema...

Bacio blu nell'anima ...

Vera Lúcia disse...

Olá amigo,

Depois do frio virá um novo e grande amor para aquecer o coração do poeta.

Enquanto este amor não chega, os versos preencherão o vazio deixado pela ausência da amada.

Linda tarde para você.

Beijos.

Flor de Jasmim disse...

Meu amigo triste a solidão!
poderá ela vir pelo frio para o aconchego do teu calor.

Beijinho e uma flor

lita duarte disse...

Oi, Everson.

Boa semana para você.

Bjos.

Simone butterfly disse...

Faz nos envolver com teu poema, sempre belo e lindo, beijos de boa noite poeta

Elen Abreu disse...

Que lindo, cheio amor, pena que no meio dele esteja a solidão. Mas olha, ela não é tão ruim, rendeu um poema de saudade incrível.
Beijos

Eloah disse...

Depois deste tempo feito de ausência, haverá um novo tempo, novos caminhos e outros amores.
Seja feliz, sempre.Bjs Eloah

ZilMar disse...

oi Poeta amigo...amei essa poesia...demais!!!!

penso que nem sempre as coisas são tão previsíveis assim...pode ter uma curva nesse caminho que vc não conhece...e derrapar nela...o inesperado é sempre bom...

um grande bjo!

Zil

OutrosEncantos disse...

tens uma voz linda, Everson.

beijo, beijo.

Amapola disse...

Boa noite, querido amigo Poeta.

Até me fez lembrar de como nasceu aquela linda música do Tadeu Franco, que se chama: "NÓS DOIS".

Numa entrevista ele disse que morava no centro de BH, e estava solitário, observando as estrelas.

Desejo-lhe muitas alegrias.

Beijos.

Daniel Costa disse...

Everson

A época outonal começa por ficar mais desconfortável e o poeta inspira-se no facto,para fazer um bom
poema.
Abraços fraternos

Rute disse...

Como sempre querido amigo és sensível nas palavras.
Beijos

Anne Lieri disse...

Lindo,Everson!A ausencia do amor sempre causa frio em nossos corações!Bjs e boa semana!

Lilá(s) disse...

Lindos versos, Everson.
Haverá um novo tempo, uma nova Primavera, novos amores, um dia...
Bjs

Ivana disse...

Everson,

Você sempre faz a diferença com seus versos!

Bjs

Machado de Carlos disse...

Os Laços eternos ignoram tempo, espaço. A palavra amor gera uma energia que percorre o íntimo de cada ser rumo a Espiritualidade Maior. Assim ligados, os liames ignoram as fronteiras das dimensões. A ilusão pode ser passageira, mas o que vem do Céu permanece.

Machado de Carlos

Mar... disse...

Depois do frio o calor há de chegar e aquecer seu corpo, sua alma e seu coração...
Lindo de viver meu Renato Russo...
Tenha uma noite maravilhosa...repleta de muita paz, muita poesia e muito amor...
Estou sempre com vc...mesmo quando não consigo tempo para vir aqui viu...
Bjs carinhosos...Mar....

Carla Fernanda disse...

Lindo!
Beijos!

Aleatoriamente disse...

Poeta cada vez que venho te ler, fico admirada.
Tua poesia é um laço profundo e belo.

Beijo Everson

Íntimas Intenções by Anita disse...

Sabe me emocionei lendo-te aqui...a certeza que mesmo com a chegada da primavera a sensação do frio, do inverno vai continuar, porque seguimos em frente tal qual as estações e tal qual elas tudo muda, tudo toma outra cor...amores mudam e as vezes se vão para sempre...mas o frio, este permanece em nossa alma.

Beijos!

Elisa T. Campos disse...

Querido poeta
De onde vem tanta inspiração?

Um lindo final de semana
bjs

 
Web Analytics