sábado, 28 de abril de 2012

Flor da Manhã
Amanhece com um orvalho na pétala
Como uma lágrima que dos olhos cai,
Um raio de sol no jardim entra
E a gota de orvalho imediatamente sai,
Lágrima que rolou no rosto
Foi de chuva por amor ou por desgosto,
O orvalho que rolou na pétala da flor
É como um toque dos meus sonhos
Por todo o seu corpo arrepiando de amor,
Lagrimas e pétalas
Em sonhos iguais,
Dizendo ao mundo
Que o amor que foi colhido no jardim
Não voltará jamais.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

31 comentários:

Marilu disse...

Querido amigo, se esse amor for real com certeza ele voltará. Lindo poema. Tenha uma final de semana e feriadão excelentes. Beijocas

Magia da Inês disse...

¸.º°❤
°º✿ Olá, amigo!
Lindo e romântico como sempre!
BOM FIM DE SEMANA!

¸.•°`
°º✿ Beijinhos.
º° ✿ ✿ Minas

SOL da Esteva disse...

Everson, Amigo

Um dos mais significativos Poemas que hás produzido.
O Amor colhido no Jardim, não mais se planta. Fica connosco.

Abraços

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.pt/

LUZ disse...

Bom dia querido Everson,

Belíssima e deslumbrante imagem!
Seu poema é tão dócil e as metáforas lhe dão brilho.
O final, bem o final, nós não o queríamos.

Bom final de semana.
Beijos de luz.

Parole disse...

Para curar a dor do amor, só um outro amor.

Como sempre belo, querido.

Beijos e bom fds.

Luís Coelho disse...

As pétalas das rosas e as rosas do amor. Poema sensualissimo.

✿ chica disse...

Lindo ,Everson!!Um ótimo fds!abração,chica

Arnoldo Pimentel disse...

Sempre belos versos amigo poeta, parabéns e um ótimo fim de semana.

Mariangela disse...

Linda poesia, mas saiba que neste seu jardim brotará belas flores!

Um belo final de semana cheio de esperança Everson!
beijos
Mariangela

Vanuza Pantaleão disse...

Lágrimas e pétalas, que bela comunhão poética!
Amigo, um tranquilo final de semana!Bjsss

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo Poeta.

Tem uma frase do John Lennon que é mais ou menos assim:

"Deixo as coisas que amo livres. Se elas voltarem, é porque as conquistei; se não voltarem, é porque nunca as tive".

Desejo que você conquiste tudo que lhe é importante.

Muita paz, amor, poesia.

Beijos.

David C. disse...

al recogerse en el jardín ya no volverá.

Assis Freitas disse...

há sempre a porta aberta para o amor,



abraço

Rute disse...

Querido amigo que linda linhas transcritas e casou perfeitamente com a imagem.
Beijos desejo a vc, um ótimo sábado

edumanes disse...

Com o orvalho refrescar
O calor daquela pétala
Foi cair naquele lugar
Lá no meio da floresta!

Bom fim de semana
Adorei este poema
Engrena a mudança
Quando não encrenca!

Abraços
Eduardo.

Anne Lieri disse...

Everson,inspirada e maravilhosa sua poesia!bjs e bom sábado!

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Everson. Passei para te convidar a participar da festa de 01 ano do "REDESCOBRINDO A ALMA", que é hoje.
Ficarei feliz com a sua presença, e de quem mais quiser ir.
http://redescobrindoaalma.blogspot.com
Beijos na alma!

MARILENE disse...

Esse amor ganhou vida na beleza e havia que ser colhido, sem medo.
Outras gotas se apresentarão nas pétalas, que não se cansam de surgir quando o botão se abre.

Bjs.

Cecília Romeu disse...

Everson,
tudo bem?
Gosto dessa relação: flor com orvalho!
Beijos e ótimo fim de semana!

Flor de Jasmim disse...

Everson
Se esse amor foi plantado no jardim do coração ele voltará porque é um jardim onde só asmais belas flores brotam.
Bom fim de semana amigo

Beijinho e uma flor

Daniel Costa disse...

Everson

O orvalho tem destas coisas, quando cai nas pétalas, se tem friura de mais pode fazé-las chorar, se é ameno, elas com o viço, sorriem.
Abraços fraternos

Vera Lúcia disse...

Olá poeta,

Muito lindo!

Que seu final de semana seja de amor e poesia.

Beijo.

LORENA LEITTE disse...

amores vem e vão!!!
lindo
beijos

Centelha Luminosa disse...

"Lagrimas e pétalas
Em sonhos iguais,
Dizendo ao mundo
Que o amor que foi colhido no jardim
Não voltará jamais"- E não mesmo, meu querido poeta.
Que maravilhoso final de um poema, expressando tanta verdade , e ao mesmo tempo alguma tristeza. Mas, enfim, quem já teve no peito um grande amor, esse peito jamais será o mesmo!

Beijinhos carinhosos da amiga de sempre!

Pedro Luis López Pérez disse...

Poesía llena de sentimiento y nostalgia. Orbayos y lágrimas que se hacen analogos en dos cuerpos. Un Amor que no volverá jamás.
Hermosa composción, Everson.
Un abrazo.

Smareis disse...

Um linda flor da manhã, poetizada lindamente.

Beijos amigo poeta.

Ótimo domingo!

Carla Fernanda disse...

Amor que vem e que vai....

Beijos e boa noite amigo!!

Luma Rosa disse...

Que as lágrimas sirvam para regar e fazer brotar uma nova semente de amor. Bom fim de semana! Beijus,

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu príncipe das letras !!!!!
O amor vaipara muitas vezes desejarmos de volta...e na volta...
Bjssssssssssssssss

Desnuda disse...

Querido Poeta,


O amor verdadeiro nunca morre . Lindo poema, Everson.


Beijos com carinho

Elisa T. Campos disse...

Triste, mas mais um lindo poema

bjs

 
Web Analytics